Demi Lovato critica decisão de tratar homossexualidade como doença

A manifestação aconteceu no Facebook e teve mais de 70 mil curtidas

Demi Lovato criticou decisão de tratar homossexualidade como doençaDemi Lovato criticou decisão de tratar homossexualidade como doença - Foto: Reprodução/Instagram

Demi Lovato usou seu Facebook para se manifestar conta a liminar que permite tratar homossexualidade como doença, concedida pela Justiça Federal do Distrito Federal, na última sexta (15).

A cantora americana publicou na rede social, na quarta (20), a imagem que viralizou no início da semana, com a frase "amor não é doença, é cura. Trate seu preconceito".

Leia também
Ivete Sangalo não participará do Carnaval de Salvador em 2018
Após seis meses internado, Arlindo Cruz ainda não tem previsão de receber alta
Foo Fighters e Queens of the Stone Age anunciam shows no Brasil em 2018

Em inglês, Demi escreveu: "Pensando em você hoje no Brasil. Espero ver esta decisão errada corrigida em breve". Ela ainda usou as hashtags "#respeito" e "#amor".

A publicação teve mais de 70 mil curtidas. Na terça (19), várias celebridades se mostraram contra a decisão judicial. A cantora Gretchen chegou a convocar pais de LGBTs para uma manifestação.

Veja também

Michael B. Jordan, eleito o homem mais sexy do mundo, anuncia conta no OnlyFans
celebridades

Michael B. Jordan, eleito o homem mais sexy do mundo, anuncia conta no OnlyFans

Globo é condenada a indenizar primeira vencedora do Caminhão do Faustão
televisão

Globo é condenada a indenizar primeira vencedora do Caminhão do Faustão