Queiroz ganha resposta até nos carros de som de Miriam

A coligação da candidata à Prefeitura de Caruaru, Miriam Lacerda (DEM), foi mais uma vez punida pela Justiça Eleitoral. Dessa vez, trata-se de uma condenação pouquíssimas vezes vista nas eleições pelo Brasil: direito de resposta em carro de som. Isto porque a democrata acusou o atual gestor e candidato à reeleição, José Queiroz (PDT), de obrigar servidoras municipais a comparecerem à caminhada das mulheres – que reuniu mais de 30 mil pessoas no último dia 12.

direito_resposta_carrodesom

“De forma evidente, e sem qualquer prova até o momento que tal ‘constrangimento’ tenha realmente ocorrido, constitui-se fato sabidamente inverídico, portanto, sem margem para dúvidas que houve violação ao art 58 da Lei 9.504/97”, afirmou o juiz eleitoral de Caruaru, Pierre Souto Maior, em sentença publicada há pouco.

Após a decisão, os carros de som de Miriam serão obrigados a circular por pontos específicos da cidade com o direito de resposta em favor de Zé Queiroz.


Humberto desconversa sobre eventual derrota do PT

Caindo em todas as pesquisas de intenção de votos, o candidato a prefeito do Recife pelo PT, Humberto Costa, preferiu minimizar a culpa de uma possível derrota neste pleito. Indagado pelo Blog a quem poderia ser atribuída à perda na disputa eleitoral, o petista mostrou certeza da ida para o segundo turno do embate. Confiante, Humberto cravou que amostragens são apenas “referências”. “O que vale é a mobilização que está sendo feita nas ruas e o voto no dia da eleição”, colocou.

Humberto: “Geraldo não vai ter autonomia na PCR”

“Não existe isso de derrota. Estamos em plena disputa eleitoral. Vamos chegar ao segundo turno e ganhar a eleição. Não vamos discutir culpa de derrota quando sequer há uma eleição definida. Vamos chegar ao segundo turno. Pesquisa é apenas uma referência”, desconversou.

O candidato do PT deu uma passagem na entrega da medalha do Mérito José Mariano, da Câmara do Recife, ao ex-secretário de Assuntos Jurídicos da cidade, Cláudio Ferreira (PT). A comenda foi proposta pelo parlamentar Luiz Eustáquio (PT).


Jacinto renuncia candidatura e PRTB o substituirá

(Foto: Laila Santana/Folha de Pernambuco)

Em decisão anunciada agora a pouco, o candidato a prefeito do Recife, Esteves Jacinto (PRTB), anunciou a desistência de concorrer ao pleito nesta eleição. Apesar da saída, o PRTB informou que substituirá o postulante e espera que até a sexta-feira (21) possa regularizar a situação do novo prefeiturável e exibi-lo no guia eleitoral, na televisão e na rádio.

De acordo com o presidente estadual do PRTB, o pastor Edinázio Silva, o partido possui uma lista com pelo menos cinco nomes. Um deles deverá ser “sacado” até esta quinta-feira (20) para representar o partido nesta disputa. O dirigente renovador enfatizou que era importante para legenda disputar esta eleição para fortalecer a sigla, além de apresentar propostas. Entre os prováveis indicados, há micro-empresários e religiosos do segmento evangélico, maiores apoiadores do PRTB.

Esteves Jacinto alegou que o alto volume de ações na Justiça Eleitoral – a maioria fora impetrada pelo PSB do candidato Geraldo Julio – o levou a desistir de concorrer ao pleito. Na opinião do ex-postulante, a manutenção da sua candidatura poderia acarretar em um prejuízo ao partido. Parte da chapa de candidatos a vereador do Recife esteve presente.

Com informações de Carol Brito, repórter da Folha de Pernambuco


Paulista: Matuto faz adesivaço, Leite caminhada

O candidato a prefeito de Paulista pelo PT, Sérgio Leite, faz uma caminhada logo mais, às 15h30, no Conjunto Beira Mar, no Janga. A concentração da caravana será no terminal de ônibus do bairro. Pela manhã, o petista visitou o colégio estadual da Tabajara, em Cidade Tabajara, no Chã de Mangabeira, onde apresentou suas propostas aos alunos.

Já o candidato do PSB, Junior Matuto, e vice, Jorge Carreiro (PCdoB), programou para esta quarta-feira (19) um adesivaço em veículos. No domingo (23), haverá a primeira carreata de campanha. A concentração será a partir das 8h, em frente ao comitê central, na avenida Rodolfo Aureliano, na PE-15, em Vila Torres Galvão.


Duque promete creche em bairro de Serra Talhada

(Foto: PT/Divulgação)

Em comício no bairro da Vila Bela, o candidato a prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), prometeu construir uma creche para a população. Ao lado da vice Tatiana Duarte (PSC) e do atual prefeito, Carlos Evandro (sem partido), o petista comemorou ainda a inclusão de 1.800 crianças na pré-escola e a garantia de que ainda serão instaladas creches em outras comunidades de Serra.

“Com recursos do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) vamos garantir uma creche também no bairro Vila Bela”, assegurou o prefeiturável. Duque lembrou que o município possuía apenas 300 crianças, de 0 a 6 anos, na educação pré-escolar antes de assumir o governo ao lado do prefeito Carlos Evandro.

“Antes de assumirmos tínhamos apenas 300 crianças na pré-escola. E agora temos 1.800. É a prova de que a nossa terra está passando por uma revolução na educação. Isso é fruto do nosso compromisso”, afirmou Luciano, levando os números para serem festejados também no guia de rádio da coligação, veiculado na manhã desta quarta-feira (19).

O petista comemorou ainda o avanço do município no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), em 2011. “Porque nós atingimos, em 2011, a meta estipulada pelo Ideb para o ano de 2013”, destacou Duque. Nesta quarta, Duque Tatiana convocam a militância, pela terceira vez consecutiva, ao bairro do Bom Jesus, o maior da cidade. O porta a porta começa a partir das 19 horas.


Em Bonito, socialista faz caminhadas simultâneas

O prefeito de Bonito e candidato à reeleição, no Agreste do Estado, Ruy Barbosa (PSB), promoverá nesta quarta-feira (19), a partir das 19h30, duas caminhadas simultâneas. Um envolverá o eleitorado masculino, com concentração no Artusão, ao lado do hotel. Já a outra com as eleitoras do socialista, saindo do comitê.

Já na quinta-feira (20), às 16h, será a vez de atividade política em Guaretama. Na sexta-feira, dia 21, estará em Santa Cruz do Capibaribe em reunião com comerciantes no Clibe Ypiranga.

Para fechar a agenda no sábado é a vez de atividade no Rodeador, às 19h30, e no domingo, às 16h, na comunidade de Estreito do Norte. De 2009 até 2012, Ruy Barbosa investiu aproximadamente R$ 111 milhões em obras.


Daniel Coelho começa a atrair aliados de rivais

(Foto: Peu Ricardo/Folha de Pernambuco)

Por Mirella Araújo
Da Folha de Pernambuco

O mais novo alvo do PT e PSB, desde que apareceu empatado com o candidato petista Humberto Costa, segundo pesquisa do Datafolha, o prefeiturável Daniel Coelho (PSDB) além de preocupar seus principais adversários por estar garantindo seu lugar no segundo turno, também tem despertado atenção de vereadores de outros partidos. “Diversos vereadores, nesta última semana, têm procurado nosso comitê em busca de material de propaganda majoritário. Eles alegam que nossas propostas são as melhores e as pessoas das suas comunidades também reconhecem isso”, afirmou Coelho. Nos bastidores o comentário é de que nomes do PP, partido que integra a coligação com o PT, estariam cogitando a possibilidade de apoiar o tucano. “Não estou sabendo de nenhuma articulação sobre isso. O que acontece é a procura de forma espontânea, mas nada institucional”, disse Daniel.

Na defensiva e sem procurar polemizar os últimos ataques que vem sofrendo, o candidato rebateu as críticas feitas por seus rivais. Na última segunda-feira, o guia do socialista Geraldo Julio ironizou a permanência das placas do tucano e de Humberto, chamando-os de “tomate e abacate”. Sem demonstrar qualquer tipo de preocupação, Coelho declarou que a propaganda prejudica apenas o próprio Geraldo Julio. “Eu queria que isso fosse todo dia ao ar, pois a peça pega muito mal para ele, que está mentindo abertamente. Ele tirou as placas das ruas porque responde a 77 processos por colocar material em local irregular, como também foi condenado por trabalho infantil”, retrucou o tucano.

A partir deste momento até a decisão das urnas em outubro, Daniel afirma que manterá seu posicionamento propositivo e considera a atitude dos adversários de “desespero”. Segundo ele, quem escolherá entre o representante do atraso e aquele que é a real mudança será o eleitor do Recife. “O PT hoje representa o atraso e João da Costa representa isso. Eles estão completamente desesperados e esqueceram, inclusive, de apresentar propostas e de fazer campanha”, afirmou. Diante dos ataques, o candidato do PSDB garantiu que não pretende revidar na mesma moeda, ou seja, não entrará com recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) contra as inserções do PT e o guia eleitoral de Geraldo Julio.

Ontem, na caminhada realizada no bairro do Totó, o tucano apontou que os principais problemas enfrentados pelos moradores do local dizem respeito ao transporte público, a estrutura precária do Centro Social Urbano, das escolas e postos de saúde, além da falta de abastecimento.


Mendonça Filho quer “reflexão” do eleitor

(Foto: Mauro Akin Nassor/Folha de Pernambuco)

Por Monaliza Brito
Da Folha de Pernambuco

O candidato a prefeito do Recife pelo DEM, Mendonça Filho, não pretende implementar modificações no ritmo de sua campanha, apesar da proximidade com a reta final. “Acho que mantive até aqui um bom ritmo. O que vou fazer é continuar trabalhando com o corpo a corpo, com o contato com os eleitores, tentando traduzir meu discurso”, destacou o candidato. “Quero mostrar ao eleitor a necessidade de fazer uma reflexão sobre esse movimento de migração de votos”, completou o prefeiturável.

O democrata afirmou que pretende insistir na tese que nomeou como “voto útil”, que defende uma migração de seus eleitores para outros candidatos como uma tentativa de tirar o PT da disputa. “Na verdade, o eleitor quer votar em mim”, reforçou o candidato, admitindo a possibilidade, embora sem confirmação, de abordar a ideia em suas inserções partidárias. O espaço do democrata para propaganda na TV pode ter alterações neste período.

“A mensagem política começou a ser passada nas inserções”, afirmou Mendonça, contando que, em sua última peça de comunicação, deixou de lado a apresentação de propostas para abordar a questão da experiência política. O prefeiturável acredita que terá uma chance de tocar os eleitores e reforçar sua mensagem nos próximos debates agendados, quando terá espaço igual ao dos demais nos meios de comunicação. “Do ponto de vista de tempo de TV, temos um espaço semelhante a candidatos como Roberto Numeriano e Edna Costa”, lembrou o democrata, referindo-se aos candidatos que têm tido pontuações inferiores às suas nas pesquisas.

Mendonça conta que, por causa dessa restrição de tempo, precisou reduzir a quantidade de propostas apresentadas na TV, para ajudar o eleitor a assimilar suas ideias através da repetição.


Administração do prefeito tem 81% de reprovação

Por Amanda Seabra
Da Folha de Pernambuco

A população do município de Moreno parece estar bastante insatisfeita com a gestão do prefeito Edvard Bernardo (PMDB), que está no segundo mandato. Pelo menos é isso que aponta a pesquisa do Instituto Exatta. De acordo com o levantamento, a administração do peemedebista é desaprovada por 81% dos habitantes contra apenas 12% que aprovam a gestão. Ainda de acordo com a consulta, 8% dos entrevistados não souberam responder ou não opinaram. A situação delicada do prefeito pode, inclusive, estar prejudicando o desempenho do candidato apoiado por ele, Alfredo Costa (PCdoB), que tem apenas 6% das intenções de voto.

A maior desaprovação do atual prefeito está entre os eleitores mais jovens de Moreno, com idades que variam de 16 a 24 anos. Nesse grupo, o peemedebista registrou um índice de 88% de reprovação. Já com relação ao grau de instrução dos entrevistados, a pior colocação de Edvard foi no grupo que cursou o segundo grau, onde ele figurou com um percentual de 89%. Quando os entrevistados são separados por classe social, a maior reprovação do atual gestor fica por conta do grupo que pertence à B, onde ele registrou um índice de 83%.

Se por um lado Edvard Bernardo não é um bom cabo eleitoral, o candidato apoiado pelo governador Eduardo Campos (PSB), que neste caso é Dilsinho, tem grandes chances de vitória, especialmente, se o critério para uma previsão for a avaliação da gestão estadual. O governador obteve uma aprovação de 90%, de acordo com a pesquisa do Exatta, contra apenas 7% que não aprovam. Segundo a consulta, 4% dos eleitores não souberam responder ou não opinaram.

PRESIDENTE

O governo da presidente Dilma Rousseff (PT) também foi muito bem avaliado entre os cidadãos de Moreno, porém os seus números parecem não refletir no candidato petista da cidade, Ubirajara Paz, que tem apenas 6% das intenções de voto. Dilma Rousseff recebeu 89% de aprovação na pesquisa, contra apenas 6% de desaprovação. Ainda de acordo com a consulta, 5% dos entrevistados não souberam responder ou não opinaram.


Dilsinho abre vantagem em Moreno

Por Amanda Seabra
Da Folha de Pernambuco

O candidato do PSB a prefeito de Moreno, Adilson Gomes Filho, conhecido como Dilsinho, está liderando a disputa no município, de acordo com a pesquisa realizada pelo Instituto Exatta. O prefeiturável obteve 46% das intenções de voto, segundo o levantamento, um índice bastante relevante, já que é a sua primeira disputa nas urnas. Em segundo lugar, com 24 pontos percentuais atrás, figura o ex-prefeito Vavá Rufino (PSDB), que tenta ocupar o cargo pela quarta vez. O tucano registrou 22% da preferência dos eleitores. A pesquisa do Exatta foi feita entre os dia 7 e 9 deste mês, com 400 entrevistados, o que confere uma margem de erro de 4,9 pontos percentuais para mais ou para menos e um índice de confiança de 95%.

Além dos dois primeiros colocados na pesquisa, os cidadãos de Moreno têm outras duas opções para votar. Um deles é o candidato do PT, Ubirajara Paz, que é vereador da cidade. O prefeiturável petista obteve 6% das intenções de voto e empatou no terceiro lugar com o postulante do PCdoB, Alfredo Costa. Ainda de acordo com a consulta do Exatta, 9% dos entrevistados afirmaram que votariam em branco ou nulo, e 11% não souberam ou não opinaram sobre o assunto.

Já na pesquisa espontânea, ou seja, aquela em que o entrevistador não apresenta os nomes dos candidatos, a diferença entre os dois melhores posicionados cai para 21 pontos percentuais. Nesse cenário, Dilsinho, que conta com o forte apoio do governador Eduardo Campos, registrou um percentual de 41% contra 20% de Vavá. Tanto Ubirajara Paz quanto Alfredo Costa caíram para 5% neste cenário. Ainda segundo o levantamento espontâneo, 9% dos entrevistados votariam em branco ou nulo, e 21% não souberam responder ou não opinaram.

Os eleitores de Moreno também foram questionados sobre quem eles acreditam que ganhará a eleição, independente das suas intenções de voto. As respostas mais uma vez colocaram Dilsinho em uma posição privilegiada, já que 58% dos entrevistados responderam que seria ele o vencedor. O índice indica que até eleitores de outros candidatos acreditam no êxito do socialista. Apenas 16% dos entrevistados levam fé na vitória de Vavá e apenas 4% acreditam que o prefeito será Alfredo Costa. Vinte e dois por cento não souberam responder ou não opinaram.

REJEIÇÃO

Quando os entrevistados em Moreno foram questionados sobre em quem eles não votariam de jeito nenhum, a maior rejeição recaiu sobre o ex-prefeito Vavá Rufino, que registrou um índice de 39%. No segundo lugar deste ranking, está o candidato comunista Alfredo Costa, que figurou com 17% das respostas negativas. Só então chega a vez do postulante atualmente mais forte no município, Dilsinho, que obteve uma rejeição de 14%, mesmo percentual do candidato petista, Ubirajara Paz. A pesquisa também revelou que 15% dos eleitores não rejeitam nenhum dos candidatos postos e 16% não souberam responder ou não opinaram sobre o tema.


Aécio minimiza entrada de Dilma na campanha de Patrus

(Foto: Antônio Cruz/ABr)

AE – Principal cabo eleitoral do prefeito Marcio Lacerda (PSB), candidato à reeleição em Belo Horizonte, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) minimizou nesta terça o efeito da participação da presidente Dilma Rousseff na campanha do ex-ministro Patrus Ananias (PT). O petista é o principal adversário do prefeito na capital e, além de declarações nos programas da propaganda eleitoral gratuita, a coordenação da candidatura de Patrus tenta agendar uma participação pessoal da presidente em ato na cidade.

Desde o início das eleições, a campanha petista usa declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que também participou de comício ao lado do candidato na capital mineira. Na semana passada, os programas do PT passaram a exibir também declarações de Dilma pedindo votos para o ex-ministro. No entanto, Patrus permanece atrás de Lacerda nas pesquisas de intenção de votos. “A presidente Dilma, legitimamente, já está na campanha eleitoral há muitos dias. Isso não alterou a campanha”, avaliou Aécio.

Provável candidato presidencial em 2014, o tucano, que é presença constante na propaganda eleitoral de Lacerda, ainda ironizou a campanha petista que “joga todas as fichas” na “eventual vinda da presidente”. “Todos que nos visitam são muito bem vindos a Belo Horizonte. A própria presidente Dilma Rousseff é muito bem vinda. (Mas) talvez os belo-horizontinos apreciassem mais se, ao invés apenas da presença eleitoral, tivessem já chegado aqui os recursos do metrô, da Fernão Dias, do Anel”, disse, referindo-se a obras federais reivindicadas no Estado. “Mas é legítimo, é do jogo partidário”, acrescentou.
Leia Mais


João da Costa e Geraldo juntos até em placa

(Foto: Leitor do Blog/Divulgação)

O candidato a vereador do Recife, Felipe Francismar (PSB), encontrou um modo de acabar com a “inconveniência” de o prefeito João da Costa (PT) declarar apoio ao prefeiturável Geraldo Julio (PSB): em seu material de campanha, o postulante à Casa de José Mariano juntou os retratos do gestor petista com a do candidato socialista à PCR para pedir voto ao eleitorado recifense. Além deles, há a presença do deputado Francismar Pontes (PSD), pai do candidato.

A posição dúbia do prefeito vem estressando a campanha do candidato Humberto Costa, do PT. O nervosismo é tamanho que o postulante petista questionou a serviço de quem João da Costa está nesta campanha, colocando que o correligionário não declarou apoio a sua postulação, mas alivia nos revides às críticas do socialista Geraldo Julio. As queixas de Humberto não ficaram sem resposta pelo gestor, que disparou ter direito de opinar sobre a estratégia adotada pelo partido nesta eleição.

Em resumo: essa propaganda do candidato a vereador vem bem a calhar para o prefeito, não acha?


Deputado socialista declara apoio a Betinho, no Cabo

(Foto: PSDB/Divulgação)

“O meu partido está com o outro candidato, mas eu estou com Betinho Gomes porque entre o partido e a moral eu escolhi ficar com a moral”. Foram com essas palavras que o deputado federal Pastor Eurico (PSB) declarou apoio ao candidato a prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Betinho Gomes (PSDB). O apoio oficial aconteceu na noite da segunda (17), durante uma cerimônia realizada na sede da Associação de Comerciantes do município.

Na presença de lideranças do segmento evangélico, o parlamentar socialista assumiu publicamente o apoio ao tucano, seguindo a linha dos dissidentes do seu partido. No início desta campanha, dois integrantes do PSB entregaram uma carta ao diretório municipal pedindo afastamento da legenda para declarar apoio a Betinho. No Cabo, o PSB tem candidatura, com Vado da Farmácia. “Entre a decisão partidária e a minha consciência, fico com a segunda opção”, declarou o deputado Eurico.

O parlamentar disse ainda que o Cabo terá cadeira cativa em Brasília na gestão de Betinho. “Estou aqui, pois acredito neste projeto. Ainda temos mais dois anos de mandato, enquanto estivermos lá, o Cabo terá um gabinete em Brasília”, garantiu. O tucano agradeceu o apoio conquistado durante a campanha. “Estamos aprendendo muito e firmando várias parcerias durante essas eleições. Sabemos que junto com os aliados e com o povo podemos fazer mais pela cidade do Cabo”, declarou o postulante.


Cumaru: Juiz deu direito de resposta em cima de outro

Coordenador jurídico de campanha do DEM em Caruaru, o advogado Marcílio Cumaru afirmou que vai entrar com a defesa na Justiça Eleitoral para reverter à decisão do juiz Pierre Souto Maior. O magistrado, no domingo (16), expediu duas sentenças em que concede 15 minutos de direito de resposta ao prefeito e candidato à reeleição, José Queiroz (PDT), pelo fato do guia democrata usar a palavra crime no guia, ao comentar sobre o “caso Alto do Moura”.

Justiça pune Miriam e concede 15 minutos a Queiroz

De acordo com Cumaru, o processo nº 151.40-2012 – que dava cinco minutos ao pedetista – foi suspenso pelo próprio juiz, haja vista que não indicou em quais emissoras o vídeo foi veiculado. A representação da Frente Popular somente indicou os horários em que foram exibidas as inserções. Marcílio Cumaru colocou que o magistrado concedeu o direito de resposta a José Queiroz baseado num direito conquistado por Miriam Lacerda, através de uma ação na Justiça, anteriormente.

“O juiz deu direito de resposta ao candidato do PDT em cima de um direito de resposta que a gente havia pleiteado. E ainda assim porque usamos a palavra crime no guia, ao falar que houve injúria sobre o caso. O caso em si do Alto do Moura foi julgado procedente à Miriam. Foi uma questão meramente de terminologia”, resumiu Marcílio Cumaru. “Vamos manter a inserção, que aponta que Queiroz foi condenado por injúria, mas vamos retirar a palavra crime”, garantiu.

O advogado da candidata do DEM mostrou-se incomodado com a interpretação feita pelo magistrado, classificando como equívoco a decisão tomada pelo juiz Pierre Souto Maior. “Acredito que ele (o juiz) está equivocado. Até onde sei calúnia e injúria são crimes. Vamos recorrer ao tribunal eleitoral Não há decisões em que apontem a possibilidade de conceder direito de resposta por conta de outro direito de resposta. Quando as pessoas não utilizam as resposta corretamente, a Justiça determina a perda do espaço, mas não conceder outro”, arrematou.


Justiça pune Miriam e concede 15 minutos a Queiroz

DECISÃO_altodomoura2_1709

A Justiça Eleitoral em Caruaru concedeu 15 minutos de direito de resposta ao prefeito e candidato à reeleição, José Queiroz (PDT), penalizando a campanha da candidata Miriam Lacerda (DEM), tanto no guia eleitoral, quanto nas inserções de TV. O juiz Pierre Souto maior entendeu que a democrata divulgou um fato sabidamente inverídico ao afirmar que o pedetista havia sido condenado por crime de injúria.

“Os representados (DEM) tem a plena consciência de que o representante, Sr. José Queiroz, não foi condenado por crime de injúria por este juízo, no que chamam de ‘Caso do Alto do Moura’…”, afirmou o juiz Pierra Souto Maior, em seu despacho. Foram duas as sentenças obrigando o DEM a ceder espaços a José Queiroz.

DECISÃO_altodomoura1_1709

Esta é a quinta condenação da propaganda eleitoral de Miriam Lacerda, que já chegou a perder metade do tempo do guia por infringir a legislação eleitoral. No guia veiculado nesta segunda (17), por exemplo, Miriam teve que dar um minuto de direito de resposta a Queiroz.

“Estamos fazendo uma campanha propositiva, sem agressões, mas não podemos ficar calados diante do que vem acontecendo. A Justiça tem entendido que nossos adversários insistem em descumprir a lei e nos atacar”, afirmou o coordenador jurídico da campanha, Bruno Martins.