Geral

Mais de 74 mil casos de corrupção foram julgados este ano

Publicado por Branca Alves, em 30.10.2014 às 17:22

Agência Brasil (Brasília) – De janeiro a julho de 2014, a Justiça Federal e as instâncias estaduais julgaram 74.186 processos relativos a corrupção. Segundo avaliação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), os juízes cumpriram umas da metas definidas pelo próprio CNJ para o Judiciário brasileiro. A expectativa é que até o final do ano os tribunais identifiquem e julguem as ações de improbidade administrativa e as ações penais relacionadas a crimes contra a administração pública.

No caso da Justiça Federal foram cumpridas 100% das metas relacionadas aos 8.057 processos ajuizados em 2012, e 75,83% dos processos cujas ações foram distribuídas até 2011. No âmbito da Justiça Estadual, foram alcançadas 35,77% das metas de combate à corrupção, com o julgamento de 50.655 processos envolvendo improbidade administrativa e crimes contra a administração pública.

Dos processos que tramitam na Justiça Federal, 13.114 envolvem crimes contra a administração pública, e 2.360 o crime de improbidade administrativa.







Câmara se encontra com empresários e gestores italianos

Publicado por Alex Ribeiro, em 30.10.2014 às 15:34

Encontro aconteceu na última quarta-feira (29) (Foto: Divulgação/Assessoria)

O governador eleito Paulo Câmara (PSB) e o vice Raul Henry (PMDB), participaram, na última quarta-feira (29), de um jantar na Embaixada do Brasil em Roma com empresários italianos e brasileiros, e representantes do governo da Itália, interessados em investir no Estado. Algumas das empresas – como a Fiat e a Mossi & Ghisof – já contam com unidades em Pernambuco.

“Pernambuco criou um ambiente favorável à atração de investimentos que geram emprego e renda para nossa gente. Os italianos, por meio de várias empresas, já participam dessa nova etapa da economia do Estado”, relatou Câmara.

O encontro, organizado pelo embaixador do Brasil, Ricardo Neiva Tavares, contou com as presenças de representantes das empresas Fiat (Paolo Rebaudengo), Pirelli (Filippo Marisa Grasso), Mossi & Ghisofi (Lorenzo Montagna), Ferrero (Luca del Balzo di Presenzano) e da Led Brasil Group (Robson Oliveira).

Também participaram da reunião os representantes da Sociedade Italiana para as Empresas no Exterior (Massimo D’Aiuto), da Companhia de Serviços de Seguros de Comércio Exterior (Massimiliano Vitale), e do Instituto Italiano para o Comércio Exterior (Giovanni Sacchi), além dos reitores Marco Gilli e Enrico Macci, do Instituto Politécnico de Turim (considerada uma das melhores e mais respeitadas universidades da Itália, com cursos de Bacharelado, Mestrado e Doutorado nas áreas de Engenharia, Arquitetura e Desenho Industrial), do prefeito de Turim (Piero Fassino) e de diplomatas brasileiros das áreas de Investimentos, Educação e Ciência e Tecnologia.







Políticos e familiares homenageam Eduardo na Alepe

Publicado por Alex Ribeiro, em 28.10.2014 às 22:18

Renata Campos esteve presente na solenidade em homenagem ao ex-governador (Expedito Lima/Folha de Pernambuco)

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) realizou, nesta terça-feira (28), uma homenagem a Eduardo Campos. Na Casa Legislativa, o ex-governador ocupou o seu primeiro cargo político, como deputado estadual eleito em 1991. A viúva Renata Campos; a mãe e ministra do Tribunal de Contas da União, Ana Arraes; o irmão Antônio Campos; e os filhos, João Campos, Pedro Campos e Maria Eduarda, comparecem ao evento.

Na cerimônia, Renata Campos recebeu uma placa alusiva à homenagem. Ela mencionou que o ex-governador fez vários amigos na Casa Legislativa. A viúva também assinalou que continua firme no objetivo de manter o legado de Campos. “Eduardo fez o que era mais urgente para tornar possível o que parecia irrealizável”, frisou.

O presidente da Alepe, deputado Guilherme Uchoa (PDT), destacou que a confirmação do acidente lhe atingiu fortemente, assim como a todos os pernambucanos. O parlamentar afirmou que perdeu um amigo e um companheiro de longas jornadas políticas, com quem tinha grande sinergia. Segundo o parlamentar, o ex-governador estava disposto a enfrentar todos os desafios e dificuldades de uma campanha presidencial e, se eleito, implantaria no País alguns dos projetos bem sucedidos em Pernambuco.

“Eduardo Campos era um obstinado, pronto para a missão de dar novos rumos ao Brasil”, frisou o parlamentar.

O líder do Governo na Casa, Waldemar Borges (PSB), salientou que a solenidade foi uma oportunidade de refletir sobre o que Eduardo representou para o Estado. “Eduardo Campos fazia da política um ideal e um desejo de servir e, após a sua morte, fica o dever de preservar e ampliar seu legado”, ressaltou.







Confira as manchetes do dia dos principais jornais

Publicado por Branca Alves, em 28.10.2014 às 08:23

Folha de Pernambuco
Vitória de Dilma acende preconceito contra o NE

Diario de Pernambuco
O primeiro desafio de Dilma

Jornal do Commercio
Dia tenso e incerteza

Folha de S. Paulo
Dilma busca para a Fazenda nome do mercado financeiro

Agora S. Paulo
PT defende mudanças na regra do fator previdenciário

O Estado de S. Paulo
Dilma insiste em diálogo e evita antecipar medidas econômicas

O Globo
Congresso já reage a proposta de plebiscito

Valor Econômico
Lula faz três indicações de nomes para a Fazenda

Correio Braziliense
Rollemberg antecipa medidas de governo

Estado de Minas
Dólar dispara e ações da Petrobras desabam

Jornais internacionais

The New York Times (EUA)
Relatório divulga ampla vigilância da correspondência nos EUA

The Washington Post (EUA)
Uma disputa perdida para o ebola

The Times (Reino Unido)
Estudo revela que 200 mil planejam “sacar suas economias” em 2015

Le Figaro (França)
Ebola: medo de contágio dificulta envio de suprimentos

El País (Espanha)
Políticos e empresários corruptos criaram uma extensa rede criminosa

Clarín (Argentina)
Brasil, à espera de mudanças após a reeleição de Dilma







Veja as manchetes dos principais jornais

Publicado por Márcio Didier, em 27.10.2014 às 08:52

Folha de Pernambuco
Dilma pede união, em um País dividido

Diario de Pernambuco
Uma presidente, dois Brasis

Jornal do Commercio
Dilma pede união

Folha de S.Paulo
Dilma é reeleita na disputa mais apertada da história

O Estado de S.Paulo
Reeleita com 51,6%, Dilma propõe plebiscito para reforma política

O Globo
Reeleita, Dilma prega união e reforma política

Correio Braziliense

Reeleita, Dilma defende união e reforma política

Estado de Minas

Mais quatro anos

Agora S.Paulo
Dilma pede paz e união

Jornais internacionais

The New York Times (EUA)
Sob pressão, Cuomo diz que quarentena de ebola pode ser feita em casa

The Washington Post (EUA)
NY facilita edição do ebola

The Guardian (Reino Unido)
Linhas de migrantes deixa Tories em desordem







Veja as principais manchetes dos jornais neste sábado

Publicado por Márcio Didier, em 25.10.2014 às 08:35

Folha de Pernambuco
Corrupção domina último confronto Aécio x Dilma

Diario de Pernambuco
Denúncias de corrupção esquentam debate

Jornal do Commercio
Vitória da democracia

Folha de S.Paulo
Doleiro acusa Lula e Dilma, que fala em terror eleitoral

O Estado de S.Paulo
Corrupção domina último debate entre Dilma e Aécio

O Globo
Sem ofensas, Dilma e Aécio duelam sobre corrupção

Correio Braziliense
Aécio cobra Dilma sobre a Petrobras

Estado de Minas
Corrupção põe Aécio no ataque e Dilma na defesa

Jornais internacionais

The New York Times (EUA)
Cuomo e Christie ordenam quarentenas rigorosas para ebola

The Washington Post (EUA)
Regras mais rígidas para conter o ebola

The Times (Reino Unido)
Cameron desafia UE com “imposto sobre fortunas” contra espiral de custos

The Guardian (Reino Unido)
Primeiro-ministro não sabia sobre a conta de € 2 bilhões da UE

Le Figaro (França)
Orçamento: Bruxelas cobra explicações da França

El País (Espanha)
Rei alerta contra a divisão e repetição de “erros do passado”

Clarín (Argentina)
Façanha médica: corações são ressuscitados para transplantes







Confira as manchetes do dia dos principais jornais

Publicado por Branca Alves, em 24.10.2014 às 08:35

Folha de Pernambuco
Pesquisas acirram os ânimos entre Dilma e Aécio

Diario de Pernambuco
O confronto final

Jornal do Commercio
Dilma abre vantagem

Folha de S. Paulo
Dilma abre 6 pontos sobre Aécio

Agora S. Paulo
Supremo reduz o desconto do IR no pagamento dos atrasados

O Estado de S. Paulo
Dilma abre vantagem e tem 54%; Aécio, 46%, diz Ibope

O Globo
Dilma descola de Aécio

Valor Econômico
Mercado reflete avanço de Dilma

Correio Braziliense
PSDB acusa PT de fazer terrorismo com bolsa família

Estado de Minas
PF indicia 17 por fraude no Enem

Jornais internacionais

The New York Times (EUA)
Craig Spencer, médico na cidade de Nova York, contrai ebola

The Washington Post (EUA)
4 seguranças da Blackwater culpados de mortes no Iraque

The Times (Reino Unido)
EU manda Grã-Bretanha pagar £1.7 bilhão de sobretaxa

The Guardian (Reino Unido)
Pagamento a vítima de espionagem policial

Le Monde (França)
Para o partido Socialista, a batalha pós-Hollande começou

El País (Espanha)
Governo organiza consulta em 9 de novembro pela internet para não deixar rastro

Clarín (Argentina)
Economia cai mais e déficit fiscal dispara







Cheiro forte no Palácio do Planalto assusta servidores

Publicado por Márcio Didier, em 23.10.2014 às 18:58

Um pequeno tumulto tomou conta do terceiro andar do Palácio do Planalto, onde fica o gabinete da presidente Dilma Rousseff, por causa de um cheiro estranho que estaria exalando nos corredores, que gerou a suspeita de que poderia ser gás. Segundo a Secretaria Geral da Presidência, os bombeiros foram chamados e, “após minuciosa inspeção realizada nos ambientes, com a utilização de equipamentos apropriados, nenhuma anormalidade foi constatada na qualidade do ar”.

Segundo nota do Planalto, o problema ocorreu por volta das 16h30 quando três servidores reclamaram de “cheiro forte no banheiro masculino e corredor, com sensação de irritação na garganta”. A Brigada de Incêndio do Palácio do Planalto foi chamada e acionou o Corpo de Bombeiros. Os especialistas da corporação estiveram no local, verificaram tudo e não encontraram nada.

Não houve evacuação das salas, apesar da preocupação de alguns servidores com o que poderia estar acontecendo. O tumulto não foi maior porque a presidente Dilma não estava no Planalto no momento do ocorrido. Dilma está no Rio de Janeiro, se preparando para o debate amanhã da TV Globo. Dilma não vai ao Planalto há mais de um mês, desde o dia 19 de setembro.

(Fonte: Estadão Conteúdo)







Dinheiro da Abreu e Lima chegava para doleiro em um dia

Publicado por Márcio Didier, em 23.10.2014 às 14:10

Laudo pericial do Ministério Público Federal revela que, por mais de uma vez, valores repassados pela Petrobras para o Consórcio CNCC – controlado pela construtora Camargo Corrêa – nas obras da refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco, em apenas 24 horas iam parar nas contas das empresas do doleiro Alberto Youssef.

Preso na Operação Lava Jato, Youssef é acusado de pagar propinas a políticos e a partidos. Ele está fazendo delação premiada. Já apontou pelo menos 28 parlamentares como supostos beneficiários de propinas. O laudo não imputa ilícitos às partes envolvidas na transação. Para a Justiça, a Petrobras é vítima da organização criminosa da Lava Jato.

O documento indica o trajeto das transferências bancárias que iam aportar nas empresas de fachada do doleiro. A perícia foi anexada aos autos do processo federal sobre desvios e superfaturamento na refinaria.

Em um dos repasses analisados, a Petrobras adiantou R$ 6,62 milhões para o Consórcio CNCC em 17 de janeiro de 2011. No mesmo dia, o Consórcio transferiu por meio de TED (Transferência Eletrônica Disponível) para a Sanko Sider, fornecedora de tubos para a obra, R$ 5,91 milhões. No dia seguinte, a Sanko repassou para a MO Consultoria, empresa de fachada de Youssef, R$ 1,7 milhão.

Ainda no dia 18, a MO Consultoria repassou R$ 238,5 mil para a conta da Labogen Química Fina, por meio duas TEDs. A indústria também era controlada, segundo a PF, pelo doleiro. No mesmo dia, a Labogen envia também por meio de TED R$ 238,5 mil para a Pionner Corretora de Câmbio. O laudo aponta ainda que operações semelhantes ocorreram diversas vezes, várias delas no prazo de um dia.

Os peritos identificaram 17 conjuntos de operações que “evidenciam que as empresas Sanko recebem recursos do Consórcio CNCC e da Construtora e Comércio Camargo Corrêa nas obras da Abreu e Lima e realizaram transferências para as investigadas (empresas de fachada de Youssef) em datas idênticas, ou próximas”.

A análise dos peritos do MPF foi realizada com base em duas planilhas da Petrobras que indicam 13 mil pagamentos da estatal petrolífera para o Consórcio CNCC, a partir de abril de 2010 – quando teve início a implantação da Unidades de Coqueamento Retardado da Abreu e Lima – , e outros 32 pagamentos diretamente à Construtora Camargo Corrêa, desde 2009.

Esses pagamentos da Petrobras para a CNCC são exclusivamente relacionados à Abreu e Lima e totalizam R$ 3,11 bilhões e R$ 54 2 milhões para a Construtora Camargo Corrêa, no período de 2009 a 2013.

O laudo é subscrito pelos analistas Jonatas Sallaberry e Júlio Austríaco, peritos em contabilidade, e informa ainda que as empresas Sanko receberam R$ 195,5 milhões do Consórcio CNCC, entre 26 de outubro de 2010 e 26 de dezembro de 2013, além de outros R$ 3,6 milhões da Construtora Camargo Correa – integrante do Consórcio -, a partir de 26 de junho de 2009.

Beneficiário

O documento mostra os caminhos de parte do dinheiro que a Petrobras repassou para o Consórcio CNCC e indica sequencialmente a quantia que o Grupo Sanko distribuiu para o caixa das empresas de fachada do doleiro Alberto Youssef: M.O. Consultoria, GFD Investimentos, Empreiteira Rigidez e Muranno Brasil. De 2009 a 2013, essas empresas de Youssef receberam do Grupo Sanko aportes que somaram R$ 38,5 milhões – valores líquidos, descontados cheques devolvidos e operações de natureza inversa.

Entre os maiores beneficiários dos recursos que saíram do caixa da Petrobras está o laboratório Labogen, que Youssef usou para se infiltrar no Ministério da Saúde, durante a gestão do ministro Alexandre Padilha, em 2013, em busca de contrato milionário supostamente viabilizado pelo deputado André Vargas, então no PT.

Também aparece como captador desses valores outra empresa controlada pelo doleiro, a Piroquímica. Juntas, essas empresas de papel receberam R$ 37,6 milhões. O rastreamento do dinheiro mostra que os valores que passaram pelas contas da Labogen e da Piroquímica foram destinados, em sua maior parte, para casas de câmbio ou de empresas de exportação e importação e “outras remessas com destino não identificado pelas instituições financeiras”.

Anteriormente, quando questionado sobre os repasses às empresas de Youssef, o Grupo Sanko-Sider enfatizou, por meio de sua Assessoria de Imprensa, que “busca demonstrar de forma transparente sua idoneidade construída com trabalho e dedicação ao longo de 18 anos, reconhecidos pelo mercado”. Observou, ainda que as investigações “vêm confirmando as informações prestadas pelo Grupo Sanko são absolutamente corretas e as operações seguem as normas legais vigentes.”

(Fonte: Estadão Conteúdo)







Confira as manchetes do dia dos principais jornais

Publicado por Branca Alves, em 23.10.2014 às 08:36

Folha de Pernambuco
Pesadelo da casa própria em Olinda

Diario de Pernambuco
Petrobras vira alvo de novas denúncias

Jornal do Commercio
Parece FHC x Lula

Folha de S. Paulo
Governo adia divulgação de resultados negativos

O Estado de S. Paulo
Doleiro nega ligação com PSDB e quer acareação

O Globo
CVM investiga Petrobras em meio a escândalos

Valor Econômico
Semelhanças e divergências com dois projetos para o país

Correio Braziliense
Petrobras se torna alvo de novas investigações

Estado de Minas
Devassa na Petrobras

Jornais internacionais

The New York Times (EUA)
Atirador mata soldado e deixa Ottawa em pânico

The Times (Reino Unido)
NHS: o buraco negro de 8 bilhões de libras

The Guardian (Reino Unido)
Preço para salvar o sistema de saúde: 8 bilhões de libras extras em 2020

Le Figaro (França)
Aberta crise entre os socialistas

El País (Espanha)
Pujol Ferrusola sacou 2,4 milhões de Andorra depois de ser acusado

Clarín (Argentina)
Báez tenta frear investigações judiciais na União Europeia







Confira as manchetes do dia dos principais jornais

Publicado por Branca Alves, em 21.10.2014 às 08:23

Folha de Pernambuco
Tremores próximos da costa de Pernambuco

Diario de Pernambuco
Os sete desafios de quem for eleito presidente

Jornal do Commercio
Dilma na frente, mas com empate técnico

Folha de S. Paulo
Dilma atinge 52% e Aécio tem 48%, aponta Datafolha

Agora S. Paulo
Nova troca de aposentadoria terá correção maior de atrasados

O Estado de S. Paulo
Dilma tem 52% e Aécio, 48% em empate técnico, diz pesquisa

O Globo
Dilma passa Aécio, mas empate técnico continua

Valor Econômico
Lucro de empresas deve cair 10% no 3º trimestre

Correio Braziliense
Como o bolso influencia o voto dos brasileiros

Estado de Minas
Estiagem deixou comida mais salgada na capital

Jornais internacionais

The New York Times (EUA)
Parecia um esfaqueamento, mas o air bag Takata foi o assassino

The Washington Post (EUA)
Pagamento flui para trabalhadores federais em licença

Le Figaro (França)
Hollande e Valls encaram a dissidência de Martine Aubry

Le Monde (França)
Depois da indústria, o comércio começa a fechar postos de trabalho

El País (Espanha)
Rato pede licença ao PP para defender sua inocência

Clarín (Argentina)
Ciccone: desculpa insólita de Alak pela perda de dados







Confira as manchetes do dia dos principais jornais

Publicado por Branca Alves, em 20.10.2014 às 08:37

Folha de Pernambuco
Militância invade as ruas a uma semana da eleição

Diario de Pernambuco
Enfim, propostas

Jornal do Commercio
Dilma e Aécio em debate civilizado

Folha de S. Paulo
Maioria sofre falta d’água em SP e já planeja estocar

Agora S. Paulo
Confira quando a aposentadoria por idade compensa mais do que a outra

O Estado de S. Paulo
Petrobrás e gestão marcam debate sem ataques pessoais

O Globo
Caso Petrobras é destaque em debate sem ofensas

Correio Braziliense
Dilma e Aécio baixam temperatura de debate

Estado de Minas
Mais propostas, menos ataques e… a Petrobras

Jornais internacionais

The New York Times (EUA)
Pânico onde o risco de ebola é mínimo; Estoicismo onde é real

The Washington Post (EUA)
Pentágono vai treinar equipe de suporte contra o ebola

The Guardian (Reino Unido)
Doenças mentais na maternidade custam £ 80 bilhões

El País (Espanha)
Ultimato separatista coloca Mas contra a parede







Veja a manchete dos principais jornais

Publicado por Alex Ribeiro, em 19.10.2014 às 09:05

Folha de Pernambuco
Uma semana para convencer os indecisos

Diario de Pernambuco
Aécio e Dilma na caça por 31,6 milhões de votos

Jornal do Commercio
Um país dividido

Folha de S.Paulo
Desmate da Amazônia na gestão Dilma volta a crescer

O Estado de S.Paulo
Dilma admite que houve desvio de verba na Petrobras

O Globo
Dilma agora admite corrupção na Petrobras

Correio Braziliense
Acuada, Dilma admite corrupção na Petrobras

Estado de Minas
Sem saída, Dilma admite corrupção na Petrobras

Jornais internacionais

The New York Times (EUA)
Problemas mentais colocam 34.500 na lista dos sem autorização para armas de Nova York

The Washington Post (EUA)
Contágio do medo

El País (Espanha)
‘Não compartilho o reconhecimento da soberania da Catalunha’







Veja as manchetes dos principais jornais

Publicado por Márcio Didier, em 18.10.2014 às 08:30

Folha de Pernambuco
Agressividade provoca reações

Diario de Pernambuco
TSE dá freio de arrumação nas campanhas eleitorais

Jornal do Commercio
Estacionamento no lugar de obra

Folha de S.Paulo
São Paulo tem calor recorde, e Sabesp prevê falta de água

O Estado de S.Paulo
TSE barra propaganda com ataques pessoais

O Globo
PT e PSDB desafiam TSE e insistem nos ataques

Correio Braziliense
Serial killer conta como assassinou 39 pessoas

Estado de Minas
Ex-marido de Dilma foi nomeado por Pimentel em 2005

Jornais internacionais

The Washington Post (EUA)
Obama nomeia Klain para gerenciar o combate ao ebola

The Times (Reino Unido)
Miliband promete resultado em 7 dias para teste de câncer

The Guardian (Reino Unido)
Aviso ao mundo: ou se aumenta a ação contra o ebola ou se terá um flagelo como o HIV

Le Figaro (França)
Protestos contra a redução dos abonos de família

El País (Espanha)
Blesa fez ‘cartões opacos’ e multiplicou por 10 o limite de gastos

Clarín (Argentina)
Mensagem confirma que Vanoli sugeriu negociar com fundos abutres







Gravatá tem novo secretário de imprensa

Publicado por Alex Ribeiro, em 17.10.2014 às 15:30

O prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano (PTB), nomeou o jornalista Claudio Castanha como o novo secretário municipal de Comunicação e Imprensa do município. A nomeação aconteceu nesta semana.

Formado em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Castanha foi ganhador do Prêmio Esse Regional em 1993 e atuou em diversos veículos de imprensa do Estado e produziu jornais de cidades do interior de Pernambuco.