Erro do Facebook desbloqueou conexões indesejadas

Erro esteve ativo entre 29 de maio e 5 de junho e já foi reparado, segundo o Facebook, que tenta recuperar a confiança de seus usuários após o escândalo envolvendo a Cambridge Analytica

FacebookFacebook - Foto: Norberto Duarte / AFP

O Facebook informou nesta segunda-feira (2) que está notificando mais de 800 mil usuários sobre um erro de software que desbloqueou temporariamente pessoas indesejadas na rede social e em seu serviço de mensagens.

O erro esteve ativo entre 29 de maio e 5 de junho e já foi reparado, segundo o Facebook, que tenta recuperar a confiança de seus usuários após o escândalo envolvendo a Cambridge Analytica.

Leia também:
Facebook adota ferramentas de transparência para anúncios políticos
Nova falha no Facebook tornou públicas postagens de 14 milhões de usuários


"Sabemos que a capacidade para bloquear alguém é importante", admitiu o chefe de privacidade do grupo, Erin Egan, em seu blog. "Queremos nos desculpar e explicar o que aconteceu".

A possibilidade de bloquear alguém no Facebook evita que possam ver publicações de um perfil, se conectar como amigos ou começar uma conversa no Messenger.

"Há muitas razões pelas quais as pessoas bloqueiam as outras no Facebook", explicou Egan: "Pode ocorrer que sua relação tenha mudado ou queiram se afastar de alguém que publicou conteúdo que não gostaram". Alguns usuários também bloqueiam por razões mais duras, como assédio ou intimidação, destacou Egan.

O erro no software não restaurou qualquer conexão com amigos cortada na rede social, segundo Facebook.

Veja também

Funcionários tentam derrubar MP que permite privatização de subsidiárias da Caixa
governo

Funcionários tentam derrubar MP que permite privatização de subsidiárias da Caixa

Retorno da Feira da Sulanca de Caruaru contou com fiscalização, testagem e distribuição de EPI
Caruaru

Retorno da Feira da Sulanca de Caruaru contou com fiscalização, testagem e distribuição de EPI