Coronanírus: tempo de desespero na cultura

Eventos em todo o mundo têm sido cancelados ou adiados, inclusive em PE; famosos também têm sido vítimas do novo coronavírus

Fachada do Teatro de Santa IsabelFachada do Teatro de Santa Isabel - Foto: Andrea Rego Barros/PCR/Divulgação

Têm sido incontáveis os desdobramentos decorrentes da pandemia do novo coronavírus em todo o mundo e nos mais diversos setores, inclusive nos calendários culturais do Brasil. Especificamente em Pernambuco, a realidade não é diferente: shows, espetáculos teatrais e outros eventos estão sendo cancelados ou adiados, seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde e das Secretarias municipais e estaduais.

O fato é que a “agenda cultural” do Estado, pelo menos para os meses de março e abril, está comprometida pelos anúncios de cancelamento trazidos pelas produções, pelos próprios artistas ou por meio de notas oficiais dos órgãos públicos.

Leia também:
Pandemia: cultura revirada em todo o mundo
Regina Duarte estuda medidas para ajudar cultura em meio ao coronavírus
Itaú Cultural, IMS, MAM e MAC seguem Doria e fecham por causa do coronavírus

 

Teatro:

- “Paixão de Cristo de Nova Jerusalém”: o espetáculo, que aconteceria de 4 a 11 de abril, em Fazenda Nova, no Agreste pernambucano, foi adiado e remarcado para os dias 2,3,4,5,6,e 7 de setembro. É a primeira vez, em 53 anos, que o evento deixará de ser realizado em abril, no período da Semana Santa;

- “Chaves - Um Tributo Musical”: marcado para os dias 28 e 29 de março, no Teatro RioMar, o espetáculo foi cancelado e uma nova data ainda não foi definida pela produção do evento. Os ingressos adquiridos para as sessões seguem válidos para os dias que ainda serão marcados;

- Comédia “A Mentira”, com Miguel Falabella e Zezé Polessa: apresentações suspensas em todas as localidades do País que receberiam a peça. Em Olinda, no Teatro Guararapes, o espetáculo estava marcado para 27 de março.

Shows: 

- “Gonzagão Sinfônico”: inicialmente marcado para 28 de março, o show, que contaria com Chambinho do Acordeon, Quinteto Violado e Orquestra Criança Cidadã, em celebração ao Rei do Baião, Luiz Gonzaga, foi adiado para o dia 18 de julho, no Teatro Guararapes;

- Turnê “Pra Sempre”, de Lulu Santos: em comunicado feito pelo próprio cantor e compositor Lulu Santos nas Redes Sociais, as apresentações da turnê ‘Pra Sempre‘ não serão realizadas, inclusive a que passaria por Olinda, no Teatro Guararapes, em abril;

- Shows de Belo e Mumuzinho: as festas “Sambinha na Lapa”, com Belo (22 de março), e “A Maior Roda de Samba do Brasil”, com Mumuzinho, Vou pro Sereno, Turma do Pagode e Revelação (28 de março), foram adiadas, ainda sem novas datas definidas;

- “Viva Dominguinhos”: o projeto, marcado para os próximos 30, 1º e 2 de abril, foi adiado e deve acontecer em setembro;

- Benito de Paula: show, que seria em março, no Teatro Guararapes, foi remarcado para 17 de julho;

- Oswaldo Montenegro e Renato Teixeira: dupla se apresentaria no Teatro Guararapes em abril, e agora a nova data passa para 15 de agosto;

- Ney Matogrosso: show do cantor matogrossense foi remarcado para o dia 2 de outubro.

Equipamentos Culturais: 

- Instituto Ricardo Brennand e Oficina Francisco Brennand: visitações ao público foram suspensas por tempo indeterminado;

- Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj): atividades abertas ao público oferecidas pelos equipamentos da Instituição (cinema, museu, galerias e cursos) estão suspensas por tempo indeterminado;

- Caixa Cultural: o equipamento no Bairro do Recife também suspendeu o funcionamento.

- Equipamentos culturais geridos pela Prefeitura do Recife estão fechados por tempo indeterminado: Teatro de Santa Isabel,Teatro Luiz Mendonça, Teatro Apolo, Teatro Barreto Júnior, Teatro Hermilo Borba Filho, Paço do Frevo, Museu da Cidade do Recife, Museu de Arte Moderna Aluísio Magalhães (MAMAM), Museu Murillo La Greca, Galeria Janete Costa, Memorial Chico Science, Memorial Luiz Gonzaga e Escola de Frevo.

Mudança na grade

A Globo decidiu tirar do ar os programas Encontro com Fátima, Globo Esporte e Se Joga para priorizar a cobertura da pandemia no Brasil. A emissora também suspendeu as gravações das novelas “Salve-se quem puder” e “Amor de Mãe”, que terão, nos seus horários, reprises de outras tramas da emissora. Também entrou nas mudanças o Big Brother Brasil. Os participantes foram informados da situação aqui fora.
Alguns canais pagos e serviços de streaming, inclusive, decidiram disponibilizar sua programação gratuitamente.

Já o programa Saia Justa (GNT), foi ao ar nesta quarta-feira (18) apenas com a apresentadora Astrid Fontenelle no estúdio, se em convidados especiais. Mônica Martelli, Pitty e Gaby Amarantos ficaram separadas, cada uma em sua casa.

Artistas com coronavírus

Quase tanto quanto os cancelamentos dos eventos culturais, tem deixado de ser novidade o anúncio de artistas contaminados pelo vírus do Covid-19. As notícias com os diagnósticos quase sempre são trazidas pelos próprios famosos - atores, estrelas de cinema e nomes da música - em suas redes sociais.

- Fernanda Paes Leme, Gabriela Pugliesi, Shantal Verdelho e Preta Gil: todas, possivelmente, contraíram no mesmo local: casamento da irmã caçula de Gabriela, realizado na Bahia;

- Di Ferrero: o cantor está com o Covid-19 e também tem usado as redes para noticiar seu estado de saúde;

- Tom Hanks e Rita Wilson: o ator e sua esposa estão infectados pelo novo coronavírus, contraído durante gravações de um filme na Austrália. De acordo com informaçoes mais recentes, o ator já teve alta;

- Idris Elba: o ator divulgou, em sua conta no Twitter, que está com o coronavírus. Em isolamento, ela afirma que está bem. 

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Em evento no Recife, ministro da Educação diz que 140 prefeituras terão de prestar contas ao TCU
VERBA

Em evento no Recife, ministro da Educação diz que 140 prefeituras terão de prestar contas ao TCU

Pandemia implode sistema de testes, e Alemanha e França reimpõem bloqueios
Coronavírus

Pandemia implode sistema de testes, e Alemanha e França reimpõem bloqueios