Quando o IPVA vale mais que um carrão

Quem tem uma Ferrari 488 Spider vai ter que pagar um imposto de R$ 101 mil, o valor suficiente para comprar carros como o Renegade

Ferrari 488 SpiderFerrari 488 Spider - Foto: Divulgação

Já pensou em ter uma Ferrari na garagem de casa? E uma Lamborghini? Parece um sonho, não é? Mas saiba que, além de muito luxo, potência e olhares de admiração, você também vai ganhar muitos custos se decidir ser o proprietário de um possante como esses. Afinal, modelos como a Ferrari 488 e a Lamborghini Huracán custam cerca de R$ 3,5 milhões no Brasil. Por isso, o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) també pode pesar no bolso. Neste ano, por sinal, os modelos têm os licenciamentos mais caros de Pernambuco.

De acordo com a Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz-PE), o pernambucano que tiver uma Ferrari 488 Spider fabricada no ano passado terá que pagar R$ 101.401,16 só pelo IPVA do veículo, fora as taxas de bombeiros, licenciamento e seguro obrigatório (DPVAT). O imposto relativo a uma Ferrari 488 GTB 2017 também não fica muito atrás, sai por R$ 91.237,96. O valor é quase o mesmo cobrado aos proprietários de uma Lamborghini Huracán 2017 (R$ 91.393,44), mas daria para comprar carros zero quilômetro bem equipados como o Jeep Renegade e o Fiat Toro.

Leia também:
Valor do IPVA tem uma redução média de 3% em PE
Contribuinte que quitar dívida de IPVA de motocicleta terá isenção de multas e juros


Diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), Charles Ribeiro explicou que o valor do IPVA de um veículo novo de até 180 cavalos de potência equivale a 3% do valor de venda do automóvel. Se a potência ultrapassar os 180 cavalos, a alíquota passa a ser de 4%. Já no caso de veículos usados, o imposto é calculado de acordo com o valor venal dos veículos. “Se você conseguir comprar uma Ferrari zero quilômetro, vai ter que pagar 4% do preço do carro”, concluiu.

Se este não é o seu caso, então não precisa se preocupar. É que neste ano o IPVA vai ficar mais barato em Pernambuco. De acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Aplicáveis (FIPE), o valor venal dos veículos caiu 3% em 2017 em relação a 2016. Por isso, o IPVA também terá uma redução média de 3% em 2018. O imposto do Chevrolet Onix 2017, o carro mais vendido do Brasil, por exemplo, ficará entre R$ 1.179,78 e R$ 2.058,44 neste ano. O do Renault Kwid, o novo queridinho dos brasileiros, não sai por mais de R$ 1.206,04. E a taxa dos carros usados é ainda mais barata. É possível encontrar IPVA’s de R$ 120 para carros como uma Kombi escolar 2009 e de R$ 72 para motos como a Honda C/100 Biz de 2016.

Quem fizer o pagamento do IPVA em cota única ainda tem um desconto de 7% nesses valores. E o Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) terá uma redução de 35% para os carros, devido à redução do número de acidentes de trânsito com condutores e não condutores. Mas neste ano é preciso ficar atento ao boleto. Afinal, as multas deixaram de vir no carnê de licenciamento. Agora, é preciso acessar o site ou o aplicativo do Detran para gerar o boleto das multas vencidas, que ainda passam a vir com juros e correção monetária. “Mesmo quem receber o boleto em casa, vai precisar fazer a atualização”, avisa Ribeiro, garantindo que o Detran vem reforçando o seu site para poder garantir o acesso dos proprietários de todos os 2,8 milhões de veículos da frota pernambucana. Ele lembrou ainda que os boletos de pagamento estão disponíveis desde o dia 2 e precisam ser pagos até fevereiro, de acordo com o final da placa do veículo.

Veja também

Governo recria conselho de defesa do consumidor extinto em 1990
Economia

Governo recria conselho de defesa do consumidor extinto em 1990

Vendas no comércio varejista crescem 13,9% de abril para maio
Economia

Vendas no comércio varejista crescem 13,9% de abril para maio