Ayrton Senna será o enredo da Tijuca em 2014

História do maior ídolo do esporte brasileiro será contada pela escola carioca (Foto: Internet)

Acelera Tijuca! É com esse enredo que a simpática escola de samba do Rio de Janeiro, Unidos da Tijuca, tentará o tetra campeonato no Carnaval carioca do próximo ano. Após alguns meses de suspense em torno do tema que a agremiação levaria para a Marquês de Sapucaí, o martelo foi batido e Ayrton Senna, um dos maiores ídolos do esporte brasileiro, terá sua história contada pelo carnavalesco Paulo Barros. A escola carioca não informou as questões de valores de patrocínio.

O anúncio nesta quarta-feira (Dia do Trabalhador) é estratégico, pois foi no dia 1º de maio de 1994 que o piloto brasileiro morreu após bater com a sua Willian na curva do Tamburello, no Grande Prêmio de San Marino, na Itália. Senna, que nasceu em 21 de março de 1960, iniciou a carreira no kart e só em 1984 chegou à Fórmula 1. Na McLaren, foi campeão nos anos de 1988, 1990 e 1991.

Vale lembrar que em 2011, a Unidos da Tijuca conquistou o título falando sobre o centenário de Luiz Gonzaga. Naquela oportunidade, o enredo “O dia em que toda a realeza desembarcou na Avenida para coroar o Rei Luiz do Sertão” havia sido sugerido pelo pernambucano e amante do samba Maurício Barbosa.


Carlos Gueiros vê tiro no escuro de Raul Jungmann

(Foto: Arthur Motta)

Vice-líder do Governo na Câmara do Recife, o vereador Carlos Gueiros (PTB) condenou a acusação levantada pelo oposicionista Raul Jungmann (PPS), de que a Prefeitura teria favorecido uma empresa privada com uma suposta dispensa de licitação, durante o Carnaval deste ano. O petebista, inclusive, viu um erro semântico na denúncia realizada pelo pós-comunista, que incluiu uma falsa necessidade no apoio institucional concedido pelo Executivo recifense.

“A gente tem que ter preocupação com a semântica. O vereador Raul Jungmann disse q houve dispensa de licitação. Não houve! Só há quando a lei obriga. E, nesse caso, a licitação não é exigida por lei. Não houve contratação de nenhuma empresa, o que foi houve foi uma aprovação de um projeto que foi realizado antes”, explicou, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, Carlos Gueiros.

Jungmann aponta suposto direcionamento no Carnaval
PCR também rebate Raul Jungmann
Lead! nega suposto favorecimento

O petebista ainda defendeu que o apoio institucional conferido pela PCR à empresa denunciada por Raul Jungmann gerou um significativo retorno em espaço midiático para os festejos de Momo. Carlos Gueiros destacou que ninguém levanta voz contrária ao meu formato quando agremiações, normalmente de bairros, são as favorecidas.

A própria Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Assuntos Jurídicos, e a empresa beneficiada pela iniciativa também rechaçaram a denúncia realizada por Jungmann. Em notas distintas, ambas descreveram o processo.


PCR também rebate Raul Jungmann

Além da própria Lead!, a Prefeitura do Recife também rebateu acusação feita pelo vereador Rual Jungmann (PSB), de que a empresa teria sido favorecida pelo suposto direcionamento de dispensa de licitação no Carnaval deste ano. Através de nota da Secretaria de Assuntos Jurídicos,  a gestão municipal esclareceu que o projeto citado pelo pós-comunista não requer licitação. Segue, abaixo, o texto:

NOTA DE ESCLARECIMENTO:

A respeito das afirmações do vereador Raul Jungmann, a Secretaria de Assuntos Jurídicos da Prefeitura do Recife esclarece que:

1) O contrato não foi firmado com uma empresa patrocinadora do Carnaval do Recife e sim com a promotora da Casa do Carnaval, a LEAD!

2) A exemplo de shows musicais, peças teatrais e outros eventos, este projeto não requer licitação por encaixar-se no princípio da inexigilidade previsto na Lei 8.666/1993;

3) Somente com a veiculação de mídia espontânea do nosso Carnaval em jornais, revistas e emissoras de TV nacionais e locais proporcionada pelo contrato de patrocínio, o projeto gerou um retorno estimado em R$ 15 milhões.

Secretaria de Assuntos Jurídicos da Prefeitura do Recife


Jungmann aponta suposto direcionamento no Carnaval

O vereador recifense Raul Jungmann (PPS) denunciou, há pouco, um suposto direcionamento de dispensa de licitação em um dos contratos para realização do último Carnaval da cidade. Pelo terceiro ano consecutivo, o pós-comunista observou que a empresa Lead Assessoria recebeu recursos públicos para organizar a “Casa da Skol”, espaço privado da cervejaria para relacionamentos com clientes. Segundo dados do Diário Oficial apresentados pelo pós-comunista, nos três anos, a Prefeitura do Recife (PCR) repassou à Lead R$ 1,145 milhão.

Raul Jungmann questionou o fato de o município estar patrocinador um espaço privativo a um dos patrocinadores do festejo de Momo. O parlamentar não descarta ingressar com um pedido de investigação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), dependendo do posicionamento da PCR em relação à denúncia. Ele quer que a gestão cancele o valor empenhado para pagamento do serviço e que a Secretaria de Assuntos Jurídicos do município analise se, de fato, houve favorecimento à empresa.

O vereador estranhou a semelhança entre os contratos de dispensa de licitação à empresa. “Por que uma dispensa para uma mesma empresa? Se você observar, eles praticamente só mudaram os valores e os números, mas o conteúdo dos contratos são os mesmos”, assinalou. Para reforçar a existência de indícios de direcionamento de dispensa de licitação, Raul Jungmann salientou o planejamento do Carnaval feito pela PCR. Nos últimos anos, a prefeitura adotou a prática de iniciar a elaboração e até a execução de alguns contratos ainda no ano anterior ao próximo festejo, fato que se repetiu na primeira festa de Momo sob a gestão do prefeito Geraldo Julio (PSB).

Afirmando que a então candidatura de Geraldo Julio representava uma oposição ao governo do ex-prefeito João da Costa (PT), mas que a gestão é de continuidade – haja vista a presença do PT na equipe do socialista – Raul Jungmann alertou a manutenção de supostas práticas errôneas na Era Geraldo na prefeitura. “A herança maldita está devorando o novo. Esse é o preço que Geraldo está pagando por não se desvencilhar do PT”, disparou.


Camburão da Alegria encerra Carnaval

O já tradicional bloco Camburão da Alegria encerra as festejos de Carnaval do Recife. Composto em sua maioria por policiais que trabalharam durante o reinado de Momo, a alegoria percorre a Avenida Boa Viagem, a partir das 10h deste domingo (17). A concentração está sendo realizada em frente ao Castelinho e a festa segue por toda a via. A expectativa da organização é de que um milhão de pessoas acompanhem o bloco em sua edição de 2013. Neste ano, o Camburão conta com o Grupo Ondunorte, através da marca Alpino, como o principal patrocinador do evento. . A marca Alpino participou de todas as prévias do Carnaval de Recife e de metade dos camarotes do Galo da Madrugada.

Entre as atrações que vão garantir a animação da festa, estão as bandas Los Cubanos, Vilões do Forró, Nó na Madeira, Pierri Pressão e Trio do Brega com Walter de Afogados. No entanto, é a Musa do Calypso que irá fazer o famoso “Eskenta Camburão”, que marca o início do bloco e chama os cidadãos para encher a avenida. “Ao meio-dia, vamos partir com os trios. Ainda teremos o Camburãozinho, com o Palhaço Chocolate, que sempre sai na frente de todos os trios elétricos com a criançada”, disse o presidente do bloco, o coronel José Almeida.

O Camburão da Alegria vai seguir até o 2º Jardim de Boa Viagem, onde haverá a apresentação da Orquestra de Frevo da Polícia Militar. E como novidade deste ano, a banda não ficará apenas concentrada no local. “Quando finalizar a apresentação, a orquestra vai voltar todo o percurso levando o folião de volta ao ponto inicial”, revelou Sérgio Almeida. Segundo ele, o objetivo é unir diversos estilos que fazem a alegria de um bom Carnaval com diversidade. “Queremos todos os ritmos fazendo a festa. Vamos tornar a orla de Boa Viagem em um grande frevão de rua. Afinal, a avenida é do povo, lugar do povo brincar“, pontuou o presidente do bloco.

Com informações do Folhape. 


Geraldo promete Carnaval mais planejado em 2014

Planejamento deverá ocorrer até junho. Em julho, inicia a execução de alguns processos, segundo prefeito (C) (Foto: Laila Santana/Folha de Pernambuco)

Animado com os números obtidos no primeiro Carnaval sob sua gestão, o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), prometeu uma festa de Momo mais planejada em 2014, ano da Copa do Mundo. O gestor adiantou que, para o próximo Carnaval, a equipe da prefeitura realizará um planejamento até junho deste ano. E, a partir de julho, o município deverá executar alguns processos, a exemplo de licitações e contratações. O socialista fez questão de ressaltar, durante a coletiva, em mais de uma ocasião, que teve apenas 38 dias para executar a maior festa popular da cidade.

Carnaval do Recife custou R$ 30 milhões em 2013

“A grande diferença do Carnaval do próximo ano para esse é que a gente vai ter tempo para planejar. Vamos escutar as pessoas da cidade, planejar até o mês de junho para poder, a partir de julho, começar a tomar todas as providências, as contratações necessárias”, colocou o prefeito Geraldo Julio, reforçando que neste ano a preocupação da gestão foi realizar o festejo de Momo sem maiores problemas. “Tivemos a felicidade de ver o povo tão alegre nas ruas. Para o próximo ano a gente vai ter tempo, a gente vai escutar e ouvir o Recife”, acrescentou.

Apesar de dar pistas de que o próximo Carnaval será mais planejado do que o de 2013, o prefeito Geraldo Julio sugeriu que deverá manter o atual formato, de descentralização dos polos, iniciado durante a gestão do PT à frente da PCR. Segundo o gestor, a equipe da prefeitura vai estudar com as comunidades o que pode ser melhorado. “Os polos descentralizados vão permanecer e vamos estudar com as comunidades, em cada bairro, o que é que pode ser melhorado em cada um deles. Tenho compreensão que os polos são grande avanço no Carnaval do Recife”, sacramentou o socialista.

Neste ano, o Carnaval injetou R$ 603 milhões na economia do município. O custo da festa foi de R$ 30 milhões, sendo 6,5 milhões vindo de quatro patrocinadores: Ambev, Caixa Econômica Federal (CEF), Pitu e Empetur.

Dados
Embora os dados apresentados pela Prefeitura do Recife tenham sido superiores se comparados com o Carnaval do ano passado, tanto no volume de foliões participando da festa quanto na economia movimentada, o resultado foi semelhante, seguindo uma pequena tendência de crescimento. Indagado se esperava que os números fosse superiores ao obtido, o gestor socialista desconversou. “Estou muito satisfeito com o resultado. Essa é uma comparação que mostra que o Carnaval foi maior do que no ano passado. É uma evolução ao tamanho do ano passado”, despistou Geraldo Julio.


Festa de Momo movimentou R$ 120 milhões em Olinda

A ocupação hoteleira ficou em 98% (Foto:Widio Joffre)

Do FolhaPE

A prefeitura de Olinda divulgou na manhã desta quarta-feira, dia 13, o balanço do Carnaval 2013 na Cidade. De acordo com o levantamento feito, a Cidade recebeu 2,5 milhões de foliões durante os quatro dias de folia e foram injetados R$ 120 milhões na economia do município, o dobro do valor registrado em 2012. A ocupação hoteleira foi de 98% durante os dias de momo.

Os foliões contaram com 152 orquestras itinerantes nas ruas da Cidade Alta e uma orquestra fixa em frente à prefeitura, que fez a alegria das 10h às 22h de quem passava. À noite foram 64 atrações itinerantes e 35 cortejos noturnos, alem de 185 atrações nos palcos dos polos Fortim, Sítio de Seu Reis, Salgadinho, Guadalupe, Bonsucesso, Maracatus, Samba, Amaro Branco, Rio Doce e Xambá.

A programação infantil, no parque do Carmo, recebeu mais de 12 mil crianças e foram realizadas oficinas de dança, contação de histórias, shows, brincadeiras de roda, desfiles de agremiações e bonecos gigantes. A secretaria de Saúde de Olinda registro 1.221 atendimentos nos serviços de Pronto-Atendimento Adulto e Infantil, sendo 1.174 atendimentos clínicos. Mais de 217 mil preservativos foram distribuídos durante o Carnaval e 390 testes rápidos para identificação do HIV positivo foram realizados.


Geraldo Julio visita polos em toda cidade no Carnaval

Prefeito prestigiou o encontro dos Blocos Líricos do Recife, no Marco Zero, na segunda-feira de Carnaval (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Depois de visitar três polos descentralizados – Nova Descoberta, Ibura e Brasília Teimosa -, o prefeito Geraldo Julio (PSB) encerrou a última noite de Carnaval, nesta da terça-feira (12), no Marco Zero, onde acompanhou os shows de Elba Ramalho, Caetano Veloso e Alceu Valença. O socialista comemorou o sucesso da festa destacando a descentralização dos polos.

“A participação das pessoas nos polos descentralizados foi muito grande. O Carnaval foi muito animado, fomos contagiados com o envolvimento dos foliões com a festa. A gente precisa manter os polos descentralizados. Vamos nos organizar para oferecer aos foliões uma festa ainda melhor”, afirmou o prefeito.

Acompanhado pela primeira-dama do Recife, Cristina Mello, e por vários secretários municipais, Geraldo Julio cumpriu uma agenda extensa nos quatro dias de folia. O gestor passou pelos polos de Jardim São Paulo, Várzea, Boa Viagem, Pátio de São Pedro, Pátio do Terço, Casa Amarela, Chão de Estrelas, Bomba do Hemetério, Brasília Teimosa, Ibura e Nova Descoberta, além do polinho do bairro de Água Fria.

A agenda do prefeito começou pelo Galo da Madrugada, no sábado de Zé Pereira (09) – na sexta-feira, ela já havia participado da abertura da festa, no Marco Zero. À noite, Geraldo seguiu para a Central do Carnaval, onde cumprimentou foliões e funcionários envolvidos na organização do espaço. O gestor ainda esteve nos polos descentralizados de Jardim São Paulo e Várzea, quando assistiu o show dos Titãs.

No domingo de Carnaval (10), o socialista e a primeira-dama foram conferir a programação no bairro de Boa Viagem, que voltou a participar da festa com apresentações culturais em três pontos estratégicos: Parque Dona Lindu, Praça de Boa Viagem e 2º Jardim. Na Praça de Boa Viagem, Geraldo prestigiou o grupo “Frevo sobre Rodas”, composto por três cadeirantes e dois passistas da Cia Cadências.

De Boa Viagem, Geraldo Julio seguiu para o Pátio de São Pedro para ver o show de Naná Vasconcelos. O percussionista foi um dos homenageados do Carnaval deste ano ao lado do fotógrafo Alcir Lacerda, falecido em 2012. O prefeito ainda passou pelo polo de Casa Amarela para acompanhar o show do sambista Jorge Aragão.

No terceiro dia de festa (11), Geraldo e Cristina fizeram questão de participar, no Marco Zero, do encontro dos Blocos Líricos do Recife. Em seguida, o gestor visitou os polos de Chão de Estrelas, Água Fria e Bomba do Hemetério. Ao lado do governador Eduardo Campos (PSB), Geraldo acompanhou também a tradicional “Noite dos Tambores Silenciosos”, no Pátio do Terço, centro do Recife. Encerrando a noite, o prefeito do Recife assistiu aos shows de Paulinho da Viola e Alcione no Marco Zero.


Patriota se ausenta de Carnaval para cuidar de filha

Por motivos de doença na família, o prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota (PSB), precisou se ausentar, nesta segunda-feira (11), da programação do Carnaval do município para acompanhar a filha Juliana na cidade do Recife.

Juliana teve paralisia facial, mas seu o quadro é estável. Como requer cuidados especiais, a filha foi transferida para o hospital da Unimed, na capital pernambucana.


Número de mortes nas estradas cai 25,4%

Agência Brasil (Brasília) – O número de mortes nas estradas caiu 25,4% neste carnaval, segundo o balanço parcial divulgado hoje (11) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Nos três primeiros dias do feriado prolongado, de sexta-feira (8) a domingo (10), foram registradas 97 mortes. No mesmo período do ano passado, a PRF já havia contabilizado 130 mortes.

O número de feridos também teve redução de 15,7% – foram 1.303 ocorrências em 2012 e 1.098 neste ano. A PRF informa ainda que, no mesmo período, houve queda de 2,6% no número de acidentes – ano passado foram 2.051 registros e, neste carnaval, já aconteceram 1.997 acidentes.

“Conforme havíamos previsto, ultrapassamos o número de testes de embriaguez feitos no carnaval passado, batendo o novo recorde histórico, com 42.661 testes aplicados”, disse à Agência Brasil o inspetor Fabiano Moreno, da PRF.  Leia Mais


Eduardo tem agenda intensa na segunda de Carnaval

A maratona teve início nessa manhã, com a 9ª edição do Carnaval Mesclado, na Casa da Rabeca do Brasil, em Olinda (Foto: Aluísio Moreira / SEI)

O governador Eduardo Campos (PSB) dá continuidade à agenda intensa neste Carnaval. Só nesta segunda-feira (11), o socialista visita as cidades de Olinda, Nazaré da Mata e Paudalho, além de comparecer à Noite dos Tambores Silenciosos, no Pátio do Terço, centro do Recife. A maratona teve início nessa manhã, com a 9ª edição do Carnaval Mesclado, na Casa da Rabeca do Brasil, em Olinda.

Acompanhado pela primeira dama, Renata Campos, do prefeito de Olinda, Renildo Calheiros (PCdoB), e sua esposa Eveline Amaral, e dos secretários estaduais Tadeu Alencar (Casa Civil), Alberto Feitosa (Turismo), Fernando Duarte (Cultura) e André Correira (presidente da Empetur), Eduardo ainda conferiu o tradicional encontro de maracatus rurais, de baque solto, baque virado e caboclinhos, que ocorreram nas proximidades, no Espaço Ilumiara.

Na ocasião, recebeu um quadro com a figura do rabequeiro Mestre Salustiano das mãos de seu filho e organizador do evento, Pedro Salustiano.

“Sempre vim para a Casa da Rabeca antes de estar no Governo e vim todos os anos como governador para aplaudir aos que fazem a cultura popular pernambucana. Estamos muito felizes por estarmos fazendo o melhor Carnaval que esse Estado já viu. Vim prestar essa homenagem, em nome do meu amigo Mestre Salustiano, que é parte da riqueza e do espírito dos pernambucanos”, destacou o socialista.

A programação carnavalesca de Eduardo Campos segue na tarde desta segunda-feira, com visitas a outros dois polos tradicionais do Interior: Nazaré da Mata e Paudalho. O governador ainda comparecerá à Noite dos Tambores Silenciosos, no Pátio do Terço, centro do Recife.


Emlurb recolhe mais de 160 toneladas de lixo

A Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) recolheu, no último sábado (09), dia do desfile do Galo da Madrugada, mais de 160 toneladas de lixo das ruas do centro da cidade e do Recife Antigo. O número foi 7,7% maior do que a quantidade coletada no ano passado, superando em 12,5 toneladas.

Na sexta-feira (08), após a abertura do Carnaval, as equipes de garis iniciaram o trabalho de limpeza e coletaram aproximadamente 72 toneladas de resíduos, preparando a cidade para receber o Galo e as atrações do Recife Antigo.


Ibedec alerta sobre cuidados com gastos no Carnaval

Agência Brasil (Brasília) – Com a chegada do carnaval, o clima de festa e alegria toma conta do brasileiro que logo pensa em viajar e curtir a folia em blocos ou trios elétricos. Para quem deixou os preparativos para última hora, o presidente do Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec), José Geraldo Tardin, lembra que os pacotes já estão mais caros e que é preciso ter cuidado para evitar que o clima de festa “contamine” o orçamento do folião – que pode comprar por impulso e comprometer a renda de um grande período.

Ele destaca que é preciso fazer pesquisas e desconfiar de pacotes muito baratos, uma vez que pode se tratar de golpe. Também é preciso ter cuidado com o uso dos cartões de crédito e débito.

“Ele [o folião] não pode esquecer que o pagamento com o cartão de crédito é o mesmo que estar antecipando o salário. Uma pessoa que ganha R$ 5 mil e compra um pacote de carnaval de R$ 3 mil, em cinco vezes, precisa entender que está comprometendo R$ 600 (12%) do salário dos próximos meses”, alertou.

(null)


Pernambuco comemora o Dia do Frevo neste sábado

(Foto: Júlio Gomes/Divulgação)


Enquanto você cai na folia, eles estão trabalhando

Por Kleber Nunes
Da Folha de Pernambuco

Os clarins que soam na manhã do Sábado de Zé Pereira anunciam o início da maior festa popular do mun­do. Para muitos, significa que é chegada a hora de vestir a fantasia, caprichar no adereço e cair na brincadeira do Carnaval. Entretanto, para outros, a melodia avisa que é o início de quatro dias intensos de trabalho, mas que compensam com um bom faturamento, que chega logo na melancólica Quarta-Feira de Cinzas. A Folia de Momo é um dos períodos mais interessantes para quem quer ganhar um dinheiro extra. O retorno é tão bom que há quem transforme o negócio temporário na única fonte de renda da família, montando seus negócios especificamente em eventos.

Há 13 anos a comerciante Erlane Cavalcanti, de 37 anos, se dedica à venda de alimentos e bebidas em grandes eventos festivos. Tudo começou no período do Carnaval. “É a festa que dá para ganhar mais dinheiro. O movimento é maior, principalmente aqui no Recife”, garantiu. A barraca é montada na avenida Marquês de Olinda, no Recife Antigo, três dias antes do início oficial da festa. O espaço de pouco mais de dois metros quadrados é ocupado por cinco pessoas. “Pegamos o movimento das últimas prévias. Ao todo, passamos uma semana de muito trabalho, mas vale a pena”, assegura.

Moradora de Dois Unidos, na Zona Norte da Capital, Célia Lopes, 42, há oito anos se muda para o Recife Antigo no período do Carnaval. “Fevereiro é o mês mais aguardado. Enquanto os outros aproveitam a festa, eu aproveito para ganhar um dinheiro. Ultimamente tem sido melhor ainda com a chegada de mais turistas a cada ano. Ruim é quando chove, mas a expetativa é de vender muito mais este ano”, afirma a vendendora de lanches.

Quem não trabalha diretamente ligado ao Carnaval também pode aproveitar a festa para aumentar a renda. A gerente da Vert et Rouge, nas Graças, loja que oferece roupas para aluguel, Roseane Pires, 33, contou que em fevereiro para garantir boas vendas o estabelecimento se rende à folia e disponibiliza fantasias. “São itens sazonais, mas que nos garantem uma ótima movimentação e, claro, um aumento no faturamento do mês”, revela.

E não é só o comércio que se beneficia com as oportunidades de trabalho que surgem com o Carnaval. Quem é do setor de serviços também pode aproveitar a festa para faturar mais. É o que faz o taxista Juan Bastos, 56, que faz questão de aproveitar a demanda de passageiros nos principais polos do Recife. “Em uma noite eu faturo o dobro de um dia comum inteiro. É uma época muito boa para ganhar dinheiro”, diz. A expectativa para a folia desse ano é ainda maior. “Com a nova Lei Seca tenho certeza de que as pessoas não vão querer se arriscar, o que é muito bom para quem trabalha como taxista”, acrescenta Bastos.