Procon identifica diferença de até 655% em preços de produtos em Noronha e na RMR

Fiscais do órgão de defesa do consumidor passaram por oito estabelecimentos na ilha

Fiscalização em estabelecimentos de NoronhaFiscalização em estabelecimentos de Noronha - Foto: Divulgação/Procon-PE

Pesquisas do Procon-PE identificaram diferença de até 655% nos preços de produtos vendidos em Fernando de Noronha e na Região Metropolitana do Recife (RMR). A comparação é no quilo do melão, vendido a R$ 12 na ilha e a R$ 1,59 no continente.

Os levantamentos, cujos resultados foram divulgados nessa segunda-feira (30), foram encomendados pela Administração do Arquipélago e comparou itens da cesta básica e laticínios, frutas, verduras e bebidas. Os fiscais do órgão de defesa do consumidor passaram por oito estabelecimentos na ilha.

Leia também:
Operação encontra aves mortas e galos feridos em Noronha
Aventura solitária entre céu e mar
Um tripulante nada CÃOvencional na Refeno 2019


Alguns produtos chegaram a diferença de 200% em mercados de Noronha. O abacaxi, por exemplo, pode ser encontrado a R$ 5 e R$ 15. Já o absorvente é vendido de R$ 3,50 a R$ 9,99. O quilo do tomate pode ser encontrado por R$ 8,28 e por R$ 20,00, uma diferença de 141,55%. O achocolatado possui uma diferença percentual de 100%, o menor valor é de R$ 2,00 e o maior de R$ 4,00. Já nas bebidas alcoólicas um whisk, apresenta uma diferença de 58,72%.

Segundo o Procon-PE, o consumidor terá como localizar onde encontrar um produto mais barato. O acesso à pesquisa pode ser solicitado através do e-mail [email protected] ou na unidade do Procon de Noronha, que fica localizado BR-363, no Centro de Geração de Renda, ao lado da Escola Estadual de Fernando de Noronha.

Veja também

Bolsa sobe quase 2% por Petrobras e bancos e volta aos 100 mil pontos
BOLSA DE VALORES

Bolsa sobe quase 2% por Petrobras e bancos e volta aos 100 mil pontos

STF mantém extradição de ex-sócio da Telexfree para os EUA
justiça

STF mantém extradição de ex-sócio da Telexfree para os EUA