Inflação da construção civil cai e fica em 0,16% em outubro

O Índice Nacional da Construção Civil acumula taxas de 3,14% no ano e de 3,75% no período de 12 meses

Índice Nacional da Construção Civil recuou de 0,27% em setembro para 0,16% em outubroÍndice Nacional da Construção Civil recuou de 0,27% em setembro para 0,16% em outubro - Foto: Agência Brasil/ Tomaz Silva

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), registrou uma inflação de 0,16% em outubro, 0,11 ponto percentual abaixo do 0,27% de setembro. A taxa também é inferior ao 0,64% de outubro de 2016. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), essa é a menor taxa desde abril (0,15%).

O Sinapi acumula taxas de 3,14% no ano e de 3,75% no período de 12 meses. Com a alta de preços de 0,16% de outubro, o metro quadrado da construção civil ficou em R$ 1.059,68. Os materiais de construção tiveram inflação de 0,20%, passando a custar R$ 540,58 por metro quadrado. Já a mão de obra agora está 0,12% mais cara, passando a ter o custo de R$ 519,10 por metro quadrado.

Leia também:
IPCA acumula 1,62% no ano, menor taxa desde 1994
CNI: Índice de ociosidade da construção civil está em 42%


Goiás foi o estado com maior inflação registrada pelo Sinapi em outubro (2,47%), por conta da pressão exercida pelo reajuste salarial de acordo coletivo e pelo aumento na parcela dos materiais. Seis unidades da federação tiveram deflação, com destaque para Sergipe (-0,25%).

Veja também

Beneficiário do Bolsa Família pode contestar auxílio até 30 de novembro
bolsa família

Beneficiário do Bolsa Família pode contestar auxílio até 30 de novembro

Ações do Carrefour caem mais de 5% após assassinato de homem negro
Beto Freitas

Ações do Carrefour caem mais de 5% após assassinato de homem negro