OPINIÃO

Vasco vem fazendo o esperado na Série B

Publicado por reporter, em 25.05.2016 às 11:40

 

Nenê, do Vasco, já é o artilheiro do Brasileiro da Série B (Divulgação)

Márcio Cruz

A terceira rodada da Série B se encerra com Bahia x Joinville nesta quarta-feira (25), às 19h30, na Arena Fonte Nova, em Salvador, mas já mostra algumas tendências.

A primeira, e já esperada por muitos, era que o Vasco partisse como principal favorito ao título da competição.

Em campo, o time do meia Nenê, que já é o principal artilheiro, com cinco gols, conseguiu ao bater o Vila Nova/GO, nesta terça-feira (24), no Mané Garrincha (Brasília) assumir a liderança isolada por ter, em três vitórias, feito sete gols e não ter sofrido nenhum.

Na cola, também com três vitórias e 100% de aproveitamento, o não tão consistente Atlético/GO.

Afinal, venceu todos os seus jogos por 1×0 – muitos queriam estar na mesma pisada -, o último deles contra o Ceará, nesta terça, em pleno Castelão, em Fortaleza.

Completam o grupo dos quatro mais bem classificados o Criciúma/SC (sete pontos) e o Brasil de Pelotas (com seis).

Um pouco distante do bolo está o Náutico que, ao perder do Londrina, também na terça, segue sem vencer fora de casa (a primeira derrota foi para o Criciúma).

Ou seja, com os mesmos três pontos somados ao ganhar do Vila Nova/GO, dia 17, na Arena Pernambuco, despencou quatro posições – está em 15º e pode cair para sexto se o Joinville/SC empatar com o Bahia.

Mas o pior foi ver o Alvirrubro perdido em campo, principalmente pelas muitas alterações que estão sendo feitas pelo técnico Alexandre Gallo.

O conjunto deixado por Gilmar Dal Pozzo vem sofrendo mudanças por conta dos novos reforços, desfalques, e, em alguns setores como o ataque, conseguiu a façanha de ficar ainda pior.

Portanto, vencer o Sampaio Corrêa/MA, sexta-feira (27), às 21h30, na Arena Pernambuco, passou a ser obrigação para a formação cada vez mais jovem do Timbu.

Tudo sob pena da distância para o G4 aumentar ainda mais.

 

 


Fla já sonda técnicos para lugar de Muricy

Publicado por reporter, em 25.05.2016 às 09:09

 

 

Sampaoli vem recebendo mais de R$ 1 milhão por mês de salário (Divulgação)

 

Márcio Cruz

Definitivamente o Flamengo não faz uma boa temporada. Foi detonado nas semifinais do Campeonato Carioca para o velho rival Vasco; desclassificado na Copa do Brasil para o Fortaleza, no Rio de Janeiro; e, na Série A, conseguiu apenas vencer o Sport na primeira rodada.

Depois, perdeu para o Grêmio no Olímpico por 1×0 domingo passado (22) e, em meio à preparação para o duelo com o bom Chapecoense/SC, amanhã, às 21h, no Raulino Oliveira, em Volta Redonda, ainda não sabe se contará mais com o técnico Muricy Ramalho.

Para quem não se lembra, Muricy sentiu uma arritmia cardíaca recentemente e, por pedido da família, pode voltar a deixar de trabalhar como já aconteceu no São Paulo, em 2014.

Portanto, além dos ajustes que precisa fazer com as contratações de reforços, o clube da Gávea já começa a sondar alguns nomes para substituir o atual comandante

O foco do principal do torcedor do Urubu é que os dirigentes invistam na vinda do argentino e ex-técnico da Seleção Chilena, Jorge Sampaoli.

Porém, a pedida é de mais de R$ 1 milhão por mês e o Flamengo sequer engatilhou uma negociação.

Sem chances, a bola da vez passa a ser Abel Braga (Abelão), mas ele também precisa baixar o patamar salarial para a faixa dos R$ 400 mil.

Situação do Mengão não é fácil!


Gringos do Leão são barrados para duelo com Inter

Publicado por reporter, em 24.05.2016 às 16:30

Chileno González (C) e Lenis (D) são alvos das críticas da torcida (Foto: Anderson Stevens/FolhaPE)

 

Márcio Cruz

A torcida leonina não estava aguentando mais o fraco futebol apresentado pelos gringos Mark González (chileno) e Reinaldo Lenis (colombiano) e o técnico do Sport, Oswaldo de Oliveira, resolveu sacá-los do time para a partida com o Internacional, nesta-quinta (26), às 16h, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

A medida pode ser até uma forma de preservá-los, pois a chance de vitória no Rio Grande do Sul é muito pequena.

Com isso, ambos podem ficar no Recife e se condicionar um pouco mais fisicamente para a partida de domingo com o Corinthians, às 11h, na Ilha do Retiro.

Com a volta de Rithely, que cumpriu suspensão, Serginho será mantido meio em lugar do chileno, enquanto Everton Felipe atuará como meia na vaga do colombiano. Com isso, Diego Souza jogará mais perto da área ao lado Vinícius Araújo.

A falta de confiança no próprio desempenho também foi assunto levantado pelo comandante do Rubro-negro em relação aos seus atletas.

Segundo ele, enquanto os bons resultados não começarem a acontecer, a tendência é que a pressão vinda das arquibancadas aumente.

E, para quem vem de longe como Mark González e Reinaldo Lenis, esse tipo de situação pesa um pouco mais.

Para se ter uma ideia, até o lateral-esquerdo Renê, que é piauiense está no clube no clube desde as divisões de base, sentiu os apupos vindos das arquibancadas, domingo passado, quando o Sport não passou de um empate por 1×1 com o Botafogo, no Recife.


Quando a fase é boa, toda Santa ajuda

Publicado por reporter, em 24.05.2016 às 11:05

Volante coral Uilliam Corrêa acertou o setor de armação tricolor (Flávio Japa/Arquivo Folha)

 

Márcio Cruz

Quando a fase é boa todo santo(a) ajuda.

O Santa Cruz, por exemplo, pega o Cruzeiro nesta quarta-feira (25), às 21h45, no Arruda, ainda em formação e com vários problemas em sua escalação agora a cargo do técnico português, Paulo Bento.

Para se ter uma ideia da fase ruim dos mineiros, nas duas primeiras rodadas a Raposa perdeu para o Coritiba por 1×0, no Couto Pereira, dia 14, e, mesmo no Mineirão, no último sábado (21), ficou no empate por 2×2 com o Figueirense.

Bem diferente do entrosado time de Milton Mendes, que goleou o Vitória/BA no Recife por 4×1, dia 15, e buscou um pontinho em empate por 2×2 com o Fluminense, sábado passado (21). Com os resultados, o Tricolor assumiu a liderança do Brasileirão por ter o melhor saldo de gols da competição.

Portanto, o Santa Cruz de Grafite, artilheiro da Primeirona com quatro gols, vai como favorito para somar mais três pontos diante da Raposa.

Situação bem diferente vive o Sport. Perdeu na estreia contra o Flamengo por 1×0, dia 14, no Rio, e, no domingo (22), ficou apenas no empate com o Botafogo, na Ilha do Retiro. Resultados que deixaram o Leão na zona de rebaixamento.

Se não bastasse, a sequência que a equipe de Oswaldo de Oliveira terá pela frente não é nada boa.

Pega o Internacional quinta-feira (26) no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, às 16h, e, no domingo, recebe o Corinthians, às 11h, no Recife.

Se o santo não ajudar…

 


Náutico busca primeira vitória longe do Estado

Publicado por reporter, em 24.05.2016 às 10:34

 

Rafael Coelho pode ganhar nova chance no ataque (Foto: Bruno Campos/FolhaPE)

 

Márcio Cruz

O Náutico faz diante do Londrina nesta terça-feira (24), às 19h15, no Estádio do Café, no interior do Paraná, a sua terceira partida no Brasileiro da Série B sob o comando do técnico Alexandre Gallo.

O time paranaense é menos qualificado do que o Criciúma/SC, adversário da estreia, e, após a vitória sobre o Vila Nova/Go por 3×2, dia 17, na Arena Pernambuco, a tendência é que o Alvirrubro já comece a ganhar a cara do novo comandante, que substituiu Gilmar Dal Pozzo perto do fim do Campeonato Pernambucano.

Sem falar que, quando a rodada é cheia como vai ocorrer nesta terça-feira, quem ganha sempre dá um salto importante na classificação e é nisso que o Alvirrubro tem que se concentrar, mesmo com a seguidas alterações que estão sendo promovidas na equipe por conta de lesões ou da chegada de reforços.

O meia Esquerdinha, por exemplo, não vai jogar e pode abrir espaços para a volta de Rafael Coelho que, na primeira rodada, perdeu chances claras de ajudar o Náutico a sair pelo menos com empate de campo contra o próprio Criciúma/SC.

O suporte vem sendo dado pelos dirigentes e a expectativa é que o Timbu vá a cada rodada ganhando o status de um dos favoritos ao acesso à elite nacional.

Sem falar que vencer fora de casa sempre dá mais moral aos participantes da longa e disputada competição nacional.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Confira os jogos da 3ª rodada

Londrina x Náutico

Ceará x Atlético/GO

Sampaio Corrêa/MA x Paraná

Oeste/SP x CRB/AL

Brasil x Bragantino

Vila Nova/GO x Vasco

Luverdense/MT  x Avaí/SC

Tupi/MG x Paysandu

Criciúma/SC x Goiás

Bahia x Joinville/SC

 


‘Cartucho’ do Sport já foi gasto em 2016

Publicado por Fernando Barros, em 24.05.2016 às 09:25

Maior contratação da história do clube, Lenis ainda não convenceu (Foto: Flávio Japa/FolhaPE)

Fernando Barros

O início do Sport nesta Série A esteve longe de ser desastroso – como apregoam os mais apressados. Afinal, analisando-se friamente, a equipe foi derrotada fora de casa para o Flamengo, na primeira rodada, e pelo placar mínimo. Algo dentro do normal.

No último domingo, empate em casa com o Botafogo. Um tropeço na Ilha não estava na conta, mas também não é desesperador, sobretudo para um time que busca a reconstrução.

No entanto, menos do que os resultados, o que mais deixou os rubro-negros com a pulga atrás da orelha foi o futebol (ou a falta dele) apresentado – o que acontece desde janeiro, independente do treinador.

E é aí que reside o grande problema do Sport. No ano passado, o Leão também começou o Brasileirão desacreditado, após eliminações no Nordestão e no Campeonato Pernambucano. O grande porém é que a ‘receita’ que deu certo em 2015 não terá como ser repetida nesta temporada.

Isso porque a diretoria poupou esforços no primeiro semestre. A ideia era guardar as fichas para o Brasileirão. Deu certo. A equipe naufragou em âmbito regional. Na Série A, contudo, com o acréscimo de peças caras – como André e Marlone – o Leão fez bela campanha.

Entretanto, como era de se esperar, o clube não resistiu à saída dos atletas que brilharam, a exemplo dos dois citados – Diego Souza saiu e voltou. Por ouro lado, entrou dinheiro em caixa. Naturalmente, a ideia seria repor as perdas à altura.

O problema é que a grana foi gasta em apostas. E nesse jogo o Leão vem perdendo feio.

O clube resolveu abrir o cofre antes de a temporada começar. Gastou em Reinaldo Lenis mais de R$ 3 milhões – algo sem paralelos na história da agremiação. Investiu pesado também em Mark González. E arriscou em nomes aparentemente promissores como Marlon.

Não deu certo. O pior disso? Não há mais como trazer atletas de peso para o Brasileirão como no ano passado. O ‘cartucho’ rubro-negro já foi gasto. E em peças de alto risco, como o chileno, cujo currículo é repleto de lesões.

Prova disso foi o anúncio do último reforço. Esperava-se a vinda de um jogador que viesse ‘para resolver’. E aí a diretoria confirmou o acerto com Edmílson.

Para a frustração da nação rubro-negra, que, ciente da falta de verba para investimentos, agora reza para Lenis, Mark e companhia joguem o futebol que não mostraram nos primeiros meses de 2016.


Do Santa, Raniel segue mesmo destino de ex-timbu

Publicado por reporter, em 23.05.2016 às 18:06

Meia Raniel vai jogar no Cruzeiro (Foto: Peu Ricardo/Arquivo Folha/PE)

 

Márcio Cruz

Revelado pelo Náutico, o meia Marcos Vinícius, de 21 anos, se profissionalizou no clube em 2011 e ficou por lá até 2014.

Fez 45 jogos, três gols e, habilidoso e com boa força para puxar o Timbu ao ataque, acabou sendo contratado pelo Cruzeiro, em 2015.

Já entrou como titular na equipe mineira por 27 vezes, fez três gols e está sendo lapidado para, em um futuro breve, assumir definitivamente seu espaço no setor de armação da Raposa.

E não demorou para o Cruzeiro investir em outro promissor atleta revelado por uma grande clube do Estado.

Isso porque, Raniel, do Santa Cruz, 19 anos, também acertou a sua ida para Minas Gerais.

A  contrapartida pedida pelo Tricolor é que venham jogadores experientes e que se encaixem bem no grupo para o restante do Brasileirão da Série A.

Talentoso com a bola nos pés, o meia passou por maus momentos quando caiu em um exame antidoping por uso de cocaína.

Por conta disso e pelo apoio recebido por parte dos dirigentes da Cobra Coral, o jogador, que se despediu da torcida por meio de uma rede social no domingo, foi taxativo: “O Santa Cruz nunca deixou de apoiar nos piores momentos”.

Ambos, se bem lapidados, podem render bons frutos para o futebol cruzeirense e brasileiro.

 


Mark e Lenis viram alvos de críticas no Leão

Publicado por reporter, em 23.05.2016 às 15:19

 

Lenis vem sendo alvo de críticas da torcida (Foto: Flávio Japa/FolhaPE)

 

 Márcio Cruz

Entre os principais investimentos do Sport para a temporada estão o chileno Mark González, de 31 anos, e o colombiano Reinaldo Lenis, de 23 anos.

Porém, nem o primeiro, que por conta de lesões só fez 11 jogos, e nem o segundo, que foi um dos maiores investimentos da história do clube e fez 21 partidas, estão dando conta do recado em campo.

No domingo (22), por exemplo, mesmo antes do término da partida que acabou em empate por 1×1 contra o Botafogo, eles já ouviam os apupos vindos das arquibancadas.

Porém, além do fraco futebol apresentado por eles, o fato é que o Rubro-negro vem se mostrando um time desorganizado e, quando isso acontece, o encaixe entre os setores do campo não acontece da forma que deveria.

Ou seja, sinal de muito trabalho para o técnico Oswaldo de Oliveira que, na próxima quinta-feira (26) já coloca o time em campo diante do Internacional, às 16h, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Sem falar que, com viagem no meio e tudo, o adversário do próximo domingo será o Corinthians, às 11h, na Ilha do Retiro.

Pedreiras à vista!

 


Sport gastou, mas não acertou nas contratações

Publicado por reporter, em 23.05.2016 às 11:40

 

Leão vive primeira crise na gestão Martorelli Foto: Maurício Ferry/Folha PE/Arquivo

 

Márcio Cruz

Mesmo sem títulos, ano passado, o Sport fez um Brasileirão da Série A fantástico com uma equipe que, além de ter uma defesa forte com Danilo Fernandes fechando o gol (não que Magrão não faça o mesmo), tinha muita força ofensiva com jogadores como Diego Souza, que segue na equipe, Marlone e André, ambos vestindo a camisa do Corinthians.

Domingo (22) mais uma vez ficou evidenciada a carência de bons definidores para o ataque leonino no empate por 1×1 com o Botafogo, o que fez a torcida pedir mais reforços aos  dirigentes do clube para Praça da Bandeira.

E não foi por falta de investimentos no início da temporada, mas sim por não ter acertado nas contratações que o Rubro-negro não só não conquistou títulos neste início de 2016 como, de quebra, ocupa a zona de rebaixamento da Primeira Divisão, com um ponto somado em casa.

O problema aumenta ainda mais quando o fanático torcedor rubro-negro vê o rival Santa Cruz, mesmo não fazendo investimentos tão vultuosos, conquistando os títulos do Nordestão e do Pernambucano, além de assumir a liderança da Série A após empate por 2×2 com o Fluminense, sábado (21), no Rio de Janeiro.

Se não bastasse, o camisa 23 coral, Grafite, é o goleador da competição com quatro gols marcados em dois jogos.

Difícil!


Rodada da Segundona foi boa para o Timbu

Publicado por reporter, em 23.05.2016 às 09:31

Náutico de Rodrigo Souza pega o Londrina, nesta terça, no Paraná (Foto: Clemilson Campos/FolhaPE)

 

Márcio Cruz

O Náutico foi um dos times que abriram a segunda rodada da Série B e a vitória sobre o Vila Nova/GO (dia 17) foi bastante positiva em vários aspectos.

Apesar do resultado apertado – 3×2 – e das falhas apresentadas principalmente em seu setor defensivo, o técnico Alexandre Gallo ganhou uma semana de trabalho para arrumar a casa para a partida desta terça-feira (24) diante do Londrina, às 19h15, o estádio do Café.

Se não basasse, a segunda rodada foi marcada por quatro empates – Goiás 1×1 Londrina, Joinville 0×0 Criciúma, Paraná 0×0 Bahia e Paysandu 1×1 Oeste/SP – e, com isso, o Timbu subiu três posições em relação à primeira rodada.

Portanto, se vencer na rodada cheia da Segundona nesta terça-feira, o Alvirrubro, em 11º com três pontos, entrará forte na briga por uma vaga entre os quatro clubes que vão em busca do acesso à elite nacional.

De quebra, atrairá mais torcedores para a partida pela quarta rodada da competição na sexta-feira (27) com o Sampaio Corrêa, às 21h30, na Arena Pernambuco.

Mesmo em dia e horário cruéis para que o clube possa ter uma boa renda vinda das bilheterias do estádio lá em São Lourenço da Mata.


Santa lidera, Sport na ZR

Publicado por reporter, em 22.05.2016 às 20:39

(Foto: Flávio Japa/FolhaPE)

José Neves Cabral

A estreia com goleada sobre o Vitória na semana passada reflete positivamente na classificação do Brasileiro para o Santa Cruz.

Ao fim da segunda rodada, na noite deste domingo, o time tricolor permanece na liderança da competição com quatro pontos, o mesmo número que ostenta o sétimo colocado, o Grêmio, que bateu o Flamengo por 1×0.

A diferença entre o Santa e os demais seis clubes com os quais está empatado em número de pontos é o saldo de gols, 3, e o número de gols marcados, 6.

Vejam a diferença que faz ter um goleado nato no time. Grafite fez quatro desses seis gols tricolores e lidera a artilharia.

O empate com o Botafogo, neste domingo, na Ilha, fez o Sport ficar enterrado na ZR, com um magro ponto.

Diego Souza abriu o placar aos 17 minutos do primeiro tempo e 11 minutos depois Fernandes empatou para os cariocas.

Graças a Magrão, o Sport não tomou mais gols. Graças a Elton, o goleiro do Botafogo, o Leão não venceu, pois ele fez pelo menos duas grandes defesas perto do fim da partida.

Ou seja, o empate acabou sendo justo.

Na próxima rodada, o Santa recebe o Cruzeiro, no Arruda, enquanto o Sport visitará o Inter, em Porto Alegre.


Botafogo merece o respeito do Sport

Publicado por reporter, em 22.05.2016 às 10:40

Leão precisa voltar a comemorar novas vitórias na Ilha do Retiro (Foto: Jedson Nobre/Arquivo Folha)

 

Márcio Cruz

Na estreia na Série A contra o Flamengo, sábado passado, no Rio, o Sport levou um gol logo no início e, sem Rithely, expulso no segundo tempo, não teve forças para evitar a derrota por um magro 1×0, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

É bom ressaltar, ainda, que o primeiro adversário atravessa uma grande crise e, quando isso ocorre em um clube da massa como o Urubu, as coisas terminam não andando muito bem dentro de campo.

Capítulo deixado para trás em relação ao time de Muricy Ramalho, o Leão recebe o Botafogo, neste domingo (22), às 18h30, na Ilha do Retiro, com a obrigação de conseguir a reabilitação para não deixar a pressão aumentar ainda mais.

E o Alvinegro, que vem ao Recife também em busca da reabilitação depois da derrota na estreia para para o São Paulo, também no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, merece, no momento, um pouco mais de respeito do que o Flamengo por parte dos jogadores leoninos.

Isso porque, com o competente Ricardo Gomes no comando, o Botafogo foi o vice-campeão carioca perdendo a final para o Vasco que, desde o ano passado, mantém uma incrível sequência de 28 jogos invictos nas competições de disputa.

Então, todo cuidado é pouco para os comandados de Oswaldo de Oliveira.

Confira o resultado de Sport x Botafogo no www.folhape.com.br 


Com Keno e Grafite, Santa vai para cima do Flu

Publicado por reporter, em 21.05.2016 às 10:05

 

Com gols, Keno é um dos destaques do time coral na emporada (Anderson Stevens/FolhaPE)

 

Márcio Cruz

Embalado por uma invencibilidade de 15 jogos, pelos títulos do Nordestão e do Campeonato Pernambucano, além da goleada sobre o Vitória, da Bahia, domingo passado, no Arruda, pelo Brasileirão, o Santa Cruz encara o Fluminense, neste sábado (21), às 18h30, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, em busca da sua primeira vitória fora de casa na competição nacional.

Porém, por lá, o técnico Levir Culpi já deve ter avaliado bastante como vem jogando o time comandado por Milton Mendes e a tendência é que o Tricolor, mesmo após jogos decisivos com o Campinense/PB, no Nordestão, e diante do Sport, no Estadual, tenha o seu mais difícil adversário pela frente na temporada.

Afinal, o Fluminense do atacante Fred está no rol dos clubes que mais investem em jogadores no País para a Primeira Divisão e, após estrear com vitória sobre o campeão mineiro, América, no Independência, não vai querer deixar os pontos escaparem no Rio de Janeiro.

Certeza de um jogão de bola onde a fanática torcida coral aposta as suas fichas, principalmente em uma dupla que vem dando muito certo: Keno e Grafite.

Se eles estiverem inspirados, o Santa Cruz pode sim voltar ao Recife com um grande resultado e ainda mais motivado para o duelo da terceira rodada, quarta-feira que vem (25), diante do Cruzeiro, às 21h45, no Recife.

Ver resultado de Fluminense x Santa Cruz no www.folhape.com.br

 


Só Tite pode salvar Leandro Damião

Publicado por reporter, em 20.05.2016 às 15:21

Damião chegou a fazer bons jogos pela Seleção Brasileira (Foto: AE)

 

Márcio Cruz

Até chegar ao Internacional – onde ficou de 2010 a 2013, fez 181 jogos e 89 gols -, o atacante Leandro Damião, que é paranaense de Jardim Alegre e jogava nos campos de areia de várzea de São Paulo, passou por times inexpressivos como Atlético de Ibirama/SC, Atlético Tubarão/SC e Marcílio Dias/SC.

Portanto, no Colorado, o salto na carreira foi grande e Leandro Damião chegou a ser convocado por várias vezes para a Seleção Brasileira. Fato que fez o Santos, com o dinheiro de Neymar em mãos após a venda do craque para o Barcelona, investir alto na compra dos direitos federativos do atleta.

Mas, no Peixe, a queda de rendimento foi se acentuando com o passar do tempo e o atacante acabou sendo emprestado ao Cruzeiro, onde também não teve um bom desempenho ficando a maioria dos jogos na reserva.

Foi a deixa que o Santos precisava para emprestá-lo mais uma vez. Em 4 de fevereiro, Leandro Damião, de 26 anos, foi anunciado como reforço do Betis, da Espanha, com contrato até 30 de junho deste ano.

Ciente disso, o técnico Tite, do Corinthians, já deu entrevistas afirmando que quer o jogador, que tem características de centroavante nato, como reforço do Timão para o restante da temporada.

Se ele não conseguir fazer Leandro Damião jogar bola, é melhor o jogador mudar de posição ou arranjar outra coisa para fazer na vida.

 


Ronaldo diz que Brasil pode levar ouro com Neymar

Publicado por reporter, em 20.05.2016 às 14:02

Ronaldo acredita no sucesso do futebol nas Olimpíadas (Foto: Divulgação)

 

Márcio Cruz

Em recente entrevista, o ex-craque da Seleção Brasileira, Ronaldo Fenômeno, foi questionado sobre o fato do Barcelona ter liberado o atacante Neymar apenas para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, de 5 a 21 de agosto, e, desta forma, ter que ficar fora da Copa América Centenário nos Estados Unidos, de 3 a 26 de junho.

Segundo ele, sem o o jovem atacante do Barça em campo, a possibilidade do Brasil se dar mal na Copa América aumenta muito. E tem toda razão, principalmente pelo fato do técnico Dunga colocar nas costas de Neymar toda a responsabilidade pelo sucesso da Canarinho nas competições que disputa.

“Jogando em casa e contando com Neymar,  temos mais possibilidade de ganhar o inédito ouro olímpico”, ressaltou o Fenômeno.

 Histórico >>>

É bom lembrar que, desde 2010, será a primeira vez que a Seleção Brasileira entrará em uma competição oficial sem Neymar .

Durante o período, o Brasil disputou a Copa do Mundo de 2014; a Copa das Confederações em 2013; duas Copas América, em 2011 e 2015;  uma Olimpíada, em 2012; além das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

A estreia da Canarinho na Copa América Centenário nos EUA será no dia 4 de junho, às 23h, contra o Equador.