Juvenil Silva lança 'Suspenso', seu novo disco, em show

Para produzir o disco, que já está disponível nas plataformas digitais, Juvenil Silva lançou campanha de financiamento coletivo na internet

Juvenil Silva já produziu três discos de forma independente Juvenil Silva já produziu três discos de forma independente  - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

A figura de um homem suspenso pelo pé, presente na carta de tarô "o pendurado" ou "o enforcado", tem como um dos significados possíveis a procura por autoconhecimento e mudança interior. O cantor pernambucano Juvenil Silva encontrou relação entre a simbologia do arcano e o conceito por trás do seu mais recente disco que, não por acaso, leva o nome de "Suspenso".

Já disponível nos meios digitais, o álbum terá show de lançamento neste sábado (7), às 20h, durante a abertura do mais novo espaço cultural do Centro do Recife, o Lambe Lambe, no bairro da Boa Vista.

Leia também:
Alcione em dose dupla no Recife
Disco 'Nordestinação' dá espaço à cantoria
Ultrapassou: venda de CDs e discos de vinil supera downloads digitais pela 1ª vez desde 2011


Trazendo um viés declaradamente autobiográfico, o disco remete a uma jornada pessoal vivida por Juvenil. "Esse trabalho foi feito entre 2016 e 2017, período em que terminei um relacionamento amoroso de dez anos. O processo criativo do álbum veio a partir do encontro comigo mesmo. Pela primeira vez, estava fazendo turnês sozinho, sem residência fixa. Foi uma fase em que busquei refletir bastante e ver as coisas por outros lados. Como na carta do tarô, estava olhando o mundo de cabeça para baixo, esperando a hora certa para recomeçar", diz o cantor.

">

Das 13 faixas que compõem "Suspenso", apenas "Homens pardais" - assinada por Jalu Maranhão - não é autoral. As letras abordam, principalmente, a desconstrução dos conceitos convencionais de amor. "A partir da solidão, passei a contestar aquilo que antes parecia naturalizado. De alguma forma, a maioria das músicas fala da vontade de libertar o sentimento de certas amarras impostas por nós mesmos", explica.



Sem fugir da linha estética adotada nos discos anteriores, "Desapego" (2013) e "Super Qualquer no meio de lugar nenhum" (2014), Juvenil continua investindo na tríade rock, folk e psicodelia, mas também abraça ritmos latinos, como o brega. O CD tem como banda base o trio formado por Rodrigo Padrão (guitarra), Léo Vilanova (percussão) e Gilvandro R (bateria). Há algumas participações especiais, como o do pianista Amaro Freitas, no instrumental "Solitude espontânea", e a cantora Nívea Maria, da banda Verdes & Valterianos, em "De uma forma ou de outra".

Financiamento


Assim como nos dois primeiros álbuns, Juvenil produziu "Suspenso" de forma independente, correndo atrás dos recursos para viabilizá-lo. A estratégia, desta vez, foi lançar uma campanha de financiamento coletivo. Em dois meses, conseguiu arrecadar 107% do que era necessário para tirar o projeto do papel, por meio da plataforma virtual Catarse. A estratégia utilizada foi oferecer recompensas para os colaboradores, de acordo com o valor da contribuição, arrecadando o total de R$ 8.576.

Serviço: 
Show de lançamento de "Suspenso", novo disco de Juvenil Silva
Sábado (7), às 20h
Espaço Cultural Lambe Lambe (Rua da Conceição, 162, Boa Vista)
R$ 15 (entrada), R$ 20 (disco)
Informações: (81) 99971-1985

 

Veja também

Morre ator britânico Dave Prowse, que interpretou Darth Vader
Luto

Morre ator britânico Dave Prowse, que interpretou Darth Vader

Leda Nagle recebe alta após ser internada com Covid-19
Alta

Leda Nagle recebe alta após ser internada com Covid-19