Mimo tem atrações gratuitas neste final de semana; confira roteiro

Neste sábado (24) e no domingo (25), festival leva até Olinda concertos de artistas como Emicida, Egberto Gismonti, 47Soul e Lia de Itamaracá

Egberto Gismonti toca na Igreja da SéEgberto Gismonti toca na Igreja da Sé - Foto: Tom Cabral/Divulgação

O Mimo Festival comemora seus 15 anos de existência em Olinda, cidade onde nasceu, cresceu e ganhou o mundo, com 48 edições em cidades como Paraty, Ouro Preto, Tiradentes e Amarante, em Portugal. Neste sábado e no domingo, últimos dois dias do evento em Pernambuco, o público poderá conferir gratuitamente atrações como a banda palestina 47 Soul, o rapper Emicida e Lia de Itamaracá, além de exibições de filmes. Os nove shows ocorrem em diferentes lugares da Cidade Alta, como a Praça do Carmo e a Igreja da Sé.

Leia também:
Mimo 15 anos tem estreia com show de Hermeto Pascoal


Confira o roteiro que o Diversão&arte preparou:

Igreja do Carmo

A programação do sábado será aberta, às 19h, com o músico paulista Bruno Sanches, vencedor da 5ª edição do Prêmio Mimo Instrumental. Conhecido por sua habilidade com a viola caipira, o artista lançou neste ano o seu primeiro disco solo, "Do Barroco às Barrancas do Rio". No dia seguinte, o templo católico recebe o encontro entre a cantora e intérprete gaúcha Grazie Wirtti e o pianista e arranjador paulista Leandro Braga. Eles apresentam o show "Canções praieiras de Dorival Caymmi", inspirado nas músicas do compositor baiano.



Praça do Carmo

O palco principal da Mimo promove uma mistura de ritmos e influências musicais. A noite do sábado será marcada por uma atração internacional e um grande nome do rap brasileiro. A banda 47 Soul, formada por membros da Palestina e da Jordânia, chega apresentando um som que une elementos eletrônicos com o dabke, uma música tradicional árabe, a partir das 22h30. Mais tarde, à 00h30, é a vez do rapper Emicida envolver o público com um show que passeia por seus mais de dez anos de carreira.

Leia também:
Atração da Mimo, 47Soul mistura batidas eletrônicas e ritmo tradicional árabe
Tom Zé, atração do Mimo Festival, conta sua trajetória
Mimo Festival também oferece programação gratuita de cinema


No domingo, às 18h30, a cirandeira Lia de Itamaracá mostra porque o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco é mais do que merecido. Já a Banda Eddie, cria de Olinda, leva ao público, às 20h, as canções do seu sétimo álbum autoral, "Mundo Engano". Nas duas noites, o DJ Montano abre as programações com música eletrônica: no sábado, às 21h30, e no domingo, às 18h.



Igreja da Sé

Com seu quarteto formado por cello, voz, acordeão e piano, o músico fluminense Egberto Gismonti volta ao Mimo após nove apresentações no festival. O concerto ocorre no sábado, às 20h30. A igreja também recebe o Festival Mimo de Cinema, no sábado, com exibições de dois documentários, a partir das 18h30: "Quanto mais longe vou, mais perto fico" e "Mussum - Um filme do cacildis".



Teatro Fernando Santa Cruz

A sala de teatro do Mercado Eufrásio Barbosa também será ocupado pelo Festival Mimo de Cinema, no sábado e no domingo, a partir das 14h. Entre os filmes exibidos, estão "Som, Sol & Surf Saquarema", longa-metragem de Hélio Pitanga sobre o festival de rock realizado pelo produtor e jornalista Nelson Motta, em 1976; e "Pesado, que som é esse que vem de Pernambuco?", de Leo Crivellare, que narra o encontro do metal com outras referências musicais locais.

Veja também

Tatá Werneck diz que vai providenciar irmão para a filha Maria Clara
Celebridades

Tatá Werneck diz que vai providenciar irmão para a filha Maria Clara

Vanusa tem nova piora em quadro de saúde e está intubada na UTI
famosos

Vanusa tem nova piora em quadro de saúde e está intubada na UTI