Geral

Humberto e Geraldo visitam obras do Hospital da Mulher

Publicado por Márcio Didier, em 2.03.2015 às 19:07

(Fotos: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Depois de o Governo Federal anunciar a liberação de R$ 20 milhões para as obras do Hospital da Mulher, que está sendo erguido pela Prefeitura do Recife em parceria com a União, o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), e o senador Humberto Costa (PT) visitaram o canteiro de obras nesta segunda-feira (2). Eles estavam acompanhado da secretária-executiva do Ministério da Saúde, Ana Paula Sóter.

“Foi uma visita muito positiva. Vimos que as obras estão bastante adiantadas e é importante que o Governo Federal faça o seu aporte. Essa é uma obra que vai beneficiar o Recife e o Estado todo porque vai reduzir os índices de mortalidade materna e é a garantia de parto mais humanizado”, afirmou o senador, após a visita, em que constatou que 70% das obras estão concluídas.

Erguida às margens da BR-101, o hospital, que tem investimento de R$ 56,8 milhões, dos quais R$ 48,8 milhões são oriundos de convênio com o Governo Federal, fará 400 partos ao mês e 250 cirurgias. Ao todo, serão 110 leitos à disposição das pernambucanas. A ideia é que a nova unidade se transforme em um centro especializado com capacidade para o atendimento adequado às pacientes.







Deputado Adalberto Cavalcanti cai da moto e fratura a perna

Publicado por Márcio Didier, em 1.03.2015 às 19:07

Do Blog de Josélia Maria

O deputado federal Adalberto Cavalcanti (PTB) sofreu um acidente no sábado (28), em sua fazenda na cidade de Afrânio-PE. Ele estava na garupa da moto do morador da fazenda “tangendo os bichos”. Em descuido, a moto derrapou em um barranco e o deputado caiu e fraturou a perna direita em dois lugares.

Adalberto foi atendido em uma unidade hospitalar em Juazeiro-BA e os médicos constataram as fraturas. Depois de imobilizada a perna, ele retornou para a sua residencia em Petrolina e deverá ficar pelo menos 60 dias sem atividades por conta do acidente.







Tromba d’água assusta banhistas em Piedade

Publicado por Márcio Didier, em 1.03.2015 às 16:55

Do Portal FolhaPE

Atualizada às 16h49

Uma tromba d’água assustou os banhistas que estavam na praia de Piedade na tarde deste domingo (1º), em Jaboatão dos Guararapes. O fenômeno natural partiu do mar em direção à areia levantando guarda-sois e outros equipamentos, além de muita areia. A ventania foi filmada por várias pessoas que se questionam do que se tratava. Nas redes sociais, falam em tromba d’água, outros em tornado, e ainda há quem fala em fim do mundo.

De acordo com a meteorologista Edvânia Santos, da Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac), o fenômeno foi isolado e por isso não há como prever o surgimento. No entanto, ela explicou que o que aconteceu pode ter sido provocado pela coação de dois fenômenos meteorológicos atualmente registrados no Estado como a zona de convergência intertropical e vórtices ciclônicos de altos níveis.

“Os dois sistemas estão provocando muita umidade, e provavelmente, provocando nuvens um pouco mais densas, e essas nuvens é que ajudam na formação desses fenômenos. No caso que ocorreu em Piedade, foi um vento forte, formando um vórtice em uma coluna de água ligada a uma nuvem um pouco mais densa, que chamamos de cumuliforme”, concluiu Edvânia.







Documentos de consultor reforçam acusação contra cartel na Lava Jato

Publicado por Márcio Didier, em 1.03.2015 às 14:00

A Operação Lava Jato encontrou contratos e notas fiscais de consultoria que envolvem sete empreiteiras acusadas de cartel e corrupção na Petrobras firmados com a Riomarine Oil e Gas, que pertence a Mário Frederico de Mendonça Góes. Preso desde o dia 8. ele é acusado de ser um dos 11 operadores de propina na Diretoria de Serviços da estatal e carregador de malas de dinheiro para o ex-diretor da estatal Renato Duque.

Os documentos reforçam a acusação contra as empreiteiras citadas na operação, na visão dos investigadores. A força-tarefa da Lava Jato encontrou 31 notas fiscais da Riomarine emitidas para a Andrade Gutierrez que totalizam R$ 5,3 milhões, e 14 notas para a UTC no total de R$ 9,7 milhões referentes a seis contratos – um deles uma parceria com a Odebrecht no valor de R$ 1,5 milhão.

Há ainda seis notas para a OAS, no valor total de R$ 10,2 milhões; dez notas para a MPE (R$ 9,3 milhões) e outras 22 notas que totalizam R$ 5,1 milhões para o Consórcio Mendes Junior/MPE/Setal. As notas encontradas somam R$ 39,7 milhões.

Mário Góes, como é conhecido, foi um dos principais alvos da nona fase da Lava Jato, chamada de My Way. Único a ter prisão preventiva decretada na ocasião, há fortes indícios de que ele continuou atuando até novembro de 2014, segundo os investigadores, mesmo após deflagrada a operação. O fato foi considerado “perturbador” pelo juiz federal Sérgio Moro, que conduz os processos do caso.

A suspeita dos investigadores é de que foram firmados contratos fictícios de consultoria para encobrir o pagamento de propina. De acordo com o juiz, faltam detalhes do trabalho feito e a contratação de funcionários para realizá-lo.

A ação de Góes no esquema de corrupção da Petrobras teria sido similar a do doleiro Alberto Youssef, que entregava dinheiro e cuidava da movimentação dos valores em contas no exterior. Seu papel seria o de “um intermediador profissional do pagamento de propinas por empresas privadas a dirigentes ou empregados da Petrobras”, segundo o despacho.

Segundo os investigadores, o consultor era representante de empreiteiras no esquema montado na Diretoria de Serviços e na BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras no setor de postos. Seu nome surgiu a partir do depoimento do ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco, que fez acordo de delação premiada.

Mário Góes, em seu depoimento à polícia, manteve-se calado diante da maior parte das perguntas dos delegados. As empreiteiras que aparecem nos documentos apreendidos têm negado envolvimento com as irregularidades e afirmaram que não iriam se manifestar sobre a investigação em andamento. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

(Fonte: Estadão Conteúdo)







Dilma diz que governo faz esforço por fim da greve

Publicado por Alex Ribeiro, em 26.02.2015 às 22:30

Em rápida entrevista após a cerimônia de anúncio de medidas para beneficiar pequenos e microempresários, a presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou nesta quinta-feira (26), que o governo está se empenhando para resolver a greve dos caminhoneiros, que se estende por mais de uma semana.

“O governo está fazendo, como vocês viram, todo um esforço na questão da resolução da greve”, disse a presidente. “Apresentamos, para várias lideranças e empresários que foram consultados, um conjunto de propostas, que já foi divulgado e a gente tem visto que elas têm tido uma recepção.”

A presidente evitou responder a perguntas sobre a manutenção de pontos de paralisação em vários Estados do País. “Aguardamos e os ministros responsáveis estão todos em atividade trabalhando nessas propostas, que eu não vou dizer quais são aqui, porque tenho absoluta certeza que vocês as conhecem”, encerrou Dilma, sem responder aos questionamentos.

(Fonte: Estadão Conteúdo)







Cardozo alertou Janot sobre ameaças à sua segurança

Publicado por Branca Alves, em 26.02.2015 às 16:05

Um dos motivos que levou o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a encontrar na noite desta quarta-feira (25) o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, foi uma alerta sobre a segurança do procurador. Segundo fontes ouvidas pela reportagem, a inteligência do Ministério da Justiça detectou que a segurança de Janot vem sendo ameaçada. Medidas adicionais de segurança foram tomadas já na manhã desta quinta-feira (26) e também foi recomendado ao procurador que ele deixe de fazer viagens em voos comerciais para reforçar sua integridade física.

O encontro foi confirmado nesta manhã por Cardozo, que, contudo, negou ter tratado sobre os desdobramentos da Operação Lava Jato com o procurador e não mencionou as questões relacionadas à segurança do procurador. Oficialmente, o Ministério da Justiça e a Procuradoria-Geral da República não confirmam esta como a razão do encontro. É de praxe que assuntos ligados à segurança não sejam divulgados. O Estado apurou que o ministro relatou recentemente que ele próprio tem sofrido perseguições.

Segundo ele, foi discutida a criação de uma vice-procuradoria de combate à corrupção. O governo federal prepara um pacote com medidas legislativas e administrativas para endurecer a luta contra desvios públicos. Cardozo tem se encontrado com frequência com o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, para tratar do assunto. Fontes dizem que o assunto ainda está em fase embrionária e que foi apenas uma temática “acessória” do encontro entre Janot e Cardozo.

O encontro não constou das agendas oficiais de nenhuma das autoridades. Ao fim de um evento com secretários de Segurança Pública do País na manhã de hoje, Cardozo disse que a reunião já havia sido marcada há algum tempo para tratar de “medidas legislativas de combate à corrupção”, uma das promessas de campanha da presidente Dilma Rousseff. “Eu estou preparando um conjunto de medidas por determinação da presidente da República acerca do enfrentamento da corrupção e uma delas, que já tinha sido objeto de uma conversa anterior com o doutor Rodrigo Janot, ao menos sinalizada, diz respeito a uma atividade comum entre o Executivo e o Ministério Público Federal”, declarou o ministro.

A reunião entre Cardozo e Janot acontece menos de um mês após o ministro ter recebido advogados da construtora Odebrecht, citada no escândalo que envolve a Petrobras. Além disso, a expectativa é de que Janot envie nos próximos dias ao Supremo Tribunal Federal (STF) a lista com o nome de parlamentares que serão investigados na Operação Lava Jato. No início da semana, a previsão era de que os pedidos de abertura de inquérito ou oferta de denúncia chegassem até sexta-feira, agora o governo começa a trabalhar com o prazo de segunda ou terça-feira, embora Janot viesse falando que pretendia concluir o trabalho da procuradoria até o fim de fevereiro.

(Fonte: Estadão Conteúdo)







Em nota, Jungmann defende Secretaria de Minorias e cita até o Papa

Publicado por Alex Ribeiro, em 24.02.2015 às 22:56

Deputado diz que segmentos ditos minoritários precisam estar na pauta das discussões (Foto: Laila Santana/Arquivo Folha)

Mesmo ocupando uma cadeira em outra Casa Legislativa, o deputado federal Raul Jungmann (PPS) lançou uma nota à imprensa, nesta terça-feira (24), defendendo a criação da Secretaria Executiva das Minorias no governo do Estado. O tema está promovendo uma grande discussão na Assembleia Legislativa do Estado (Alepe). O pós-comunista é a favor da criação da nova pasta.

Em defesa do Governo do Estado, Jungmann relatou que os movimentos LGBTs, indígenas, negros e quilombolas precisam de espaço para “colocar suas demandas na mesa da discussão”. Segundo ele, até o Papa Bergóglio abriu diálogo para discutir temas que envolvem os segmentos.

Leia a nota na íntegra:

Temos o dever de garantir o direito das minorias

Quando se trata de políticas públicas, é necessário se despir do extremismo e dos preconceitos. Não há espaço para se pensar no coletivo, inebriado pelas emoções. É preciso refletir de forma racional, na tentativa de reparar injustiças históricas e garantir os direitos às minorias.

Por isso, descoberto de dogmas, avalio como positiva a proposta do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, de criar uma secretaria executiva, subordinada à Secretaria de Desenvolvimento Social, para dialogar com movimentos sociais LGBTs, indígenas, negros e quilombolas.

A criação dessa secretaria demonstra que o Governo do Estado está preocupado em abrir espaço para os debates e disponibilizar recursos para políticas públicas voltadas para esses segmentos. Temos que assegurar que esses movimentos tenham espaço para colocar suas demandas na mesa de discussão. Só assim podemos pensar em um país realmente democrático.

Aliás, a democracia é o regime do respeito à diferença perante a igualdade jurídica, que confere a todos os brasileiros, sem distinção, direitos e deveres tutelados pela Constituição – independente da sua cor, riqueza, ideologia, confissão e orientação sexual.

Nesse debate, vale sempre ter por lema a generosidade e o amor pelo outro, expresso na fala de Jesus Cristo, “amai ao próximo como a ti mesmo”, pedra angular dos modernos direitos humanos.

Certo está sua santidade o papa Bergóglio, que rompendo um imobilismo secular, se dispõe a abrir o diálogo sobre os temas das minorias em nome da fraternidade e da paz.

Deputado federal Raul Jungmann (PPS-PE)
Vice-líder da oposição na Câmara dos Deputados







Ato em defesa da Petrobras tem brigas entre apoiadores do governo e antipetistas

Publicado por Alex Ribeiro, em 24.02.2015 às 21:23

Várias brigas já ocorreram durante um ato em defesa da Petrobras promovido desde as 18 horas desta terça-feira (24), em frente ao prédio-sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no centro do Rio. Organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e pela Federação Única dos Petroleiros (FUP), o ato reúne cerca de 500 pessoas e deve ter a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Embora organizada por apoiadores do PT e do governo da presidente Dilma Rousseff (PT), a manifestação também atraiu dezenas de militantes contrários ao partido. Por isso, desde as 17h30 já havia um clima de confronto entre os dois grupos. Foram presenciadas muitas brigas pontuais entre ativistas, e até ovos foram lançados entre as partes. Em outro momento, enquanto um grupo de manifestantes gritava “Olê, olê, olá, Lula, Lula”, outros ativistas faziam coro: “Lula ladrão, Lula ladrão”.

A jornaleira Nice Ribeiro, de 54 anos, afirmou ser contra o PT e a presidente Dilma Rousseff (PT). “Ela é um fantoche”, acusou.

A Polícia Militar mobilizou 70 policiais para acompanhar o ato e conter eventuais tumultos.

(Fonte: Estadão Conteúdo)







CNI presta homenagem a Armando Monteiro Neto

Publicado por Branca Alves, em 24.02.2015 às 17:27

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) homenageou, nesta terça-feira (24), o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro Neto (PTB). A entidade inaugurou o novo prédio do Sistema Indústria, que leva o nome do petebista, no Setor Bancário Norte, em Brasília.

O evento contou com a presença do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, além de parlamentares, presidentes de federações, representantes do Sistema Sesi/Senai e autoridades do setor público e privado.

Monteiro Neto foi presidente da Confederação por dois mandatos, entre 2002 e 2010. No mesmo período também foi presidente do Conselho Nacional do Senai e do Conselho Deliberativo Nacional do Sebrae.







Justiça bloqueia bens de envolvidos em irregularidades na Empetur

Publicado por Branca Alves, em 24.02.2015 às 12:50

O montante de R$ 2,1 milhões em bens dos envolvidos no esquema de shows fantasmas da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur) foi bloqueado pela Justiça a pedido do Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco. O valor corresponde à importância do dano mais o valor máximo da multa. Os prejuízos aos cofres públicos somam R$ 717,5 mil, em valores atualizados, e os recursos eram provenientes do Ministério do Turismo. Na decisão, a Justiça enfatizou que o bloqueio dos bens quer garantir o ressarcimento dos danos causados, caso sejam condenados no processo.

Tiveram os bens bloqueados o atual líder da oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Silvio Costa Filho (PTB), então secretário estadual de Turismo; do então assessor jurídico da pasta, Edvaldo José Cordeiro dos Santos; e do advogado André Meira de Vasconcelos.

A liminar também atinge a presidente da comissão permanente de licitação à época, Maria de Fátima Vaz de Oliveira, e as pessoas jurídicas Ogiva Produções e Eventos, Luminário Produções, Cíntia Kato Floricultura, Ricardo Alexandre da Costa Silva e Carla Marroquim. Nesses casos, o valor da indisponibilidade variou entre R$ 117 mil e R$ 1,3 milhão.

Relembre
O Ministério do Turismo firmou, em 2008, dois convênios com a Secretaria de Turismo para apoiar a realização dos “Eventos Turísticos nas cidades de Goiana, Itapissuma e Paulista” e “Eventos Turísticos nas cidades de Bezerros e Itamaracá”. O recurso era destinado à contratação de empresa produtora de eventos, que ficaria responsável por contratar artistas locais, e de empresas para prestação de serviços.

Dados da Controladoria-Geral da União (CGU), no entanto, apontaram irregularidades na realização dos convênios, além da aprovação da prestação de contas da secretaria pelo Ministério do Turismo. Dentre as irregularidades, inexigibilidade e dispensa indevidas de licitação, além da não comprovação da realização dos eventos previstos nos contratos, apesar dos pagamentos terem sido feitos.

Na ação, o MPF quer que os envolvidos sejam condenados por atos de improbidade administrativa. As sanções previstas são: ressarcimento integral do dano, corrigido monetariamente, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por até oito anos, pagamento de multa e proibição de contratar com o Poder Público, bem como de receber benefícios, incentivos fiscais ou creditícios, por três anos.







Terça-feira exige paciência de quem trafega pelas principais avenidas do Recife

Publicado por Branca Alves, em 24.02.2015 às 09:15

Do FolhaPE

A terça-feira (24) começa com mais de 90 quilômetros de congestionamento, de acordo com o site Maplink.com.br. Além dos já conhecidos pontos de lentidão, como as avenidas Rui Barbosa e Agamenon Magalhães, o dia tem ainda um protesto de motoristas de caminhões-cegonha no Cais de Santa Rita, o que provoca engarrafamento ao longo do Cais José Estelita até o Largo do Cabanga e ao longo da Avenida Sul.

Também tem lentidão a rua Madre de Deus e a avenida Marquês de Olinda no Bairro do Recife. Ainda na Região Central, têm situação complicada as ruas da Aurora, Gervásio Pires, do Príncipe, do Riachuelo e do Hospício, além das avenidas Conde da Boa Vista.

Quem trafega pelas zonas Norte e Oeste também sofrem com o congestionamento, que atinge a Estrada do Encanamento, as avenidas Dezessete de Agosto e Norte, além das ruas José Maria, Padre Roma e do Futuro. No lado oeste da cidade, sofre quem passa pelas ruas Joaquim Nabuco e José Osório e pelas avenidas Caxangá, General San Martin e Abdias de Carvalho.

Na Zona Sul, o tráfego intenso afeta as costumeiras avenidas Boa Viagem e Conselheiro Aguiar.







Governo discutirá mudanças em benefícios com aliados

Publicado por Alex Ribeiro, em 20.02.2015 às 20:22

Agência Brasil (Brasília) – O ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Pepe Vargas, vai conversar, na próxima semana, com parlamentares que apoiam o governo sobre as medidas propostas pelo Executivo para alterar o acesso a benefícios trabalhistas e previdenciários. As medidas provisórias (MPs) 664 e 665, que modificam regras da concessão dos seguros-desemprego e defeso, da pensão por morte, do auxílio-doença e do abono salarial, enfrentam críticas dos partidos de oposição, de centrais sindicais e da própria base governista no Congresso Nacional.

Ao lado de outros ministros, Vargas se reunirá com líderes da base política no Senado e na Câmara dos Deputados, com o objetivo de traçar estratégias para a apreciação das matérias. Na terça-feira (24), ele receberá, em café da manhã, líderes dos partidos de apoio ao governo no Senado, e almoçará com os líderes partidários na Câmara. Na quarta-feira (25) de manhã, o ministro se reunirá, com senadores que compõem o bloco de apoio (PT, PCdoB e PDT).

Da parte do governo participam, além de Pepe, os ministros Manoel Dias (Trabalho e Emprego), Carlos Gabas (Previdência Social), Miguel Rossetto (Secretaria-Geral) e Nelson Barbosa (Planejamento, Orçamento e Gestão). Na semana passada, Dias havia anunciado que o governo aguardava uma proposta formal das centrais sindicais sobre o tema, e adiantou que nova reunião está marcada para o dia 25.

As entidades trabalhistas também negociam com os parlamentares e solicitaram, também na semana passada, que as medidas sejam devolvidas ao Executivo.







Site do PT do Rio é invadido por hackers

Publicado por Alex Ribeiro, em 20.02.2015 às 16:06

Página foi invadida nesta sexta (20) (Foto: Reprodução)

O site do diretório estadual do PT no Rio de Janeiro foi invadido por hackers no início da tarde desta sexta-feira, 20. Uma mensagem assinada pelo grupo “Anonymous” dizia em inglês: “Seu governo falhou. A resistência está aqui”. A página do diretório nacional do partido opera normalmente.

(Fonte: Estadão Conteúdo)







Deputados federais emendam feriado de Carnaval

Publicado por Alex Ribeiro, em 19.02.2015 às 20:52

Deputados federais resolveram emendar o feriado de Carnaval. Eles só retornarão aos trabalhos na próxima terça-feira, o que lhes proporcionará uma folga de 11 dias. O presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) é um dos que emendaram: está em viagem com a família pela Europa.

No Senado, ocorreram sessões apenas de discursos com baixo quórum. Na quarta-feira, 18, compareceram 9 dos 81 senadores. Nesta quinta (19), apenas seis.

(Fonte: Estadão Conteúdo)







Veja as manchetes do dia dos principais jornais

Publicado por Branca Alves, em 19.02.2015 às 08:39

Folha de Pernambuco
Caindo na real… …caindo no passo

Diario de Pernambuco
Largada da Jeep em Goiania

Jornal do Commercio
Retirando a fantasia

Folha de S. Paulo
Dilma atrasa repasses para cursos técnicos

Agora S. Paulo
Calcule quanto vai receber quem pedir a aposentadoria ainda neste ano

O Estado de S. Paulo
Levy diz que vai cumprir meta fiscal sem ‘corte draconiano’

O Globo
Brasil deve ter dois anos seguidos de queda do PIB

Correio Braziliense
Impasse ameaça deixar 460 mil alunos sem aulas

Estado de Minas
Rumo à prorrogação

Zero Hora
Mercado financeiro prevê recessão em 2015

Jornais internacionais

The Guardian (Reino Unido)
A democracia está falhando, dizem bispos aos políticos

El País (Espanha)
PSOE busca estratégia para atenuar golpe do ERE