Canal do YouTube 'Mexe com tudo' mostra as particularidades do frevo

Criado pelo bailarino e coreógrafo Otávio Bastos, projeto já foi reconhecido com o Prêmio Ayrton Almeida de Carvalho de Preservação do Patrimônio Cultural, oferecido pelo Governo de Pernambuco

Otávio Bastos está desenvolvendo o método de frevo Mexe com TudoOtávio Bastos está desenvolvendo o método de frevo Mexe com Tudo - Foto: Marília Cavalcanti/Divulgação

"Qual a origem dos bonecos gigantes de Olinda?", "Frevo faz mal ao joelho?", "Como surgiram os blocos líricos?". Esses e outros temas são abordados pelo bailarino e coreógrafo pernambucano Otávio Bastos em seu canal no YouTube, batizado de "Mexe com tudo". Com a publicação regular de um vídeo por semana, ele tem compartilhado dicas, histórias e causos sobre o frevo e o Carnaval de Pernambuco com o público que o acompanha através da internet.

Otávio tem 25 anos de experiência com o frevo e já levou o estilo de dança pernambucano para várias partes do mundo. A ideia de criar o canal surgiu nestas andanças por terras estrangeiras. "Viajo muito para dar aulas em outros países. Sempre surgem pessoas de fora do Brasil interessadas em aprender mais sobre o frevo, mas há pouca informação acessível. Para cuidar de algo, é preciso conhecê-lo. Por isso, considero tão importante para a nossa cultura difundir esses dados", observa. No final de maio, o artista viaja para a Europa para realizar a terceira edição do Concurso Europeu de Passistas de Frevo, em Berlim.

Com um pouco mais de 1.300 inscritos, a página virtual está no ar há mais de um ano. A importância da iniciativa já foi reconhecida pelo Governo de Pernambuco. Em julho ano passado, o "Mexe com Tudo" foi agraciado com o Prêmio Ayrton Almeida de Carvalho de Preservação do Patrimônio Cultural, oferecido pela Secretaria de Cultura (Secult-PE) e Fundarpe, na categoria Promoção e Difusão. "O ponto central do canal é pensar não apenas a preservação do frevo, mas, sim, sua expansão. É um lugar onde essa manifestação cultural pode ser acessada por qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo e a qualquer hora do dia", aponta.

Leia também:
Cabela e Mirula são os homenageados do Carnaval de Olinda
Flaira Ferro subverte Recife com frevo-rock do single ‘Revólver’
Dia do Frevo: Tradição e renovação como forma de resistência

O conteúdo trabalhado por Otávio é variado e engloba mais do que ensinar como executar os passos. Seus vídeos expõem particularidades sociais e políticas vinculadas ao frevo e ao Carnaval. "Desde a sua origem, o frevo teve esse caráter arredio e libertador. Em vários momentos, eu falo sobre isso, misturando o contexto histórico e experiências pessoais minhas e de entrevistados", explica.

Com a proximidade da Folia de Momo, o bailarino promete produções voltadas especificamente para quem vai cair da folia. "Já comecei falando sobre bonecos gigantes, confete e serpentina. Mas quero falar também um pouco sobre como ser um folião bacana, respeitando o espaço do passista e também dos outros foliões", adianta.



Discípulo do icônico passista Nascimento do Passo, Otávio costuma dar oficinas e cursos utilizando o Frevo Cinquentão, modalidade criada por seu mestre. Atualmente, ele desenvolve uma metodologia própria, batizada com o mesmo nome do seu canal do YouTube. "O Mexe Com Tudo é um frevo mais democrático, menos acrobático, aberto a todos. Nele, o aluno aprende que não precisa do olhar do outro para gostar do próprio corpo e começar a dançar", detalha.

Veja também

Carrefour anuncia fundo de R$ 25 milhões para combate ao racismo no país
Beto Freitas

Carrefour anuncia fundo de R$ 25 milhões para combate ao racismo no país

Estudo da Coronavac no Brasil chega à fase final com número mínimo de infectados
vacina

Estudo da Coronavac no Brasil chega à fase final com número mínimo de infectados