O Palco Giratório ainda pulsa

Um dos principais em artes cênicas no País, festival Palco Giratório, do Sesc nacional, promoverá 36 apresentações no Estado

“Pontilhados”, do Grupo Experimental, fará nova performance pelo Recife Antigo no dia 10“Pontilhados”, do Grupo Experimental, fará nova performance pelo Recife Antigo no dia 10 - Foto: Leo Motta/Arquivo Folha

 

O Palco Giratório, reconhecida iniciativa de difusão e intercâmbio das artes cênicas, completa 20 edições neste ano. Promovido pelo Serviço Social do Comércio (Sesc) em todos os estados brasileiros, o projeto chega a Pernambuco a partir desta terça-feira (4). Até o mês de novembro, serão 36 apresentações de espetáculos, um seminário, uma mostra comemorativa, 10 debates, 13 oficinas e três intercâmbios.

As 17 unidades do Sesc em Pernambuco recebem 11 grupos do Rio de Janeiro, Bahia, Ceará, Distrito Federal, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. A programação no Recife começa com “Angu de sangue”, primeiro espetáculo do Coletivo Angu, que sobe ao palco do Teatro Marco Camarotti (Sesc Santo Amaro), nesta terça (4), às 20h.

Baseada nos contos de Marcelino Freire, a peça retrata a dura realidade do submundo urbano. No mesmo local e no mesmo horário, o elenco da Aquela Cia. de Teatro, do Rio de Janeiro, apresenta “Caranguejo overdrive”, amanhã e na quinta-feira. O espetáculo conta a história de um ex-catador de caranguejos convocado para integrar as forças brasileiras na Guerra do Paraguai. As entradas custam R$ 20 e R$10 (meia-entrada). 
Já no dia 10 de abril, às 16h, o grupo de dança Experimental volta a encenar “Pontilhados”. O espetáculo ao ar livre, que percorre as ruas do bairro do Recife, tem saída na sede da companhia. No dia seguinte, às 18h, os baianos da A Outra Companhia de Teatro apresentam a intervenção urbana “Ruína de anjos”, cujo mote é a reabertura de um cinema de bairro e a esperança de renovação que isso traz para aquele lugar. O cortejo tem início às 18h, em frente à Igreja Madre de Deus, no bairro do Recife.
Os grupos vindos de fora trocam informações e experiências com as companhias locais no Pensamento Giratório. A primeira ação do tipo ocorre na próxima quinta-feira, às 15h, no Teatro Marco Camarotti, com participação do Coletivo Angu e da Aquela Cia.

 de Teatro. Já a segunda será realizada no dia 12, às 15h, no Teatro Capiba (Sesc Casa Amarela), com as equipe do Grupo Experimental e da A Outra Companhia de Teatro.
“O mais bacana do Palco é que ele cruza as fronteiras, levando os espetáculos para lugares onde nunca foram vistos antes, promovendo a troca entre os grupos e possibilitando a formação de novos artistas”, afirma Ailma Andrade, supervisora de cultura do Sesc Santo Amaro. “Neste ano, uma novidade é a realização, em junho, de um seminário que pretende discutir políticas públicas para a cultura”, aponta.
Petrolina
A programação do Palco Giratório aporta em Petrolina no dia 24 deste mês, com oficina da diretora carioca Denise Stutz. No dia seguinte, às 19h30, ela leva ao Teatro Dona Amélia o espetáculo de dança “Finita”. No dia 26, também às 19h30, o espetáculo “A beira de...”, com Silvia Moura, do Ceará, pode ser visto Teatro Dona Amélia. A mesma atriz estrela a performance “Corpo lixo”, no centro da cidade, às 17h, no dia seguinte 27.

 

Veja também

Ator Henry Golding, de 'Snake Eyes', é mais uma novidade anunciada pela CCXP Worlds
CCXP

Ator Henry Golding, de 'Snake Eyes', é mais uma novidade anunciada pela CCXP Worlds

De 'Vikings' a 'Divergente': Confira o que chega à Netflix em dezembro
streaming

De 'Vikings' a 'Divergente': Confira o que chega à Netflix em dezembro