Alepe;concurso

Candidatos falam sobre primeira etapa de provas deste domingo

Publicado por Marília Neves, em 6.04.2014 às 14:35

Com informações de Marcílio Albuquerque, da Folha de Pernambuco

Os candidatos ao cargo de analista legislativo (nível superior) da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) enfrentam uma verdadeira maratona de provas neste domingo (06). Nesta manhã, ocorreram as avaliações objetivas do concurso público do órgão em 14 unidades de ensino do Recife. À tarde, eles iniciaram a segunda fase do certame: as provas discursivas, que começaram às 15h. O portão abriu às 14h30 de hoje. 

No intervalo entre uma etapa e outra, a Folha de Pernambuco conversou com alguns dos concurseiros que disputam a seleção. Confira.

Heber Deyvson, 26 anos

De acordo com Heber Deyvson, a prova foi densa. “Achei que utilizaram textos muito extensos, principalmente para a área tributária. Isso deixa a prova muito cansativa, principalmente quando ainda tem a outra etapa.” Heber afirmou já estar acostumado a realizar outros concursos e que não vai desistir até alcançar o sonho da estabilidade. “Vou continuar tentando outros concursos, até passar”, declarou.

Imagens Paullo Almeira/Folha

Gilberto e Gabriela opinaram sobre as avaliações desta manhã (Fotos. Paullo Almeida/Folha)

Gabriela Cavalcanti, 22 anos

Para Gabriela Cavalcanti, as provas dos Direitos Constitucional e Administrativo foram as mais difíceis. Já a de Língua Portuguesa estava com as conhecidas cascas de banana da Fundação Carlos Chagas (FCC). “Estou na expectativa de que a prova da tarde seja mais tranquila. Apesar da grande concorrência estou confiante”, declarou.

Gilberto dos Santos, de 38 anos

O candidato Gilberto dos Santos observou o clássico estilo “copia e cola” das questões elaboradas pela FCC. “Eu já conheço a estratégia da Fundação, que sempre traz a parte literal da Lei”, explicou. Para ele, esse tipo de prova não avalia bem os concorrentes. “Esse jeito acaba excluindo pessoas mais capacitadas”, falou. “Senti dificuldade na parte que abordou saúde no Brasil, pois exigia um conhecimento muito específico, o que considero desnecessário”, explanou. 

Mais Notícias
Início das provas da Alepe ocorre de forma tranquila

 

 







Início das provas da Alepe ocorre de forma tranquila

Publicado por Marília Neves, em 6.04.2014 às 10:41

Candidatos aguardam abertura dos portões na Faculdade Boa Viagem, Boa Vista. (Foto.Divulgalção/Alepe)

Com informações da assessoria

As provas objetivas do concurso público da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) tiveram início às 9h deste domingo (06) em 14 unidades de ensino do Recife. Cerca de 11 mil candidatos inscreveram-se no certame, que é organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC). Eles concorrem a 60 vagas para o cargo de analista legislativo (nível superior) e suas várias especialidades neste primeiro final de semana de avaliações. Até o momento, não foi informado o número de faltosos.  De acordo com a assessoria da instituição, não houve problemas na entrada dos participantes.

Nesta manhã, os concurseiros respondem 100 questões de conhecimentos gerais e específicos. Os exames seguem até às 12h30, quando há o intervalo para a próxima etapa do processo seletivo: as provas discursivas, que começam às 15h. À tarde, os portões abrem às 14h30.

Agentes

No próximo domingo (13), serão realizadas as provas para o cargo de agente legislativo (nível médio), categoria com 30.294 inscritos. As vagas têm salário inicial de R$ 4.780,74. A seleção para esses cargos será promovida apenas na parte da manhã, entre as 9h e 13h30. Os portões abrem às 8h30.

Nomeações

Segundo o superintendente-geral da Assembleia e presidente da Comissão do Concurso, Marcelo Cabral, a decisão de realizar o concurso visa manter o padrão de funcionamento do órgão, que objetiva atender da melhor forma os parlamentares e a sociedade. O superintendente acrescentou que os aprovados no concurso serão nomeados até o final desta Legislatura. 

Acompanhe mais notícias sobre o concurso durante este domingo (06).







Videos trazem bizus para provas deste domingo

Publicado por Marília Neves, em 5.04.2014 às 10:00

O Blog dos Concursos preparou uma super revisão para o concurso público da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe). O certame vai ocorrer neste domingo (06) para os candidatos aos cargos de analistas legislativos. Nas videoaulas, o concurseiro terá acesso a informações decisivas para a prova através dos bizus de última hora divulgados pelos professores do Ceton Cursos e Treinamentos Online (www.ceton.com.br). 

As matérias abordadas são Direito Administrativo, com o professor Nelson Roberto; Direito Eleitoral e Regimento Interno da Alepe, com Henrique Melo; Raciocínio Lógico, com Eduardo Cabral; Direito Constitucional, com Flávia Santiago, e Língua Portuguesa, com Edvaldo Ferreira. Fique atento aos vídeos, candidato, pois eles podem ser o diferencial na hora da aprovação.

Direito Administrativo

Regimento Interno da Alepe

Direito Eleitoral

Raciocínio Lógico 

Português

Direito Constitucional

Para mais videoaulas, acesse o canal do Blog dos Concursos no YouTube.







[Revisão] Relembre Regimento Interno

Publicado por Marília Neves, em 4.04.2014 às 19:50

As avaliações do concurso público para os cargos de analistas legislativos da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) ocorrem neste domingo (06). Para ajudar os concurseiros de plantão, o Blog dos Concursos realiza uma série de publicações com o objetivo de auxiliá-los nessas últimas horas de estudo.

Durante toda esta sexta-feira (04), republicamos, na íntegra, todos os simulados referentes ao certame. Eles saíram nas últimas edições da Folha dos Concursos. Neste sábado (05), não perca a série de videoaulas com bizus importantes para as provas, concurseiro. Isso pode fazer a diferença na hora da aprovação.

Regimento Interno é o tema abordado neste simulado e quem o organizou foi o professor Henrique Melo. 

1. Analise as assertivas que dispõe sobre as atribuições da Assembleia Legislativa:

I. indicar pessoas para ocupar cargos ou funções públicas, nos casos previstos em norma constitucional ou legal;
II. autorizar, por maioria absoluta, a instauração de processos contra o Governador e o Vice-Governador, relativos a crime de responsabilidade, ou contra os Secretários de Estado, nos crimes conexos aos do Chefe do Poder Executivo;
III. – aprovar, por maioria absoluta, a escolha dos Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado;
IV. julgar as contas das autoridades públicas, cuja competência lhes tenha sido
deferida pelas normas constitucionais e legais;
V. deliberar, por maioria absoluta, sobre a exoneração do Procurador Geral de Justiça, antes do término do seu mandato, na forma prevista em lei complementar;

Estão corretas:

a) Apenas as assertivas II, III e V;
b) Apenas as assertivas I, IV e V;
c) Apenas as assertivas III, IV e V;
d) Nenhuma está correta;
e) Todas estão corretas.

Leia Mais







[Revisão] Resolva questões de Direito Financeiro

Publicado por Marília Neves, em 4.04.2014 às 17:26

As avaliações do concurso público para os cargos de analistas legislativos da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) ocorrem neste domingo (06). Para ajudar os concurseiros de plantão, o Blog dos Concursos realiza uma série de publicações com o objetivo de auxiliá-los nessas últimas horas de estudo.

Durante toda esta sexta-feira (04), republicamos, na íntegra, todos os simulados referentes ao certame. Eles saíram nas últimas edições da Folha dos Concursos. Neste sábado (05), não perca a série de videoaulas com bizus importantes para as provas, concurseiro. Isso pode fazer a diferença na hora da aprovação.

O terceiro simulado do dia é de Direito Financeiro, com o professor Jefferson Dalamura. Confira

01.    A elaboração do Orçamento Público é lastreada por alguns princípios que o tornam mais transparente, facilitando seu controle e avaliação. Dentre estes, inclui-se o princípio da (o):

a)    Anualidade, segundo o qual a fixação de despesas deve ser alterada anualmente. 
b)    Universalidade, segundo o qual o orçamento deve ser aplicável a todos os órgãos da Administração direta e indireta, indistintamente.
c)    Periodicidade, segundo o qual o orçamento deve ser reelaborado, periodicamente, a cada término de mandato eletivo.
d)    Equilíbrio, segundo o qual deve haver certa equidade orçamentária entre os Estados da Federação. 
e)    Unidade, segundo o qual cada ente federado deve ter apenas um orçamento.

02.    Caso a Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco aproveite a Lei Orçamentária Anual de 2014 para aumentar a remuneração de seus servidores, estará desrespeitando o princípio orçamentário da (o): 

a)    Equilíbrio.
b)    Exclusividade.
c)    Universalidade.
d)    Unidade.
e)    Igualdade.

Leia Mais







Videoaulas trazem bizus para provas deste domingo

Publicado por Marília Neves, em 4.04.2014 às 17:00

O Blog dos Concursos preparou uma super revisão para o concurso público da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe). O certame vai ocorrer neste domingo (06) para os candidatos aos cargos de analistas legislativos. Nas videoaulas, o concurseiro terá acesso a informações decisivas para a prova através dos bizus de última hora, divulgados pelos professores do Ceton Cursos e Treinamentos Online (www.ceton.com.br).As aulas vão ao ar às 10h deste sábado (05). Não perca, concurseiro! Isso pode ser o diferencial para a aprovação.

As matérias abordadas são Direito Administrativo, com o professor Nelson Roberto; Direito Eleitoral e Regimento Interno da Alepe, com Henrique Melo; Raciocínio Lógico, com Eduardo Cabral; Direito Constitucional, com Flávia Santiago, e Língua Portuguesa, com Edvaldo Ferreira. Fique atento aos vídeos, candidato, pois eles podem ser o diferencial na hora da aprovação.







[Revisão] Seleção é da professora Cristiana Costa

Publicado por Marília Neves, em 4.04.2014 às 14:46

As avaliações do concurso público para os cargos de analistas legislativos da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) ocorrem neste domingo (06). Para ajudar os concurseiros de plantão, o Blog dos Concursos vai realizar uma série de publicações com o objetivo de auxiliá-los nessas últimas horas de estudo.

Durante toda esta sexta-feira (04), republicaremos, na íntegra, todos os simulados referentes ao certame. Eles foram publicados nas últimas edições da Folha dos Concursos. Neste sábado (05), não percam a série de videoaulas com bizus importantes para as provas. Isso pode fazer a diferença na hora da aprovação.

As questões de Direito Constitucional foram selecionadas pela professora Cristiana Costa, do Nuce Cursos. Confira abaixo e boa sorte.

01 – (FCC – 2011 – TRT – 1ª REGIÃO (RJ) – Analista Judiciário) Os remédios constitucionais são tidos por normas constitucionais de eficácia

a) plena. 
b) limitada. 
c) contida. 
d) mediata. 
e) indireta. 

02 – (FCC – 2013 – TRT – 9ª REGIÃO (PR) – Analista Judiciário) O artigo 7o , inciso XI da Constituição Federal brasileira estabelece que “são direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social: participação nos lucros, ou resultados, desvinculada da remuneração, e, excepcionalmente, participação na gestão da empresa, conforme definido em lei”. Esta norma constitucional é de eficácia 

a) limitada. 
b) contida. 
c) plena. 
d) plena restringível. 
e) contida absoluta. 

03 – (FCC – 2014 – TRF – 3ª REGIÃO – Técnico Judiciário – Área Administrativa) A dignidade da pessoa humana, no âmbito da Constituição Brasileira de 1988, deve ser entendida como :

a) uma exemplificação do princípio de cooperação entre os povos para o progresso da humanidade reconhecida pela Constituição. 
b) um direito individual garantido somente aos brasileiros natos. 
c) uma decorrência do princípio constitucional da soberania do Estado Brasileiro. 
d) um direito social decorrente de convenção internacional ratificada pelo Estado Brasileiro. 
e) um dos fundamentos do Estado Democrático de Direito da República Federativa do Brasil. 

Leia Mais







[Revisão] Relembre simulado de Dir. Administrativo

Publicado por Marília Neves, em 4.04.2014 às 11:52

As avaliações do concurso público para os cargos de analistas legislativos da Assembleia Leislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) ocorrem neste domingo (06). Para ajudar os concurseiros de plantão, o Blog dos Concursos vai realizar uma série de publicações com o objetivo de auxiliá-los nessas últimas horas de estudo. Durante toda esta sexta-feira (04), republicaremos, na íntegra, todos os simulados referentes ao certame. Eles foram publicados nas últimas edições da Folha dos Concursos. Neste sábado (05), não percam a série de videoaulas com bizus importantes para as provas. Isso pode fazer a diferença na hora da aprovação.

O primeiro simulado do dia é de Direito Administrativo, cuja seleção de questões é do  Professor Douglas Crispim, do Espaço Heber Vieira. Confira.


1. A modalidade de licitação entre interessados devidamente cadastrados ou que atenderem a todas as condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia anterior à data do recebimento das propostas, observada a necessária qualificação, denomina-se

(A) tomada de preço.
(B) concorrência.
(C) convite.
(D) concurso.
(E) leilão.

Gabarito: Típico da FCC é a cobrança dos conceitos das modalidades de licitação. Fica a dica: “devidamente cadastrados” pensem imediatamente em Tomada de Preço. Neste caso, gabarito letra A. – Art.22, §2º da Lei 8.666/93.

2. Na contratação de obras e serviços de engenharia, a tomada de preço é adotada para valores

(A) até R$ 80.000,00 (oitenta mil reais).
(B) até R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais).
(C) até R$ 650.000,00 (seiscentos e cinquenta mil reais).
(D) até R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais).
(E) acima de R$ 1.500.00,00 (um milhão e quinhentos mil reais).

Gabarito: Questão fácil, pois exige tão somente do candidato o famoso “decoreba” dos valores e limites traçados para cada modalidade de licitação. No presente caso, o gabarito é letra D, conforme art.23,I,b da Lei 8.666/93.

3. A respeito das entidades integrantes da Administração indireta, é correto afirmar que

(A) as autarquias, as fundações, as empresas públicas e as sociedades de economia mista estão sujeitas ao regime jurídico de direito público.
(B) as empresas públicas e as sociedades de economia mista sujeitam-se ao regime de direito privado, exceto no que diz respeito às obrigações tributárias e trabalhistas.
(C) as autarquias possuem as mesmas prerrogativas das pessoas jurídicas públicas políticas, exceto no que diz respeito à penhorabilidade de seus bens.
(D) as sociedades de economia mista são constituídas de acordo com as regras do direito privado e submetem-se à legislação trabalhista, tributária, civil e societária, porém a sua criação depende de prévia autorização legislativa.
(E) todas elas submetem-se ao mesmo regime jurídico das entidades integrantes da Administração direta, exceto para as empresas públicas e as sociedades de economia mista no que diz respeito ao regime trabalhista de seus empregados, que é o mesmo aplicável às empresas privadas. 

Gabarito: Questão tranquila da FCC. Exige do candidato as características básicas de cada entidade da Administração indireta. Como é cediço, a Sociedade de Economia Mista e Empresa Pública são pessoas jurídicas de direito privado e as demais, ou seja, Autarquia e Fundação Pública são pessoas jurídicas de direito público. Verdade que a fundação pública pode ser de direito privado, mas para concurso só podemos encarar a Fundação como de direito privado quando a questão expressamente trouxer esta natureza, do contrário, será ela pública. Assim o gabarito é letra E.  Lembrando que tanto a Sociedade de Economia Mista como Empresa Pública não são criadas por lei, a constituição se dá com a transcrição de seus atos constitutivos no Cartório competente. 

Leia Mais







Locais de provas alterados

Publicado por Marília Neves, em 31.03.2014 às 16:34

A Fundação Carlos Chagas (FCC) retificou o local de provas dos candidatos aos cargos de analistas legislativos (nível superior) da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) nesta segunda-feira (31). Alguns concorrentes estão recebendo e-mails com os novos pontos onde realizarão as avaliações do concurso público, que ocorrem neste domingo (06).  

De acordo com o Diário Oficial da Alepe do último sábado (29), os horários das provas dos pleiteantes a agente legislativo (nível médio), que ocorrerão no dia 13 de abril, foram alterados. Para os analistas, entretanto, os horários permaneceram os mesmos. Mesmo assim, é recomendável chegar uma hora antes do fechamento dos portões para evitar situações delicadas que ampliam o nervosismo. 

Analistas Legislativos (06/04/2014)

Provas Objetivas
Horário de Apresentação: 8h
Fechamento dos Portões: 8h30
Duração da prova: 4horas e 30 minutos

Provas Discursivas
Horário de Apresentação: 14h30
Fechamento dos Portões: 15h
Duração da Prova: 3 horas    

Agente Legislativo (13/04/2014)

Horário de Apresentação: 8h30
Fechamento dos Portões: 9h
Duração da Prova: 4h30

Saiba Mais no site www.concursosfcc.com.br







FCC disponibiliza cartão de inscrição

Publicado por Marília Neves, em 27.03.2014 às 15:14

Os cartões de inscrição com o local de provas do concurso público da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) já estão disponíveis. A organizadora do certame, a Fundação Carlos Chagas (FCC), já os disponibilizou no site da instituição (www.concursosfcc.com.br). Para acessá-lo, o candidato precisa dispor do número do CPF. O informativo também deve chegar por e-mail.

 







Vanessa Alves dá dicas para a prova de redação

Publicado por Marília Neves, em 21.03.2014 às 18:00

 

Mais uma dica de estudo para a prova da Assembleia Legislativa do Estado (Alepe) está no ar. A professora de Língua Portuguesa e Redação, Vanessa Alves, aposta em dois temas para a prova discursiva do concurso  da Casa Joaquim Nabuco. Para ela, devido ao ano eleitoral, o tema "Voto: um instumento de pluralismo político" tem grandes chances de cair na avaliação escrita. Os ícones da cultura nordestina também podem ser pedidos, já que a Fundação Carlos Chagas (FCC) já os utilizou em certames anteriores das Assembleias do Rio Grande do Norte e da Paraíba. Confira detalhes no vídeo abaixo.

Reveja mais dicas:

Raciocínio Lógico

Regimento Interno

Direito Constitucional

Direito Financeiro

 

 







Sai número pessoas com deficiência inscritas no certame

Publicado por Marília Neves, em 19.03.2014 às 11:09

Atualizado às 11h24

A estatística das pessoas com deficiência inscritas no concurso público da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) foi divulgada: 500 candidatos, de um total de 41.719. A informação está no site da organizadora do certame, a Fundação Carlos Chagas (FCC), www.concursosfcc.com.br.

Fonte: FCC

Estatística Geral

Fonte:FCC

Mais informações em instantes.







Candidatos com deficiência reivindicam informações sobre inscritos

Publicado por Marília Neves, em 17.03.2014 às 17:06

Os candidatos com deficiência física inscritos no concurso público da Assembleia Legislativa do Estado (Alepe) estão insatisfeitos com a Fundação Carlos Chagas (FCC), organizadora do certame, por não ter divulgado a quantidade de pessoas com necessidades especiais cadastradas no certame. Na última semana, apenas o número geral de participantes e dos cadastrados em cada cargo foi informado no site da empresa: 41.719. Das 100 oportunidades abertas, foram oferecidas oito vagas para concorrentes com deficiência no total.  

O Blog dos Concursos entrou em contato com o superintendente geral do órgão, Marcelo Cabral, um dos membros da comissão interna responsável pelo processo seletivo. Ele informou que o requerimento já foi feito. "Já solicitamos e formalizamos o pedido à FCC, mas não obtivemos resposta e nem previsão de obtê-la. Amanhã, devemos ter mais informações", declarou Cabral.

Os candidatos deficientes que entraram em contato com o Blog dos Concursos pediram para manterem a identidade em sigilo. 

Saiba mais:
Divulgado número de concorrentes em concurso.







Divulgado número de concorrentes em concurso

Publicado por Marília Neves, em 13.03.2014 às 15:24

Foi divulgada a quantidade de inscritos no concurso da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe). No site da organizadora do certame, a Fundação Carlos Chagas (FCC), www.concursosfcc.com.br, contabilizou-se 41.719 interessados. O certame oferece 100 vagas para níveis médio e superior.

Fonte.FCC

Concorrência (valores aproximados)

Leia Mais







Simulado da semana é de Português

Publicado por Marília Neves, em 8.03.2014 às 10:00

Confira a continuação da série de simulados preparatórios para o concurso da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe). Neste fim de semana, as questões são de Língua Portuguesa. Elas foram selecionadas pelo professor Heber Vieira, do Espaço Heber Vieira. O simulado completo, você pode conferir na edição deste domingo (09) da Folha dos Concursos.

Para responder às questões de números 1 a 3, considere o texto abaixo.

          Ainda aluna de medicina, Nise da Silveira se horrorizou ao ver o professor abrir com um bisturi o corpo de uma jia e deixar à mostra, pulsando, seu pequenino coração. 
          Esse fato define a mulher que iria revolucionar o tratamento da esquizofrenia e pôr em questão alguns dogmas estéticos em vigor mesmo entre artistas antiacadêmicos e críticos de arte.
          A mesma sensibilidade à flor da pele que a fez deixar, horrorizada, a aula de anatomia, levou-a a se opor ao tratamento da esquizofrenia em voga na época em que se formou: o choque elétrico, o choque insulínico, o choque de colabiosol e, pior do que tudo, a lobotomia, que consistia em secionar uma parte do cérebro do paciente. Tomou-se de revolta contra tais procedimentos, negando-se a aplicá-los nos doentes a ela confiados. Foi então que o diretor do hospital, seu amigo, disse-lhe que não poderia mantê-la no emprego, a não ser em outra atividade que não envolvesse o tratamento médico. – Mas qual?, perguntou ela. – Na terapia ocupacional, respondeu-lhe o diretor.
          A terapia ocupacional, naquela época, consistia em pôr os internados para lavar os banheiros, varrer os quartos e arrumar as camas. Nise aceitou a proposta e, em pouco tempo, em lugar de faxina, os pacientes trabalhavam em ateliês improvisados, pintando, desenhando, fazendo modelagem com argila e encadernando livros. Desses ateliês saíram alguns dos artistas mais criativos da arte brasileira, cujas obras passaram a constituir o hoje famosíssimo Museu de Imagens do Inconsciente do Centro Psiquiátrico Nacional, situado no Engenho de Dentro, no Rio.
          É que sua visão da doença mental diferia da aceita por seus companheiros psiquiatras. Enquanto, para estes, a loucura era um processo progressivo de degenerescência cerebral, que só se poderia retardar com a intervenção direta no cérebro, ela via de outro modo, confiando que o trabalho criativo e a expressão artística contribuiriam para dar ordem e equilíbrio ao mundo subjetivo e afetivo tumultuado pela doença.
          Por isso mesmo acredito que o elemento fundamental das realizações e das concepções de Nise da Silveira era o afeto, o afeto pelo outro. Foi por não suportar o sofrimento imposto aos pacientes pelos choques que ela buscou e inventou outro caminho, no qual, em vez de ser vítima da truculência médica, o doente se tornou sujeito criador, personalidade livre capaz de criar um universo mágico em que os problemas insolúveis arrefeciam.
(Adaptado de: GULLAR, Ferreira. A Cura pelo Afeto. Resmungos, São Paulo: Imprensa Oficial, 2007)

01. De acordo com o texto, Nise da Silveira

(A) propôs a prática artística como coadjuvante no tratamento de doenças mentais, ao lado dos procedimentos em voga à sua época.
(B) introduziu mudanças na psiquiatria, deixando de ver a loucura como um processo de degeneração mental, além de pôr em xeque ditames da arte de seu tempo.
(C) passou a trabalhar tendo como parâmetro os afetos dos pacientes, a despeito da prática artística envolvida no tratamento da esquizofrenia.
(D) praticou o que havia de mais atual em termos de tratamento psiquiátrico, o que pressupunha o contato com artistas consagrados de então.
(E) encontrou, já nas primeiras aulas de psiquatria, o fundamento de sua visão sobre terapia ocupacional, qual seja, a aceitação racional da doença por parte do paciente.

02. O autor do texto considera que

(A) os avanços obtidos por Nise da Silveira, por dizerem respeito ao tratamento de esquizofrenia, devem ser vistos com cautela em termos artísticos.
(B) a dimensão afetiva fez com que os pacientes passassem a se adequar aos tratamentos psiquiátricos em voga, o que foi uma grande conquista em termos de terapia ocupacional.
(C) o afeto pelo outro foi o diferencial oferecido por Nise da Silveira, que fez com que seus pacientes se tornassem verdadeiros agentes em seus próprios tratamentos.
(D) a subjetividade tumultuada dos doentes adquiria ordem e equilíbrio quando eram submetidos a tratamentos clínicos, muito embora isso arrefecesse sua capacidade artística.
(E) a arte contribui para a criação de um universo imaginário que distrai os pacientes do cerne de sua condição, servindo de cura para suas enfermidades.

03. O segmento que explicita a causa de um acontecimento anterior é:

(A) … que ela buscou e inventou outro caminho… (6º parágrafo)
(B) É que sua visão da doença mental diferia da aceita por seus companheiros psiquiatras. (5º parágrafo) 
(C) … que o elemento fundamental das realizações e das concepções de Nise da Silveira era o afeto… (6o parágrafo)
(D) Desses ateliês saíram alguns dos artistas mais criativos da arte brasileira… (4º parágrafo)
(E) … fazendo modelagem com argila e encadernando
livros. (4º parágrafo)