Foram encontrados 1503 resultados para "Blog da Folha":

Declaração de Antônio Campos foi feita nas redes sociais
Declaração de Antônio Campos foi feita nas redes sociaisFoto: Reprodução

O socialista Antônio Campos teceu criticas a falta de segurança e limpeza urbana no município de Olinda. Ex-candidato à Prefeitura no município, ele usou as redes sociais, nesta segunda-feira (22), para lamentar os arrastões que ocorrem no Sítio Histórico da cidade no domingo (22).

"Ficou patente, também, um contingente insuficiente de policiamento na ocasião, o que tem sido rotina na cidade de Olinda", relatou o socialista.

Campos também aproveitou para alfinetar o atual prefeito, professor Lupércio (SD) dizendo que "ele deve pedir a seu aliado, o governador Paulo Câmara, mais policiamento para a cidade. Não é só pedir indicação para secretários do município".

"É de se registrar também um grande acúmulo de lixos nas ruas, que podem causar doenças à população", disse.

Por Anderson Bandeira
Da Folha de Pernambuco

Prestes a assumir novamente uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) em virtude da vacância dos cargos, a deputada Terezinha Nunes (PSDB) reforçou nesta segunda-feira (23) que seguirá na posição de independência. Apesar de o seu partido ter desembarcado do Governo e vir adotando uma posição crítica à gestão, a tucana revelou que manterá apoio ao governo nas propostas que julgar correta, mas não se esquivará em contrariar a gestão no que julgar ações equivocadas.

“Vamos caminhar com a mesma posição do nosso líder o deputado Antônio Morais. Manteremos as propostas do governo que julgarmos serem acertadas, mas numa condição de independência”, disse a parlamentar durante visita à Folha de Pernambuco, onde conversou com o diretor executivo do grupo EQM, Paulo Pugliesi, sobre cenário político e as eleições dos Estados Unidos.

Segundo a parlamentar, a posição mais austera em relação ao Governo do Estado dependerá das costuras que o PSDB fará no plano nacional. Ela atesta que a principal aposta da legenda é o Planalto Central, o que pode fazer o partido a apoiar ou lançar candidatura própria ao Campos das Princesas tendo o ministro das cidades, Bruno Araújo, como principal nome. Dessa forma, não descartou uma composição no plano estadual em torno da presidência. “Vamos aguardar a questão nacional para definirmos aqui”, disse.

Anúncio foi feito nesta segunda-feira (23) pelo governador e pelo prefeito
Anúncio foi feito nesta segunda-feira (23) pelo governador e pelo prefeitoFoto: Ivaldo Reges?/Divulgação

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), e o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), cumpriram agenda juntos, no município sertanejo, nesta segunda-feira (23). Na ocasião, foram anunciado um pacote de investimentos para a cidade, que conta com escolas em tempo integral, quatro quadras cobertas, lançamento do programa Chapéu de Palha, barragens e anúncio de obras para ampliação do esgotamento sanitário.

O evento também marcou um reencontro entre as administrações estadual e municipal, que por oito anos seguiram caminhos políticos divergentes. A aproximação foi comemorada pelo prefeito. "A vinda do governador é muito simbólica. Tinha muito tempo que Petrolina perdia investimento por causa de uma birra, por briga política. Esse tempo passou, a gente está preocupado em fazer mais e melhor", disse.

O governador falou em fortalecer parcerias com o prefeito. "Sabemos que a educação precisa continuar avançando, a agricultura familiar ser fortalecida, precisamos atrair empresas, entre outras ações. É com unidade que Pernambuco vai avançar. Agora, espero voltar muitas vezes a Petrolina para fortalecer as parcerias com o prefeito Miguel", declarou.

Entre as ações anunciadas, o edital do projeto de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário dos bairros Vale do Grande Rio, Pedro Raimundo e Jardim Amazonas. Orçado em R$ 1,4 milhão, o projeto beneficiará 12 mil pessoas. A cidade ainda foi contemplada com uma ordem de serviço para construção, recuperação e desassoreamento de oito pequenas barragens na região do São Francisco. O prazo para a conclusão das obras é de 90 dias.

Outras ações
Cerca de R$ 54 milhões serão destinados ao programa Chapéu de Palha neste ano. A iniciativa foi lançada em Petrolina durante o ato de anúncio de investimentos. O governador também anunciou quatro novas escolas em tempo integral. As unidades de ensino Gercino Coelho, Padre Manoel de Paiva Netto, Dom Malan e Jesuíno Antônio D’Ávila serão adaptadas para este formato a partir deste ano. Paulo Câmara também adiantou que vai construir uma escola técnica em Petrolina durante a atual gestão.

Ainda na área de educação, foram entregues quatro quadras cobertas para as escolas estaduais Professor Humberto Soares, Jornalista João Ferreira Gomes, Professor Manoel Paes Barreto e Professora Adelina Almeida.

O Ministério Público Estadual (MPPE) emitiu recomendação à Prefeitura de Caruaru, no Agreste, para adequações dos contratos e patrocínios para a realização dos festejos de São João deste ano, a maior festa promovida pelo município. A recomendação foi feita após representação do Ministério Público de Contas (MPCO), com base em auditoria realizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE).

Com a iniciativa, o MPPE tem por objetivo prevenir irregularidades verificadas pelo Tribunal de Contas a partir da análise do processo de Inexigibilidade nº 2/2013 e do contrato nº 046/2013 da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru com a empresa ABPA Marketing e Produção de Eventos LTDA.

Dentre os problemas identificados, constatou-se que os serviços contratados não são considerados como serviço técnico especializado, e, por isso, a inexigibilidade não poderia ter sido realizada. Também não foi apresentada justificativa do preço contratado e a forma de pagamento prevista no contrato foi ilegal, além de que verificou-se, ainda, que houve contratação, pela empresa, de diversas empresas, sem participação do Poder Público na seleção ou realização de processo licitatório, para a prestação de serviços e fornecimento de bens não previstos no contrato celebrado com a Fundação.

No que diz respeito aos patrocínios, foi identificada perda de receita de R$ 474 mil, cobrada a título de remuneração pela empresa ABPA sobre os valores arrecadados a título de patrocínio e concedidos pelas empresas públicas. As determinações feitas à diretora-presidente da Fundação, Lúcia Lima, estabelecem a necessidade de realização de processo licitatório para contratação de empresa que preste serviço de assessoria e captação de patrocínio para o evento junino, ou para qualquer contratação de bens e serviços.

No rol das deliberações, consta que deve haver definição prévia dos bens e serviços a serem executados pela contratada ou passíveis de subcontratação, além de definição do valor fixo ou dos bens e serviços referentes ao patrocínio a ser captado e do benefício para as empresas, a exemplo de propaganda durante as festividades.
Os contratos de patrocínio devem ser formalizados diretamente com as empresas privadas patrocinadoras para evitar intermediações e pagamentos de taxas.
Caso as medidas não sejam adotadas, pode-se acarretar no ajuizamento de ações cíveis cabíveis e responsabilização por improbidade administrativa.

Prefeito Geraldo Julio descerra a placa com o nome de Ronildo Maia Leite na biblioteca
Prefeito Geraldo Julio descerra a placa com o nome de Ronildo Maia Leite na bibliotecaFoto: Andréa Rêgo Barros/Divulgação

Ganhador de quatro prêmios Esso, o jornalista Ronildo Maia Leite passa, a partir desta segunda-feira (23) , a emprestar o nome à Biblioteca Popular de Afogados. O descerramento da placa foi feito pelo prefeito Geraldo Julio, que estava ao lado de familiares do jornalista, falecido aos 79 anos, em 2009.

“É uma iniciativa muito importante da Câmara e da Prefeitura em homenagear Ronildo em um equipamento público que atrai muitos jovens e adultos. Aqui eles têm a oportunidade de conhecer um pouco da história do Recife, estudar e promover a cultura de paz em nossa cidade”, destacou Geraldo, lembrando a vida do jornalista.

“Ronildo Maia Leite foi um militante da comunicação e foi um jornalista completo. Ele tinha um carinho enorme pelo Recife e serve de exemplo para as pessoas que frequentam a biblioteca”, acrescentou Geraldo. Prestigiaram o ato o secretário de Segurança Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti, e o ex-vereador Vicente André Gomes.

O prefeito anunciou ainda que a biblioteca terá um espaço dedicado ao jornalista, para que as pessoas conheçam mais a vida dele, com fotos, textos e vídeos sobre Ronildo. Os filhos Yuri Leite e Augusto Leite, e a neta Cinthya Leite representaram a família.

Para Yuri, a homenagem ao pai foi marcante e muito bem recebida pela família. “A família Maia Leite recebe muito bem esta homenagem, já que meu pai viveu dos livros. Foram 16 livros publicados, ele vivia para os livros, e para a família é uma honra esta homenagem. Tenho certeza que ele está muito feliz tendo esta biblioteca com o nome dele”, comemorou Yuri.

Ronildo Maia Leite nasceu em Garanhuns em 30 de outubro de 1930. Estreou no jornalismo aos 13 de anos de idade no extinto Garanhuns Jornal, na sua cidade natal. Em 1951, ingressou no Jornal Pequeno, do Recife, de onde saiu, em 1955, para o Diario de Pernambuco. Formado pela primeira turma de Jornalismo da Universidade Católica de Pernambuco, foi laureado da Cadeira de Técnica de Jornal, recebendo o prêmio instituído pelo Moinho Recife.

Inaugurada em 12 de janeiro de 1955, a Biblioteca Popular de Afogados foi requalificado e reinaugurado no dia 18 de abril de 2016. Com cerca de 11 mil livros, o acervo conta com diversas áreas do conhecimento, literatura infantil e juvenil, periódicos, livros em Braille, gibis, CDs, DVDs, apostilas para concurso. De abril a dezembro de 2016, mais de 8.000 pessoas visitaram a biblioteca, uma média de 60 a 100 pessoas por dia no local. Antes da requalificação, a média era de 30 a 40 visitantes por dia.

Representantes de entidades de direitos humanos entregaram documento ao vereador Carlos Gueiros (PSB)
Representantes de entidades de direitos humanos entregaram documento ao vereador Carlos Gueiros (PSB)Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Um grupo de entidades ligadas aos direitos humanos entregou, na manhã desta segunda-feira (23), uma carta aberta na Câmara de Vereadores defendendo o nome do vereador novato Ivan Moraes Filho (PSOL) para comandar a Comissão de Direitos Humanos da Casa. O documento está subscrito por 103 entidades e foi protocolado no gabinete do presidente da Casa de José Mariano, Eduardo Marques (PSB), que não estava presente. O psolista vai disputar a vaga com a vereadora Michele Collins (PP), que esteve à frente do colegiado nos últimos anos.

Antes de protocolar o documento, o grupo percorreu alguns gabinetes de vereadores para entregar a carta em mãos. Como ainda corre o recesso do Legislativo, poucos parlamentares estavam no local para conversar com os movimentos.

“A gente veio protocolar nos gabinetes dos vereadores que compõem a Comissão Executiva da Mesa Diretora da Câmara e também ao presidente da Câmara de Vereadores. A gente veio aqui entregar essa carta exigindo que o Ivan Moraes seja o novo presidente da Comissão de Direitos Humanos desta Casa, entendendo toda a trajetória histórica e militante de verdade que ele tem na Cidade do Recife, no Estado de Pernambuco, que abraça os direitos humanos”, explicou Edna Jatobá, da coordenação executiva do Gajop.

A ideia do grupo é voltar após o recesso parlamentar para intensificar o trabalho de convencimento dos vereadores em escolher o psolista para ocupar o posto. O grupo argumenta que o fato de Michele Collins ter sido a vereadora mais votada em 2016 não é passe livre para que a parlamentar ocupe o posto. Além disso, as posturas de Michele à frente do colegiado também foram criticadas pelos movimentos.

“A gente entende que não é legal que seja uma pessoa que tenha posições tão conservadoras, que não tenha aderência nos movimentos sociais, na sociedade civil organizada, que defende historicamente essa pauta assuma a presidência dessa comissão tão importante como está pleiteando Michele Collins. Vereadora que aproveita desses espaços para dizer que a mulher deve ser submissa ao seu marido, para ir de encontro a uma política de redução de danos muito importante que tem sido construída de maneira muito presente com a participação da sociedade civil de pensar direitos humanos a partir de outro aspecto que não contempla quem diariamente sofre esses direitos e quem luta por eles”, continuou Edna Jatobá.

Representante da ONG Natrape, Roberta Campos questionou a representatividade de Michele Collins para assumir a comissão. "Quem trabalha com direitos humanos é vocação. Se não tiver vocação, não adianta", disse. "Quero saber o que ela quer. Porque interesse realmente de representar a população menos favorecida, as comunidades, as pessoas que a sociedade joga para a marginalidade, ela não vai fazer isso. Temos que ter representatividade", completou.

"Ivan foi eleito com a bandeira de direitos humanos. É um cara que tem uma militância e uma trajetória na defesa dos direitos humanos. A gente entende que o nome dele contempla uma diversidade de causos e segmentos. É importante frisar que a candidatura dele não é contra, não é enfrentamento à bancada evangélica ou aos evangélicos, na verdade é a perspectiva de contemplar todo mundo nessa comissão que abarca um conjunto de causas e nós do MTST, cuja base é evangélica, mas a gente reconhece que o evangélico também luta por outras causas", explicou, Rudrigo Rafael, coordenador do MTST.

Um dos poucos vereadores presentes na Casa, Carlos Gueiros recebeu uma cópia da carta aberta. O parlamentar afirmou que quem decide sobre as comissões é o presidente e que a presidência das comissões "faz parte do acordo para a eleição da Mesa".

"Se negocia na hora da eleição da Mesa, se negocia todo o acordo. Fulano é presidente, o outro é primeiro vice. O outro é secretário, o outro vai ser presidente da comissão tal ou qual. A oposição não quis fazer uma chapa única, ela fez a chapa dela. Então, ela não entrou no acordo da distribuição porque ela resolveu fazer uma chapa de oposição por mais que nós tenhamos pedido, eu, por exemplo, era candidato e fiz a composição para que a gente pudesse separar a Câmara do Poder Executivo. Porque a oposição que existe aqui é ao Poder Executivo e não a Casa. Então, se saíssemos num entendimento numa chapa, nós dávamos um entendimento que nós éramos uma unidade. Mas a oposição quis também sair como oposição na Câmara. Mas, de qualquer forma, não é a gente que opina. Quem decide é o presidente para cumprir compromissos. Então, eu acho que é intempestivo o que estão fazendo agora", explicou.  

Manifestantes chegaram a cobrar uma resposta da Justiça Eleitoral sobre nova eleição
Manifestantes chegaram a cobrar uma resposta da Justiça Eleitoral sobre nova eleiçãoFoto: TV Ponto Net/Divulgação

O Tribunal Regional Eleito de Pernambuco (TRE-PE) confirmou para o próximo dia 2 de abril a nova eleição para prefeito de Ipojuca. A data foi definida durante a reunião do Pleno do tribunal, ocorrida nesta segunda-feira (23).

O novo pleito ocorrerá em virtude de o primeiro colocado na disputa, Romero Sales (PTB), ter o registro de candidatura indeferido em todas as instâncias por já ter sido condenado por improbidade administrativa.

Em dezembro passado, no dia 13, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definiu que era necessária nova eleição para prefeito e vice-prefeito em Ipojuca.

No último dia 6, moradores de Ipojuca ocuparam o prédio da prefeitura do município. Eles pediam   pressa na realização do novo pleito no município.

Leia também:

Manifestantes invadem Prefeitura de Ipojuca 

Atualmente, a cidade vem sendo administrada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Ricardo José de Souza, conhecido como Irmão Ricardo (PTC), eleito em uma sessão tumultuada, com direito a cadeiras voando e spray de pimenta.

Coordenador da Comissão de Transição da prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), o advogado Bruno Costa apresenta, na tarde desta segunda-feira (23), o relatório de transição sobre a situação atual do município do Agreste. A apresentação será feita por meio de coletiva de imprensa, às 14h, na superintendência da Caixa Econômica Federal, no bairro Universitário.

Alguns prefeitos que assumiram em 1º de janeiro já divulgaram a situação financeira de municípios, a exemplo de Lula Cabral (PSB), no Cabo de Santo Agostinho, e Anderson Ferreira (PR), em Jaboatão dos Guararapes.

Deputado Gonzaga Patriota visita festejos de São Sebastião no interior de Pernambuco
Deputado Gonzaga Patriota visita festejos de São Sebastião no interior de PernambucoFoto: Divulgação

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) dedicou, boa parte da sua agenda, para visitar prefeitos e vereadores eleitos em Pernambuco. Nesta sexta-feira (20) e sábado (21), o socialista passou por vários municípios do Agreste e do Pajeú: Chã Grande, Jupí e Garanhuns.

Na sexta pela manhã, Patriota se reuniu com Diogo Alexandre (PR), prefeito de Chã Grande e com Marcos Patriota (DEM), prefeito de Jupí. Na ocasião se colocou à disposição de ambos, para ajudar com recursos de emendas parlamentar, na gestão desses novos prefeitos.

Em seguida, o parlamentar cumpriu agenda em Garanhuns, onde participou de um almoço com os vereadores Professor Márcio, Tonho de Belo e Betânia Monteiro, além de correligionários e simpatizantes, totalizando em torno de 50 lideranças garanhuenses.

Betânia da Ação Social, como é conhecida a vereadora, é ligada a Patriota há muitos anos, já tendo trabalhado em seu gabinete em Brasília e lhe dado apoio em várias campanhas no município, motivos pelos quais, fazem do deputado um parlamentar que investe emendas em Garanhuns.

Para encerrar as atividades do final de semana, Patriota, acompanhado de lideranças políticas e religiosas, participou das tradicionais procissões e festas de São Sebastião, em Iguaracy, Quixaba, São José do Egito, Brejinho e, por fim, Bonito, onde é conhecido com Gonzaga de Bonito.

A exposição fotográfica acontece no Salão dos Passos Perdidos, localizado no Palácio da Justiça
A exposição fotográfica acontece no Salão dos Passos Perdidos, localizado no Palácio da JustiçaFoto: Divulgação

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) recebe o lançamento, no dia 25 de janeiro, às 17h, de um museu virtual, um site em homenagem ao escultor pernambucano Bibiano Silva (1889-1969), que tem várias de suas obras expostas no Palácio da Justiça, no Recife. São de sua autoria as esculturas “A Justiça e o Homem” e “A Justiça e a Família”, localizadas no alto da fachada do prédio.

Além do museu virtual, haverá também uma exposição fotográfica de algumas obras do artista que embelezam o Palácio desde sua inauguração. O evento será no Salão dos Passos Perdidos, no Palácio da Justiça, localizado na Praça da República, s/n, no bairro de Santo Antônio.

A exposição de fotografias em homenagem ao mestre Bibiano Silva é de autoria do fotógrafo Manoel Chaves, que trabalha nesse projeto há aproximadamente um ano e dois meses. A exposição ficará aberta para visitação de 25 de janeiro a 8 de fevereiro, de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, também no Salão dos Passos, no Palácio.

“Bibiano tem esculturas espalhadas por vários estados do Brasil, as mais monumentais estão no Palácio da Justiça, e as fotografias dessas obras ficarão à mostra na exposição”, disse o fotógrafo Manoel Chaves.

O presidente do TJPE, desembargador Leopoldo Raposo convida a todos para a solenidade. É necessário confirmar presença através do e-mail cerimonial@tjpe.jus.br. Para saber mais sobre a vida e a obra do artista homenageado, acesse http://bibianosilva.org/

comece o dia bem informado: