Afoxé Ará Omim promove atividades culturais neste sábado

A programação acontece a partir das 9h, na Casa da Cultura, no bairro de São José

Afoxé Ará Omim promove atividades culturais Afoxé Ará Omim promove atividades culturais  - Foto: Jose Britto/Folha de Pernambuco

Promover a ocupação de espaço, visibilidade, quebra de tabus e muita manifestação cultural. É com esta bandeira que o grupo Afoxé Ará Omim realiza, neste sábado, a partir das 9h, na Casa da Cultura, uma série de atividades gratuitas. Na programação do projeto "O Povos das Águas", shows dos grupos Afoxé Omô Nile Ogunjá e Ará Omim, oficinas de dança e percussão, além de debate sobre cultura popular com a antropóloga Lady Selma Albernaz e o presidente do Omô Nilé Ogunjá, Dário Pereira Júnior. A ação acontecerá uma vez por mês até maio de 2020.

Segundo o presidente do Afoxé Ará Omin, Lourival Santos, "O Povos das Águas" é uma forma de evidenciar a cultura popular em todas as épocas do ano. "Estamos aqui em busca de visibilidade. Os afoxés só garantem espaço basicamente no Carnaval. Mas os nossos trabalhos socioculturais são contínuos. E sentimos a carência de atividades no centro da Cidade. Escolhemos um local com referência cultural, que tem grande importância para o Estado. A ideia é movimentar o espaço com atividades realizadas de vários pontos da periferia do Recife. É um momento de intercâmbio", enfatizou, em entrevista à Folha de Pernambuco.

Leia também:
Roberto Menescal encontra Toquinho em show no Recife
Afoxé é resistência contra o racismo, Maracatu vai além da religião

As dificuldades de fazer cultura popular será tema a ser discutido durante o projeto. De acordo com Lady Selma, professora da UFPE e antropóloga, existe a necessidade do diálogo sobre o assunto. "A cultura popular é uma expressão de arte ligada às relações sociais. Só muito recentemente é que o Estado veio ter uma linha de financiamento público. É preciso conversar sobre isso. Minha expectativa é de que muitas pessoas possam ir assistir, para debater um pouco sobre isso com pessoas que estão ligadas diretamente com a cultura popular. Eu acho que essa troca fica mais interessante ainda", destacou.

Criado em 2014, o Afoxé Ará Omim nasceu a partir de projetos sociais que surgiram dentro das escolas municipais dos bairros de Vasco da Gama e Nova Descoberta. Hoje, o grupo conta com 30 integrantes fixos com grupos de percussão, dança e vocal. "Um dos frutos destes projetos foi um grupo de dança. Sentimos a necessidade de dar continuidade ao projeto, até pela carência do resgate social da nossa comunidade", contou Lourival. Outra vertente de frente que Afoxé Ará Omim garante é a luta contra a quebra de preconceitos no dia a dia. "Nosso afoxé tem a pegada social e de muita luta contra intolerância religiosa. É uma batalha diária que a gente trava. Eu existo, eu resisto.", diz o presidente.


Programação:

9h - oficina de dança
9h - oficina de percussão
14h - debate: as dificuldades de se fazer cultura popular com a antropóloga Lady Selma Albernaz e o presidente do Omô Nilé Ogunjá, Dário Pereira Júnior.
15h - show Afoxé Omô Nilé Ogunjá
15h30 - show Afoxé Ará Omim

Serviço:
O Povo das Águas
Hoje, 9 de novembro
Local: Casa da Cultura (Raio Leste 201, 2° Piso, R. Floriano Peixoto, sn - São José)
Horário: a partir das 9h

Veja também

Morre ator britânico Dave Prowse, que interpretou Darth Vader
Luto

Morre ator britânico Dave Prowse, que interpretou Darth Vader

Leda Nagle recebe alta após ser internada com Covid-19
Alta

Leda Nagle recebe alta após ser internada com Covid-19