Falta combustível em oito aeroportos do País; Recife tem

Apesar da falta de querosene, os aeroportos estão abertos e têm condições de receber pousos e decolagens

Sem combustível, o aeroporto de Brasília chegou a ficar em situação críticaSem combustível, o aeroporto de Brasília chegou a ficar em situação crítica - Foto: Rodrigo Mello Nunes/iStock

No oitavo dia da paralisação dos caminhoneiros. falta combustível em pelo menos oito dos 54 aeroportos administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) no País. A administradora informou que monitora o abastecimento de querosene de aviação por parte dos fornecedores que atuam nos terminais. A recomendação é de que os passageiros procurem as companhias para consultar a situação de seus voos.

Os aeroportos que estão com falta de combustível são os de São José dos Campos (SP), Uberlândia (MG), Ilhéus (BA), Campina Grande (PB), Juazeiro do Norte (CE), Aracaju (SE), João Pessoa (PB) e Teresina (PI).

Até as 10h desta segunda-feira (28), de 452 voos programados nos aeroportos do país, 29 (6,42%) haviam sido cancelados. A recomendação é que os passageiros procurem as companhias aéreas para verificar a situação do seu voo.

Leia também:
Aeroporto do Recife volta a receber combustível
Aeroporto do Recife: voos são cancelados por falta de combustível


Apesar da falta de querosene, os aeroportos estão abertos e têm condições de receber pousos e decolagens. Nos terminais em que o abastecimento está indisponível no momento, as aeronaves que chegarem só poderão decolar se tiverem combustível suficiente para a próxima etapa do voo.

A Infraero alertou aos operadores de aeronaves que avaliem o planejamento de voos para definir a melhor estratégia de abastecimento, de acordo com o estoque disponível nos terminais de origem e destino.

De acordo com a assessoria, a empresa está em contato com órgãos públicos ligados ao setor aéreo para garantir a chegada dos caminhões com combustível de aviação aos aeroportos administrados pela empresa.

Veja também

Fernando de Noronha confirma mais seis casos de Covid-19
Coronavírus

Fernando de Noronha confirma mais seis casos de Covid-19

Carro-bomba mata 30 membros das forças de segurança afegãs
Atentado

Carro-bomba mata 30 membros das forças de segurança afegãs