Geral

TRE vai uniformizar atuação na propaganda

Publicado por Márcio Didier, em 29.07.2014 às 00:29

AMANDA SEABRA
Folha de Pernambuco

A linha mais liberal adotada pelos desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) para julgar os recursos de representações sobre propaganda de rua, na semana passada, já está refletindo no trabalho da Comissão de Propaganda do Recife, que vinha atuando de forma rigorosa. A equipe não fez mais nenhuma apreensão de material irregular desde a última quinta-feira e devolveu tudo que havia recolhido até então, segundo informações da própria comissão.

O claro desencontro de entendimentos e interpretações da lei entre a Comissão de Propaganda e os desembargadores do TRE deverão ser sanados nos próximos dias. Segundo informações de bastidores, existe a previsão, ainda para esta semana, de uma reunião entre as duas instâncias com objetivo de aparar as arestas e uniformizar a atuação.

O juiz eleitoral, Alexandre Pimentel, que coordena o grupo, causou polêmica ao publicar uma nota explicativa, início da semana passada, descrevendo os critérios que iriam guiar a atuação da comissão nas ruas do Recife. A coordenação jurídica do candidato ao governo do Estado pela Frente Popular, Paulo Câmara (PSB), imediatamente se manifestou contra a medida, uma vez que foi o socialista foi o mais atingido pelas restrições. Contudo, o pleno do TRE, com as decisões da semana passada, acabou indo de encontro com os critérios do juiz eleitoral, o que acabou desacelerando o trabalho da comissão e já está mudando a sua atuação.

De acordo com a nota explicativa de Pimentel, nas calçadas da cidade seria preciso resguardar um espaço mínimo de 90 centímetros para a circulação de pedestres, o que inviabilizaria, por exemplo, a colocação de material nos canteiros centrais que dividem a Avenida Agamenon Magalhães. Porém, uma das representações julgadas pelo TRE, tratava de propaganda exatamente nestes locais e os desembargadores entenderam que tais canteiro não podiam ser considerados calçadas, ficando liberada a colocação de material. Esta mesma área já havia sido alvo da atuação da Comissão, que recolheu dezenas de bandeiras do candidato Paulo Câmara na semana passada, antes do posicionamento do Tribunal.







Cotado para assumir função na campanha de Câmara, Camilo Simões estica férias

Publicado por Márcio Didier, em 28.07.2014 às 16:45

Cotado para assumir um posto no comando da campanha de Paulo Câmara (PSB) ao Governo do Estado, no lugar de Renato Thièbaut, o secretário de Turismo do Recife, Camilo Simões, iria retornar hoje à PCR, após 15 dias de férias. No entanto, prolongou esse período por mais 15 dias para se dedicar à campanha do socialista.

Camilo já faz parte da equipe de Câmara, cuidando da parte de mobilização na Região Metropolitana do Recife. Durante o fim de semana, surgiram rumores de que ele seria o substituto de Thièbaut, que foi deslocado para São Paulo para se engajar na candidatura de Eduardo Campos à Presidência da República. No entanto, Paulo Câmara deseja colocar o secretário de Administração do Estado, José Neto, um nome de sua confiança.

O problema é que José Neto está envolvido com o fechamento das contas do Estado, e teria dificuldade de se afastar do cargo neste momento.

Diante do impasse, a saída deverá ser solução colegiada para substituir Thièbaut, com Camilo Simões cuidando da mobilização e infraestrutura da campanha, e José Neto, com a agenda e a parte administrativa.

A assessoria de comunicação de Câmara afirma que a definição sairá esta semana. Mas ainda sem data, podendo ser nas próximas horas. Até porque a ida de José Neto depende de uma conversa com o governador João Lyra Neto (PSB).

Com informações de Carol Brito, da Folha de Pernambuco.







Confira as manchetes dos principais jornais do País

Publicado por Branca Alves, em 28.07.2014 às 09:50

Folha de Pernambuco
Rodoviários em greve

Diario de Pernambuco
“Felicidade é torcer pelo Sport”

Jornal do Commercio
Greve de ônibus e alerta de chuva no Grande Recife

Folha de S. Paulo
Anac demora 6 anos para julgar queixa de passageiros

Agora S. Paulo
Confira como a dona de casa pode ter a sua aposentadoria

O Globo
Incentivo a carros teve impacto de 0,02% no PIB

Correio Braziliense
Saúde afasta médica e apura morte de paciente

Zero Hora
Emprego cai na indústria do RS

Brasil Econômico
“O eleitor está revoltado e crítico”

Jornais internacionais

The New York Times (EUA)
Kerry luta para fazer trégua em Gaza dar certo

The Washington Post (EUA)
Ofertas de tréguas falham e combates em Gaza continuam

El País (Espanha)
‘Caso Pujol’ gera expectativa em reunião entre Rajoy e Mas







Confira os principais fatos que marcaram esta semana

Publicado por Branca Alves, em 26.07.2014 às 11:00

(Foto: Peu Ricardo/Folha de Pernambuco)

A literatura, a dramaturgia e os apaixonados por Ariano Suassuna sofreram um baque com a morte do escritor, aos 87 anos, na quarta-feira, vítima de uma parada cardíaca provocada pela hipertensão intracraniana. O paraibano de João Pessoa, mas que morava na capital pernambucana há anos, sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico e foi internado no Real Hospital Português. O corpo de Ariano Suassuna foi velado no Palácio do Campo das Princesas na presença da família, de amigos, de autoridades e figuras políticas. O povo, uma das suas paixões, também foi ao local se despedir ele. No Morada da Paz, onde foi sepultado, muita gente quis dar o último adeus ao escritor que recebeu honras militares no local. Antes do sepultamento, violinos entoavam canções, entre elas a famosa “Madeira que cupim não rói”, muito ouvida durante a campanha de 2006 de Eduardo Campos. Mas houve quem quis homenageá-lo lembrando seu time de coração, o Sport Clube do Recife, e alguns presentes puxaram o “Cazá, Cazá”. Netos de Ariano falaram em nome da família. Um deles proclamou dois poemas do escritor e uma neta lembrou o quanto Ariano gostava do “povo real”. Integrante da Academia Brasileira de Letras, Ariano Suassuna teve seis filhos e 15 netos. Defensor da cultura popular brasileira, era um dos maiores dramaturgos do país, além de autor de romances e poemas.







Confira as manchetes dos principais jornais do País

Publicado por Branca Alves, em 26.07.2014 às 10:18

Folha de Pernambuco
Justiça obriga 100% dos ônibus em hora de pico

Diario de Pernambuco
TRT determina 100% dos ônibus nas ruas

Jornal do Commercio
Banco Central abre porteira do crédito

Folha de S. Paulo
Governo afrouxa regras para bancos ampliarem crédito

O Estado de S. Paulo
Após manter juro alto, BC libera R$ 45 bi para crédito

O Globo
Governo insiste em medidas de estímulo ao consumo

Correio Braziliense
BC libera R$45 bilhões para destravar economia







Vice de Garanhuns, o novo apoio de Câmara

Publicado por Márcio Didier, em 25.07.2014 às 22:26

 

(Wagner Ramos/Divulgação)

A campanha começou há quase três semanas, os candidatos já visitaram várias cidades, mas a disputa paralela pela conquista de apoio continua a todo vapor. Nesta sexta-feira, o candidato da Frente Popular, Paulo Câmara (PSB), foi recebido pela vice-prefeita de Garanhuns (Agreste), Rosa Quidute (PT), que declarou estar alinhada à Frente Popular. Ela está rompida com o prefeito Izaías Régis (PTB), que garante o palanque no município para o candidato da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, Armando Monteiro Neto (PTB).

Além de Rosa, outros três ex-prefeitos anunciaram apoio a Câmara: Bartolomeu Quidute, marido da petista, Luiz Carlos (PDT) e Ivo Amaral (PMDB). Assim como a vice-prefeita e seu marido, os dois também estão com Paulo.

“Tenham a certeza de que farei tudo o que for possível para que o município siga avançando na saúde, educação e segurança. Receber apoios como esses são estimulantes para continuarmos fortes e vencermos a eleição”, afirmou Câmara. O candidato ao Senado, Fernando Bezerra Coelho (PSB), também esteve presente ao encontro.







Aplicativo é a aposta de candidato

Publicado por Márcio Didier, em 25.07.2014 às 19:56

Na tentativa de ocupar todos os espaços durante a campanha eleitoral, os candidatos têm se desdobrado para buscar uma forma inovadora de se comunicar com a população. Depois de invadir o Facebook, Twitter, Instagran, WhatsApp e Youtube, Carlos Eduardo Cadoca (PCdoB), por exemplo, busca agora personalizar a sua interação com os eleitores.

Ele colocou no ar um aplicativo desenvolvido para smartphones, tablets e iPad, que roda nos sistemas IOS, Android e Windows Phone. A ferramenta serve para integrar todas as mídias sociais utilizadas pelo candidato, bem como o seu perfil, agendas, projetos apresentados e as peças da campanha. O endereço é o http://app.vc/cadoca.







Dilma se emociona ao instalar comitê contra tortura

Publicado por Márcio Didier, em 25.07.2014 às 18:05

(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Vítima de tortura na ditatura militar, a presidente Dilma Rousseff emocionou-se nesta sexta-feira (25) ao instalar o Comitê Nacional de Prevenção e Combate à Tortura. O colegiado terá a missão de fortalecer o enfrentamento à tortura em instituições de privação de liberdade, como delegacias, penitenciárias, locais de permanência para idosos e hospitais psiquiátricos.

“A experiência, a minha especificamente, mas falo no sentido geral também, mostra que a tortura é como um câncer, que começa em uma cela, mas compromete toda a sociedade. Quem tortura, obviamente, o torturado, porque afeta a condição mais humana de todos nós, que é sentir dor, e destrói os laços civilizatórios da sociedade”, disse a presidente com a voz embargada.

Ao posar para foto com os 23 membros do comitê – 11 indicados pelo Poder Executivo Federal e 12 por organizações da sociedade civil, escolhidos por meio de uma consulta pública – a presidente abraçou emocionada a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci. “Quando poderíamos imaginar que estaríamos aqui hoje, Eleonora?”, perguntou Dilma.

Assim como a presidente, Menicucci também foi presa e torturada durante o regime militar. À época, ela esteve no presídio Tiradentes com Dilma Rousseff, de quem era vizinha e colega de faculdade em Belo Horizonte.

Entre as atribuições do comitê, estão a avaliação e a proposição de ações de prevenção e combate à tortura, integrando a atuação de órgãos do governo e segmentos sociais. Com a instalação do colegiado, os membros terão 90 dias para criar o Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura que será composto por 11 peritos independentes que deverão recomendar medidas para a adequação dos espaços de privação de liberdade aos parâmetros nacionais e internacionais, bem como o acompanhamento e a diligência para o cumprimento das recomendações feitas.







Na disputa pelo Governo, Câmara abrirá guia

Publicado por Márcio Didier, em 24.07.2014 às 20:15

A Frente Popular de Pernambuco, do candidato Paulo Câmara (PSB), será a primeira a aparecer na propaganda gratuita no rádio e na TV. Apesar de o guia eleitoral começar no dia 19 de agosto, o primeiro dia de exibição dos candidatos majoritários será no dia 20. O sorteio que definiu a ordem e os tempos de cada coligação foi realizado nesta quinta-feira, no Tribunal Regional Eleitoral.

Líder nas pesquisas, o candidato da coligação Pernambuco Vai Mais longe, Armando Monteiro Neto (PTB) , será o quinto a aparecer no primeiro dia de exibição. Além se abrir o guia, a Frente Popular terá mais do que o dobro de tempo da coligação do petebista. Contará com 10’26’’51, contra 4’57’’47 do principal adversário.

Na ordem de aparição, o segundo na lista de exibição será o PSTU, do candidato Jair Pedro (1’06’’67); seguido pela Mobilização pelo Poder Popular, que tem como candidato José Gomes (1’16’03); Partido Comunista Brasileiro, de Miguel Anacleto (1’06’’67); e fechando o primeiro bloco de exibição, após a coligação Pernambuco Vai Mais Longe, vem o Partido da Causa Operária, que tem como postulante José Carlos Pantaleão (1’06’’67).

Como possui o maior tempo, a aliança que respalda Paulo Câmara também conta com o maior número de inserções. Ela terá um total de 281 inserções, contra 133 da coligação de Armando e 34 da Mobilização pelo Poder Popular. As outras três coligações contarão com 30 inserções.

Já na disputa pelo Senado, João Paulo, da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, vai abrir a propaganda. Ele terá direito a 2’35’’40. Depois dele vem o candidato do PCB, Délio Mendes (40 segundos); Albanise Pires, da Mobilização por Poder Popular (44’’48); Fernando Bezerra Coelho, Frente Popular (5’19’’92); e Simone Fontana, do PSTU (40 segundos).

A propaganda gratuita de rádio e televisão começará no próximo dia 19 de agosto e vai até o dia 2 de outubro. Nas segundas, quartas e sextas serão apresentados os programas dos candidatos a governador, senador e deputado estadual. Terças, quintas e sábados serão dedicadas às propagandas de presidente e deputados federais.

Diariamente, serão dois blocos de 30 minutos. Na rádio, os programas serão transmitidos às 7h e 12h. Já na TV, os horários serão às 13h e 20h30.

Durante o sorteio desta quinta, ficou definido que quatro emissoras de televisão e outras quatro de rádio ficarão responsáveis pela geração das propagandas.

Acompanhe abaixo os tempos e inserções da disputa proporcional.







Dilma não acompanha o sepultamento

Publicado por Márcio Didier, em 24.07.2014 às 17:18

A presidente Dilma decidiu não acompanhar o sepultamento do corpo de Ariano Suassuna.  No Cemitério Morada da Paz, acompanham o funeral, neste momento, o governador João Lyra e os candidatos do PSB à Presidência, Eduardo Campos, e ao Governo do Estado, Paulo Câmara, e ao Senado, Fernando Bezerra Coelho. Admiradores puxam o cazá, cazá, por Ariano ser torcedor do Sport, e entoam a canção Madeira que cupim não rói.







Dilma a Eduardo: “Eita, foi você que me apresentou a ele”

Publicado por Márcio Didier, em 24.07.2014 às 15:28

(Amanda Figueirôa/Site Roberta Jungmann)

Na rápida conversa que teve com o adversário Eduardo Campos (PSB), durante o velório de Ariano Suassuna, no Palácio do Campo das Princesas, a presidente Dilma Rousseff lembrou do primeiro encontro com o escritor. “Eita, foi você (Eduardo) que me apresentou a ele”, disse a presidente, voltando para a cadeira, em seguida.







Dilma e Eduardo se cumprimentam

Publicado por Márcio Didier, em 24.07.2014 às 15:03

(Branca Alves/Blog da Folha)

Depois de passar alguns minutos conversando com a viúva de Ariano Suassuna, Zélia, a presidente Dilma se levantou e trocou algumas palavras com o governador João Lyra (PSB). Depois, cumprimentou o adversário e candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos.

 







Dilma cumprimenta familiares de Ariano

Publicado por Márcio Didier, em 24.07.2014 às 14:40

(Branca Alves/Blog da Folha)

A presidente Dilma Rousseff chegou há poucos minutos ao Palácio do Campo das Princesas para acompanhar o velório de Ariano Suassuna.  Ao chegar, foi direto falar com os familiares do escritor. O governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), e o senador Humberto Costa vieram no avião que a trouxe a Pernambuco.

Após cumprimentar a família, a presidente sentou-se ao lado da viúva, Zélia. Os presentes entoam Madeira do Rosarinho,  de Capiba e entoada por Ariano durante as candidaturas de Eduardo Campos a governador.  Mais informações em instantes.

 

 







Dilma e Eduardo se despedem de Ariano

Publicado por Márcio Didier, em 24.07.2014 às 13:58

Aos poucos, políticos chegam ao velório do escritor Ariano Suassuna, no palácio do Campo das Princesas. O candidato a presidente, Eduardo Campos, chegou às 13h30. A presidente Dilma está a caminho do Palácio. Mais informações em instantes.







Confira as manchetes dos principais jornais do País

Publicado por Branca Alves, em 24.07.2014 às 09:20

Folha de Pernambuco
Imortal

Diario de Pernambuco
O reino mágico de Ariano

Jornal do Commercio
Ariano; Só sei que foi assim

Folha de S. Paulo
TCU condena 11 executivos da Petrobras por refinaria

Agora S. Paulo
Comissão reivindica reajuste das aposentadorias com os salários

O Estado de S. Paulo
TCU responsabiliza Gabrielli e mais 10 por perda em Pasadena

O Globo
TCU isenta Dilma e culpa ex-diretores da Petrobras

Valor Econômico
Política e produção explicam escalada de ação da Petrobras

Correio Braziliense
O Quixote brasileiro

Estado de Minas
Um homem vestido de sol

Jornais internacionais

The New York Times (EUA)
A vida em uma capital jihadista: ordem com um lado obscuro

The Washington Post (EUA)
Jatos militares são abatidos na Ucrânia

Le Monde (França)
Hollande se recusa a sacrificar Mistral

El País (Espanha)
O déficit da Catalunha com o resto do país é menor do que diz o governo

Clarín (Argentina)
Cristina diz que não haverá default porque o governo já pagou