Cinco elementos, a base dos estudos chineses

Madeira, fogo, terra, metal e água foram profundamente estudados no Oriente

Cinco elementosCinco elementos - Foto: Reprodução/Internet

Os estudos chineses se tornam fascinantes e úteis por ter conhecimento que podem ser aplicados em todas as dimensões e momentos das nossas vidas. Eu ainda estou em passos lentos e agradeço o apoio que recebo de Sílvia Sacramento do Instituto de Estudos Orientais Ming Tang.

Para qualquer pessoa começar e continuar os estudos oriundos da cultura chinesa irá perpassar pelos cinco elementos: madeira, fogo, terra, metal e água.

O ciclo é o contato com a natureza e o próprio homem em movimento com as suas escolhas. Ao se aprofundar no tema, a pessoa observará que ela é regida por um elemento que decorre do seu ponto cardeal. Os chineses fizeram um profundo estudo sobre os cinco elementos que são usados na Medicina Tradicional Chinesa como: Acupuntura, 4 Pilares, Feng Shui, etc.

Todos nós temos os cinco elementos nos nossos corpos e ao nosso redor. O mínimo ou o excesso deles em nós pode ser equilibrado com a alimentação, objetos ou atividades físicas que são correlatas as características deles.

Leia também:
Feng Shui (Escola da Bússola) e o Espelho

Uma das formas de descobrirmos um dos nossos elementos é pela data de nascimento (considerando o período que inicia como o ano chinês, assim, as pessoas que nascem antes do dia 4 de um ano, devem considerar o ano anterior).

Tabela Ming Guá de Nascimento


Exemplo 1:
Se você é do sexo masculino, nasceu no dia 03/02/1966 – então você deve ter como referência que o seu Ming Guá o número é 8, elemento Terra. Se for do sexo feminino, você é o Ming Guá 7 – elemento Metal; e

Exemplo 2: Se nasceu na data 22/11/1973, do sexo masculino, o número é 9 (Fogo). Do sexo feminino, o número é 6 (Metal).

 

Madeira - são os números 3 e 4
A Madeira está relacionada a criatividade, a expansão, a inovação, ao imaginativo à vida, ao jogo de cintura, a bondade, a filantropia, ao romantismo.

Gosta de estar ocupado por ser agitado e ver o resultado das suas ações, mas deve ter cautela para não dispersar seus potenciais ao querer se expandir para todos os lados. Amam participar, colaborar, descobrir novidades, adoram a natureza, os animais e as crianças. Ás vezes pode ser ingênuo ao acreditar e gerar perspectivas sobre as pessoas.

As terapias ligadas a madeira são: Fitoterapia, florais, massagens ou qualquer terapia que envolva a musculatura. Os Hobbies associados à Madeira são os que envolvem criatividade, jardinagem, bordado, costura, etc.

Uma pessoa que possui pouca madeira é levada para um lado e para o outro por faltar-lhe raízes; não tem um ponto de vista sólido e é facilmente influenciada pelas outras. Necessita de alimentos que estimulem o enraizamento. Em geral as sementes e frutas têm esse potencial.

A que tem a madeira em equilíbrio é como uma árvore jovem; tem opinião formada, contudo, a mente aberta às opiniões dos outros.

Já o excesso de madeira faz a pessoa inflexível, que não ouve a opinião dos outros, especialmente quando não estão em acordo com a sua.

As formas associadas à construção do elemento Madeira, são: edifícios longos e estreitos, alto e vertical (como o tronco de uma árvore), colunas, etc, assim como todo material de origem vegetal.

A Madeira rege a estação da primavera e, a cor verde, é o seu carro-chefe. Quando a Madeira é oriunda da energia Yin é regida pela Lua, quando vem da energia Yang, quem rege é o planeta Júpiter.

No paladar é o sabor azedo. O órgão dos sentidos são os olhos. Na parte Yin do corpo humano, a Madeira rege o fígado, na parte Yang: a vesícula biliar. Assim como rege os tendões; a fúria e o humor nas emoções.

A Madeira é considerada a mãe e a geradora do elemento Fogo.

Fogo - número 9

O Fogo é o compassivo, o questionador/ou o perguntador, o intuitivo, o comunicativo, o expressivo, gosta do prazer, busca emoções, gosta de estar apaixonado, não gosta de ser aborrecido.

As pessoas marcadas por este elemento são otimistas, alegres, mas por vezes violentas e excessivamente secas (não demonstram emoções). Elas têm a tendência a se distinguir e a dominar os outros. Batalhador, sempre muito corajoso, o indivíduo do tipo fogo passa da agressividade à alegria, fala muito, canta, ri frequentemente. Desde os primeiros dias de sua vida manifesta uma mentalidade de chefe, é decidida e determinada a influenciar os outros, lhes incitando a agir.

A ambição e o desafio são as palavras-chaves desta personalidade, isso implica num certo gosto pela aventura, pela ação, pelos riscos; enfim, um temperamento passional. Os obstáculos e os perigos, longe de enfraquecê-los, os estimulam, mas nesse caso, suas reações são violentas, denotando numa certa medida, egoísmo e insensibilidade. Incontestavelmente, ele é estimulante, nasceu para vencer e dominar.

Aqueles que tem pouco fogo internalizam os sentimentos, engolindo a raiva em vez de se defenderem. Eles tendem a ser desmotivados. São inexpressivos e excessivamente tolerantes. A internalização provoca estresse orgânico. Por isso eles padecem de problemas de saúde potencialmente perigosos, sobretudo na região estomacal.

Devem buscar como terapia as seguintes atividades: cromoterapia e moxabustão, sauna seca, aromoterapia. E como hobbies: a dança, musculação, pintura.

Os que têm fogo em nível médio, são conciliadores e tem um sólido senso de justiça, sendo capaz de criticar os erros. Sabem, entretanto, quando é preciso parar.

Aqueles que possuem grande quantidade de fogo são verbalmente agressivos, espalhafatosos e mandões. Eles assumem o papel de juiz e árbitro, mas falta-lhes perspectiva e moderação, por isso as suas críticas parecem incluir tudo. Sendo intolerantes, tendem a ser carrancudos, queixosos, sempre descontentes.

As formas associadas à construção do elemento Fogo são: construções pontiagudas, piramidais, triangulares, telhados em ponta. Materiais sintéticos e de origem animal como pelo, couro, penas, marfim, etc.

O Fogo rege a estação do verão e a cor vermelha. Quando o Fogo é oriundo da energia Yin é regido por Marte, quando vem da energia Yang, quem rege é o Sol.

No paladar é o sabor amargo. O órgão dos sentidos é a língua. Na parte Yin do corpo humano é regido pelo coração e na parte Yang: o intestino delgado. Assim como rege os vasos; a histeria e a alegria nas emoções.

O Fogo é considerado a mãe e a geradora do elemento Terra.

Terra - são os números 2, 5 e 8

Dentro da filosofia chinesa, a Terra não corresponde a uma estação do ano nem a uma direção específica, ela é associada ao centro, e as duas ou três últimas semanas de cada uma das quatro estações.

Como sugere a sua natureza, a Terra é o elemento da estabilidade, do espírito prático, moderado e harmônico. Possui senso de lealdade, gosta de estar integrado, necessita que precisem dele, pode ser teimoso, presta atenção em detalhes, gosta de companhia.

O indivíduo de tipo Terra é paciente, trabalha com constância e método. Seu defeito mais evidente é o pessimismo. Sólido, sério, dotado a seu elemento e que sofre frequentemente com essa atividade a novidade e o imprevisto, é dotado de uma grande inteligência e memória excepcional. Tudo o que ele tem é fruto de um processo lento e durável.

Devem controlar a ansiedade que os devora, se proteger da umidade e evitar consumir doces em quantidade excessiva.

A Terra representa sinceridade e lealdade. Pessoas com pequena quantidade de terra cuidam bem de si mesmas, e não compartilham com outras. Elas tendem a ser oportunistas e egoístas.

Como terapia, devem procurar o equilíbrio dos dois hemisférios cerebrais, como yoga, tai chi, meditação; canto ou fala (órgão externo do aparelho digestivo que é ligado ao elemento Terra), como canto, coral, programação neurolinguística; e a geoterapia, aplicação de argila no abdômen para puxar as toxinas do organismo, limpando a corrente sanguínea e trazendo às das entranhas para a periferia, para que possam ser expelidas pela pele.

Como hobby é interessante que busquem fazer as seguintes atividades: escultura em argila, cerâmica, modelagem, jardinagem.

Aquelas com quantidade média de Terra são confiáveis, sinceras e fiéis. Elas têm consideração a si mesmas e aos amigos. Quando saírem para jantar fora, talvez sugiram que cada um pague a sua conta.

Aqueles com grande quantidade de Terra tendem ao conservadorismo, obstinação, limita sua iniciativa e sua imaginação.

As formas associadas à construção Terra são: construções quadradas, retangular, edifícios amplos. Os materiais associados são o ladrilho, tijolo, cimento, cerâmica, concreto, pedras, etc.

A Terra se caracteriza por todos os tons amarelos e dos tons de terra. Quando a Terra é oriunda da energia Yin é regida pelo planeta Terra, quando vem da energia Yang, quem rege é Saturno.

No paladar é o sabor doce. O órgão dos sentidos é a boca. Na parte Yin do corpo humano é regido pelo baço e na parte Yang: o estômago. Assim como rege os músculos; a autopiedade e a compaixão nas emoções.

A Terra é que considerado a mãe e a geradora do elemento Metal.

Metal - são os números 6 e 7

Na China, o elemento Metal possui característica ambivalente como a utilização desse elemento, que tanto toma a forma da espada que mata, como a da colher que nutre, a personalidade dos indivíduos desse tipo é muito ambivalente. Rígidos e decididos se exprimem com força, fazem seu próprio destino, amam a competição e não gostam de compromisso.

O que conta para eles é sua independência. É inútil experimentar influenciá-los, ajudá-los, pois, sua obstinação os faz recusar qualquer tipo de intervenção externa. Preferem contar com seus próprios esforços, são bem adaptados aos esforços prolongados e, ninguém e nenhum obstáculo os fazem parar.

A pessoa com pouco metal é tímida, calada e cautelosa. Essa pessoa não fala abertamente e não consegue expressar-se.

É interessante que a pessoa busque como terapia as seguintes atividades: aromoterapia, acupuntura e instrumentos de sopro e de metal.

Como hobby é bom que pratique esgrima, equitação, tiro ao alvo, entalhe, asa delta, paraquedismo, planador ou quaisquer outras atividades associadas ao ar e ao céu.

A pessoa com nível médio de metal fala o que é preciso e seus comentários são bem elaborados. É compulsivamente. Ela é muito propensa a discutir e ser dona da razão, mas não pensa antes de falar, portanto, comete erros.

A pessoa com excesso de Metal é ambiciosa e calculista, profundamente ávida por dinheiro, não hesita em utilizar qualquer meio para obter o fim desejado. Pronta a romper com o seu passado, se qualquer pessoa ou coisa se opõe à sua vontade.

Apreciam todas as situações que lhes permitem se sobressaírem em detrimento aos outros. Pouco interessada pelos sentimentos e pelos problemas dos outros, não hesitam em manipular para tirar alguma vantagem.

As formas associadas à construção do elemento Metal são: arredondadas, arcos, cúpulas, abóbadas, colinas suaves. Os materiais associados são os diversos tipos de metal.

O Metal rege a estação do outono e a cor branca. Quando o Metal é oriundo da energia Yin é regido por Vênus, quando vem da energia Yang, quem rege é Urano.

No paladar é o sabor picante. O órgão dos sentidos é o nariz. Na parte Yin do corpo humano é regido pelo pulmão e na parte Yang: o intestino grosso. Assim como rege a pele; o desgosto/melancolia e o positivismo nas emoções.

O Metal é considerado a mãe e a geradora do elemento Água.

Água - o número 1

A pessoa do elemento Água é o filósofo, o imaginativo, o honesto, o inteligente, busca o conhecimento, o original, o robusto, o independente, pode ser reservado, precisa de proteção.

Na China, o elemento Água rege as comunicações e as emoções profundas. Em harmonia perfeita com seu elemento, o indivíduo é muito sensível e insondável. Ele é bom, emotivo, vulnerável e, para se proteger, age às escondidas.

Simpático e comunicativo, eloquente, mas sempre discreto. Ele chega ao fim dos obstáculos usando uma diplomacia e constância admiráveis. Incita gentilmente os outros a desejar e agir segundo a sua vontade.

O medo é o fio condutor de sua existência, inquieto e dramático mas frequentemente evita se expor aos outros. Do ponto de vista profissional, deve trabalhar em meios tranquilos e protegidos como escritórios, bibliotecas, laboratórios, redação ou qualquer situação onde a comunicação escrita ou falada represente o elemento motor, só ou em companhia de colaboradores tranquilos em harmonia com seu temperamento.

Os chineses dividem o elemento Água em duas fases: a Água parada e a Água em movimento. Em movimento representa uma variedade de contatos e atividades sociais e de negócios, bem como impulso pessoal, mobilidade e eficácia.

Uma pessoa com o elemento Água parada tende a não querer se expor socialmente e nem esforços mentais.

Excesso de Água em movimento é como uma correnteza exposta ao mundo exterior, mas os obstáculos desviam-na de seu curso. Um rio é mais vigoroso e chega mais rápido aos lugares, às vezes atropelando os outros em seu curso. O oceano tem contatos e oportunidades ilimitados, nunca está em casa e, por vezes, abraça o mundo com as pernas.

Água tranquila interpreta-se como introspecção e poder intuitivo.

Quem tem água tranquila em equilíbrio, é como um lago tranquilo e transparente, onde a luz reflete todo o esplendor de sua profundidade. São pessoas calmas e intuitivas, bastante dedicadas ao trabalho espiritual.

Quando a Água está equilibrada, a pessoa é sociável, e tem a capacidade de ser um bom líder.

As pessoas com muita Água são emocionais e exigentes, se magoam com as críticas, mesmo as construtivas, e podem ser muito rancorosas.

Os desequilíbrios de Água podem levar a estados depressivos e a melancolia.

As formas associadas à construção do elemento Água são disformes e irregulares. Os elementos associados são o que possuem superfície reflexiva como: cristal, vidro e espelho.

Água rege a estação do inverno e a cor preta. Quando a Água é oriunda da energia Yin é regido por Mercúrio, quando vem da energia Yang, quem rege é Netuno.

No paladar é o sabor salgado. O órgão dos sentidos é o ouvido. Na parte Yin do corpo humano é regido pelo rim e na parte Yang: a bexiga. Assim como rege o osso; o medo e a coragem nas emoções.

A Água é considerada a mãe e a geradora do elemento Madeira.

Ao ver essas características, procure não ser radical. Podemos ser regidos por mais de um elemento, mesmo que tenha um carro-chefe entre eles. Assim, considere como um autoconhecimento inicial e caso tenha interesse, sugiro que se aprofunde ou procure profissionais que possam lhe orientar nos seus estudos.

Concordo com John Fitzgerald Kennedy (1917-1963): “Quanto mais aumenta nosso conhecimento, mais evidente fica nossa ignorância”.

Milhões de beijos iluminados,

Sugestões de leituras e cursos:
Astrologia chinesa - 9QI - Sílvia Sacramento -
Feng Shui -Xin Shi Pai – Sílvia Sacramento
Feng Shui - Ba Zhai - Sílvia Sacramento
4 Pilares do destino - Interpretação dos arquétipos- Sílvia Sacramento 
(Contato: 19.99806.8691)

* Mariomar Teixeira é formada em Secretariado na UFPE com mestrado em Extensão Rural e Desenvolvimento Local na UFRPE. Filha, esposa e mãe. Ama ler, estudar, tricotar e cozinhar. Dedica-se aos estudos de metafísica desde 1980, principalmente Numerologia. Em 1993, além de assumir um concurso público federal, também o trabalho como numeróloga é reconhecido. Colunista da Folha de Pernambuco de 1998 a 2005, coluna Numerologia. No mesmo período foi colunista da Revista Club com as colunas: Holística e Lançamento de livros. Professora e Consultora de Feng Shui desde 1997. Palestrante das Tintas Iquine sobre Feng Shui e Cores de 2000/2006, 2014/2015. Atualmente é palestrante das Tintas Coral.

* A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

Veja também

Nova temporada do "Vai que Cola": elenco está cheio de gás
Televisão

Nova temporada do "Vai que Cola": elenco está cheio de gás

Prêmio Delmiro Gouveia recebe 542 propostas para o Nordeste
Fundaj

Prêmio Delmiro Gouveia recebe 542 propostas para o Nordeste