Micro e Pequenas Empresas terão mais crédito em Pernambuco

Agefepe vai ampliar financiamentos para estimular a geração de empregos

Marcelo BarrosMarcelo Barros - Foto: Clemilson Campos/Folha de Pernambuco/arquivo

O Governo Paulo Câmara quer ampliar a competitividade dos negócios locais. Por isso, vai aumentar a oferta de crédito para as Micro e Pequenas Empresas (MPEs), chegando até às startups, através da Agência de Fomento de Pernambuco (Agefepe).

“Vamos ampliar e modernizar essa linha, identificando novas cadeias produtivas que possam ser financiadas, a exemplo das startups. Pois as MPEs são o segmento que mais gera emprego hoje em dia e nossa prioridade é estimular o emprego”, revela Marcelo Barros, que sai da Secretaria da Fazenda para presidir a Agefepe e pretende atingir 40 mil pequenos empreendedores com essa política de crédito nos próximos quatro anos.

Leia também:
Paulo Câmara anuncia o segundo escalão do Governo
26 atividades ficarão fora do MEI; confira

Outro incentivo empresarial virá da AD Diper, que agora é comandada por Roberto Abreu, ex-diretor-geral de Política Tributária da Fazenda. “Vamos trabalhar no desenvolvimento de fornecedores internos, para que as grandes indústrias não tenham que comprar insumo fora do Estado”, informa Abreu, que também pretende ampliar o número de arranjos produtivos beneficiados pelas ações de estímulo à produtividade da AD Diper.

Veja também

Custo da construção tem alta de 0,49% em julho
Economia

Custo da construção tem alta de 0,49% em julho

Mais de dez milhões já voltaram ao trabalho com fim do isolamento, diz IBGE
Trabalho

Mais de dez milhões já voltaram ao trabalho com fim do isolamento, diz IBGE