Em novo videoclipe, Childish Gambino transforma Beyoncé e Kanye West em cartoons

O ator Donald Glover, que utiliza o pseudônimo de Childish Gambino na música, lançou clipe em que outros artistas se transformam em personagens

O rapper Kanye West chora abraçado à ex-primeira dama dos EUA Michelle Obama, usando um boné com a frase "Faça a América grande novamente", slogan do presidente Donald TrumpO rapper Kanye West chora abraçado à ex-primeira dama dos EUA Michelle Obama, usando um boné com a frase "Faça a América grande novamente", slogan do presidente Donald Trump - Foto: Reprodução/Internet

O ator Donald Glover, 34, ataca novamente. Com o pseudônimo de Childish Gambino que ele usa em sua carreira musical, o artista lançou mais um videoclipe repleto de referências. Beyoncé, Nick Minaj, Kanye West e outros artistas viraram personagens de cartoon em vídeo que faz críticas à política e homenagens a artistas mortos. Em três dias, já são mais de 7 milhões de visualizações.

Em uma das imagens deste novo videoclipe, o rapper Kanye West chora abraçado à ex-primeira dama norte-americana Michelle Obama, usando um boné com a frase "Faça a América grande novamente", slogan do presidente Donald Trump.

Beyoncé aparece com uma camiseta em homenagem ao rapper Fredo Santana, que morreu aos 27 anos, em janeiro, tentando vencer o vício em drogas. Whitney Houston (1963-2012) e Michael Jackson também são lembrados (1958-2009).

Leia também:
Childish Gambino faz performance surpresa de 'This Is America' ao vivo
Childish Gambino é o nome do momento na internet
Childish Gambino toca na ferida com 'This is America'; veja vídeo


Gambino chamou atenção com o vídeo "This Is America", que atingiu 100 milhões de visualizações com críticas ao racismo e à violência que ganharam diversas interpretações na internet.

   Ator, produtor, comediante e mais

Sob o nome de Childish Gambino, o ator Donald Glover vem ganhando atenção por seu trabalho musical. Como ator, produtor, diretor e comediante, ele já reúne glórias. Glover venceu o Globo de Ouro de melhor série de TV por "Atlanta", que ele escreveu, produziu e atuou. A produção, que está disponível na Netflix, levou muitos outros prêmios ao redor do mundo e faz um retrato diferente sobre o racismo e as diferenças sociais nos Estados Unidos.

O artista começou como roteirista e ator da série de humor "30 Rock", integrou o elenco de outro sucesso, "The Community" e esteve no elenco de "Han Solo: Uma História Star Wars".


Veja também

Morre o escritor Antonio Bivar, aos 81, em São Paulo, com Covid-19
Luto

Morre o escritor Antonio Bivar, aos 81, em São Paulo, com Covid-19

Morre Martha Rocha, a primeira Miss Brasil
Luto

Morre Martha Rocha, a primeira Miss Brasil