Polícia

IBURA

Portador de deficiência auditiva é executado

13/01/2012 23:04 - Ivson Menezes

Jedson Nobre
GLEIDSTONE foi atingido nas costas, cabeça e braço
(Foto: Jedson Nobre)

Moradores da comunidade UR-3, no bairro do Ibura, na Zona Sul do Recife, ficaram assustados com um homicídio ocorrido na noite de anteontem. O crime aconteceu na rua Barra do Norte, próximo a praça Ayrton Senna. Gleidstone Benevides de Magalhães, 33, era era portador de deficiência auditiva e foi morto a tiros. Ele faria aniversário no dia 30 deste mês. O Instituto de Criminalística (IC) esteve no local realizando as primeiras perícias. Foram dois tiros nas costas, um na cabeça e outro no braço, totalizando quatro disparos.

A vítima fatal era moradora da rua Mata Limpa, localizada, também, no Ibura. Gleidstone teria sido chamado, no período da tarde, para ajudar a fazer uma mudança. À noite, ao se dirigir à casa combinada, foi pego por dois homens em uma moto da cor preta. Policiais da Força Tarefa do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) realizaram as primeiras investigações ainda na cena do crime. “Ainda não sabemos a motivação do assassinato. Pelas informações coletadas, a vítima era uma pessoa benquista na vizinhança e não tinha inimigos”, explicou o comissário Jefferson Cavalcanti.

Ainda de acordo com o policial civil, o crime de latrocínio, isto é, roubo seguido de morte, está descartado. “A carteira com os documentos e dinheiro, juntamente com o celular, estavam com a vítima. Pelas características do homicídio parece ser execução, ou ele foi morto por engano. Só a investigação poderá descobrir ao certo”, considerou Jefferson Cavalcanti. Familiares da vítima estiveram no local, mas não quiseram falar com a Imprensa.

O crime será investigado pela 3ª Delegacia do DHPP. O corpo de Gleidstone Benevides foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, área central do Recife.



Cartello