Bolsonaro diz que voucher para trabalhadores informais poderá ser ampliado para R$ 600

A proposta inicial do Poder Executivo era de um benefício de R$ 200

Jair BolsonaroJair Bolsonaro - Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (26) que o voucher para trabalhadores informais do governo federal poderá ser ampliado para até R$ 600.

Na entrada do Palácio da Alvorada, onde concedeu uma entrevista à imprensa, ele disse que tem conversado sobre o assunto com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e que ainda não sabe que impacto teria o aumento.

A proposta inicial do Poder Executivo era de um benefício de R$ 200, com um impacto de R$ 15 bilhões. A equipe econômica, no entanto, já vinha avaliando uma elevação para R$ 300.

Leia também:
Maia defende auxílio de R$ 500 a trabalhadores informais durante crise do coronavírus
Saúde estima que SUS demandará mais de R$ 10 bilhões contra o coronavírus


E, nesta quinta-feira (26), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o Poder Legislativo pode aumentar para R$ 500.

"Está em R$ 500 e talvez passe para R$ 600. Eu conversei com o Paulo Guedes ontem e eu não tomo a decisão sem falar com o respectivo ministro", disse. "Pode ser, mas eu não sei quantos bilhões a mais a cada R$ 100, para você ter uma ideia", acrescentou.

O presidente afirmou também que será feita uma nova medida provisória para tratar da suspensão de salário, mas que ainda está em fase de discussão.

Na segunda-feira (23), o presidente avia recuado e suspendido treco de iniciativa que previa a suspensão por quatro meses.

Bolsonaro disse que a medida estava mal-feita e que ela precisava prever uma compensação para o trabalhador, o que ainda passa por avaliação, de acordo com ele.

Ele ressaltou ainda que discute um socorro financeiro a pequenas e médias empresas. Segundo ele, uma ideia é que o poder público arque com uma parte da folha de pagamento diante do compromisso do dono do negócio de não demitir funcionários.

"Eu alertei a nação com palavras dura ou toscas, entendam como queiram, mas foram palavras verdadeiras", disse. "Eu duvido que alguém daqui não esteja preocupado em perder o emprego. E está todo mundo preocupado", acrescentou.

A ideia é que o voucher seja usado pela população que não tem trabalho formal e não recebe recursos de programas como Bolsa Família e BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

'The Sims 4' anuncia expansão sobre tricô para fim do mês
tecnologia

'The Sims 4' anuncia expansão sobre tricô para fim do mês

Contas do Twitter de empresários e companhias dos EUA são hackeadas
Redes Sociais

Contas do Twitter de empresários dos EUA são hackeadas