Pernambuco

Álvaro Porto afirma que o Pacto Pela Vida faliu

Publicado em 23.05.2016 às 18:00

Deputado denunciou falta de segurança no Agreste Meridional do Estado (Foto: Roberto Soares - Alepe)

O deputado Álvaro Porto (PSD) voltou a denunciar a falta de segurança e a cobrar do Governo do Estado soluções efetivas para a diminuição da violência no Agreste Meridional. Em discurso na Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (23), ele informou que agricultores estão sendo
obrigados a se armar para levar o que produzem às feiras de cidades daquela região.

Mesmo na base do governo, o parlamentar afirmou que o Pacto pela vida faliu, salientou que a Secretaria de Defesa Social se ressente da falta de comando e disse que governador Paulo Câmara (PSB) precisa tomar, urgentemente, uma atitude para socorrer a população.

“As pessoas estão apavoradas e reféns, nas suas casas”, frisou.

“As queixas sobre a violência se multiplicam. É assombroso ver um pequeno agricultor ir à feira carregando uma arma”, disse, acrescentando que apenas neste fim de semana seis homicídios foram registrados na área atendida pelo 9º Batalhão de Polícia Militar, sediado em Garanhuns.

Em conversas com PMs e prefeitos, o deputado salientar que as reclamações se repetem. “Não há como atender as ocorrências com viaturas que quebram no meio do caminho”, disse.

“Sobre este aspecto, inclusive, cabe perguntar: se as viaturas usadas pelas polícias estaduais são de locadoras, por que não se renova a frota? Se as contas dos contratos estão sendo pagas, por que a frota permanece sucateada? Nada justifica esta realidade”, completou.

No seu discurso, Porto salientou que o fracasso do Pacto pela vida é atestado pelos números que mostram a ocorrência de 1.412 assassinatos em Pernambuco entre 1º de janeiro a 30 de abril deste ano. Este total que supera em 105 o número verificado no mesmo período em 2015.

O deputado lembrou que exatamente em maio de 2015 ocupou a tribuna para denunciar a falta de segurança do Agreste, evidenciada nos homicídios e sequestros, inclusive de políticos. Citou também que teve audiência com o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, há um ano, ocasião em que o próprio admitiu falhas na estrutura das polícias.

Na época o secretário enfatizou a limitação no combate ao crime, uma vez que apenas dois policiais por vez circulavam nas viaturas. Revelou também a defasagem de 70 delegados no estado.


Godoy autorizou o início das obras neste sábado (Foto: Divulgação)

O prefeito de Bom Conselho, Dannilo Godoy, autorizou, neste sábado (21), o início das obras para a construção de 200 unidades habitacionais no bairro de São Rafael. O investimento é de cerca de R$ 11 milhões, em uma parceria com o Governo Federal, por meio do Minha Casa, Minha Vida. A solenidade contou com a participação de vereadores, representantes de sindicatos, lideranças e autoridades.

Além do benefício para os futuros moradores dos imóveis, a ação deverá gerar centenas de empregos na cidade. O serviço garantirá moradia de qualidade para as 200 famílias contempladas, com estrutura de saneamento e energia.

“Essa obra mostra o compromisso que a gente tem com as pessoas. Sem dúvida, essas casas vão dar mais qualidade de vida para essas 200 famílias de Bom Conselho. Estamos entregando aqui moradias dignas para o povo viver bem”, destacou o prefeito.

A Prefeitura de Bom Conselho realizou a entrega de 500 unidades residenciais e essas 200 se juntam para fechar um total de 700 imóveis em todo município.

Nesta segunda-feira (23), outra obra que será autorizada pelo prefeito Dannilo Godoy é a pavimentação das ruas do bairro do Vavá, orçada em R$ 950 mil. Serão beneficiadas aproximadamente três mil pessoas da localidade.


De acordo com a parlamentar, é preciso ficar atento para que não se construa uma “nova Arena Pernambuco” (Foto: Cecilia Sá Pereira/Divulgação)

A deputada estadual Priscila Krause (DEM) questionou representantes do governo estadual, nesta terça-feira (17), no plenário da Assembleia Legislativa, sobre a viabilidade econômico-financeira da construção do Miniarco Metropolitano, via que tem como objetivo desviar o fluxo da BR-101 do trânsito de Abreu e Lima. De acordo com a parlamentar, é preciso ficar atento para que não se construa uma “nova Arena Pernambuco”.

“Eu acho que Pernambuco não pode desistir da obra fundamental que é o Arco Metropolitano e minha inquietação é que, com a futura construção do projeto completo, como deve ser feito, se esvazie o Miniarco, se torne um negócio inviável. Me parecem ações concorrentes”, registrou a democrata.

Diferente do projeto original do Arco, o Miniarco atende a uma demanda específica e limitada, que se restringe a servir como rodovia de contorno do trecho central de Abreu e Lima.

“O problema é que para ter viabilidade para a iniciativa privada, alongaram o Miniarco para quatorze quilômetros, mas para o que se destina bastaria fazer um contorno de pouco mais de quatro quilômetros entre o Hospital Miguel Arraes e o Rio do Desterro”, propôs Priscila.

A parlamentar também acredita que a nova conjuntura nacional pode ser decisiva na condução do processo do Arco. “O Arco Metropolitano passou para o âmbito do governo federal a partir de uma movimentação política que não obedece mais à conjuntura atual. O governo de Pernambuco não deve desistir do Arco Metropolitano”, opinou.

Proposta pela parlamentar, a audiência pública ocorreu no âmbito da Comissão de Negócios Municipais da Alepe e foi presidida pelo deputado estadual Rogério Leão (PR). O governo de Pernambuco foi representado pelo secretário-executivo de Transportes, Antônio Junior, pelo representante do Departamento de Estradas de Rodagem de Pernambuco (DER-PE), Luiz Alberto de Araújo, e pela presidente da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), Simone Souza. O deputado Sílvio Costa Filho (PRB) também participou das discussões.


Carro do parlamentar foi atingido pelos tiros (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

O presidente da Câmara de Vereadores de Santa Maria do Cambucá, Jorge José de Lima (PSB), 43 anos, sofreu uma tentativa de homicídio, por volta das 20h deste domingo (1º).

O vereador estava em seu veículo em companhia de sua namorada, além de duas crianças no banco de trás do carro, quando foi surpreendido por duas pessoas ainda não identificadas que efetuaram vários disparos que atingiram a vítima e seu veículo, segundo informou o delegado Julio Porto.

Jorge de Lima foi socorrido para o hospital de Surubim, no Agreste, e, em seguida, transferido para o Hospital da Restauração (HR), no Recife. O estado de saúde do vereador é grave. Ele encontra-se sedado e entubado, na sala de recuperação do HR.

Segundo o delegado, a mulher que estava com a vítima durante a ação foi a única pessoa ouvida pela política até o momento.

Julio Porto também descartou, até o momento, cunho político na tentativa de homicídio. Ainda de acordo com o delegado, a Polícia já tem um suspeito do crime e está fazendo diligências para capturá-lo.

Por meio de nota, a Polícia Civil de Pernambuco afirmou o delegado seccional de Santa Cruz do Capibaribe, Júlio César Porto, foi designado para investigar o caso.

“O Chefe de Polícia Civil, Delegado Especial Antônio Barros, designou, em caráter especial, na manhã desta segunda-feira (02), o Delegado Seccional de Santa Cruz do Capibaribe, Júlio César Porto para investigar a tentativa de homicídio contra o presidente da Câmara de Santa Maria do Cambucá, vereador (PSB) Jorge José de Lima, 43 anos. A Policia Civil de Pernambuco já tem uma linha de investigação que não será revelada para não causar prejuízo às diligências.”

Com informações de Wilson Maranhão, da Folha de Pernambuco.


Evento de inauguração contou com presença do Bispo Dom Magnus Henrique Lopes (Foto: Aluisio Moreira/Sei)

O governador Paulo Câmara (PSB) assinou e entregou, nesta sexta-feira (22), a escritura de permuta de propriedade entre o Governo de Pernambuco e a Cúria Diocesana de Salgueiro, para a construção de uma nova Catedral no município do Sertão Central. O terreno que abrigará o novo equipamento possui dois hectares de extensão e está localizado no bairro de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Na presença do Bispo Dom Magnus Henrique Lopes e de populares presentes na Cúria, o chefe do Executivo estadual reafirmou o compromisso de manter a parceria com a Igreja Católica no desenvolvimento de práticas e ações que contribuam para a melhoria da qualidade de vida da população.

“A Igreja Católica é uma grande parceira do poder público porque ela nos auxilia de maneira ativa e contínua no atendimentos às comunidades e populações mais carentes. Por isso, é compromisso do Estado ampliar essa parceria, buscando alternativas para que a Igreja continue crescendo, evangelizando e promovendo boas ações em prol da sociedade”, destacou Paulo.

De acordo com a assessoria do Governo, o processo de concessão se deu através da liberação do terreno – de propriedade dos moradores Francisco e Inês Torres, que cederam o local ao Governo do Estado, que por sua vez o repassou à Diocese. Em contrapartida, a Diocese passou outros dois espaços, de tamanho proporcional ao recebido, para a família Torres.

Participaram também da cerimônia o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Thiago Norões; o prefeito de Salgueiro, Marcones Libório; a ex-prefeita Cleuza Pereira; os deputados estaduais Rodrigo Novaes e Lucas Ramos; e o deputado federal Fernando Monteiro; além de outras autoridades da região.


Um estudo divulgado nesta segunda-feira (18) pelo Tribunal de Contas mostra que a maioria dos municípios de Pernambuco apresentou despesas com pessoal no exercício de 2015 acima do “limite” previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Dos 184 municípios do Estado, 168 estão acima do limite “alerta” estabelecido pela lei. O levantamento, feito pela Coordenadoria de Controle Externo do TCE, revela que 126 prefeituras (68% do total) extrapolaram o limite de gastos com a folha que é 54% da Receita Corrente Líquida (RCL).

Quarenta e dois municípios (23%) tiveram despesa com pessoal entre o limite alerta e o limite máximo (faixa entre 48,60% e 54% da Receita Corrente Líquida). E apenas 15 municípios (8% do total) conseguiram cumprir a LRF, comprometendo com o pagamento da folha um percentual da receita abaixo do limite alerta. Somente uma prefeitura deixou de repassar informações sobre despesas com o seu pessoal ao Tribunal de Contas.

Regiões

Considerando o total de municípios de cada região, o Agreste registra o maior índice de prefeituras que estão descumprindo a LRF. Dos 71 municípios da área, 56 (79%) extrapolaram o limite de gastos com a folha. Em seguida vem a Zona da Mata – 43 municípios/ 31 (72%) extrapolaram o limite; o São Francisco – 15 municípios/11 (73%) extrapolaram o limite; Sertão – 41 municípios/21 (51%) extrapolaram o limite e a Região Metropolitana- 14 municípios/ 07 (50%) extrapolaram o limite.

Acréscimo

Os dados revelam que, em comparação ao ano anterior, houve um acréscimo no número de prefeituras que estão descumprindo a LRF. Em 2014, 165 das 184 prefeituras pernambucanas apresentaram despesas com pessoal acima do limite alerta. Naquele ano, 115 prefeituras (62,5% do total) ultrapassaram o limite de 54% previsto na LRF.

As informações constam dos Relatórios de Gestão Fiscal do 3° quadrimestre e do 2° semestre de 2015 disponíveis no Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (SICONFI) do Ministério da Fazenda.

Medidas

As prefeituras que estão descumprindo a LRF vão receber ofícios do Tribunal de Contas com um alerta sobre a necessidade de se enquadrarem nos limites impostos. Os alertas são enviados em três situações:

Quando a despesa com pessoal está entre 48,60% e 51,29% da Receita Corrente Líquida. Para este caso, considerado como “limite alerta”, a lei não prevê vedações ou punições ao gestor. O propósito é tão somente chamar sua atenção para o limite do gasto.

Quando a despesa total com pessoal variar entre 51,3% e 54% da Receita Corrente Líquida. Nesta hipótese, o gesto terá ultrapassado o chamado o “limite prudencial”, mas a Lei não prevê punição para o gestor. Apenas o impede de realizar novas despesasna área de pessoal, tais como: concessão devantagens; aumento; reajuste ou adequação de remuneração; criação de cargo, emprego ou função; alteração da estrutura de carreira que implique aumento de despesa; provimento de cargo público; admissão ou contratação de pessoal, e pagamento de horas extras.

Quando a despesa total com pessoal ultrapassar o percentual de 54% da Receita Corrente Líquida. Neste cenário, há um extenso rol de vedações que vão desde a aplicação de penalidades ao gestor até a proibição de celebrar convênios com os governos estadual e federal.


Projeto de Paudalho é eleito o melhor do Estado

Publicado em 13.04.2016 às 21:29

José Pereira de Araújo participou da IX edição do Prêmio Prefeito Empreendedor (Foto: Elmo Martins/ Divulgação)

O prefeito de Paudalho, José Pereira de Araújo participou do encerramento da etapa estadual da IX edição do Prêmio Prefeito Empreendedor, no Recife. O evento foi marcado pela entrega dos prêmios aos municípios que mais se destacaram em ações empreendedoras. A cidade de Paudalho foi uma das principais vencedoras, obtendo o prêmio na categoria inclusão produtiva com segurança sanitária, além de conseguir o “melhor projeto do Estado”.

Para o prefeito Pereira, a iniciativa ajuda para o desenvolvimento das cidades neste contexto de crise. “É uma grande oportunidade de driblamos o discurso e os efeitos da crise que todos os dias temos que enfrentar. Além do que, esse projeto que apresentamos tem um impacto direto no desenvolvimento das quase 160 pessoas, entre feirantes e marchantes”, destacou.

“Temos conquistado importantes resultados em diversas áreas em nossa gestão, isso é reflexo do empenho de nossas equipes que contam com capacitados quadros técnicos”, completou.

No total, 66 projetos foram inscritos por prefeituras pernambucanos. Os 22 selecionados passaram por uma comissão de 54 jurados, divididos em oito categorias: Melhor Projeto do Estado, Compras Governamentais de Pequenos Negócios, Implementação e Institucionalização da Lei Geral, Desburocratização e Formalização, Pequenos Negócios no Campo, Inovação e Sustentabilidade, Municípios do G100 e Inclusão Produtiva com Segurança Sanitária. Os vencedores estaduais de cada categoria participam, em maio, da etapa nacional, em Brasília.

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Meio Ambiente, Alciene Wright explica que a conquista é fruto de um trabalho que envolveu vários setores.

“Esse prêmio é fruto de muito trabalho em equipe sob a liderança do nosso prefeito Pereira, que sempre se demonstrou sensível as demandas dos feirantes e marchantes de nossa cidade. Mais também quero compartilhar essa conquista com minha equipe e torcer porque agora vem a etapa nacional!”, comemorou. A fase nacional acontecerá no próximo dia 10 de maio, em Brasília.


Advogadas e advogados, juristas, professores e professoras, representantes da comunidade acadêmica e da sociedade civil contrários à posição da OAB Nacional, promoveram, nesta terça-feira (12), um ato em favor da democracia e contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff(PT). O encontro ocorreu Faculdade de Direito do Recife. Segundo os organizadores, mais de duzentas pessoas participaram do evento.

O ato também foi em repúdio a decisão da Ordem de Advogados do Brasil em apoiar e ainda ingressar com um processo pela saída de Dilma.

“Há um grupo de advogados e advogadas que está um monte de tempo descontente com a OAB, e esse grupo começou a perceber que a OAB esta aparelhada para realizar interesses contrários à própria legalidade”, comentou uma das organizadoras do ato, Carol Valença.

“Há semelhanças com o Movimento de 64, que a OAB apoiou a Ditadura e depois, vergonhosamente, voltou atrás. (Agora) não fez um plebiscito interno, foi vaiado dentro do Congresso Nacional. Foi extremamente centralizador e a gente não vai ficar calado”, disse.

O grupo de bacharéis estão colhendo assinaturas para serem colocadas em um manifesto contra a posição da OAB nacional.

“Estamos colhendo no Estado inteiro. A gente não tem o número fechado porque tem comitês nos interiores”, detalhou Valença.


Governador esteve ao lado do prefeito Renildo Calheiros (PCdoB) no município de Olinda (Foto: Wagner Ramos/SEI)

Após se encontrar com o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, na quarta-feira (8), em Brasília, o governador Paulo Câmara (PSB) realizou uma vistoria, nesta sexta (8), em obras nos municípios de Olinda e Jaboatão dos Guararapes, nesta sexta-feira (8). As intervenções visam melhorar a mobilidade na Região Metropolitana do Recife. A visita do gestor não foi divulgada em sua agenda oficial.

Em Olinda, o socialista esteve no Canal do Fragoso que tem previsão de entrega para maio de 2017. A intervenção vai passar a contar com 45 metros de largura. No mesmo local, o chefe do Executivo estadual também acompanhou os trabalhos para a implementação da Via Metropolitana Norte, que tem o intuito de desafogar o trânsito entre o município e as cidades vizinhas, Paulista e Recife.

Câmara também esteve em Jaboatão dos Guararapes onde vistoriou a revitalização da Avenida Miguel Arraes de Alencar. Ambas as obras estão sendo executadas pela Secretaria de Habitação de Pernambuco.

De acordo com Câmara, as obras são estratégicas para o futuro de toda uma região. “Elas estão em sintonia com o desenvolvimento sustentável que a gente quer dar. E isso olhando, especialmente, a questão do desenvolvimento social e da garantia do meio ambiente protegido. São obras importantes e parcerias que precisam ser consolidadas. Diante do momento que a gente vive, é muito importante termos obras como essas sendo finalizadas. São projetos que ajudam a Região Metropolitana a crescer de maneira sustentável”, disse o socialista.

Olinda

Divididas em duas etapas, batizadas de Fragoso II e Via Metropolitana Norte, as intervenções em Olinda contabilizam um investimento total R$ 336 milhões, recursos do Tesouro Estadual e do Governo Federal. A primeira delas compreende o alargamento e o revestimento de 4,5 quilômetros do Canal do Fragoso, no trecho que vai do Terminal da PE-15 (Terminal de Integração Nilton de Oliveira Santos) até o antigo Hotel 4 Rodas, localizado no bairro de Casa Caiada. Com as margens assoreadas e ocupadas irregularmente, o canal será ampliado para uma largura de 45 metros de uma margem a outra, assegurando o fim dos constantes alagamentos na região nos períodos de chuva.

A 2ª etapa das intervenções na cidade Patrimônio Histórico da Humanidade prevê a construção de 840 unidades habitacionais, que beneficiarão cerca de 4.200 pessoas, além da implantação da Via Metropolitana Norte. Com 6,1 quilômetros de extensão, a via passará a funcionar como prolongamento da II Perimetral Metropolitana, sendo um eixo de integração entre as rodovias PE-15 e PE-01, por onde circulam 75 mil veículos diariamente. A intervenção viária inclui ainda a construção de viaduto sobre a PE-15, quatro pontes sobre o canal, pistas marginais, faixa exclusiva para ônibus, além de ciclovia.

O novo sistema viário será uma alternativa para circulação do tráfego oriundo dos bairros de Maria Farinha, Pau Amarelo, Janga, Rio Doce e Jardim Atlântico, em direção aos municípios de Recife, Olinda e Paulista, sem a utilização da Estrada dos Bultrins e do Largo do Varadouro. A pretensão é haver também uma melhora na operação do tráfego em Olinda, com reflexos positivos na circulação do corredor da Avenida Getúlio Vargas, por onde trafegam diversas linhas de ônibus.

Jaboatão dos Guararapes

O investimento na Avenida Miguel Arraes de Alencar é de R$ 15,3 milhões. No local, está sendo empregado no recapeamento de um trecho com 2,9 quilômetros de extensão, além da recuperação das as pontes existentes sobre o canal. Também será implantada uma ciclovia em um dos lados da avenida (Via Oeste), além de sinalização viária, rede de iluminação pública e serviços de drenagem. A intervenção, que faz parte do projeto de revitalização da Lagoa Olho D’Água, visa melhorar a mobilidade na região e reordenar as margens do Canal do Setúbal. A previsão de entrega da avenida requalificada à população é setembro deste ano.


O Deputado Rogério Leão (PR) protocolou um projeto de lei que beneficia os estudantes do Estado. A proposta é para beneficiar alunos com meia passagem nos transportes intermunicipais. O benefício é destinado aos discentes matriculados nos ensinos médio e superior.

De acordo com o projeto, a condição de estudante deve ser comprovada para compra do bilhete no guichê de venda de passagens das empresas de transportes intermunicipais. No ato, o interessado deve apresentar a carteira de identificação estudantil ou uma declaração atualizada da instituição de ensino atestando sua matrícula.

“O objetivo é estender aos estudantes pernambucanos uma conquista histórica da juventude estudantil de outros estados brasileiros como Paraíba, Rio Grande do Norte, entre outros”, disse Leão.

Na proposta, limitar-se-á a 30% das poltronas de cada unidade automobilística, desde o terminal de partida do veículo. As empresas de ônibus intermunicipais deverão afixar, nos guichês de vendas de passagens o número de vagas disponível destinadas à meia passagem.

Segundo o deputado, o benefício facilitará o deslocamento dos alunos que estudam em escolas ou em universidades localizadas fora dos municípios onde os mesmos residem.

“A expressiva representação dos municípios interioranos entre os parlamentares nesta Casa Legislativa sabe o quanto é importante à concessão do desconto, pois o custo de transporte para os estudantes de baixa renda se torna uma variável importante para frequentar e concluir seus estudos”, finalizou.


Prazo foi prorrogado para ajudar em novos recadastramentos (Foto: ABr)

O término para o recadastramento biométrico de 22 cidades em Pernambuco ficou mantido para a próxima quinta-feira (31). No entanto, para os eleitores que não conseguirem efetuar o cadastro, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) informa que o novo prazo será estabelecido para o dia 4 de maio.

Apesar de ter recadastrado apenas 65% da população, o município de Olinda conseguiu atingir o percentual mínimo para a realização de um segundo turno. O cadastro na cidade passou de 200 mil eleitores.

Além de Olinda, os outros municípios que estão realizando o recadastramento são: Amaraji; Bezerros; Bom Jardim; Bonito; Brejão; Camocim de São Félix; Glória do Goitá; Jatobá; Jucati; Jupi; Lajedo; Limoeiro; Nazaré da Mata; Paranatama; Passira; Paulista; Petrolina; Santa Cruz do Capibaribe; Santa Maria do Cambucá; Tacaratu e Vitória de Santo Antão.

Para realizar o recadastramento, o eleitor precisa levar um documento que comprove a residência no município em que será feita a coleta biométrica. Quem não realizar o recadastramento a tempo poderá ter restrições no CPF, perder benefícios de programas sociais como o Bolsa Família, deixar de fazer matrículas em instituições de ensino, obter passaporte e assumir cargos públicos.


Gravatá promove plantão de IPTU nesta quinta

Publicado em 24.03.2016 às 09:10

A Secretaria de Finanças de Gravatá, no Agreste, funciona, nesta quinta-feira (24), dia em que a Prefeitura decretou ponto facultativo na cidade, devido ao feriado da Semana Santa, em sistema de plantão, das 8h às 13h. O objetivo é a regularização das pendências relacionadas ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

A iniciativa, além de viabilizar o atendimento aos moradores da cidade que trabalham diariamente, em tempo integral, também contempla os que têm uma segunda residência no município.

A distribuição dos carnês para pagamento do IPTU foi feita pelos Correios, e, em caso do não recebimento, o cidadão deve se dirigir à Secretaria de Finanças para pegar a segunda via do documento.

A Prefeitura de Gravatá estará levando a protesto os inadimplentes com impostos e taxas municipais. Por isso, é importante que, aqueles que se encontram nesta situação compareçam, para regularizar o débito, na sede da Secretaria de Finanças no intuito de evitar, além do protesto, o pagamento das custas do cartório.

O contribuinte pode emitir a via de pagamento do IPTU, no site da Prefeitura (www.prefeituradegravata.pe.gov.br). Além disso, a equipe da Secretaria de Finanças estará trabalhando aos sábados, também em sistema de plantão, das 8h às 13h. A Secretaria de Finanças está localizada na Rua Rui Barbosa, no Centro, ao lado da Igreja Matriz. O telefone para contato é: (081) 3563-9000.


Encontro com Mauro Ribeiro Lopes ocorreu em Brasília (Foto: Ana Cristina Santos/Divulgação)

A deputada Luciana Santos (PCdoB) esteve na Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, em Brasília, onde se reuniu com o ministro Mauro Ribeiro Lopes para tratar de cessão de terreno e contrapartida da União para viabilizar a instalação do hub do Grupo Latam em Pernambuco. A parlamentar entregou documento do governador Paulo Câmara (PSB) com a solicitação de cessão da área da Força Aérea Brasileira no aeroporto Gilberto Freyre à Infraero e explicou que este espaço é imperativo para instalação do centro de conexão de vôos domésticos.

O local é necessário para expandir e adaptar a infraestrutura, criando um novo terminal, de modo a viabilizar as atividades hub. O ministro se comprometeu em analisar a viabilidade das contrapartidas necessárias; e a partir daí assinar acordo de cessão de terreno com o Governo de Pernambuco. Luciana convidou, ainda, o ministro para uma visita a Pernambuco.

“Essa foi uma reunião determinante para concretizar o apoio da União ao HUB/LATAM em Pernambuco. Viabilizar esse empreendimento é importante para nós, porque ele vai gerar desenvolvimento e oportunidades de trabalho e geração de renda ao nosso estado. Faremos o que tiver ao nosso alcance para que Recife seja a capital escolhida pelo grupo Latam para seu hub no Nordeste”, disse Luciana.

A estimativa, baseada em estudo da Consultoria Oxford Economics, é que o novo centro de vôos aumente em até cinco pontos percentuais o PIB da Região Metropolitana do Recife e gere até 29 mil postos de trabalhos diretos e indiretos no estado.


No Dia Mundial da Água, celebrado nessa terça-feira (22), o deputado estadual Miguel Coelho (PSB) aproveitou para alertar sobre o aumento de desperdício em Pernambuco e no resto do País. Além disso, o socialista ainda cobrou mais investimentos na fiscalização e reestruturação do sistema de abastecimento e uma participação mais efetiva da sociedade para diminuir a perda de água.

Miguel citou um levantamento divulgado semana passada pelo Instituto Trata Brasil, no qual foi constatado o aumento de perda de água de 5% em relação ao ano anterior. O deputado lembrou ainda que municípios como Petrolina (35,5%), Caruaru (43%) e o Recife (57%) apresentam altos índices de desperdício.

Para o deputado, a solução é a união do Estado e sociedade no combate ao desperdício com maior volume de recursos e fiscalização. “Precisamos de investimentos robustos para entregar uma água melhor às localidades mais distantes. O Brasil gasta por ano cerca de R$ 8 bilhões por conta do desperdício. Não podemos permitir, principalmente, numa realidade como a do Nordeste, que um bem tão escasso se perca por falta de investimento ou negligência”, defendeu.

Apesar de reconhecer o avanço no trabalho promovido pela Compesa nos últimos anos, Miguel lembrou que existem muitas fragilidades como vazamentos e redes obsoletas. “A Compesa é considerada a melhor empresa do setor no Brasil, mas se existe um desperdício tão grande de água é sinal de que ainda muito precisa ser feito. Levar água tratada para aqueles que não têm é investir na saúde das nossas crianças e de toda a população”, defendeu.

Pesquisa
O Instituto Trata Brasil apresentou um levantamento envolvendo 100 grandes cidades do País. A pesquisa apontou que em cada 10 grandes cidades brasileiras, sete perdem 30% ou mais de toda a água tratada. Ainda segundo o estudo, das 100 cidades analisadas, apenas sete perdem 15% ou menos da água faturada – índice apontado como ideal. Em Pernambuco foram avaliadas Petrolina (35,5% de perda), Jaboatão (39,7%), Caruaru (43%), Olinda (48,6%), Paulista (53,4%) e Recife (57%).


O novo equipamento fica na Praça José Ceciliano Calado e foi levantado para, além de oferecer um lugar de lazer e convívio social para os cidadãos, melhorar o ordenamento urbano do centro (Foto: Douglas Fagner/Divulgação)

A Praça de Alimentação Josibias Amaury de Morais, no centro de Água Preta, foi entregue à população na última sexta-feira (18). O equipamento foi construído com recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM), numa parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura do município. Os investimentos totais são de R$ 555 mil, oriundos do FEM II.

O novo equipamento fica na Praça José Ceciliano Calado e foi levantado para, além de oferecer um lugar de lazer e convívio social para os cidadãos, melhorar o ordenamento urbano do centro. A obra foi uma iniciativa para requalificar o espaço urbano, adequando-o a um uso compatível com o desejo da população.

Segundo Flávio Figueiredo, secretário executivo de Apoio aos Municípios da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), a obra é muito importante porque oferece mais conforto à população. “É com muita alegria que volto à Mata Sul e a Água Preta. Quando estava à frente da Companhia Estadual de Habitação e Obras (Cehab), acompanhei todo o processo de construção e entrega de casas da Operação Reconstrução. Agora, volto na condição de representante da Seplag, que vem espalhando obras por todo o Estado através do FEM. Uma das escolhas do prefeito, aqui em Água Preta, foi a construção da praça de alimentação no centro. Uma área, antes desordenada, será um espaço novo de convivência social”, afirmou.

O prefeito Armando Souto, no discurso, revelou que foi instalada uma rede sem fio para o acesso à internet e que a população poderá usar o benefício gratuitamente. A praça de alimentação conta com quiosques, mesas e cadeiras para o público, além de banheiros.

O FEM I investiu mais de R$ 1,1 milhão em Água Preta em obras de pavimentação, drenagem e sinalização viária de diversas ruas e a preparação do terreno para a instalação do Centro de Transporte Intramunicipal. Já o FEM II irá investir ao todo mais de R$ 1,2 milhão. Estão em andamento as obras de recuperação de pavimentação e drenagem de várias ruas e do sistema de iluminação pública em travessia urbana.