Cantor e compositor Zeh Rocha lança livro de poemas

O primeiro livro do artista, batizado de 'Circunavegasons', publicado pela Cepe Editora, será lançado nesta terça-feira

Zeh Rocha Zeh Rocha  - Foto: Lu Streithorst/Divulgação

Com canções gravadas por artistas como Lenine e Elba Ramalho, o cantor e compositor Zeh Rocha movimenta a cena musical pernambucana desde a década de 1970. Antes mesmo de abraçar a carreira musical, no entanto, ele já era poeta. Esse lado literário do artista será apresentado ao público através do livro de poemas "Circunavegasons" (Cepe Editora, 104 páginas), descrito pelo próprio autor como autobiográfico. O lançamento ocorre nesta terça-feira (18), às 18h, na Livraria Jaqueira do Bairro do Recife, seguido por um pocket show acústico com a presença dos músicos Alex Mono e Publius.

O autor conta que começou a tomar gosto por escrever ainda na adolescência, influenciado pelos livros que lia no acervo do pai e na biblioteca do Colégio de Aplicação, onde estudava. O contato com poetas como Augusto dos Anjos, Ascenso Ferreira e Augusto dos Anjos o impulsionou a exercitar os versos. "Antes de vir o compositor, eu já escrevia poemas. Com o tempo, comecei a focar muito mais na música e, por um tempo, ao jornalismo", explicou Zeh, que foi um dos fundadores da banda Flor de Cactus, contemporânea ao Quinteto Violado e à Banda de Pau e Corda.

Premiado em um concurso literário da Prefeitura do Recife, em 2009, Zeh chegou a publicar uma coletânea de poemas em uma edição independente, com poucos exemplares. Após ter sua obra abraçada por uma grande editora, o escritor revela que já tem material para um novo livro. "Produzi alguns poemas e coloquei dentro de uma pasta, que foi perdida quando eu saí da casa dos meus pais e fui morar na Torre. Só depois de muito tempo descobri o paradeiro desses textos, que são os meus primeiros poemas", revela.

Leia também:
História inédita escrita por Ariano Suassuna para virar filme é lançada como livro
Masha, do Pussy Riot, lança seu livro 'Riot Days' em evento no Cinema São Luiz


Para "Circunavegasons", o artista organizou poemas escritos desde os anos 1980. A seleção, segundo ele, não foi um processo fácil. "Sou muito exigente comigo mesmo. Uma coisa que eu achava importante é que os poemas não fossem densos e que a leitura fosse possível para um adolescente estudante da rede pública. Não quero que o leitor precise recorrer ao dicionário para entender o que eu escrevo. Gosto de prender as pessoas pela emoção e pela surpresa visual do poema. Escolho sempre textos que tenham musicalidade. Para mim, é muito tênue a linha divisória entre poesia e música. Posso dizer até que elas são irmãs siamesas", comenta.

Veja também

Iza e Tatá Werneck substituem Anitta e apresentarão Prêmio Multishow com Paulo Gustavo
Música

Iza e Tatá Werneck substituem Anitta e apresentarão Prêmio Multishow com Paulo Gustavo

Ator Sean Penn confirma casamento às escondidas com Leila George
Casamento

Sean Penn confirma casamento às escondidas com Leila George