Carnaval 2018: concursos de agremiações e desfiles poderão mudar de local e datas

Outra dúvida é em relação à abertura com as nações de maracatu, criada por Naná Vasconcelos, que não está confirmada. Prefeitura não se pronunciou oficialmente

Tradição de abrir a folia com grupos de baque virado foi criada há 16 anos por Naná VasconcelosTradição de abrir a folia com grupos de baque virado foi criada há 16 anos por Naná Vasconcelos - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Com menos de cem dias para o Carnaval 2018, possíveis mudanças ligadas à programação têm causado discussões acirradas na Câmara de Vereadores do Recife e entre os artistas e foliões, nas redes sociais. No debate entre a prefeitura da cidade e agremiações, uma das ideias é antecipar em uma semana a série de Concursos de Carnaval, que passaria a ocorrer, assim, antes do reinado momesco.

Outra modificação que segue em discussão, é sobre o local onde as competições ocorrem. Segundo o presidente da Associação dos Maracatus Nação de Pernambuco (Amanpe), também conhecidos como Maracatu de Baque Virado, Fábio Sotero, presente no debate desta segunda-feira (6), os desfiles aconteceriam na Avenida Alfredo Lisboa, no Recife Antigo, ao invés de na Avenida Dantas Barreto, Pátio de São Pedro e outros polos.

A Prefeitura não fez nenhum pronunciamento oficial, alegando que tudo está em aberto ainda e não há o que ser divulgado.

Outro assunto que tem gerado controvérsias são os rumores da retirada das apresentações dos Mestres e Nações de Maracatu da noite de abertura do Carnaval. Idealizado pelo músico e percussionista Naná Vasconcelos há 16 anos, o momento coloca a manifestação, considerada patrimônio imaterial do Brasil, e seus tambores sob os holofotes por cerca de duas horas.

“No ano passado, [a secretária de cultura] Leda Alves teria dado a entender que aquele seria o último ano do maracatu na abertura”, explica Sotero. “Ontem [na última segunda-feira], conversamos com [o secretário executivo de Cultura], Eduardo Vasconcelos”, conta Sotero, fazendo referência a um pequeno grupo que foi falar com o parlamentar. “Ele não disse nada oficialmente, mas nos tranquilizou”, conta.

Leia também:
Ivete Sangalo não participará do Carnaval de Salvador em 2018
Sem regente, nações de maracatu vão homenagear Naná Vasconcelos na abertura da folia no Recife
Projeto reúne 10 músicos da nova cena musical pernambucana


A possibilidade por si só, entristeceu a viúva do mestre, Patrícia Vasconcelos. Mesmo morando em Nova York, nos EUA, ela acompanha tudo que toca o trabalho deixado pelo marido, que faleceu em março de 2016. “Não deram nem um não nem um sim, mas só com a dúvida, eu me assustei”, diz Patrícia.

“Com todo o respeito que tenho aos dirigentes, não esperava essa postura de dúvida. É uma tradição, conquistada com muito esforço e que repercute no mundo todo”, se posiciona. “Como é que as pessoas podem se programar para ir, assistir, participar, se não houver uma data certa?”, argumenta.

Sendo um período de alta no calendário turístico, muitos compram suas passagens com meses de antecedência. “A questão do concurso não se refere só ao Maracatu, mas a várias manifestações culturais”, pontua Sotero. “Eu acredito que a antecipação das disputas faria com que houvesse uma cobertura melhor”, defende.

“Mas parte do desacordo com relação a isso é que alguns participantes são de outros estados, e já estão com as passagens compradas”, acrescenta. Patrícia ecoa essa dificuldade: “Ninguém vai para o Carnaval com uma ou duas semanas de antecedência”.

Presidente do bloco lírico Banhistas do Pina, Lindivaldo Oliveira Leite não vê cabimento nessa mudança. “Há mais de cem anos a nata do carnaval desfila na (avenida) Dantas Barreto. E não tem como isso não acontecer no Carnaval. Os dias de concurso são domingo, segunda e terça-feira. Pronto. Não tem isso de tirar do Carnaval. Não pode”, enfatiza.

Apenas os grupos especiais desfilam no Centro da cidade. Os grupos 1 e 2 realizam as disputas em bairros do subúrbios, descentralizados, como Afogados, Avenida do Forte, Mustardinha. Como a Prefeitura do Recife não se posicionou oficialmente, não se sabe ao certo se esses grupos também seriam atingidos por mudanças de data ou local.

A exemplo de como a notícia tem repercutido internacionalmente, confira o depoimento do jornalista e músico italiano Peppe Consolmagno:

Veja também

Renata Sorrah será a nova vilã da continuação de 'Verdades Secretas'
Streaming

Renata Sorrah será a nova vilã da continuação de 'Verdades Secretas'

Morre icônico jornalista dos EUA Larry King, de Covid-19
Coronavírus

Morre icônico jornalista dos EUA Larry King, de Covid-19