Vinhos nacionais: premiação estrangeira cresceu 80% este ano

Produção brasileira foi reconhecida com 302 medalhas internacionais ao longo de 2018

Vinhos Vinhos  - Foto: Divulgação

Este foi um bom ano para o setor vitivinícola brasileiro. É que no balanço da Associação Brasileira de Enologia (ABE) o número de medalhas internacionais conquistadas pelas produções locais cresceu 80%. Foram 168 em 2017 para 302 em 2018, sendo 210 para espumantes e 92 para vinhos.

O reconhecimento veio de 26 concursos realizados em 13 países, como Argentina, Canadá, Chile, China, Espanha, França e outros. Esta é a terceira melhor performance já registrada, ficando atrás apenas de 2014 com 388 e 2016 com 338 distinções.

“Este reconhecimento é resultado de muito desenvolvimento e pesquisa. Nós, enólogos, estamos em constante aperfeiçoamento. Este trabalho começa no vinhedo e acompanha todos os processos na vinícola. Estamos fazendo a nossa parte e o resultado está aí para o mundo ver”, destaca o presidente da ABE, enólogo Edegar Scortegagna.

Leia também:
O mercado está se rendendo ao vinho rosé
Aprenda a fazer pera ao vinho
Nordestino está bebendo mais vinho

Embora quase 70% das premiações deste ano estarem voltadas para espumantes, o maior crescimento percentual é registrado entre os vinhos tranquilos, que passaram de 45 para 92 medalhas na comparação com o ano passado (105%). Do total, 55 são tintos e 37 brancos.

 

Veja também

Relatório analisa consumo de proteínas alternativas
Saudável

Relatório analisa consumo de proteínas alternativas

Presente para comer e beber no Dia dos Pais
Roteiro

Presente para comer e beber no Dia dos Pais