Google pronto para a Copa do Mundo

Site de buscas lançou novas ferramentas para que os brasileiros possam acompanhar todos os detalhes do Mundial de Futebol da Rússia

Google na CopaGoogle na Copa - Foto: Divulgação

Apesar de muita gente ainda não ter entrado no clima da Copa do Mundo, ninguém pode negar a paixão nacional pelo futebol. Nem o Google! O Brasil é o país que mais faz buscas sobre o esporte no mundo. Por isso, ganhou uma atenção especial do gigante da tecnologia neste mundial. O Google desenvolveu, junto com sua equipe brasileira, uma série de novas fontes de informação acerca do Mundial da Rússia. E, com isso, quer que o brasileiro interaja ainda mais com o torneio.

“Até poucos dias atrás, a busca permitia saber apenas o horário e o placar dos jogos. Mas, agora, quando pesquisar pela seleção brasileira, você vai saber de tudo em tempo real, até os detalhes dos jogos, como gols, pênaltis e substituições. Pela primeira vez, também teremos vídeos com os melhores momentos da partida assim que os jogos se encerrarem. Então, será possível acompanhar a seleção antes, durante e depois dos jogos”, contou o diretor de engenharia para América Latina do Google, Berthier Ribeiro Neto.

Durante as partidas, a Busca vai oferecer um novo “espaço” com fotos, comentários e vídeos das jogadas mais importantes em tempo real. Para conferir o resultado de forma dinâmica, usuários de Android também poderão fixar o placar dos jogos na tela inicial do seu celular. Depois do apito final, vídeos resumindo os destaques de cada partida também ficarão disponíveis na Busca. E quem quiser torcer com mais afinco ainda vai encontrar uma lista de bons lugares para assistir aos jogos em 13 cidades da América Latina, inclusive o Recife. Para isso, basta ativar a seção explorar do Google Maps.

Leia também:
Google Arts & Culture: Qual a obra de arte que é a sua cara?
Google lança Android Go no Brasil com aparelhos a partir de R$ 300


Os brasileiros ainda poderão acompanhar os bastidores da seleção. É que, dentre as novidades criadas para Copa, está um perfil exclusivo da maior estrela da seleção canarinha: Neymar. A página é alimentada pelo próprio atacante, com relatos, fotos e vídeos do dia a dia da seleção na Rússia. Outros jogadores foram convidados a gravar pequenos vídeos respondendo a algumas das perguntas que mais surgem na internet em relação ao torneio. Outras dúvidas serão esclarecidas pelo próprio assistente do Google, que, graças à inteligência artificial, será capaz de responder a perguntas contextuais como: “qual time será deixado de fora com esse resultado” ou “quantas vezes os dois países se enfrentaram”.

Também há novas formas de interagir com as outras seleções que participam do torneio. Quem pesquisar por Copa do Mundo, por exemplo, vai se deparar com a tabela de jogos do dia, a classificação dos grupos, o perfil dos principais jogadores, os tweets mais relevantes, as principais notícias e estatísticas das seleções.

Muitas dessas funcionalidades foram desenvolvidas por profissionais brasileiros, no centro de engenharia que o Google mantém em Belo Horizonte. O escritório mineiro, inclusive, tem realizado tantos trabalhos bem avaliados que deve crescer 30% neste ano, chegando a 200 engenheiros.

Fabio Coelho, presidente do Google Brasil

Fabio Coelho, presidente do Google Brasil - Foto: divulgação

Eleições
Não é só na Copa que o Brasil vai ganhar novas ferramentas do Google. A empresa também está preparando formas de acompanhar as eleições de forma mais interativa e instalou até um novo cabo submarino para garantir que a internet nacional suporte essas ferramentas. Com isso, R$ 700 milhões foram aplicados no País só nos últimos 15 meses. E todo esse investimento tem explicação: o Brasil é um dos cinco maiores usuários do Google no mundo.

“Nós temos sete plataformas com mais de um bilhão de usuários. E o Brasil é um dos top mercados em todas elas (Busca, YouTube, Gmail, Maps, Chrome, Play Store e Android). Não só pelo tamanho, mas também pela qualidade do engajamento”, revelou o presidente do Google Brasil, Fabio Coelho, durante a segunda edição do Google for Brasil, em São Paulo. “Todos os dias, os brasileiros usam a nossa tecnologia para fazer cada vez mais. Por isso, dentro do Google, o Brasil é um país chave. Nós queremos ajudar os brasileiros a criar oportunidades e a tirar o máximo que a internet oferece”, acrescentou o executivo.

Segundo Coelho, uma dessas oportunidades estará disponível na campanha eleitoral deste ano. É que, a fim de ajudar os brasileiros a se informar e a tirar dúvidas sobre o pleito, o Google vai criar uma página para cada candidato em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A ideia é que, ao pesquisar por um dos candidatos, o eleitor tenha acesso às informações e notícias mais relevantes sobre ele. Os presidenciáveis poderão até postar suas prioridades de campanha na página de resultados da Busca. “Queremos ajudar os eleitores a tomar decisões mais esclarecidas. E, quanto maior e melhor a informação, mais segura e confiável será esta escolha”, justificou o presidente nacional da empresa.

Infraestrutura
Para garantir que essas e outras informações cheguem com segurança aos brasileiros, o Google também está investindo em infraestrutura. A empresa instalou um novo cabo submarino entre São Paulo e Rio de Janeiro. É o Júnior, cabo de 390 quilômetros de extensão que conta com oito pares de fibra óptica e promete melhorar a qualidade da internet de quase todo o País. “O Nordeste, por exemplo, faz muita conexão via Rio de Janeiro. Por isso, será beneficiado indiretamente”, contou o gerente de infraestrutura do Google na América Latina, Christian Ramos.

 

Veja também

Estados arrecadaram 2,14% a mais em 2020, diz ministério
Economia

Estados arrecadaram 2,14% a mais em 2020, diz ministério

Dólar sobe 0,6% em dia de feriado em São Paulo
Câmbio

Dólar sobe 0,6% em dia de feriado em São Paulo