Candidatos aprovados protestaram
Candidatos aprovados protestaramFoto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco

Os candidatos aprovados no concurso das polícias Civil e Científica de Pernambuco realizaram um protesto nesta quinta-feira (16), em frente à Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS), em Santo Amaro, no Centro do Recife. No local, houve uma reunião entre representantes da SDS, da Secretaria de Administração de Pernambuco e da Procuradoria Geral do Estado com o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção de Promoção de Eventos (Cebraspe) sobre a anulação da prova psicotécnica do concurso.

Leia mais:
Psicoténico do concurso das polícias Civil e Científica terá que ser refeito

“Os cadernos rasurados eram os das perguntas, logo, não houve disparidade entre as chances dos candidatos. Cabia a cada um escolher se seguiria os rabiscos no caderno ou não. Isso é algo corriqueiro em testes psicotécnicos, já que os cadernos são reutilizados”, afirmou um dos aprovados para a polícia Científica, Tiago Magalhães.

Foi apresentado um documento com a defesa após a recomendação de que o teste fosse anulado por conta de denúncias de que alguns dos cadernos entregues estavam rasurados. A defesa reitera que os psicólogos que aplicaram a prova seguiram rigorosamente as instruções e orientaram os candidatos a solicitarem um novo caderno de teste caso o entregue estivesse com algum problema. A defesa também afirma que as regras do edital eram claras e objetivas e que o número de aprovados no teste não excedeu a média esperada de candidatos.

comece o dia bem informado: