Servidores das agências reguladoras encerram greve

Agência Brasil (Brasília) – Os 2.527 servidores das agências reguladoras que estavam em greve vão retomar as atividades na próxima segunda-feira (3), informou hoje (31) o diretor jurídico do Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (Sinagências), Nei Jobson. Os funcionários decidiram encerrar o movimento grevista mesmo com a rejeição da proposta de reajuste do governo de 15,8%, escalonado em três anos, a partir de 2015.

“Vamos voltar por consciência, porque tem muito trabalho represado. Não vale a pena continuar a greve, mas estamos extremamente decepcionados com o governo, que tentou enfiar a tabela goela abaixo, de forma definitiva e sem conversa”, reclamou. Segundo o sindicato, 97,8% da categoria rejeitaram a proposta do governo na íntegra.

O Sinagências representa dez agências reguladoras. Dados do Ministério do Planejamento apontam que, das dez áreas com maior percentual de paralisação, oito eram agências reguladoras. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), teve maior adesão à greve, com 33% do quadro de funcionários parados.

Segundo o representante sindical, a proposta do governo apresentou distorções salariais. “A tabela destoou muito do aumento de 15,8%. Com as distorções nas remunerações, alguns servidores teriam aumento de 0,46% no primeiro ano. Achamos que as agências [reguladoras] foram desprestigiadas pelo governo”, disse. A categoria estava em greve desde o dia 16 de julho.
Leia Mais


Daniel exibe FHC, enquanto Geraldo mostra artistas

O guia eleitoral de dois dos quatro principais candidatos a prefeito do Recife – Geraldo Julio (PSB) e Daniel Coelho (PSDB) – não trouxeram novas propostas ao eleitorado. Porém, tanto o socialista quanto o tucano apelaram para o “andor”, através de depoimentos de aliados de peso, a exemplo do ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso (PSDB) – no caso de Daniel -, e do senador Armando Monteiro Neto (PTB), no guia de Geraldo. Os vídeos de Humberto Costa (PT) e Mendonça Filho (DEM) apresentou iniciativas que os prefeituráveis pretendem fazer nas áreas de Educação (PT) e concessão de transporte público à população (DEM).

(Reprodução: José Accioly/Blog da Folha)

O destaque no guia da noite desta sexta-feira (31) se deu por conta do curto depoimento do ex-presidente FHC. Rápido e suscinto, o tucano não economizou palavras para elogiar o correligionário e cravar que Daniel traz a renovação que o PSDB está buscando. Fernando Henrique destacou que o prefeiturável tem as melhores propostas e conhece bem o Recife. Desde o início da campanha, esse é o primeiro cacique do partido a gravar um depoimento em favor do candidato, que em todas as últimas entrevistas, mostrava-se incomodado com o envolvimento de lideranças de peso nas campanhas, puxando votos aos postulantes.

Esteves ataca Geraldo e expõe Eduardo no guia

“O PSDB em todo o Brasil está se renovando e no Recife também. Daniel tem boa formação, é ligado com as causas ambientais e é um ótimo candidato e é melhor para o Recife”, registrou FHC, no vídeo. Já o programa de Geraldo Julio procurou reapresentar as propostas destacadas nos guias anteriores, mostrando ações que planeja, se eleito, implantar no Recife nas áreas de Saúde, Educação e Segurança Pública. No fim, o vídeo trouxe um clipe de artistas pernambucanos dos mais variados ritmos em favor do candidato socialista.

(Reprodução: José Accioly/Blog da Folha)

Humberto e Mendonça
O guia do candidato do PT à Prefeitura do Recife (PCR) dedicou boa parte do tempo para mostrar as ações do candidato a vice, João Paulo (PT), durante as duas gestões no município. O programa fez uma espécie de “prestação de contas” das políticas implantadas pelo ex-prefeito na PCR. A impressão é de que o PT está interessado em massificar a presença de João – um dos maiores puxadores de voto – na chapa petista. O vídeo ainda procurou reforçar a ligação do senador com importantes obras que alavancou o desenvolvimento econômico do Estado, como a Hemobrás e a Fiat. No fim, o guia trouxe algumas das propostas para Educação, com a ampliação das escolas em tempo integral, entrega de tablets, Prouni municipal e a capacitação de professores.

 

(Reprodução: José Accioly/Blog da Folha)

O programa de Mendonça Filho trouxe um apelo mais popular e reservou o tempo para apresentar a proposta de concessão de passagens de ônibus profissionais diaristas e autônomos, desempregados e portadores de doenças crônicas, o “Vai e Vem”. O projeto prevê “doar” 40 passagens por mês aos beneficiados, desde que se enquadrem nas especificidades. No caso dos autônomos e diaristas, os trabalhadores precisariam apresentar o carnê do INSS. Já os doentes, um laudo médico. Para quem perdeu o emprego, para ter o benefício, é preciso estar fora do mercado há um ano. “Dinheiro a prefeitura tem, falta implantar. O programa é mais barato do que a coleta de lixo”, atacou o democrata.


Esteves ataca Geraldo e expõe Eduardo no guia

O candidato a prefeito do Recife pelo PRTB, Esteves Jacinto, dedicou todo o tempo do seu programa no guia eleitoral para faz ataques ao prefeiturável do PSB, Geraldo Julio, e, de quebra, tentar manchar a imagem do padrinho político do socialista, o governador Eduardo Campos (PSB). O renovador trabalhista expôs ao eleitorado que a coligação que dá sustentação a Geraldo, a “Frente Popular do Recife”, tentou retirar a postulação do pastor em três ações na Justiça e criticou o que considera a “ditadura do socialismo”, com uma eventual vitória do candidato de Eduardo na capital.

Daniel exibe FHC, enquanto Geraldo mostra artistas

“Por que a coligação de Geraldo Julio tem interesse em retirar a nossa candidatura? Eles se juntaram com 14 partidos e entraram na Justiça com ações para tirar nosso guia. A quem interessa que a gente não participe?”, começou Esteves Jacinto, logo dando uma “lapada” no postulante do PSB. “Quero chamar a atenção de você para a ditadura do está sendo construída com a cara de socialismo, com a vitória de Geraldo Julio. A nossa cidade é livre e você é quem está pagando”, provocou o renovador trabalhista.

Em seguida, o guia de Esteves Jacinto resgatou uma declaração do governador Eduardo Campos ao então candidato a prefeito do Recife, João da Costa (PT), nas eleições de 2008. O depoimento do líder socialista ressaltara a competência do então prefeiturável e declarando apoio à postulação do petista, que contava também com um leque de partido em sua base, porém foi rejeitado pelo próprio partido de disputar à reeleição, sob o argumento de falta de condições políticas. O guia compara o perfil de Geraldo a João da Costa e indaga, no fim: “Candidato inventado outra vez? Recife não pode errar de novo”.


Bartolomeu elogia Lula em ato no bairro de Socorro

(Foto: Hugo Sá/Divulgação)

Em visita realizada no bairro de Socorro, nesta sexta-feira (31), o candidato a prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Paulo Bartolomeu (PRB), buscou apoio da população. Em discurso após o ato, o prefeiturável afirmou estar preparado para contribuir para tirar o município do cenário lamentável em que se encontra.

“Não vai faltar disposição para enfrentar os problemas. O único investimento que vamos receber é um presídio, além disso, a população vive em meio à lama. É uma situação de miséria. Por isso, devemos expulsar os forasteiros assim como fizemos, no passado, com os holandeses”, provocou o postulante.

O candidato falou sobre a importância do voto consciente, citando a eleição do ex-presidente Lula à Presidência da República. “Esse homem foi de uma importância extraordinária para o Brasil. Ele realizou a maior distribuição de renda que este País já teve”, elogiou o candidato republicano.


Polícia prender autor de atentado contra candidata

(Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Uma ação das polícias Civil e Militar resultou na prisão, na tarde da quinta-feira (30), de um homem apontado de ser o mandante do atentado contra a candidata à Prefeitura de Custódia, Anne Lúcia Campos de Lira (PSB). O suspeito Jozemar Ferreira de Oliveira Azevedo, 28 anos, conhecido na cidade por “Chapolim”, foi identificado pela polícia. Ele contratou uma pessoa para efetuar disparos na casa da postulante e atear fogo na residência da socialista.

O crime ocorreu na madrugada do último dia 22. Na hora do atentado a candidata dormia no imóvel. No mesmo dia, a Polícia Civil já havia prendido o autor do crime. Eguiberto Siqueira da Silva, 19 anos. Ele é acusado de atirar no portão da casa da vítima. O suspeito também jogou um ‘coquetel molotov’ na residência para tentar provocar um incêndio no local. Eguiberto confessou o crime e ajudou a polícia a identificar o mandante.

Chapolim foi preso em virtude do mandado de prisão preventiva solicitado pela polícia. Ele foi conduzido à Cadeia Pública da cidade para aguardar julgamento.


Senadora, de Manaus, declara apoio a Humberto

Candidata a prefeita de Manaus,   a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), declarou apoio ao candidato do PT à Prefeitura do Recife, o também senador Humberto Costa. Em vídeo, a senadora destaca a competência do petista ao liderar o bloco do governo no Senado. Vanessa Grazziotin também elogia a atuação do colega de bancada quando ele foi ministro da Saúde.

“Humberto é um senador que defende o povo brasileiro, que defende os trabalhadores e principalmente a saúde. Com a experiência de ter sido um grande ministro da Saúde, o primeiro do presidente Lula, de ter lançado para o Brasil o programa Farmácia Popular, Humberto tem contribuído muito para que aprovemos leis que levem mais saúde para os brasileiros e para as brasileiras”, afirma a senadora.


Em nota, Medonça nega compra e estuda processar Alf

(Foto: Hesíodo Góes/Arquivo Folha)

O candidato a prefeito do Recife pela coligação “Mudança Por um Recife Melhor (DEM/PMN)”, Mendonça Filho (DEM), se pronunciou por nota em relação a denúncia feita pelo ex-deputado André Luiz Farias, o Alf (PMN). O mobilizador revelou que o democrata havia “comprado” o apoio do PMN por R$ 350 mil, em troca de o partido ingressar na chapa.

Alf: “PMN cobrou R$ 350 mil para apoiar Mendonça”
Telma: “Alf queria que PMN arrumasse dinheiro pra ele”
Ramos e Varejão negam ter presenciado acordo

No texto, a aliança colocou que o acordo obedeceu os “preceitos republicanos e de transparência”, que o DEM se comprometeu em ajudar financeiramente os candidatos do PMN com doações legais, devidamente registradas na prestação de contas apresentadas ao Tribunal Regiona Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) e que ainda estuda a possibilidade de acionar, na Justiça, Alf. Veja a íntegra da nota:

A coligação MUDANÇA POR UM RECIFE MELHOR (Democratas/PMN) esclarece que:

O acordo firmado entre os dois partidos obedece todos os preceitos republicanos e de transparência.

O Democratas se comprometeu a ajudar os candidatos a vereador do PMN e do próprio partido no Recife com doações legais e devidamente registradas na prestação de contas apresentada ao TRE .

A coligação repudia as inverdades mencionadas pelo sr. André Luiz Farias (Alf) e estuda formas de acioná-lo judicialmente para que responda pelas mesmas.

Assinado
Coligação Mudança por um Recife Melhor (DEMOCRATAS/PMN)


Ramos e Varejão negam ter presenciado acordo

Os candidatos a prefeito de Jaboatão dos Guararapes e de Paulista pelo PMN, Paulo Varejão e Severino Ramos, respectivamente, negaram terem presenciado a “batida no martelo” do acordo no qual o partido decidiu ingressar na chapa do prefeiturável Mendonça Filho (DEM), no Recife. O ex-deputado André Luiz Farias, o Alf, alegou que a presidente estadual, Telma Ribeiro, teria “vendido” o PMN a Mendonça em troca de R$ 350 mil. Tanto Varejão quanto Ramos informaram que participaram da reunião, mas se retiraram da sala antes dos acertos finais.

Alf: “PMN cobrou R$ 350 mil para apoiar Mendonça”
Telma: “Alf queria que PMN arrumasse dinheiro pra ele”

“Não sei como foi o desfecho da reunião, mas tenho certeza de que ele (Alf) não está dizendo a verdade. No dia do acordo, antes de fechar, tive que me retirar por ter compromissos de campanha já previamente agendados”, afirmou Ramos, em conversa com o Blog da Folha.

Paulo Varejão também negou presenciar o acerto entre o candidato e o PMN, mas saiu em defesa da presidente Telma Ribeiro. “Telma é uma pessoa séria. Ela não venderia o partido para ninguém. Mas não posso dizer o que ficou acertado entre ela e Mendonça porque não vi. Sei que a gente estava vendo como podia fazer para ajudar em termo de logística, mas não para vender apoio”, retrucou o mobilizador.

O Blog da Folha tentou contato com o candidato a prefeito de São Lourenço da Mata, Negão Abençoado (PMN) – também presente na reunião para acertar entrada do PMN na chapa de Mendonça Filho -, mas não obteve sucesso.


Telma: “Alf queria que PMN arrumasse dinheiro pra ele”

(Foto: Valdecarlos Alves/Blog da Folha)

Procurada pelo Blog da Folha, a presidente estadual do PMN, Telma Ribeiro, negou que teria oferecido apoio do partido ao candidato a prefeito do Recife, Mendonça Filho (DEM), em troca de R$ 350 mil. Segundo a dirigente, durante a reunião em que fechou a entrada do PMN na chapa do democrata, em julho, o ex-deputado e ex-candidato em Olinda, André Luiz Farias, o Alf, teria pleiteado à direção estadual que fizesse interlocução com Mendonça, no sentido de obter recursos para campanha.

Alf: “PMN cobrou R$ 350 mil para apoiar Mendonça”

No entanto, Telma Ribeiro informou que Mendonça Filho teria acertado em ajudar financeiramente os candidatos da sigla, repassando recursos direto às contas de campanha dos postulantes. A presidente não informou quantos postulantes estariam sendo beneficiados e os valores. As verbas seriam utilizadas para gastos com a campanha, uma vez que o PMN oferece estrutura para os guias eleitorais na televisão e rádio e fornecer material de campanha aos candidatos.

“Não é verdade essa declaração de Alf não condiz com a verdade. Não tenho conversas particulares e não faço negociatas. Na verdade, Alf queria era que eu conseguisse arrumar dinheiro com Mendonça para a campanha dele”, reagiu a dirigente estadual do PMN. “Não precisamos pedir dinheiro para ninguém, a gente tem condições de sair sozinhos e fazer campanhas. Alf nos deu um golpe, foi desleal conosco, traiu o partido, os correligionários e os filiados”, provocou o presidente. “Mendonça ficou de ajudar os nossos candidatos, como qualquer faz. Mas os recursos seriam depositados diretamente nas campanhas dos candidatos”, acrescentou.

Telma Ribeiro informou ainda que o PMN entrou com um processo com o ex-deputado para reaver os livros de registro da direção municipal do PMN de Olinda, que, segundo ela, está nas mãos de Alf. A documentação revela detalhes da convenção do partido, ocorrida no dia de julho, onde, de acordo com a dirigente, o ex-candidato teria confirmado a postulação no município. “Tivemos que procurar a Justiça para obter esses documentos. Alf agora vai ter que se justificar a Polícia Federal”, atacou o presidente do PMN, acrescentando que entrará com outra ação judicial contra o correligionário.

“Ele está querendo fazer uma retaliação (sobre a candidatura em Olinda), mas o assunto não acabou. Existem pendências que ele precisa dar conta. Essa postura dele é tão cretina… Ele faz agressões a minha pessoa pelas redes sociais, fazendo tolices. Mas no final isso tudo será um desmoralização a ele”, finalizou.


Em artigo, Múcio sai em defesa de João Paulo

João Paulo: estas e outras batalhas

Por Múcio Magalhães*

Nas caminhadas desta campanha de 2012, o ex-prefeito João Paulo é recebido pelo povo com sincero entusiasmo. Nos bairros da periferia, ele se solta, demora-se em conversas com pessoas conhecidas e desconhecidas, ouve muito, aceita ponderações. O ambiente dos bairros pobres e morros do Recife é seu ambiente.  O deputado federal do PT sente-se em casa. Não há sinais de demagogia porque não há demagogia. É uma ligação direta com os moradores dessas áreas. Poucos políticos conseguem isso.

Sempre foi assim, mas a passagem de João Paulo pela Prefeitura do Recife significou um salto de qualidade na vida para muita gente. Famílias saíram de palafitas para casas decentes; outras dormem tranquilas porque as encostas dos morros estão reforçadas contra as chuvas. A cidade ganhou um ritmo diferente, a partir de 2001, quando o líder metalúrgico, hoje formado em Economia, iniciou um novo tipo de diálogo com a sociedade. Em sua gestão, a marca da Prefeitura (A grande obra é cuidar das pessoas) não era apenas um slogan; era um modo de governar. O eleitorado gostou e João Paulo foi para Brasília como o deputado federal mais bem votado de seu partido em todo o País.

O estilo João Paulo, no entanto, está sujeito a revezes quando é exposto no mundo da Realpolitik – e não foram poucos nos últimos anos, a começar por suas escolhas, baseadas na nobre confiança que permeia sua relação com o povo. João Paulo confiou plenamente em seu sucessor mas, em pouco tempo, descobriu ter dado um passo em falso. Mesmo assim, seguiu adiante, considerando o episódio como aprendizado da prática política e das relações humanas. Leia Mais


Alf: “PMN cobrou R$ 350 mil para apoiar Mendonça”

Ex-deputado estadual revela que acordo "imoral" foi feito no dia 2 de julho na sede estadual do partido (Foto: Clélio Tomaz/Arquivo Folha)

O apoio do Partido da Mobilização Nacional (PMN) à candidatura do deputado federal Mendonça Filho (DEM) à Prefeitura do Recife, selado numa reunião na noite do último dia 2 de julho, uma segunda-feira,  teve um preço: R$ 350 mil. De acordo com o ex-dirigente municipal de Olinda,  André Luiz Farias, o Alf, o acordo de pagamento ao partido presidido por Telma Ribeiro foi testemunhado por ele, pelo  candidato à Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, Paulo Varejão, pelo candidato a prefeito de São Lourenço da Mata, Negão Abençoado,  pelo deputado estadual Severino Ramos e pelo próprio democrata que, segundo Alf, aceitou de imediato.

Indignado com as declarações de Telma Ribeiro ao Blog da Folha, o ex-deputado estadual André Luiz Farias acusa a dirigente de ter transformado o PMN “numa empresa”. “Na verdade, quem é imoral é ela”, disse em contra-ataque.  Alf conta que foi chamado à sede estadual do partido com a presença dos outros membros do partido e Mendonça, quando foi feita a proposta. “Logo após a formalização desse acordo, ficou decidido que o partido retiraria a candidatura de Alexandre Guarines e o indicaria para ser vice na chapa do DEM”, revelou Alf, que na próxima segunda-feira irá se desfiliar do PMN  com mais quatro integrantes da executiva de Olinda. “Esse é o verdadeiro comportamento da senhora Telma Ribeiro”, disse.

PMN diz que postura do partido em olinda foi “imoral”

Alf apoia atualmente a reeleição do prefeito Renildo Calheiros em Olinda e diz que todo o processo para a retirada de sua candidatura no município foi transparente e à luz do dia. “Eu sempre disse que sem unidade eu não seria candidato. O meu comportamento em Olinda é o mesmo de Raul Henry (PMDB), no Recife. Hoje ele apoia o nome do socialista Geraldo Julio”, ressaltou o ainda municipalista.

Como justificativa para a sua transição ao palanque do comunista, Alf diz que a postulante do PMDB, Izabel Urquiza, “corresponde ao atraso” e atende aos caprichos dos pais, Hélio Urquiza (ex-deputado) e Jacilda (ex-prefeita e ex-deputada).  “Meu nome era o mais bem avaliado nas pesquisas e não recebi o apoio de ninguém da oposição. Fiquei isolado. Veio de Renildo o gesto de respeito em conversar conosco e agregar as nossas propostas para o seu governo. Todo o processo foi transparente, diferentemente do que foi feito no Recife”, informou Alf.


Braga nega participação em acordo da MP do Código

AE – A bronca da presidente Dilma Rousseff no bilhete encaminhado às ministras do Meio Ambiente e das Relações Institucionais, Izabella Teixeira e Ideli Salvatti, levou o líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), a negar que tenha participado do suposto entendimento com a bancada ruralista em acordo sobre o Código Florestal.

Nesta sexta-feira, Braga distribuiu nota dizendo que não participou de tal acordo para votação da medida provisória 571, que trata do Código Florestal. Ele afirma que sempre trabalhou para que fosse aprovado o texto base da MP, “inclusive na definição de áreas de Preservação Permanente (APPs) para pequenas, médias e grandes propriedades”.

O vice-presidente da Comissão mista que analisou a MP, senador Jorge Viana (PT-AC), a quem era dado o crédito pelo entendimento, também negou que tenha participado do suposto acordo fechado na quarta-feira. A presidente Dilma foi fotografada na quinta-feira com o bilhete que enviou a Izabella e Ideli cobrando explicações pelo acordo.

“Por que os jornais estão dizendo que houve um acordo ontem no Congresso sobre o Código Florestal e eu não sei de nada?”, se queixou a presidente, deixando seus aliados numa verdadeira “saia justa”.


MPE tenta impugnar 22 candidatos que escaparam

Em Pernambuco, 22 candidatos ainda correm o risco de não poder concorrer nas eleições deste ano. A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE-PE) entrou com recursos contra decisões do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), que deixaram de acatar a impugnação de algumas candidaturas consideradas irregulares pela PRE-PE.

Desse total, oito são embargos de declaração, encaminhados ao próprio TRE-PE, solicitando que as decisões sejam modificadas por ter havido omissão, contradição ou falta de clareza. Os demais consistem em recursos especiais, destinados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

Dos 14 recursos, sete tratam de candidatos a prefeito. O Ministério Público contesta, junto ao TRE, a manutenção da candidatura de João Mendonça (PSD/Belo Jardim), que teve suas contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) e pela Câmara de Vereadores, por improbidade administrativa. Também houve embargos de declaração contra a decisão que permitiu a candidatura de Daniel Alves Lima (PP/Chã Grande), que teve as contas rejeitadas pelo TCE quando era prefeito do município de Jataúba.

Junto ao TSE, a Procuradoria Regional Eleitoral de Pernambuco tenta reverter a decisão que deferiu os registros de candidatura de Silvino Duarte (PSDB/Garanhuns) e José Edson Cristóvão de Carvalho (PSB/Tabira), que tiveram as contas julgadas irregulares pelo TCE.

Também ao TSE foi encaminhado recurso contra a manutenção da candidatura de Inácio Manoel do Nascimento (PSDB) a prefeito de Nazaré da Mata. Ele teve teve suas contas de convênio rejeitadas, em decisão irrecorrível, pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Nos três casos, o Ministério Público aponta ato doloso de improbidade administrativa.
Leia Mais


Lula orienta Patrus a não responder provocações

(Foto: PT/Divulgação)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recomendou ao candidato do PT à Prefeitura de Belo Horizonte, Patrus Ananias, evitar responder a eventuais ataques do principal adversário, o prefeito Marcio Lacerda (PSB). A “ponderação”, no entanto, foi feita em jantar na quinta-feira (30), do qual os petistas participaram na casa do presidente do diretório socialista em Minas, o ex-ministro Walfrido dos Mares Guia, que até o momento não se engajou na campanha do correligionário.

Segundo Patrus, que afirmou ter sido convidado para o jantar pelo próprio Walfrido, de quem é “amigo pessoal”, o jantar foi um encontro familiar, sem discussão sobre a “questão específica” da eleição na capital mineira. Mas revelou que Lula deu um conselho. “Ele fez uma ponderação que vou por rigorosamente em prática: não responder às provocações do adversário. Conversar sempre com a população de Belo Horizonte”, contou o candidato.


SP: PT deixa disputa majoritária em São Caetano

O PT de São Caetano do Sul não terá mais candidato à prefeitura nas eleições de 2012. A decisão do diretório municipal, tomada na noite de quinta-feira, vem após a renúncia do pleiteando ao cargo, o vereador Edgard Nóbrega, que deixou a disputa depois da publicação de um vídeo que mostra o legislador pedindo dinheiro para apoiar o atual prefeito, José Auricchio Júnior (PTB).

Nóbrega anunciou sua saída da corrida eleitoral e seu afastamento da presidência municipal do PT na quinta-feira, mesma data em que o vice-presidente estadual da legenda, Rafael Marques, esteve na cidade do ABC Paulista. Em reunião com representantes municipais, ficou decidido que o partido se retire da disputa majoritária para “tocar com força a chapa para vereadores”, segundo o novo presidente da legenda no município, Marcio Della Bella, que assumiu a posição do vereador na estrutura interna da sigla. As informações são do Portal Terra.