‘Nosso Ofício’: Série brasileira relaciona profissões quase extintas com a delicadeza dos sentimento

Episódio gravado no Recife será transmitido na próxima segunda-feira (26)

Atriz Bel Kutner marca presença na série "Nosso Ofício"Atriz Bel Kutner marca presença na série "Nosso Ofício" - Foto: Bento Marzo/Divulgação

O mundo está ficando cada vez mais tecnológico e para acompanhar o ritmo acelerado, grande parte das pessoas parece estar trabalhando no “piloto automático” afim de atingir metas. Produzir, produzir e produzir. Se especializar, ficar de olho nas tendências. Com a correria e o fluxo constante de demandas, a percepção dos detalhes pode ficar turva e a rotina de trabalho se torna quase robótica.

Nesse cenário, a série “Nosso Ofício”, de Tuca Siqueira, faz o alerta de que antigas profissões estão sendo engolidas pela evolução. No primeiro episódio, por exemplo, intitulado de “O afinador e o Diálogo”, conhecemos Guthenberg Pereira, um carioca que dedica a vida a afinar pianos.

É perceptível a relação que os roteiristas Ricardo Mello e Rafael Marroquim fazem entre o sentimento humano e cada profissão. De cara, podemos nos questionar se há paixão no que fazemos na vida real. Cada episódio é ambientado em uma região do Brasil e apresenta um ângulo pouco observado quando se tem o panorama completo à disposição. No caso de Guthenberg, que atua nos bastidores, o grande público se interessa pelo espetáculo sem perceber que o profissional tem um papel necessário para que o evento musical seja um sucesso.

Essa reflexão inicial já é um grande – se não o melhor – motivo para assistir “Nosso Ofício”. O programa estreou em junho com produção da Ateliê Produções em parceria com a Rima Cultural e é transmitido toda segunda-feira, às 23h, pelo canal Futura. Caso você perca o episódio, ele é reprisado nas quintas-feiras, às 15h30.

A série tem um total de 13 episódios, com cenas gravadas em sete regiões brasileiras, passando por Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Pará, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Ceará. Na próxima segunda-feira (26) será transmitido o episódio gravado no Recife, chamado “O Brinquedo e a Lembrança”.

Entre as vantagens de acompanhar “Nosso Ofício”, destaca-se a diversidade de costumes apresentados em cada episódio, ricos em identidade cultural, valores e sentimentos. A história convida o público a embarcar em duas viagens sem sair do sofá: a primeira rompe as fronteiras geográficas e mostra o Brasil de uma maneira que talvez você não conheça. A segunda é subjetiva e acontece de fora para dentro, através do autoconhecimento.

ONDE ASSISTIR

Para quem perder tanto na segunda quanto na quinta, o conteúdo pode ser acessado na plataforma do Futura Play, clicando aqui. Assinantes da SKY também podem acompanhar pelo canal 434 (HD) e 34. Clientes da NET, CLARO TV, OI TV e VIVO podem maratonar pelas respectivas plataformas dos serviços.



*Fernando começou a assistir a séries de TV e streaming em 2009 e nunca mais parou. Atualmente ele acompanha mais de 280 produções e já assistiu mais de 7 mil episódios. A série mais assistida - a favorita - é 'Grey's Anatomy', à qual ele reassiste com qualquer pessoa que esteja disposta a começar uma maratona. Facebook: Uma série de Coisas. Instagram: @umaseriedecoisas. Twitter: @seriedecoisas_ YouTube: Uma Série de Coisas. Podcast: Pocbuster. Portal: umaseriedecoisas.com.br.

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

Veja também

Morre o escritor Antonio Bivar, aos 81, em São Paulo, com Covid-19
Luto

Morre o escritor Antonio Bivar, aos 81, em São Paulo, com Covid-19

Morre Martha Rocha, a primeira Miss Brasil
Luto

Morre Martha Rocha, a primeira Miss Brasil