Deficientes visuais ganham maior autonomia com óculos inteligente

O ""Annuit Walk Acessibility" é uma ferramenta que proporciona aos deficientes visuais reconhecimento de objetos e faces

O projeto visa conceder maior autonomia para deficientes PCDsO projeto visa conceder maior autonomia para deficientes PCDs - Foto: Reprodução

Nova ferramenta para auxiliar na inclusão de deficientes visuais no mercado de trabalho e na sociedade, o "Annuit Walk Acessibility" ganha palestra para investidores e interessados no assunto na segunda-feira (07), às 13h, no Instituto de Cegos de Pernambuco, localizado no bairro das Graças.

"Nada mais é que um óculos inteligente que dará audiodescrição ao seu usuário, de faces humanas até reconhecimentos de caracteres, como em cédulas", comenta Washington Carvalho, um dos sócios do projeto e coordenador do evento.

O "Annuit Walk Acessibility" fotografa o objeto em questão e o transforma em áudio, proporcionando maior autonomia ao deficiente visual. "Cria maior oportunidade para que o usuário se integre em atividades de lazer e tenha maior chances de ingressar no mercado de trabalho", diz Washington.

Tendo em vista que este público possui uma renda menor em comparação a outros segmentos da sociedade, o óculos inteligente deverá custar em média de R$ 800 a R$ 1000. "Investidores são essenciais para que possamos dar continuidade ao projeto", afirma Washington. O evento é aberto ao público.

Veja também

Porto Digital retoma atividades presenciais a partir de 20 de julho
Tecnologia

Porto Digital retoma atividades presenciais a partir de 20 de julho

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 33 milhões
LOTERIA

Mega-Sena sorteia nesta quarta prêmio de R$ 33 milhões