2020, coronavirus e a democracia...

Mas, afinal, e 2020 como será? Análises e projeções não faltam dos mais variados “experts” de plantão

CoronavírusCoronavírus - Foto: Divulgação

Em retrospectiva o ano de 2019 foi... exatamente igual a qualquer outro ano! Ou não? Vejamos; tivemos guerra, refugiados, crianças nascendo e morrendo por desnutrição ou falta de saneamento básico, alegrias, tristezas, novos messias, epidemias, velhos cavaleiros do apocalipse, quase uma III Guerra Mundial, direita x esquerda, greves de fome por direitos humanos e protesto levando alunos a faltarem a escola em favor do meio ambiente, e a lista continua.

Mas, afinal, e 2020 como será? Análises e projeções não faltam dos mais variados “experts” de plantão ou ainda grupos de ZapZap...

Coronavirus (CoV), Brexit, eleições americanas, questões comerciais e os distúrbios sociais em todo o mundo continuam sendo questões, assim como o risco de uma escalada nas tensões geopolíticas no Oriente Médio.

Algumas projeções financeiras para 2020 conforme alguns bancos mundiais:

- Crescimento mundial: Apesar da primeira fase do acordo comercial entre China-Estados ter sido celebrada, a recuperação da atividade global permanece fragilizada. Existe uma esperança que o PIB real global seja de 2.9% em 2020 comparado com os 3.0% que tivemos em 2019.

- Estados Unidos: os gastos de capital continuem fracos em 2020 a medida que as empresas aguardam uma trégua comercial entre China e Estados Unidos. A expectativa é que o banco central Americano intervenha pra prolongar o ciclo econômico, mas o crescimento econômico poderá acelerar para 1.3% neste ano.

- Alemanha: Os dados da economia continuam mistos mas a demanda doméstica continua se sustentando bem. Embora ainda haja espaço para um estimulo fiscal substancial, é esperado um crescimento do PIB alemão de 0.70% em 2020

- Reino Unido: O PIB deve cair para 0.70% este ano, com a continua incerteza do Brexit pesando no sentimento e no investimento. Serão encontradas formas de estender o prazo de 31 de Dezembro para a transição.

- China: Com o continuo suporte do governo, sinais de recuperação de curto prazo estão aparecendo. Contudo vemos o crescimento chinês caindo para 5.9% este ano

- Commodities: O nosso cenário base contempla o preço do Brent ao redor de USD 50 por barril este ano, dado a excesso de oferta. No entanto, a volatilidade será significativa, em parte graças a crescente tensão no Oriente Médio.

Mas tudo isso poderá mudar devido a um novo fator desestabilizador chamado coronavírus (CoV), uma grande família viral, conhecida desde meados dos anos 1960, que causa infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Geralmente, infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderada, semelhantes a um resfriado comum. A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns (alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1) ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem. http://www.saude.sp.gov.br/

Ainda é cedo para qualquer projeção sobre os desdobramentos desta doença, mas o que mais assusta é a utilização da tecnologia para controlar não a doença, mas o acesso às informações que são vitais para a prevenção e para evitar que esse processo se torne, rapidamente, uma pandemia pela falta de esclarecimentos críveis oriundos do epicentro, em um mundo “digital”.

*Empresário há 35 anos e presidente do Iperid (primeiro THINK TANK do Nordeste) – Instituto de Pesquisa Estratégica em Relações Internacionais e Diplomacia, Rainier Michael tem ampla experiência em trocas internacionais. O trabalho realizado por ele junto ao consulado esloveno, e designado “Diplomacia Econômica”, interpreta sob uma visão humana o desenvolvimento e o crescimento do Nordeste. Paulista de nascença, Michael se mudou para Pernambuco há dez anos, quando seus negócios no Estado cresceram de forma a tornar indispensável sua presença aqui. Seu comparecimento nos mercados pernambucanos, entretanto, é mais antigo do que isso. Antes de assumir o consulado, já era representante da DBG - Sociedade Brasil-Alemanha no Nordeste. É destacável, também, sua atuação enquanto presidente do Rotary Club Recife Boa Viagem. ([email protected])

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

Veja também

Brasileiro de alta renda busca imóvel grande por conforto no confinamento
Nova rotina

Brasileiro de alta renda busca imóvel grande por conforto no confinamento

Bolsonaro liga para empresária que chamou fechamento de loja de ato da 'ditadura'
Pandemia

Bolsonaro liga para empresária que chamou fechamento de loja de ato da 'ditadura'