Leitor do Blog

Em Orobó, prefeitura proíbe eventos até a Quaresma

Publicado por José Accioly, em 29.02.2012 às 15:08

Veja a reclamação de um leitor do Blog da Folha, Márcio Reginaldo da Silva, a respeito do decreto assinado pelo prefeito de Orobó, Manoel João (PSDB), que proíbe qualquer manifestação cultural “profana” nas praças e ruas da cidade durante o período da Quaresma – entre os dias 22 de fevereiro a 8 de abril.

O prefeito ditador e perseguidor de Orobó, o senhor prefeito Manoel João, proíbe o Trio Chapa Quente de fazer qualquer tipo de evento na cidade.

Na verdade, o prefeito está cada vez mais perdido em Orobó. Chega a essa atitude de proibir evetos em nossa cidade, mas quem faz mais festa na cidade é a prefeitura. Por sinal, prefeito Manoel João, a que ponto chegou a nossa cidade?

A força da juventude está mostrando grande força em nossa querida cidade e não é à toa que o prefeito está com grande rejeição.

O povo quer mudança em nossa cidade. Além disso, a chapa está só esquentando. Já votei no prefeito, mas agora não voto mais. Orobó precisa de mudança.

Atenciosamente

Márcio Reginaldo da Silva
OROBÓ-PE







Leitor cobra posicionamento da OAB contra auxílio

Publicado por José Accioly, em 25.02.2012 às 09:39

Mais uma vez a OAB, por meio do arauto da moralidade que a preside, vem à mídia manifestar-se contra vantagem tida como inadequada a ser percebida por agentes públicos.

Ontem, atuou contra a Assembléia Legislativa acerca do malfadado auxílio moradia. Agora contra o Ministério Público, por conta da outorga de auxílio alimentação a seus membros. No entanto é curioso que o empenho da OAB inexista quando se trata do Tribunal de Justiça do Estado e dos tribunais federais com sede nesta Capital.

No TJPE foi estabelecido o auxílio alimentação por meio da Resolução TJPE – Corte Especial nº 311, de 1º de agosto de 2011, com o pagamento dos atrasados desde agosto de 2006, 66 meses anteriores à resolução. No total, por cabeça, cada magistrados poderá embolsar cerca de R$ 41,5.

Nos tribunais federais, todos vêm ganhando a vantagem há muito tempo. Pergunta-se: o que fez a OAB quanto à resolução do TJPE? Cabe a resposta ao diligente presidente. Caso não haja feito nada, evidencia-se a pecaminosa omissão.

Com a palavra o presidente.

João Antônio de Freitas Henriques







Leitor cobra melhorias nas ruas e no site de Paulista

Publicado por José Accioly, em 20.02.2012 às 19:43

A Rua 106, em Jardim Paulista Baixo, está precisando de restauração em vários trechos. Ou o calçamento não existe mais pelo fato de ter ocorrido algum serviço da Compesa, ou foi danificado em conseqüência de afundamento. Outra rua próxima que merece atenção é a 105. Esta sobre destruição causada pela chuva que traz pedras, barro e entulhos que descem de uma ladeira não calçada que dá acesso a Mirueira. Todo este material é despejado no canal da avenida E, além de entupir as galerias ao longo do percurso e deixar a rua um mar de lama.

Aproveitando o ensejo, a Prefeitura de Paulista deveria melhorar o acesso virtual do cidadão, pois só existe disponível apenas um endereço de e-mail (Diretoria de Imprensa) na página contatos da Prefeitura, além do fato de não funcionar a comunicação pelo canal Fale Conosco em seu site, pois devido à ocorrência de erro a mensagem acaba não sendo enviada.

Em plena era de inclusão digital, outra deficiência é verificada na falta de um site oficial para a Câmara Municipal de Paulista, onde os eleitores poderiam acompanhar as atividades dos vereadores, enviarem mensagens e etc. Neste quesito, Igarassu está de parabéns, pois existe até link para a página da Câmara Municipal no site da Prefeitura. Vale lembrar que Igarassu só tem um terço da população de Paulista.

Gilberto Luna,
Paulista







PM retira posto de foco de folia. Dá para entender?

Publicado por José Accioly, em 19.02.2012 às 12:49

Antes do Carnaval, posto policial ficava na rua Mariz e Barros, no Bairro do Recife (Foto: Leitor do Blog)

Um leitor do Blog da Folha, que pediu anonimato, enviou a denúncia de que pouco antes do início do Carnaval, a Polícia Militar retirou o posto policial que ficava no cruzamento entre a rua da Moeda e a rua Mariz e Barros, no Bairro do Recife. O resultado foi o retorno do que havia antes de uma reportagem veiculada pelo Jornal Nacional, da Rede Globo: no mesmo dia, o tráfico de drogas retornou em peso para o local.

Durante o Carnaval, o lugar ficou vazio e à mercê dos bandidos (Foto: Wagner Ramos/FolhaPE)

O leitor conta que a situação é preocupante para comerciantes, frequentadores e foliões do local, que recebe uma quantidade de pessoas ainda maior nos próximos dias devido ao Carnaval e a programação noturno de blocos e shows no bairro do Recife.

“Espero que o Governo do Estado reveja a decisão e recoloque o posto policial no local, afinal foi uma luta a sua instalação, sendo necessária matéria veiculada na mídia nacional, enquanto a retirada foi instantânea e sem aviso”, desabafa o leitor do Blog.

Leitor do Blog







Distrito industrial de Petrolina virou lixão, diz Leitor

Publicado por José Accioly, em 17.02.2012 às 15:01

(Foto: Leitor do Blog/Divulgação)

Certo dia vi a prefeitura limpando o Distrito Industrial. Passei hoje pelo local e vi que em uma rua famosa por se tornar quase um verdadeiro lixão colocaram gelos baianos para interditar a rua. Deve ter sido em uma tentativa de impedir que os mau educados de Petrolina continuassem despejando lixo lá. Fiquei bem feliz ao ver que, pelo menos, o problema havia sido resolvido. Mas a alegria durou pouco, segui por outra rua e me deparei com vários, muitos pontos mesmo, inundados de tanto lixo. Tinha de tudo, e o fedor beira o insuportável.

Curioso pelo descaso e a falta de respeito com que aquela área é tratada, é óbvio que fico me questionando porque ninguém, além da Prefeitura, não faz nada. De olho nessa situação, aproveitei o dia da limpeza e perguntei a uma das pessoas que estavam no local o porque de todas as vezes que a Prefeitura limpava a área, logo vinha gente para jogar lixo. Como resposta, disseram que seria colocados os gelos baianos, mas que não era obrigação da Prefeitura fazer o serviço e que estavam fazendo por causa de uma reunião onde ficou acertado que logo em seguida a limpeza. A AD Diper colocaria uma vigilância de moto para coibir o despejo de lixo no Distrito e também melhorariam a iluminação do local, o que já dificultaria o pessoal de deixar lixo lá durante a noite; além de evitar acidentes por falta de visibilidade.

(Foto: Leitor do Blog/Divulgação)

A Prefeitura vi que fez sua parte, mas já o estado; esse que nos deixa sempre na mão, não se mexeu da zona de conforto pra nada. Só não digo que tudo está na mesma, porque, obviamente, não está diante desse cenário, aonde muitas ruas viraram depósito de lixo. E eu pergunto: Será que a Prefeitura terá que interditar todas as ruas do Distrito para que não joguem mais lixo? Ou não seria mais fácil a AD Diper cumprir o acordo e resolver esse problema. Cada uma fazendo sua parte, entendo que seria bem melhor. Sem esquecer da iluminação precária que é aquele trecho. Essa semana, no conhecido “Trecho da Morte” mais uma pessoa ia se acidentando, e feio, por causa da falta de iluminação e da buraqueira, bem verdade feita pela Compesa, mas que está lá, servindo de desculpa para tirar a vida de muitas pessoas. Vão esperar morrer mais quantas pessoas para resolver também a situação? Seja a compesa para tapar seus serviços mau feitos, o que é uma falta de respeito das grandes, ou a AD Diper, para obrigar também a fazer isso. A final é sua área.

Só me resta lamentar, em ver que aqueles que detém o poder, ficam tão maravilhados na zona de conforto, que esquecem para que realmente foram colocados na cadeira tão almejada, por muitos, como é a função que muitos ocupam no estado e dentro das grandes empresas; que dizem estar lá para servir o povo. Não é isso que tenho visto. Infelizmente, a realidade é muito mais cruel, por estarmos relegados ao esquecimento para nos adaptarmos ao que nos impõem. Lamento, mas eu não quero isso e nem me conformarei com essa situação.

João Pedro Tavares
Cidadão comum, mas indignado por ser deixado no ostracismo.







Leitora reclama da armação da PCR para o Carnaval

Publicado por José Accioly, em 17.02.2012 às 14:51

(Foto: Leitora do Blog/Divulgação)

Todo ano é sempre assim. Por conta do Carnaval Multicultural, a Prefeitura do Recife monta uma imensa estrutura no Marco Zero, um dos principais polos de folia durante o período de Momo.

Contudo, ao invés de proporcionar maior conforto aos foliões, as armações, na verdade, acabam atrapalhando a visão do público que vem de vários acessos para poder assistir as atrações. Isso sem falar nas intervenções que fazem no trânsito, mesmo nos horários em que ainda não se tem festa no bairro do Recife.

A reclamação acima é de uma leitora do Blog.







Leitor: “Trem da Alegria” em Jaboatão nomea 112

Publicado por José Accioly, em 17.02.2012 às 10:19

DO Jaboatão 15 de fevereiro
Nomeações foram publicadas no Diário Oficial de Jaboatão do último dia 15

As fantasias do prefeito Elias Gomes são diversas, todos já sabem, talvez para disfarçar sua “cara”. Mas o “carro alegórico” neste Carnaval em Jaboatão é o já famoso e conhecido “Trem da Alegria”, que esta a todo vapor no governo de Elias Gomes. Foram nomeados 112 cargos só em um só “vagão” da Secretaria de Articulação Política e Comunicação, segundo o Diário Oficial do dia 15 de fevereiro.

O fato onera a folha em mais de R$ 200 mil. O curioso é que esta referida secretaria já existente e não consta no Diário Oficial nenhuma exoneração. Talvez seja uma inovação do governo Elias. Outra coisa curiosa é de que as acomodações da sede desta secretaria não tem espaço suficiente para os atuais servidores, todos cargos comissionados.

Ricardo Silva







“Rapadura” no Cabo já ganhou marchinha de Carnaval

Publicado por José Accioly, em 16.02.2012 às 21:03

http://www.folhape.com.br/blogdafolha/?p=12308

Veja também
PSDB do Cabo denuncia uso da máquina pública
Leia a petição do PSDB contra escândalo no Cabo
Secretário do Cabo diz que ação é “piada grosseira”







Leitor reclama da falta de fiscalização da CTTU

Publicado por José Accioly, em 15.02.2012 às 14:01

(Foto: Leitor do Blog/Divulgação)

Um leitor do Blog da Folha enviou a foto acima e criticou a falta de fiscalização da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) quanto a questão de estacionamento irregular no Recife.

O flagrante foi feito na tarde desta terça-feira (14), na rua Francisco Alves, na Ilha do Leite, no “coração” do polo médico do Recife.

Vale ressaltar que o taxista da foto acima parece, aparentemente, não se incomodar com o que diz a placa, que indica ser proibido estacionar no local.

Alô CTTU!







Leitor reclama de vandalismo em obras em Petrolina

Publicado por José Accioly, em 13.02.2012 às 09:30

Querendo melhorar a cidade, a Prefeitura de Petrolina começou no bairro Jardim Maravilha a obra de uma praça pública. O benefício é imenso para todos, mas o vandalismo já está acontecendo para distruir um bem, que se quer foi entregue a população. Imagine quando entregar, como será?

O local que antes servia como depósito de lixo está ganhando canteiros, arborização, pistas e já teve seus bancos feitos de cimento danificados. Vi que uma equipe da Prefeitura esteve no local e aproveitei para registrar. Segundo a fiscalização da obra, a ação foi feita sobre o cimento úmido ainda, que serviu para a inscrição de nomes e desenhos feitos por autores desconhecidos. E como bem sabemos toda ação feita com cimento, demanda tempo para a secagem do material.

Outro caso parecido, que também tem gerado a insatisfação na comunidade, é os danos causados pela própria polulação na recuperação da avenida Monsenhor Ângelo Sampaio. Uma forma de oferecer locais bonitos, com segurança, o local está sendo todo recuperado, mas o povo não obedece o tempo para transitar e acabam passando por cima do
cimento fresco, comentendo os mesmos erros e depois ainda tem gente pra dizer que a obra está mal feita.

Como jovem, estudante universitário, cidadão de Petrolina que nasceu e mora aqui com muito orgulho dessa terra acho lamentável. Lutamos tanto pelo nosso município e no final das contas somos nós mesmo que destruímos nossas conquistas.

Vinícios Guilherme







Leitora foliã fica uma “arara” com o Baile Municipal

Publicado por Valdecarlos Alves, em 12.02.2012 às 22:10

(Foto: Peire Garrido/Prefeitura do Recife)

Ontem foi meu 1º Municipal, 2 anos tentei comprar a mesa e não consegui, tudo bem, aprendi cedo que tudo tem seu tempo, sua hora. Primeira surpresa, fui inquirida ao descer do táxi: quer comprar mesa? imaginem só, uma fila triste que se faz no Paço da Alfândaga, 5h em pé, tem que ter CPF e simplesmente alguém compra para vender na frente do Chevrolet Hall. Ontem contei 6 mesas vazias, se tinha mais não sei.

Bom vamos lá para outro ponto, nos bailes que vou, sempre, estou dizendo sempre, recebo cardápio com os preços das coisas, segundo o garçom,os cardápios não tinham chegado para serem repassados. Imaginem que desculpa esfarrapada, eles sabem que a dificuldade de atravessarmos para o bar é desestimulante, então cobram o que querem e a gente que pague, até porque dizem que só vai quem pode para o Municipal, é incrível esta postura. Só no final do baile, depois que paguei, falei de um tipo de WHISKY (CAVALO BRANCO) que é a bebida preferida da minha mamãe, o cara de pau disse ah! esqueci de dizer que tinha ele, e me disse o preço, fiquei uma arara.

Bom, isto no meu entender é revoltante, muito bla, bla, blá e o consumidor sendo lesado. Outra coisa, paradinhas entre um cantor e outro? O que é isso, não existe orquestra de frevo para tocar enquanto se espera. Arrumem um palco alternativa tem. Agora, como não se vive de pancadas só, vai aqui uma solicitação digam ao maestro Spock, que ele é mil, aquele baile só vai até a hora que foi, graças a ele, que com carisma consegue nos segurar, MARAVILHOSO!!!!!!!!!!!!

Belkiss Gulard Galvão Cavalcanti
Leitora do Blog







Leitor denuncia o “mar de lama” de Renildo em Olinda

Publicado por Valdecarlos Alves, em 10.02.2012 às 18:48

Em Olinda, leitor tenta fazer retorno na Pan Nordestina e se depara com a cena acima







Leitor denuncia abandono da PCR em Nova Descoberta

Publicado por José Accioly, em 10.02.2012 às 14:15

Nosso bairro está entregue às baratas e uma das coisas mais graves são os constantes engafarramentos na feira, que leva as pessoas chegarem sempre atrasados nos empregos e estudantes nas escolas. Já houve casos de amigos meus que perderam o emprego de tanto chegar atrasado. E olhe que eu não estou exagerando não.

Tudo isto por conta do descaso que a prefeitura tem pelo nosso bairro. A desordem no trânsito é absurda e cadê a CTTU? Bancos de feira no meio da rua e cadê a CSURB? Sem falar na buraqueira que também atrapalha o trânsito.

Também lá próximo a entrada do Córrego da Bica, a buraqueira é tão grande que até os ônibus têm dificuldades de trafegar. Tem a fedentina causada pelo lixo no Alto Antônio Félix, no Alto do Burity e na avenida Josélia, que além do lixo, também sofre com a buraqueira.

Acho que este prefeito inverteu as prioridades que antes, com João Paulo, era de cuidar das pessoas. Hoje é de lascar as pessoas. Acho que este é um dos motivos do rompimento com João Paulo, que cuidava das pessoas e governava para todos, ricos e pobres. Hoje é totalmente ao contrário. Com certeza está é uma mudança no projeto político.

Marco Antônio de Melo







Leitor cobra fiscalização da lei de carga/descarga

Publicado por José Accioly, em 10.02.2012 às 09:40

(Foto: Leitor do Blog/Reprodução)

O caos no trânsito, uma das maiores “pragas” que afetam os recifenses, têm causas diversas mas, sem dúvida alguma, uma das mais notadas é o total e absoluto descontrole em relação ao serviço de descarga de mercadorias feitas por caminhões, dos mais diversos tamanhos, em qualquer horário e mesmo em ruas que normalmente já são tradicionalmente congestionadas, a exemplo da avenida Rosa e Silva.

A foto mostra o flagrante de um desses atos de desrespeitos aos cidadãos recifenses, desta vez cometida pelo motorista da carreta que, em plena segunda-feira (6), às 15h50, resolveu fazer uma série de manobras para poder descarregar mercadorias em uma empresa especializada em equipamentos para ginástica, localizada na avenida Rosa e Silva, bem em frente ao Hospital da Tamarineira, paralisando o trânsito na via pública por vários minutos.

As imagens são inquestionáveis e demonstram o quanto os cidadãos recifenses são desrespeitados pelos maus motoristas, que, aproveitando-se da inoperância dos órgãos de fiscalização da Prefeitura do Recife, cometem todo tipo de estripulias, com total certeza de impunidade.

Leitor do Blog







No Recife é assim: bobeou, bares “botam” mesa na rua

Publicado por José Accioly, em 8.02.2012 às 14:50

(Foto: Leitor do Blog/Divulgação)

No entorno da Praça do Arsenal, no Bairro do Recife, as vagas de estacionamento estão sendo tomadas pelos bares da localidade para colocar mesas e cadeiras, denuncia um Leitor do Blog. Segundo o relato, os espaços na vias públicas estão sendo usados como anexos dos estabelecimentos para servir os clientes. Vale salientar que, por conta da proximidade do Carnaval, algumas ruas já estão interditadas para montagem dos palcos.

(Foto: Leitor do Blog/Divulgação)

As fotos mostram muito bem o abuso cometido por alguns proprietários, que usam indiscriminadamente o espaço público para proveito particular. Diante dessas cenas, fica a pergunta: Cadê a fiscalização da Prefeitura do Recife?