Geral

Ao todo, 16 carros já estão em circulação na cidade (Foto: Divulgação)

Com a manutenção de veículos públicos que estavam parados, a Prefeitura de Gravatá recuperou, ao todo 16, carros que já estão em circulação na cidade. O gestor do município, Mário Cavalcanti, esteve, neste domingo (29), no Pátio de Eventos Chucre Mussa Zarzar, no Centro, onde fez uma inspeção nos veículos.

Em conversa com os condutores, Mário abordou as dificuldades financeiras que o município passa e os esforços para realizar esse trabalho de recuperação de frota.

“Não medimos esforços para realizar a manutenção nos veículos; temos conhecimento de outros que também precisam de reparos. Por isso, pedimos a colaboração de todos para cuidar destes veículos que são patrimônio do município e que servem para o uso dos cidadãos de Gravatá”, enfatizou.

A maior parte dos veículos recuperados são da Secretaria de Saúde. Cinco ambulâncias, entre elas dois Fiat Doblô, que foram adquiridos novos em 2015, passaram por manutenção e já estão em atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) – três gols também foram recuperados. Além deles, também receberam reparos quatro motocicletas, uma S10 e um Fiesta da Guarda Municipal. Em atendimento à Secretaria de Educação, dois ônibus também receberam a manutenção para voltar a circular com o transporte de estudantes.


Uma equipe técnica do Arquivo Nacional, liderada por Carla Lopes, da Coordenação do Centro de Referência Memórias Reveladas, está desde esta terça-feira (24) no Recife para dar suporte à equipe do Arquivo Público Estadual na supervisão do processo de digitalização dos arquivos do DOPS. A digitalização está sendo realizada graças a uma parceria entre o Arquivo Nacional e o Arquivo Público Estadual de Pernambuco e tem previsão de conclusão para 10 meses.

O grupo técnico foi recebido pelo diretor do Arquivo Público Estadual, Evaldo Costa, que comandou reunião na qual foram tratados aspectos fundamentais do tratamento a ser dado à documentação. “Temos aqui um extraordinário manancial de informações reunido pela polícia política entre os anos 40 e a segunda metade da década de 1980, quando extinção do DOPS no segundo governo Arraes”, lembrou Evaldo.

Segundo ele, a documentação mostra com clareza a opressão exercida por uma elite autoritária e patrimonialista sobre o povo brasileiro ao longo de décadas, independentemente de vivermos regimes ditatoriais ou períodos de democracia formal.

“Impressiona ver como eram monitorados lideranças como Miguel Arraes e Pelópidas Silveira muitos antes de eles terem força política para efetivamente disputar o poder no estado. Eram alvos porque os agentes da repressão sabiam que eles ficariam, sempre, do lado dos dominados”, relembrou Evaldo, acrescentando ser vital a preservação e a ampliação do acesso a esta documentação.

“Queremos que as futuras gerações compreendam a importância de lutar para que coisas assim jamais voltem a acontecer”, acentuou.

Os técnicos ficam no Recife até esta quarta (25), mas voltam em breve para nova etapa do trabalho. O Acervo do DOPS está acondicionado numa sala 150 metros quadrados nas instalações do Arquivo Público da Rua Imperial. As condições são consideradas satisfatórias tanto do ponto de vista das técnicas de arquivologia quanto no que diz respeito à estrutura física do local.

“Mas temos apoio do governo, principalmente do governador Paulo Câmara e do secretário da Casa Civil, Antônio Figueira, para aperfeiçoar cada vez”, disse Evaldo.

Além de Carla Lopes, o grupo técnico do AN é composto por Cristina Santos, Alex Holanda e Maria Julia Faissal, especializados em gestão de acervos, tecnologia da informação e normatização.

“Para nós do Arquivo Nacional, o acervo de Pernambuco é um dos mais importantes do Brasil e para nós é absolutamente prioritário estar junto com o pessoal do Arquivo Público no cuidado com essa documentação”, disse Carla Lopes.


Jungmann analisa parceria com o Porto Digital

Publicado em 23.05.2016 às 20:02

Ministro da Defesa avalia possibilidade de desenvolver produtos junto com o parque tecnológico (Foto: :Arthur de Souza/Folha de Pernambuco)

O ministro da Defesa, Raul Jungmann do governo interino Michel Temer (PMDB), esteve no Porto Digital, no Recife, quando se reuniu com a direção da entidade para avaliar a possibilidade de firmar uma parceria entre a pasta e o parque tecnológico a fim de desenvolver de produtos e serviços na área de tecnologia da informação e da comunicação.

Após o primeiro contato, ficou acertado que haverá um novo encontro, em Brasília, para a elaboração de um programa de trabalho conjunto.

“O Ministério da Defesa é o maior contratante individual no Brasil de tecnologia. Nós temos grandes projetos nessa área. Do outro lado, o Porto Digital é o maior parque tecnológico urbano do Brasil. São grandes produtores de tecnologia e inovação. A ideia é aproximar essas duas forças”, disse Raul Jungmann.

“Vamos avaliar as oportunidades que existem em termos de projetos. Vamos nos reunir novamente no Ministério da Defesa para montar um programa de trabalho e ver as oportunidades que possam gerar projetos na produção de tecnologias”, acrescentou o ministro.

Leia Mais


Da Fonte elogia trabalho de MPPE contra a Celpe

Publicado em 18.05.2016 às 13:46

Depois do Ministério Público de Pernambuco rebater as declarações do deputado Eduardo da Fonte (PP) sobre o pedido do parlamentar para abrir processo contra a Celpe, o progressista elogiou o papel do órgão no ocorrido. O MPPE ingressou com uma ação civil pública contra a distribuidora elétrica, através do processo nº 42972-46.2014.8.17.0001, pela 18ª promotora de Justiça de Defesa do Consumidor da Capital, Liliane Rocha.

O desentendimento ocorreu porque o MPPE afirmou que a ação contra a Celpe ocorreu no dia 13 de junho de 2014, antes da solicitação de Eduardo da Fonte, ocorrida em fevereiro deste ano.

Em nota, o deputado enalteceu o papel do órgão e disse que seu pedido foi mais um adendo em defesa do consumidor contra o fato ocorrido no dia 29 de janeiro de 2016 em vários bairros da Região Metropolitana do Recife. Data em que ocorreu um grave apagão, que durou dias e que prejudicou milhares de consumidores.

Da fonte ainda relatou que no ofício encaminhado pela Drª Liliane da Fonseca Lima Rocha do dia 03 de março do corrente ano acatou o seu pedido, enfatizando o seguinte período em destaque: “requer-se a juntada da petição enviada pelo Exmo. Deputado Federal Eduardo da Fonte, o qual noticia quedas de energia, no dia 29 de janeiro do ano em curso e a demora da Celpe no restabelecimento dos serviços”.


Em nota, MPPE rebate Eduardo da Fonte

Publicado em 17.05.2016 às 16:57

O Ministério Público de Pernambuco lançou uma nota, nesta terça-feira (17), rebatendo as declarações do deputado Eduardo da Fonte (PP) sobre o pedido do parlamentar para abrir processo contra a Celpe. Segundo o órgão, a atuação ministerial não foi motivada pelo pedido do parlamentar.

No texto, o MMPE afirma que a ação civil pública nº 42972-46.2014.8.17.0001 foi ajuizada pela 18ª promotora de Justiça de Defesa do Consumidor da Capital, Liliane Rocha, no dia 13 de junho de 2014, antes da solicitação feita pelo progressista, em fevereiro deste ano.


O novo Ministro da Educação e Cultura, Mendonça Filho, afirmou que os Programa Universidade para Todos (Prouni) e o Programa de Financiamento Estudantil (Fies), não serão extintos. Ele relatou que os dois projetos são importantes para o setor e não podem ser descartados.


Parlamentar pediu ao órgão uma ação civil pública para obrigar a Celpe a ressarcir consumidores de prejuízos provocados pelo apagão do dia 29 de janeiro (Foto: Nathália Bormann)

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) acatou o pedido do deputado Eduardo da Fonte e abriu processo contra a distribuidora de energia elétrica, Celpe, em função dos sucessivos apagões ocorridos em Pernambuco.

Na solicitação encaminhada ao MPPE em fevereiro, o parlamentar pediu que o órgão movesse uma ação civil pública para obrigar a Celpe a ressarcir os consumidores de todos os prejuízos materiais provocados pelo apagão ocorrido no dia 29 de janeiro deste ano, que deixou vários bairros da Região Metropolitana sem energia por mais de uma semana.

“Naquela ocasião, vários consumidores e comerciantes foram prejudicados, porque perderam alimentos”, cita a solicitação.

A Promotora de Justiça de Defesa do Consumidor da Capital, Drª Liliane da Fonseca Lima Rocha ingressou com a ação judicial na 29ª Vara Cível.


Betinho vai a Jungmann tratar do HUB da Latam

Publicado em 15.05.2016 às 17:00

Passada a turbulência em Brasília, o deputado federal Betinho Gomes (PSDB) vai se dedicar, agora, à implantação do HUB da Latam no Recife. A primeira providência do parlamentar é solicitar uma audiência ao ministro Defesa, o pernambucano Raul Jungmann. Para que o Estado possa consolidar a candidatura do Aeroporto dos Guararapes como sede do empreendimento na capital pernambucana, a cessão do terreno da Base Aérea do Recife é um fator imprescindível. A doação da área é de competência da Aeronáutica, força armada ligada do Ministério da Defesa.

Embora possua o maior terminal de passageiros entre as cidades concorrentes (Fortaleza e Natal são as outras que disputam o centro de conexões), o Aeroporto dos Guararapes só terá condições de abrigar o HUB se for expandido, o que só será possível com a incorporação do terreno da Aeronáutica.

“Acredito ser o momento de retomarmos o debate em torno de um tema importante para o nosso Estado. E a cessão do terreno da Base Aérea é a única possibilidade de sermos competitivos. Pedi uma audiência com o ministro e estou enviando uma carta, convocando deputados e senadores da bancada de Pernambuco a se unir nessa mobilização. O HUB pode mudar a realidade do Estado. Estamos falando de milhares de empregos e um incremento de bilhões de reais na economia local”, ressaltou o tucano. O parlamentar também fará contato com o secretário estadual de Turismo, Esportes e Lazer, Felipe Carreras.

Na avaliação do tucano, é nesse momento, no qual parlamentares pernambucanos podem trabalhar em favor de Pernambuco. “Com o novo governo, temos um novo ministro da Defesa, de Pernambuco. O colega Raul Jungmann. A solicitação a ser feita a ele de imediato é a análise do processo de doação a fim de que possa ser agilizado, garantindo uma participação competitiva do Recife nessa disputa”, defendeu Betinho Gomes.


Prova de fogo para o PSB

Publicado em 15.05.2016 às 14:53

Carol Brito
Da Folha de Pernambuco

Os últimos movimentos do PSB em Pernambuco, evidenciam um racha na Frente Popular, diante das articulações para o pleito municipal. Os efeitos das mudanças trazem riscos não somente para o projeto de reeleição do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), mas também para a do governador Paulo Câmara (PSB) nas eleições de 2018. Eleito com uma base de 21 partidos, o chefe do Palácio do Campo das Princesas poderá ter, nos próprios aliados, seus principais adversários nos embates eleitorais.

Os problemas do PSB começaram com a composição do Governo Temer, que reforçou a consolidação de lideranças em Pernambuco. O presidente interino, Michel Temer, nomeou quatro ministros no Estado: Mendonça Filho (DEM) em Educação, Bruno Araújo (PSDB) em Cidades, Raul Jungmann (PPS) na Defesa e Fernando Filho (PSB) em Minas e Energia.

O anúncio da saída de PSDB e do DEM dos cargos ocupados no Palácio das Princesas – a partir de uma determinação do governador – visto como erro estratégico até mesmo por socialistas, acabou afastando aliados no momento em que eles ganharam ainda mais poder. A justificativa para o movimento foram as candidaturas do deputado federal Daniel Coelho (PSDB) e da deputada estadual Priscila Krause (DEM) que ameaçam a reeleição de Geraldo.

Para o cientista político Vannuci Pimentel, o governador Paulo Câmara começa a pagar caro para reeleger o correligionário e corre o risco de minar pontes com os aliados. “Ele está bancando um preço muito alto, abrindo mão de aliados. Ele foi responsável por unir DEM e PSDB em Pernambuco. Agora, colocou para fora duas forças que podem se unir no futuro”, avaliou.

Para o professor, o PSB errou no timing do anúncio do rompimento. “Foi preciptado e repentino fazer isso, logo depois do anúncio dos ministros. O governador poderia buscar uma saída mais negociada até para deixar as portas abertas para o segundo turno do Recife, mas acabou unindo PSDB e DEM na oposição”, criticou.

Outra ameaça poderá vir, até mesmo, de dentro do PSB. O grupo do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) ganhou força ao emplacar um ministro no Governo Temer mesmo sem chancela da Executiva Nacional socialista e atua de forma independente nas hostes da sigla. “Petrolina sempre foi um tanto dissidente. O PSB já criou problemas demais com os aliados, não vale a pena entrar em uma disputa caseira. É preciso que as lideranças adotem um tom conciliador”, disse.

O cientista político Elton Gomes avalia que a frente sustentada pelo PSB é ampla demais para não apresentar problemas devido ao excesso de interesses e aliados para contemplar. Diante do desafio, a prova de fogo dos apadrinhados de Eduardo Campos, Geraldo Julio e Paulo Câmara, deverá ser a campanha do Recife. “Sem Eduardo Campos e com a necessidade de defender seu projeto, a eleição do Recife será o verdadeiro teste de fogo de Paulo Câmara e Geraldo Julio”, avaliou.


Em Bom Conselho, intervenções entregues hoje

Publicado em 15.05.2016 às 12:30

A Prefeitura de Bom Conselho entrega, neste domingo, quatro intervenções à população, que somam investimentos de, aproximadamente, R$ 570 mil e devem beneficiar centenas de pessoas. O prefeito Dannilo Godoy participará da solenidade de entrega, às 16h, das obras de pavimentação da Rua Alda Teixeira, Primeira e Segunda Travessa Alda Teixeira, além da quadra poliesportiva José Marquês, no distrito de Lagoa de São José.

As obras de pavimentação devem beneficiar mais de 500 pessoas. Já a quadra poliesportiva possibilitará a prática de esportes e atividades de lazer para os moradores do distrito de Lagoa de São José. “São obras que estão aí e que vão beneficiar as pessoas de Bom Conselho. É com muito trabalho que estamos realizando essas entregas e em outras áreas necessárias no município”, destaca o prefeito Dannilo Godoy.

BALANÇO – A Prefeitura de Bom Conselho realizou a entrega de 500 unidades residenciais e outras 200 estão em obras para serem entregues em breve. Adutora de Igreja Nova e Cachoeira do Pinto também já estão beneficiando a população, além do serviço de limpeza de barragens e a construção de duas novas no Logradouro dos Leões. A gestão também entregou a pavimentação das ruas do bairro Parmalat e o posto de saúde da localidade, e vai iniciar as obras de pavimentação no Bairro do Vavá. Mais dois ginásios poliesportivos serão entregues e, no mês de junho, será a entrega da adutora de Lagoa.


Em nota, PCR lista providências sobre incêndio

Publicado em 14.05.2016 às 15:44

Sobre o incêndio, que consumiu a comunidade Construindo Sonhos, localizada no bairro de Torreão, na Zona Norte do Recife, na sexta-feira, a Prefeitura do Recife soltou nota. No texto, registra que, desde a noite da sexta-feira (13), se faz presente no local com as secretarias de Defesa Civil, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e Governo e Participação Social, dando assistência aos moradores que tiveram suas residências atingidas pelo fogo.

“No primeiro momento, as pessoas foram levadas para a associação de moradores. Lá, a Prefeitura distribuiu 130 colchões. Hoje pela manhã, a gestão municipal serviu café da manhã e nesse momento está sendo providenciado o almoço”, conclui o documento.

Houve protesto na manhã deste sábado (14), na avenida Agamenon Magalhães. População chegou a fechar a via, no sentido Olinda-Boa Viagem, com entulhos queimados.


Nesta semana, a coluna digital “No Cafezinho” aborda a composição ministerial do presidente interino, Michel Temer, seus reflexos em Pernambuco e, ainda, as mudanças promovidas pelo governador Paulo Câmara na sua administração, ao retirar DEM e PSDB da gestão.

Confira o vídeo:


Paulo vai à mesa com Jarbas e Raul

Publicado em 14.05.2016 às 11:06

Por Renata Bezerra de Melo
Da Coluna Folha Política

Era por volta das 19h, quando o governador Paulo Câmara chegou à casa do deputado federal Jarbas Vasconcelos ontem. Não foi só, mas acompanhado do vice-governador do Estado, Raul Henry. A conversa estendeu-se. Era por volta das 22h quando o socialista e o vice despediram-se do anfitrião. Não foi um papo um pragmático, nem rendeu resultados imediatos. Mas se dá em momento crucial. O PMDB está prestes a aumentar sua participação na gestão socialista em Pernambuco. A semana termina, no entanto, após o governador ter demarcado posição, nacionalmente, contra a participação de nomes do PSB na gestão do presidente interino Michel Temer. Ainda que o deputado federal Fernando Filho tenha assumido o Ministério de Minas e Energia, não o fez sob a benção de Paulo Câmara. Entre as teses levadas à mesa, na casa de Jarbas: a de que a bancada federal precisa estar em posição alinhada a do governador e de que é preciso estar atento à articulação política também, além da gestão. Fez-se uma avaliação geral de que os problemas, já identificados na formação do ministério, não devem se configurar em razão para não se torcer a favor do Brasil. Tanto Jarbas, como Raul Henry tem boa interlocução com o Presidente da República interino e são, naturalmente, uma ponte já construída entre Paulo e o Governo Federal.

No papo da noite de ontem, não se bateu martelo nos novos espaços que o PMDB terá na gestão de Paulo

Pontes com a Esplanada
Na condição de ex-governador do Estado e ex-prefeito do Recife, Jarbas Vasconcelos entende que é preciso construir pontes. Ao trio, restou o entendimento de que a nova conjuntura, envolvendo quatro ministros pernambucanos na Esplanada, deve ser regada a uma relação construtiva.

Curativo > A ponderação sobre a manutenção de pontes com os ministros se dá, após o PSDB e o DEM terem sido retirados da administração estadual em razão do projeto de reeleição do prefeito Geraldo Julio. E o deputado federal Bruno Araújo (PSDB) é o titular do Ministério das Cidades, enquanto Mendonça Filho (DEM), da Educação.

Tato > Sendo grandes os desafios nacionais, predominou a tese de que é preciso saber lidar com isso, sem deixar a coisa resultar em uma relação difícil.

Marca 1 > Se a Executiva Nacional assinou nota definindo que a sigla não deveria ocupar espaço no governo Temer, a marca que ficou para alguns socialistas foi a posição em defesa do impeachment.

Marca 2 > Izael Nóbrega, que foi chefe da assessoria especial do ex-governador Eduardo Campos, pediu desfiliação do PSB. Via email, solicitou, ao presidente estadual, Sileno Guedes, que tomasse providências junto ao TRE. Ele somava mais de 20 anos na sigla, trajetória que encerrou-se na semana passada.

…após… > “Essa desfiliação é, exatamente, por discordância da postura que o partido tomou”, explica à coluna. Refere-se à decisão dos socialistas de votarem a favor do impeachment. A iniciativa de Izael, considerado um arraesista histórico, concretiza uma inclinação que já havia sido sinalizada, no mês passado, como a Folha registrara.

…impeachment > Izael não acredita que a retirada do DEM e do PSDB da gestão estadual tenha representado sinalização ao grupo insatisfeito. O que dá a entender, analisa ele, é o seguinte: “Se não lançassem Daniel Coelho (a prefeito), estava tudo do mesmo jeito. Então, eu acho que não se deve buscar razões políticas maiores e mais profundas para essa atitude”.


Rubem destaca seu papel em novo modelo da Fundaj

Publicado em 14.05.2016 às 10:00

Ex-deputado federal pediu exoneração da presidência da Fundaj após afastamento de Dilma (Foto: Marina Mahmood/Folha de Pernambuco)

O agora ex-presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Paulo Rubem, destacou que seu papel foi conduzir a mudança do modelo de pesquisa na instituição. Ele pediu exoneração do cargo após o afastamento da presidenta Dilma Rousseff (PT). Ao todo, foram apenas 11 meses à frente da Fundaj.

“É outro modelo de pesquisa, que mudou por um programa que foi desenvolvido começando por (Fernando) Haddad, e atravessou com (Aluizio) Mercadante. A minha presença, nesse momento, está exatamente do modelo antigo para o novo modelo de pesquisa de formação acadêmica e cultural”, relatou.

Rubem também criticou a falta de concursos para a instituição. “Em 26 anos só tiveram dois concursos”, destacou.

“O nosso corpo institucional foi diminuindo, com servidores cedidos a outros órgãos, aposentadorias”, relatou.

Antes de sair da Fundaj, Paulo Rubem fez questão de se reunir com os funcionários da Casa para lutarem contra possíveis impedimentos do presidente interino Michel Temer (PMDB).

“É preciso se defender contra cortes e a redução de recursos. Colocamos isso em discussão para poder deixar claro nossa posição, chamando a unidade, a convergência”, afirmou.

Apesar de pouco tempo na Casa, Paulo Rubem acredita que elaborou projetos que podem ser concluídos, mesmo com outro mandato.

“Algumas ações devem ser concluídas, outras estão em curso. Tivemos o Encontro de Edução Básica no Semiárido, o Sexto Encontro de Pesquisa na Fundaj, a atuação da editora Massangana”, enumerou.


Devido aos registros de chuvas acumuladas, que chegam a 185 milímetros nas últimas 24h, a Prefeitura do Recife relatou que está mobilizada para a realização de ações de prevenção e redução de riscos e transtornos causados pela precipitação, que representa o equivalente a 18 dias, considerando a média histórica do mês de maio, que é de 328 milímetros. O prefeito Geraldo Julio, em coletiva esta segunda-feira (9), reforçou o alerta para a desocupação das áreas de risco pelos moradores.

O socialista também anunciou as ações de controle que estão sendo comandadas por ele em um gabinete de monitoramento integrado das secretarias municipais, montado para dar atenção aos danos provenientes do período de alerta.

“Desde de manhã montamos este gabinete para monitorar as ações realizadas pela CTTU, pela Emlurb, pela Defesa Civil, todo mundo atuando nas ruas para minimizar os transtornos de uma chuva como essa. Essa poderá ser a maior chuva ocorrida dentro de 30 anos, se permanecer chovendo dentro das próximas 12h, como aconteceu desde a meia-noite de ontem até agora. A nossa preocupação maior agora é com as áreas encharcadas, dos morros, para não haver deslizamento, então por isso alertamos as pessoas para sua segurança, que saiam das áreas de risco e procurem um lugar seguro, na casa de amigos, familiares, ou entrem em contato com a Defesa Civil, para serem encaminhados para algum abrigo”, declarou o prefeito Geraldo Julio.

Na manhã desta segunda (9) a Agência Pernambucana de Águas e Climas (APAC) emitiu dois novos alertas, renovando o comunicado emitido no domingo (8), para que os moradores de áreas de morro e sujeitas a alagamentos ficassem atentos, e caso necessário entrassem em contato com a Defesa Civil pelo telefone 0800-081-3400.

Segundo a PCR, até o momento já foram emitidos pela Defesa Civil do Recife três alertas através de SMS para 15 mil moradores destas áreas, 111 vistorias foram realizadas, 117 pedidos de colocação de lonas foram atendidos, e 572 famílias foram orientadas a desocupar as áreas instáveis. Além disso, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos realizou a entrega de 90 cestas básicas para os desalojados.

“O mais importante neste momento é manter a integridade física das pessoas. Os outros transtornos da cidade também estamos monitorando e combatendo, com uma equipe bastante profissional empenhada nisso, mas nesse momento o mais importante é a integridade física dessas pessoas que estão espalhadas nesses pontos vulneráveis”, completou o prefeito, que lembrou ainda que a gestão está atuando de forma integrada com 1.263 profissionais das secretarias de Governo e Participação Social, Saneamento, Infraestrutura e Serviços Urbanos, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Mobilidade e Controle Urbano, além da Emlurb, URB, CTTU e Guarda Municipal.

Ainda de acordo com a PCR, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) colocou equipes com 170 agentes e 125 orientadores de trânsito, que, diariamente, estão nos principais corredores viários da cidade, priorizam hoje as áreas que foram afetadas por queda de árvore, alagamento ou falta de energia.

A Central de Operações de Trânsito (COT) da CTTU, que funciona 24 horas por dia, também está realizando o trabalho de monitoramento das vias, identificando os pontos mais críticos, através de 112 câmeras, e mais quatro equipes técnicas trabalham com o intuito de realizar os ajustes necessários na rede semafórica da cidade.