Recife ganha um Hub de Inovação do Banco do Nordeste

Espaço inaugurado ontem funciona dentro do Porto Digital. As inscrições para os interessados já estão abertas e devem ser feitas pelo site www.bnb.gov.br/inovacao/editais

Para Romildo Rolim, a criação do novo espaço no Recife vai ajudar as empresas locais a atuar de forma mais tecnológicaPara Romildo Rolim, a criação do novo espaço no Recife vai ajudar as empresas locais a atuar de forma mais tecnológica - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

O Banco do Nordeste (BNB) inaugurou neste quinta-feira (13) o seu Hub de Inovação, com sede no Porto Digital. O espaço é destinado para fomentar a inovação e tem como público alvo startups e micro e pequenas empresas. O local é fruto de uma parceria entre o banco e o parque tecnológico recifense, com capacidade para abrigar dez startups residentes.

Para atuar no Hub as empresas interessadas devem preencher o Edital 2020 do Banco. As inscrições para atuar no espaço estão abertas até o dia 5 de março, e o edital com todas as condições de participação e o formulário para preenchimento estão disponíveis no site www.bnb.gov.br/inovacao/editais. O resultado será divulgado no dia 13 de março.

Leia também:
Prêmio BNB de Jornalismo deve pagar R$ 234 mil em premiações
BNB e Sebrae querem ampliar pequenos negócios no Nordeste, MG e ES
Accenture e Porto Digital lançam curso gratuito para jovens de até 24 anos


Na inauguração do Hub de Inovação, o presidente do Grupo EQM, Eduardo de Queiroz Monteiro, foi representado pelo diretor operacional da Folha de Pernambuco, José Américo Góis, e pela gerente de mercado, Tânia Campos.

Com o local de apoio a inovação e tecnologia, o banco espera fazer com que as empresas que vão atuar no espaço desenvolvam soluções que tragam benefícios para o desenvolvimento do BNB, desde que o produto seja inovador. No Porto Digital, o objetivo é fazer com que as empresas trabalhem de forma autônoma e consigam fazer networking com grandes grupos e atores de diferentes áreas da inovação, facilitando a troca de experiências entre elas.

As empresas que forem selecionadas para o Hub vão poder usar o espaço como endereço fiscal, desfrutar de um coworking, ter vantagens na participação de eventos de fomento ao ecossistema de inovação, acesso a salas de reuniões, entre outros.

Vão poder concorrer a uma das dez vagas empresas de todos os Estados do Nordeste, norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. Um dos critérios para atuar é desenvolver soluções para temas como agronegócios, concessão, administração e recuperação de crédito, economia criativa, educação, energias renováveis, espaços inteligentes, finanças, microfinanças e inclusão financeira para microempreendedores, negócios de impacto social, saúde, serviços e processos de gestão para micro e pequenas empresas.

Para o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, a criação do Hub no Recife vai ser importante para que as empresas atuem de forma mais tecnológica e se desenvolvam melhor. “O Hub de Inovação é muito importante para o Estado. A gente desenvolve toda a região Nordeste, olhando todo o componente da inovação. Estaremos instalando empresas para trabalhar ideias, para subsidiar o trabalho dentro do banco, no aperfeiçoamento dos nossos clientes, na forma de atender e como podemos verificar isso no processo de crédito. Isso amplia a visão de risco para os nossos clientes, isso dá sustentabilidade aos negócios. É uma boa parceria, melhora pra todo mundo”, disse.

O presidente do Porto Digital, Pierre Lucena, destaca que o espaço vai servir como um estímulo para as empresas atuarem no desenvolvimento de soluções inovadoras e a se instalarem no parque. “O Porto Junto com o Banco faz esse esforço para formar mais negócios de inovação, fazendo um estímulo ao empreendedorismo e a tecnologia. Já temos a Jump que é um ambiente semelhante, onde no ano passado já formamos 99 novos negócios, e com a força do BNB esperamos potencializar mais isso. Isso traz uma maior capacidade de mentoria, de investimento, é mais um parceiro que chega, e é o que queremos, para que o Recife seja um hub não só no Nordeste, mas algo global no que diz respeito à tecnologia”, afirmou.

Durante o evento de inauguração, estiveram presentes ainda o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, e o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado, Aluísio Lessa.

Veja também

Preços na indústria têm maior alta desde 2014: 3,28%
Economia

Preços na indústria têm maior alta desde 2014: 3,28%

Bolsonaro pede sugestões a líderes partidários para financiar Renda Cidadã
Economia

Bolsonaro pede sugestões a líderes partidários para financiar Renda Cidadã