Juliana Paes se posiciona sobre goleiro Bruno e lança campanha "meu ídolo não é feminicida"

A atriz, que se disse "defensora da causa da violência contra a mulher", lançou nesta sexta-feira (9) a hashtag "Meu ídolo não é feminicida" no Instagram

Atriz Juliana PaesAtriz Juliana Paes - Foto: Reprodução/Instagram

Indignada com a possibilidade de contratação do goleiro Bruno pelo clube baiano Fluminense de Feira de Santana, Juliana Paes, 40, decidiu tornar pública sua opinião sobre o caso.

A atriz, que se disse "defensora da causa da violência contra a mulher", lançou nesta sexta-feira (9) a hashtag "Meu ídolo não é feminicida", junto de um texto em seu Instagram. Paes escreveu que foi comovida pelo vídeo de Jéssica Senra sobre o caso, que foi o que a influenciou a fazer a declaração.

Leia também:
Juliana Paes diz que evita locais cheios devido a assédio após sucesso de 'A Dona do Pedaço'
Justiça autoriza volta do goleiro Bruno ao regime semiaberto


"Jéssica Senra me surpreendeu e me comoveu com a sua coragem, ousadia e inteligência ao defender seu posicionamento contra um clube de futebol que desejava contratar o goleiro Bruno, condenado por um crime bárbaro de assassinato à mãe de seu filho", disse na mensagem.

Senra discursou ao vivo no Jornal Meio Dia, da TV Bahia, filiada da Rede Globo, sobre o possível contratação de Bruno. Em apoio à jornalista, a atriz disse estar "muito orgulhosa" e convidou as amigas Déborah Secco, Maria Joana, Agatha Moreira, Sabrina Sato e Julianne Trevisol a assistirem ao vídeo.

O time baiano voltou atrás em sua decisão, tamanha pressão da torcida. Bruno foi acusado de matar a mãe de seu filho, Eliza Samudio, e o caso se tornou um dos maiores assassinatos de repercussão nacional. Ainda sem data de estreia, ele virará série da Rede Globo, dirigida por Amora Moutner e estrelada por Vanessa Giácomo, no papel de Samudio.

Veja também

Cantora Ivete Sangalo manda filho dormir no meio de live surpresa
Música

Cantora Ivete Sangalo manda filho dormir no meio de live surpresa

Grupo de balé citado por Caetano enfrenta crise
Dificuldades

Grupo de balé citado por Caetano enfrenta crise