Originais, coproduções e mais: entenda os tipos de séries na Netflix

Streaming pode lançar séries originais ou adquirir os direitos de exibição de produções já existentes

'The Witcher' é uma produção original Netflix baseada nas HQs e games'The Witcher' é uma produção original Netflix baseada nas HQs e games - Foto: Divulgação/Netflix

Joguei opções de temas no instagram do Uma Série de Coisas e muitos quiseram saber mais sobre os tipos de séries disponíveis na Netflix. Aposto que grande parte das pessoas tem aquele amigo, primo ou irmão que pergunta “tem na Netflix?” sempre que indicamos algum programa. Ainda que se tenham as assinaturas de canais pagos e outros métodos de consumo televisivo, há quem prefira ou só saiba navegar pelo catálogo do streaming.

Com o grande engajamento da plataforma nas redes sociais, virou costume cobrar novas temporadas em posts de Twitter, Instagram e Facebook. Quem nunca topou com cobranças sobre o dia que vão colocar todos os filmes de Harry Potter no catálogo? Os pedidos viraram até memes na internet.

Leia também:
‘Grey’s Anatomy’: A trajetória de Alex Karev na série médica
‘Servant’: Suspense da AppleTV+ entrega mais perguntas que respostas

O mesmo acontece com as séries de TV e, tratando como uma ramificação do tema da semana passada sobre os cancelamentos prematuros das séries, a coluna desta sexta-feira (14) explica os tipos de produções disponibilizadas no catálogo da Netflix. Confira:

ORIGINAIS

As séries originais são aquelas criadas exclusivamente pela Netflix. A empresa se torna responsável por encomendar e produzir o seriado do começo ao fim. Esse tipo de série só será disponibilizada no catálogo da plataforma. “Stranger Things”, “The Crown” e “The Witcher” são alguns exemplos. Geralmente esse estilo de conteúdo é lançado com temporadas completas de uma só vez.

QUASE ORIGINAIS

A que mais se confunde com as produções 100% originais são as que parecem, mas não são. Elas também trazem o selo Netflix, mas há diferenças. Enquanto os exemplos a cima são criados pelo streaming, neste caso, a série já é exibida em algum canal de TV, mas tem os direitos de distribuição mundial compradas pela plataforma. Dessa forma, a Netflix é quem compartilha a série para seu público, mas não assina sua criação.

Aqui, a série também só é disponibilizada pela Netflix, como é o caso de “The Good Place”, transmitida nos Estados Unidos pela NBC, “Better Call Saul”, pela AMC, e "Vikings", pela History, todas compradas pelo serviço de streaming. É comum que esse tipo de série lance um episódio por semana no catálogo, seguindo o cronograma da emissora que a criou.

COPRODUÇÕES

Além de comprar os direitos de exibição, a Netflix também pode escolher contribuir financeiramente com parte da produção da série. “Anne With An E”, por exemplo, começou a ser financiada pela plataforma a partir da segunda temporada. Para os mais atentos, em alguns casos essa mudança fica visível na fotografia ou na abertura da série.

Também pode acontecer de uma série mudar de coprodução para original quando há a constatação de que o programa tem mais audiência no streaming do que no canal de TV fechada. Neste caso, pode haver a escolha entre adquirir ou não o comando da história, como foi o caso de “The Last Kingdom” e “La Casa de Papel”.

NÃO ORIGINAIS

São todos os programas que não tem nenhum vínculo criativo com a Netflix e pode ser distribuída por uma ou mais empresas ao mesmo tempo, dependendo do acordo estabelecido. A série apocalíptica “The Walking Dead” é um grande sucesso, mas entra nesta lista como não original. Ela pode ser encontrada não só na Netflix como na Amazon Prime e Globoplay, por exemplo.

*Fernando começou a assistir a séries de TV e streaming em 2009 e nunca mais parou. Atualmente ele já maratonou mais de 300 produções, totalizando aproximadamente 7 mil episódios. A série mais assistida - a favorita - é 'Grey's Anatomy', à qual ele reassiste com qualquer pessoa que esteja disposta a começar uma maratona. Acesse o Portal, Podcast e redes sociais do Uma Série de Coisas neste link.

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

Veja também

Lives: confira os destaques de mais uma semana de shows virtuais
Virtual

Lives: confira os destaques de mais uma semana de shows virtuais

Festa com tema 'Agostinho Carrara' e parabéns de Pedro Cardoso

Festa com tema 'Agostinho Carrara' e parabéns de Pedro Cardoso