Fundaj realiza mesa redonda sobre turismo

O evento é gratuito e acontece no Cinema da Fundação/Museu, em Casa Forte

Antonio Campos, presidente da Fundação Joaquim NabucoAntonio Campos, presidente da Fundação Joaquim Nabuco - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Representando 10% dos postos de trabalho no mundo e cerca de 11% do PIB mundial, o turismo possui capacidade de ser um transformador social podendo crescer ainda mais a partir da definição e efetivação de Políticas Públicas adequadas. Por isso, a Escola de Inovação e Políticas Públicas (EIPP) da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), realiza na sexta-feira (4) uma mesa redonda com o tema “Turismo Cultural, Inovação e Políticas Públicas para Geração de Trabalho e Renda”. O evento é gratuito e acontece no Cinema da Fundação/Museu, em Casa Forte.

"Faz parte do papel da Fundação Joaquim Nabuco como vetor de crescimento do Nordeste centralizar olhares para o que a região tem a oferecer. O turismo cultural é uma área extensa, que merece ter seu potencial estudado para que as melhores estratégias de políticas públicas sejam traçadas e resultem em um crescimento inteligente do setor", afirma o presidente da Fundaj, Antônio Campos.

Leia também: 
Fundaj inaugura espaço com quadros de ex-presidentes da Casa
Fundaj celebra 170 anos de Joaquim Nabuco neste domingo


A programação começa com uma apresentação cultural no hall do Museu do Homem do Nordeste (Muhne), em seguida, segue para o Cinema do Museu para dar início ao seminário. O primeiro momento do debate contará com participação do presidente da Fundaj, Antônio Campos, diretor de Formação Profissional e Inovação (Difor), Wagner Maciel; o diretor de Memória, Cultura, Educação e Arte, Mário Hélio Gomes, e o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo, autarquia especial do Ministério do Turismo, Gilson Machado Neto.

Para o diretor da Difor, Wagner Maciel, turismo e cultura são grandes ferramentas de geração de trabalho e renda. "Vamos discutir políticas públicas inovadoras voltadas para a área, sobretudo na região Nordeste do país, pelas nossas vocações, pela posição geográfica e por nossas ricas tradições culturais e gastronômicas", destaca.

Veja também

Dólar fecha em R$ 5,37 e tem maior queda em uma semana
BOLSA DE VALORES

Dólar fecha em R$ 5,37 e tem maior queda em uma semana

Governo celebra 20 anos de fundo que pode ser extinto por Guedes
fundos

Governo celebra 20 anos de fundo que pode ser extinto por Guedes