Festival Virtuosi apresenta concertos musicais no Recife e em Olinda

Com o tema ‘Brahms & amigos’, o Festival Internacional de Música de Pernambuco realiza sua 21ª edição, entre os dias 2 e 9 de dezembro

Orquestra Criança CidadãOrquestra Criança Cidadã - Foto: Divulgação

“Nesses 21 anos que estamos trabalhando eu sinto que houve uma contribuição muito grande no sentido não somente de estimular as pessoas, mas também para incentivar a criação de outros festivais pelo Nordeste, de fazer uma música de qualidade.” Com um repertório que transita entre peças clássicas e contemporâneas, Ana Lúcia Altino, diretora e idealizadora do evento, enfatiza a importância do festival por onde passa.

Em sua 21º edição, o Festival Internacional de Música de Pernambuco – Virtuosi, ocorre entre os dias 2 e 9 de dezembro, e tem um espaço especial dedicado à ação social, com participação das Orquestras Instituto Grupo Pão de Açúcar (SP) e Criança Cidadã.

O evento, que tem como tema ‘Brahms & Amigos’, uma homenagem ao compositor alemão Johannes Brahms, considerado um dos maiores nomes da história da música, explora a relação entre Brahms e outros compositores que fazem parte da programação, como Bach, Beethoven, Schumann e Dvorak. Além de concertos, a programação conta com apresentações solo, de quartetos, palestras e bate-papos, assim como atividades para as crianças, em polos distribuídos por Recife e Olinda.

Abre o festival neste domingo, e se apresenta pela primeira vez em Pernambuco, a Orquestra de Mulheres do Instituto Grupo Pão de Açúcar (SP), sob a regência de Renata Jaffé, na Igreja da Sé (Olinda), às 17h. O repertório transita entre compositores internacionais e brasileiros, entre clássicos, contemporâneos e populares, como Villa-Lobos, Toquinho, Chico Buarque, entre outros.

Já na terça-feira (4) e quarta-feira (5), o Virtuosi apresenta uma roda de conversa com o tema “Aprendendo a ouvir música clássica”, com o compositor Marcílio Onofre. Será das 10h às 12h, no Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães - MAMAM, com inscrições gratuitas através do site do evento.

A partir da quarta-feira (5), o Festival se instala no Teatro de Santa Isabel e realiza uma série de concertos que começam às 20h, quando serão apresentados os quartetos para piano, de Schumann, e o quarteto Op.60, de Brahms, pelo Quarteto Metamorfosis, da UFBA, formado pelos professores Alexandre Casado (violino), Laura Jordão (viola), Suzana Kato (cello) e Beatriz Alessio (piano).

Leia também:
Porto de Galinhas recebe festival de jazz
Festival do Choro João Pernambuco ocupa a Torre Malakoff
Festival VOX: debates e música em 30 polos do Recife


Com a presença do compositor português Fernando Lapa, autor da música do Auto das Barcas de Gil Vicente, será realizada uma palestra sobre “Música e Literatura em Portugal”, na quinta-feira (6), às 17h, no Gabinete Português de Leitura. No mesmo dia é apresentado três Sonatas de Johannes Brahms, e também vindo de Portugal, o artísta Toy Ensemble apresenta, na sexta-feira (7), um espetáculo que compreende os Autos das Barcas do Inferno e do Purgatório, com participação de atores e músicos.

A programação conta também com dois dos mais importantes quintetos para piano e cordas, Schumann & Dvorak, no sábado (8), às 18h. No mesmo dia a Orquestra Virtuosi se apresenta sob a direção do Maestro Rafael Garcia com vários solistas. A primeira obra da noite será a Sinfonia Concertante de Mozart, que terá como solistas o violinista Winston Ramalho, um dos mais destacados violinistas brasileiros de sua geração, e violista Rafael Altino.

Em seguida, o jovem violinista Guido Sant’Anna, finalista do Concurso Menuhin, realizado em Genebra, será o solista com a obra Introdução e Rondó Caprichoso, de Saint-Saëns. Leonardo Altino também se apresenta como solista, com o Concerto de Schumann para cello e orquestra de cordas.

“Toda edição temos muita gente boa no concerto, mas há o violinista Guido Sant’Anna, que é novo e foi um dos seis finalistas do Menuhin, um concurso em Genebra. Ele foi o único latino-americano a ser selecionado, e quando eu vi, pensei que tínhamos que dar espaço”, diz Ana Lúcia Altino.

Para os pequenos haverá o Virtuosinho, com uma agenda especial de atividades no  Museu do Estado de Pernambuco (MEPE), domingo (9), a partir das 10h. Na programação, contação de histórias com o grupo O Tapete Voador, brincadeiras musicais para bebês e apresentação da Orquestra Criança Cidadã. O Festival oferece, pela primeira vez, oficinas de brincadeiras musicais para crianças com deficiências, com intérprete de libras.

O Virtuosi se despede do público no domingo (09), com recital do pianista Victor Asuncion, que encerrará sua participação com obras de Maurice Ravel e Claude Debussy. No encerramento do concerto, haverá uma homenagem aos 100 anos do compositor Leonard Bernstein apresentando o Trio para violino, cello e piano, a suíte West Side Story e o célebre Mambo, também de West Side Story.

   Orquestra do Instituto GPA

A Orquestra é um dos programas socioculturais do Instituto GPA, braço social do Grupo Pão de Açúcar, e tem como objetivo fortalecer o aprendizado musical como ferramenta de transformação e desenvolvimento social. Por meio do Método Jaffé, criado pelo violinista e professor Alberto Jaffé, trabalha o ensino de violino, viola, violoncelo e contrabaixo de forma conjunta. Em 2017, o Programa de Música do Instituto GPA beneficiou aproximadamente 500 jovens

Serviço:
21º Virtuosi - 02/12 a 09/12
Informações: (81) 3363-0138
Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)


21º Vituosi - Festival Internacional de Música de Pernambuco by Folha de Pernambuco on Scribd

 

Veja também

Boom de novos assinantes que Netflix vivenciou na pandemia perde força
streaming

Boom de novos assinantes que Netflix vivenciou na pandemia perde força

'A Caminho da Lua' é arma da Netflix para desbancar império animado da Disney
streaming

'A Caminho da Lua' é arma da Netflix para desbancar império animado da Disney