Ex-advogado do autor Aguinaldo Silva pede indenização de R$ 1 milhão

De acordo como o ex-advogado, o autor teria trocado de advogado em meio a um processo

Aguinaldo Silva atualmente está à frente da novela Sétimo GuardiãoAguinaldo Silva atualmente está à frente da novela Sétimo Guardião - Foto: Reprodução/Facebook

O advogado Sylvio Guerra, conhecido por ser contratado por celebridades, está na Justiça em um processo contra Aguinaldo Silva, autor da trama "O Sétimo Guardião" (Globo), no ar pela TV Globo. Guerra pede na Justiça que Silva pague a ele R$ 1 milhão de indenização por direitos morais. Isso porque o autor trocou de advogado em meio a um processo, segundo Marina Caruso, colunista do jornal O Globo.

O caso, ainda em andamento, é o que ex-alunos de Aguinaldo Silva pedem crédito pela co-autoria da novela "O Sétimo Guardião". O primeiro pedido de indenização feito por Guerra foi negado em primeira instância. Em outro processo, Guerra é acusado pelo Ministério Público de ter se apropriado indevidamente de R$ 492 milhões do autor Aguinaldo Silva.

Leia também:
Programa Pânico é condenado a pagar R$ 100 mil a Aguinaldo Silva
'Hoje em dia não daria para escrever uma novela como Tieta', diz Aguinaldo Silva
Roteiro da 1ª radionovela brasileira ganha certificação da Unesco
Cena com grávida ingerindo álcool em novela movimenta Sociedade de Pediatria
Com novela, filmes e livro em vista, Fabiana Karla diz que 2019 será 'ano de colheitas'


Nesta semana, foi divulgada a decisão da Globo, por orientação jurídica, de incluir no encerramento de cada capítulo da novela os créditos dos 27 alunos que participaram de um curso de roteiro ministrado por Silva. A sinopse nasceu a partir de sugestões dadas durante as aulas.

Veja também

Pabllo Vittar alfineta Marília Mendonça por fala transfóbica: 'Tem gente que acha engraçado'
Redes Sociais

Pabllo Vittar alfineta Marília Mendonça por fala transfóbica: 'Tem gente que acha engraçado'

Camila Pitanga e filha testam positivo para malária
TV

Camila Pitanga e filha testam positivo para malária