Fernando Monteiro fez visita à instituição nesta sexta (20)
Fernando Monteiro fez visita à instituição nesta sexta (20)Foto: Divulgação

O deputado federal Fernando Monteiro (PP) reuniu-se, nesta sexta-feira (20), com o presidente do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), Gilliatt Falbo. No encontro, na sede da entidade, o parlamentar se comprometeu em buscar recursos no Ministério da Saúde para que a instituição viabilize a construção de um Centro de Oncologia, entre outras ações.

"O Imip faz um grande trabalho na área da saúde, que atende não só a pernambucanos, mas a brasileiros de vários outros estados. Um trabalho sério, filantrópico, que salva muitas vidas. Vou trabalhar para conseguir mais recursos e ajudar essa instituição que tanto auxilia as pessoas. E vou transmitir à bancada de Pernambuco essa necessidade de estarmos mais junto do Imip", destacou Fernando Monteiro.

O parlamentar salientou que, em sua atuação, procura sempre visitar in loco as instituições.

"Meu avô sempre me dizia para vir conhecer o Imip, o que pude fazer hoje. Estou feliz e renovado com a certeza de que poderei ajudar mais o Imip. Eu digo sempre que saúde é vida. E quem garante a vida dos doentes são os hospitais. Nessa visita pude ver o carinho com que se trabalha aqui. Os profissionais dão o máximo de si para melhorar a vida das pessoas", pontuou Fernando.

Também participaram da reunião a superintendente geral do Imip, Tereza Campos, e o diretor médico do instituto, Geraldo Furtado.

Armando Monteiro Neto recebeu prefeitos e vices
Armando Monteiro Neto recebeu prefeitos e vicesFoto: Divulgação

Em encontro com o senador Armando Monteiro Neto (PTB), um grupo de prefeitos e vices de municípios do Sertão pernambucano solicitou, nesta sexta-feira (20), ajuda do parlamentar para retomar obras hídricas que estão paralisadas na região. Os gestores pediram apoio para, junto aos ministérios, destravar o andamento das benfeitorias, de modo a levar mais água para a população sertaneja mais rapidamente. O encontro foi articulado pelo deputado estadual Augusto César (PTB).

Na ocasião, Armando Neto propôs fazer um levantamento das obras que estão atrasadas e buscar soluções junto ao governo federal. Segundo o senador, a reunião serviu para definir diretrizes que vão orientar a articulação com o governo federal e também para informar adequadamente as emendas e captação de recursos para os municípios.

“Fizemos uma ação cooperativa, que vai se traduzir em conquistas para os municípios”, afirmou o líder petebista.

Presente ao evento, o deputado Augusto César fez uma avaliação positiva da reunião dos prefeitos com o senador Armando Monteiro Neto. “Vamos, juntamente com o senador, aos ministérios para destravar e alavancar os projetos que estão paralisados na região”, disse.

Participaram da audiência os prefeitos de Tabira, Sebastião Dias (PTB); de Santa Maria da Boa Vista, Humberto Mendes (PTB); Águas Belas, Luiz Aroldo (PT); e Paranatama, Valmir do Leite (PSB); além dos vice-prefeitos de Salgueiro, Doutor Chico (DEM); de São José do Belmonte, Antônio de Alberto (PHS); e de Serra Talhada, Márcio Oliveira (PSD).

O ex-prefeito do Cabo de Santo Agostinho Vado da Farmácia (Sem partido) saiu em defesa da sua gestão à frente da Prefeitura municipal. Por meio de nota, o ex-gestor rebateu as críticas feitas por Lula Cabral (PSB), que assumiu o Executivo em janeiro deste ano.

No texto, Vado afirma que ficaram R$ 17 milhões em dívidas com os empenhos prontos para pagar, mas que a gestão deixou também um saldo positivo de R$ 23 milhões na conta municipal para saldar os débitos.

Leia também:
Lula Cabral expõe dívida e problemas na área da saúde

"Os demais valores a que se refere o prefeito dizem respeito a serviços ainda não recebidos pela Prefeitura e que por isso não tiveram os pagamentos processados até dezembro. Destacamos ainda que R$ 16 milhões desse total divulgado se referem a dívidas contraídas pelo próprio Lula Cabral na sua gestão anterior", afirma. Em coletiva nessa quinta-feira (19), Lula Cabral afirmou ter herdado dívidas na ordem dos R$ 59 milhões.

"O atual prefeito parece ter memória curta, pois não lembra que, ao sair da Prefeitura em 2012, deixou nada menos que R$ 97 milhões em dívidas e restos a pagar. Desafiamos a atual gestão para que apresente os contratos de todas as dívidas que ele alega terem vencido", contestou o ex-prefeito.

Vado da Farmácia também falou sobre o desconto de R$ 1, 687 milhão do FPM para pagamento do INSS. Segundo o ex-gestor, ele foi feito em cumprimento a um acordo firmado também pelo próprio Cabral na gestão anterior. "Sobre o referido bloqueio judicial de R$ 4,6 milhões da cota do FPM feito em dezembro último, ele não ocorreu a pedido de nenhum sindicato. Na verdade, foram bloqueados pela juíza Silvia Maria R$ 5.411.184,23, no dia 23 de dezembro último, atendendo a uma ação impetrada pelo atual secretário de Gestão Pública, Luiz Lima", afirma também a nota.

Vado da Farmácia ainda questionou o estado de calamidade pública declarado pelo atual gestor em áreas como Educação e Saúde.

Por fim, o ex-gestor disse estar tranquilo quanto à gestão, "pois temos a consciência tranquila de que fizemos o melhor e tudo rigorosamente de acordo com a legislação".

Em busca de discutir sobre políticas públicas e a necessidade do avanço das mulheres na política, a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), se reúne, nesta sexta-feira (20), com outras gestoras eleitas no Estado. O encontro, chamado de ‘Prefeitas de Pernambuco’, será um bate-papo, realizado no município do Agreste.

“Vamos tratar da sucessão da Amupe, que vai ocorrer no dia 21 de fevereiro. A ideia é que possamos debater a composição da chapa na próxima gestão e construir um consenso. Queremos trocar experiências, avaliar nossos papéis e fortalecer esse bloco de mulheres, pois somos poucas”, disse Raquel Lyra sobre o encontro, que estava marcado para as 10h30, mas ainda não começou.

A tucana informou que na próxima segunda-feira (23) deve conceder uma entrevista para avaliar a situação em que recebeu a prefeitura do antigo gestor, José Queiroz (PDT).

Com Tauan Saturnino, da Folha de Pernambuco.

Deputado manteve agenda com o governador Paulo Câmara
Deputado manteve agenda com o governador Paulo CâmaraFoto: Roberto Pereira/SEI

Candidato à presidência da Câmara Federal, o deputado Jovair Arantes (PTB-GO) cancelou as agendas de campanha que faria em solo pernambucano nesta sexta-feira (20). O petebista, que desembarcou no Recife no fim da noite dessa quinta, participaria de almoço com parlamentares do Estado em busca de apoio para a eleição.

De acordo com a assessoria de imprensa do deputado, Arantes manteve apenas o encontro com o governador Paulo Câmara (PSB) e com o senador Armando Monteiro Neto (PTB), mas sem teor político.

A assessoria do candidato à presidência da Casa não soube informar, no entanto, a agenda de Jovair Arantes nos próximos dias, mas que afirmou que a tendência é que a viagem para Fortaleza (CE), marcada para os próximos dias, permaneça. O encontro seria nos mesmos moldes - a portas fechadas e sem falar com a imprensa.

Procurador da Fazenda licenciado, o deputado federal Tadeu Alencar (PSB) lembrou o tempo em que teve a oportunidade de trabalhar ao lado do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, que faleceu vítima de acidente aéreo, nessa quinta-feira (19), no litoral do Estado do Rio de Janeiro. O socialista relatou ter atuado por quatro anos no Superior Tribunal de Justiça (STJ) na Primeira Turma da corte, da qual Zavascki fazia parte.

“Convivi com ele, atuei quatro anos no Superior Tribunal de Justiça, atuando mesmo diretamente lá na Primeira Turma que ele integrava do STJ, e em questões de alta relevância, questões tributárias de grande repercussão financeira e ele tinha comigo uma relação muito boa”, afirmou Alencar.

“A gente reabriu temas que estavam vencidos, perdidos para a União e a gente foi lá, conversou com ele, mostrou, ele comprou a ideia e virou a jurisprudência. Tinha mais de 200 casos indo já numa direção e ele inverteu a jurisprudência e a gente terminou ganhando no Supremo essa questão e outras. Então, criamos uma relação. Quando ele foi para o Supremo mandou um convite para mim e eu fui para a posse dele”, disse.

Apesar de reconhecer que não eram amigos, Tadeu Alencar revelou que os dois tinham uma “relação profissional de muito respeito” e que, “com certeza ele gostou da nossa atuação lá na época”.

O deputado federal também ressaltou a atuação de Teori Zavascki à frente da Operação Lava Jato. “Eu sempre dizia que o fato da Lava Jato estar na mão de Teori era uma garantia de que certamente as coisas iam ter consequência porque ele era juiz. Era o magistrado magistrado. E também uma outra garantia para o respeito ao contraditório, à ampla defesa, que eram princípios constitucionais que devem ser respeitados. Era uma boa condução e o País podia ter certeza de que sejam quais fossem as consequências ele ia até o fim na sua missão desse processo extremamente complexo da Lava Jato, de grande valia para afirmar as instituições”, concluiu.

Prefeito acompanhou andamento das obras
Prefeito acompanhou andamento das obrasFoto: Matheus Britto/Divulgação

Prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PR) visitou, nessa quinta-feira (19), as obras de reforma do Colégio Municipal Visconde de Suassuna e da Escola Municipal Almir Olímpio Alves, em Piedade. Na ocasião, Ferreira esteve acompanhado de técnicos das secretarias de Educação e Infraestrutura e dos gestores das duas unidades de ensino.

Enquanto vistoriava o andamento dos trabalhos, o prefeito ouviu queixas feitas por diretores e funcionários. “É muito triste ouvir de um diretor que seus alunos tiveram que passar mais de um ano tendo que conviver ao lado de esgoto a céu aberto porque a tubulação se rompeu, um problema simples de ser resolvido, mas que, por não ter recebido a devida atenção, acabou gerando transtornos desnecessários para a comunidade. É por isso que em nosso governo não ficaremos trancados dentro de gabinetes; vamos às ruas ouvir as demandas da população para discutir prioridades e entregar serviços que, de fato, melhorem a vida das pessoas”, disse o prefeito.

O gestor voltou a repetir que encontrou a Prefeitura com R$ 84 milhões em restos a pagar. “Recebemos do nosso antecessor uma Prefeitura com um rombo de mais de R$ 84 milhões, mas o que poderia nos desanimar acabou nos dando ainda mais ânimo para trabalhar duro, com muita seriedade, pelo desenvolvimento da cidade. Vamos arregaçar as mangas e cair em campo em busca de investimentos e priorizar ações nas áreas da Saúde e Educação, dois setores que, em nossa gestão, irão receber a atenção que merecem”, completou Ferreira.

Raquel Lyra participou do encerramento do evento
Raquel Lyra participou do encerramento do eventoFoto: Arnaldo Felix/Divulgação

O Fórum Municipal do Plano “Juntos pela Segurança” foi encerrado nessa quinta-feira (19), em Caruaru. Foram 435 inscritos divididos em sete câmaras temáticas e, ao final, cada câmara priorizou dez propostas para serem postas em prática nos próximos passos do projeto. O evento contou com a presença da prefeita Raquel Lyra (PSDB), e do vice Rodrigo Pinheiro, além de secretários municipais, vereadores e representantes de órgãos públicos e da sociedade civil organizada.

Entre as principais propostas das câmaras de discussão, está a ampliação do efetivo da Guarda Municipal; a criação dos comitês de segurança nos bairros e ampliação do sistema de vídeo monitoramento - pela Câmara de Ordem Pública.

Já pela Educação, patrulha escolar, reestruturação das escolas e ações educativas com conselhos escolares. Também teve propostas para melhorias na iluminação, espaços públicos e a ativação de delegacias 24h. A prefeita acompanhou as discussões nas salas temáticas na parte da tarde.

“Temos a responsabilidade hoje de conduzirmos os rumos para onde vão caminhar as próximas gerações. Esse compromisso com o futuro, que nos traz aqui hoje, para podermos cuidar melhor do presente, podendo alinhar ações que são estratégicas de curto, médio e longo prazo. Poder pensar em cada uma das áreas, sabendo que a gente não combate a violência enxergando somente a repressão qualificada, mas precisamos trabalhar a prevenção social”, finalizou Raquel Lyra.

Internautas criticam nota de Romero Jucá
Internautas criticam nota de Romero JucáFoto: Reprodução

O líder do Governo no Senado, Romero Jucá (PMDB), lançou uma nota de pesar nas redes sociais, nesta quinta-feira (19), lamentando a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki. No entanto, os internautas enxurraram os perfis do peemedebista, tanto no Twitter, quanto no Facebook, de criticas ao parlamentar.

A conversa entre o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado e o próprio Jucá são o principal motivo da ira dos internautas. No diálogo gravado, o peemedebista Jucá fala em um pacto para travar a Operação Lava Jato, na qual o próprio Teori era o relator e estava para homologar as delações da Odebrecht, que podem atingir vários atores políticos, entre eles o presidente Michel Temer (PMDB), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o próprio líder do Governo no Senado.

A assessoria do parlamentar até que tenta apagar os comentários nas redes sociais. Mas a repercussão é tanta que é impossível monitorar todas as mensagens.

Equipe do PSL no município de Lajedo
Equipe do PSL no município de LajedoFoto: Divulgação

A equipe do livres Pernambuco, liderada por Karla Falcão, visitou o agreste para firmar o alinhamento da comissão provisória e militância do PSL no município de Lajedo com o livres. Mônica Silva é o nome do partido na Câmara Municipal e na articulação da renovação.

Vereadora eleita e presidente da comissão provisória do partido na cidade, Mônica faz parte da bancada da oposição à Prefeitura. O alinhamento com o livres aconteceu de forma natural, já que ela e sua equipe afirmam a necessidade de renovar a política em Lajedo e em cidades vizinhas, onde a política tem um caráter personalista. Para Mônica, “a mudança no PSL é de fundamental importância e vai mostrar para Lajedo um grupo político diferente, que vive a política no dia-a-dia, com ações além da corrida eleitoral”.

Karla Falcão uma das principais lideranças do livres em Pernambuco, vem se dedicando à expansão da renovação no interior. Ela acredita que "A concentração de poder em Brasília, com políticos que se distanciam do povo, é um dos grandes problemas da política. Precisamos ampliar a participação das pessoas, inclusive nas cidades mais afastadas dos grandes centros urbanos, para descentralizar esse poder e aperfeiçoar a democracia", explicou uma das líderes do Livres em Pernambuco, Karla Falcão.

O Livres, que surgiu no final de 2015 e é encabeçado nacionalmente por Sérgio Bivar, vem reformulando as bases programáticas do partido.

“A crise de representatividade que acomete a política começa na própria estrutura interna dos partidos. O PSL não era muito diferente e fazia parte desse problema, mas agora o LIVRES vai ser parte da solução”, diz Sérgio.

Além de Lajedo, o PSL mira o início da expansão nos municípios de Jurema, Canhotinho, Jupi, Calçado, São Bento do Una, Cachoeirinha e Ibirajuba.

comece o dia bem informado: