Artistas cobram ações do governo para conter manchas de óleo no Nordeste

Sônia Braga, Daniela Mercury e Camila Pitanga foram às redes cobrar respostas

Óleo nas praiasÓleo nas praias - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Nas redes sociais, artistas estão cobrando por mais ação do governo federal contra as manchas de óleo que atingem o Nordeste do Brasil desde agosto.

Sônia Braga, através do movimento 342, foi uma das que foi às redes cobrar respostas. "Não é apenas muito grave, mas urgente que o governo federal e os órgãos competentes que dispõem de capital humano e tecnologia de ponto sejam proativos e executem imediatamente ações concretas e efetivas que minimizem os danos causados ao ecossistema", disse a atriz.

Leia também:
Marinha diz que 900 toneladas de óleo foram retiradas do Nordeste
"Caso único no mundo", diz Mourão sobre manchas de óleo no Nordeste

A cantora Daniela Mercury usou suas redes sociais para convocar formadores de opinião para se manifestar contra o óleo que atinge o Nordeste.
"O desastre ecológico pode ser incalculável. O desastre financeiro também. A gente precisa pedir providência aos governos federal, estaduais e municipais", disse a cantora. "E precisamos que a tecnologia do país seja usada para impedir a chegada de novas manchas ao litoral e também para impedir que o óleo vá para o fundo do mar, matando milhares de espécies. VAMOS REAGIR?????"

Ivete Sangalo afirmou que é "preciso uma tomada de atitude urgente dos órgãos responsáveis".

Em uma postagem que começa em inglês, o artista plástico Vik Muniz diz que o litoral brasileiro está sendo afetado por óleo de fonte desconhecida e que comunidades locais e ONGs estão limpando as praias. "Depois de esvaziar cargos e recursos destinados a contingências ambientais, resta ao ministério do meio ambiente apenas o hercúleo trabalho de limpar a sua reputação", diz o artista.

"A população que vive da pesca e do turismo fazendo de tudo pra limpar o lugar de onde vem o sustento", diz o youtuber. "Meus amigos que estão ajudando a limpar, muito obrigado e tomem cuidado que esse óleo é tóxico, se alguém das cidades puder disponibilizar luvas e botas pros voluntários eu vou ficar muito agradecido, até propaganda de graça eu faço, ninguém merece isso."

Caminho semelhante seguiu a postagem da atriz e embaixadora nacional da ONU Mulheres Camila Pitanga. "Ao mesmo tempo em que sinto um orgulho enorme vendo as pessoas se mobilizando e não esperando a situação se agravar ainda mais, também sinto uma tristeza ao ver como estamos entregues à própria sorte."

A atriz Leandra Leal, em postagem, criticou diretamente o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, que usou um vídeo editado para criticar a ONG Greenpeace. "Sr. Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles: quando é que vamos parar de debater quais estatísticas são verdadeiras, quais são falsas e qual é a origem desse petróleo cru que invadiu o nosso litoral nordestino pra partirmos, de fato, pra um plano de ação? Quando o senhor vai parar de jogar a culpa em outros países, em ONGs, inventando polêmicas, e assumir a responsabilidade que o seu cargo exige?", questionou a atriz.

Veja também

Miss Brasil 2020 será indicada pela nova organização até agosto por causa da pandemia
Concurso

Miss Brasil 2020 será indicada pela nova organização até agosto por causa da pandemia

Naomi Campbell faz discurso antirracista na Paris Fashion Week
Roberta Jungmann

Naomi Campbell faz discurso antirracista na Paris Fashion Week