Preços de alimentos provocam queda do IPC-S em agosto

Também registraram queda na taxa os grupos de despesas habitação, vestuário, saúde e cuidados pessoais

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) ficou em 0,17% em agosto deste ano, taxa inferior ao 0,31% de julhoA inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) ficou em 0,17% em agosto deste ano, taxa inferior ao 0,31% de julho - Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) ficou em 0,17% em agosto deste ano, taxa inferior ao 0,31% de julho. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), a queda da taxa foi provocada principalmente pelos alimentos, que registraram redução de preços (deflação) de 0,36% em agosto, ante uma inflação de 0,35% em julho.

Também registraram queda na taxa os grupos de despesas habitação (de 1,02% em julho para 0,81% em agosto), vestuário (de -0,24% para -0,29%), saúde e cuidados pessoais (de 0,38% para 0,18%) e despesas diversas (de 0,35% para -0,05%).

Leia também:
Alimentos que ajudam a diminuir a ansiedade
Macri retira impostos sobre alimentos da cesta básica
Conheça os alimentos essenciais para a saúde do homem

Três grupos de despesa tiveram alta: transportes (de -0,48% para 0,13%), educação, leitura e recreação (de -0,03% para 0,13%) e comunicação (de 0,03% para 0,38%).

Veja também

Rio tenta adiar julgamento sobre royalties do petróleo no STF
petroleo

Rio tenta adiar julgamento sobre royalties do petróleo no STF

Banco de desenvolvimento dos EUA anuncia quase US$ 1 bi em financiamentos no Brasil
economia

Banco de desenvolvimento dos EUA anuncia quase US$ 1 bi em financiamentos no Brasil