Por Amanda Souza
Da Folha de Pernambuco

Um boato que circulou nas redes sociais sobre um possível pagamento extra do Programa de Integração Social (PIS) levou um grande número de trabalhadores às agências bancárias da Caixa Econômica Federal (CEF) de todo o País. A mensagem informava, erroneamente, que todos que trabalharam com carteira assinada durante o período do Governo Lula teriam direito a receber um benefício extra no valor de um salário mínimo (R$ 622). Já outra mensagem afirmava que o pagamento seria devido a um erro de cálculo nos juros do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no Governo Fernando Henrique Cardoso. Por meio de nota, a Caixa informou que “as notícias divulgadas nas redes sociais e outros meios eletrônicos sobre um suposto novo benefício social são inverídicas”.

O texto das redes sociais dispo­nibilizava, ainda, um número através do qual seria possível li­gar e conferir o valor e a data de recebimento do benefício, após a digitação do número do PIS. A Caixa realmente disponi­bi­liza um telefone (0800-726020), no qual os trabalhadores com direito ao benefício podem checar a data e o valor do pagamento. Na internet, usuários afirmaram que, devido a um erro no sistema da Cai­xa, o 0800 estava informando a trabalhadores sem direito ao PIS que poderiam efetuar o saque. A Caixa ainda não confirmou se houve de fato uma pane no sistema. Ainda segundo a nota, o banco reiterou que “não solicita senhas, número de conta ou quaisquer outras informações confidenciais por redes sociais, e-mail ou SMS” e que “já adotou providências junto a autoridades policiais para apuração do caso”.

PIS

A falsa informação se confunde com o pagamento anual do abono salarial do PIS e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), que começou a ser pago em 1º de julho e está disponível para mais de 836 mil trabalhadores pernambucanos. De acordo com informações do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), têm direito ao recebimento do benefício todos os trabalhadores que já estejam registrados em algum dos dois programas há pelo menos cinco anos.

Ainda segundo os requisitos, é preciso ter trabalhado pelo menos 30 dias com carteira assinada em 2011 e ter recebido, em média, até dois salários mínimos por mês no ano passado. O abono deste ano ficará disponível para saque até 28 de junho de 2013 e está sendo disponibilizado de acordo com o mês de nascimento dos participantes do PIS. Integrantes do Pasep já podem receber o benefício no Banco do Brasil.