Relatório da Previdência é adiado para terça-feira

Apesar de mais um atraso no cronograma da reforma, Rodrigo Maia e o relator, deputado Samuel Moreira, garantem que ainda é possível votar a proposta no plenário até 17 de julho

Comissão Especial para avaliar a proposta da Reforma da PrevidênciaComissão Especial para avaliar a proposta da Reforma da Previdência - Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

A apresentação do novo formato da proposta de reforma da Previdência foi adiada para a próxima terça-feira (2) em sessão da comissão especial da Câmara.

Apesar de mais um atraso no cronograma da reforma, o presidente da Câmara , Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o relator, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), garantem que ainda é possível votar a proposta no plenário até 17 de julho, quando o Congresso entra em recesso.

Leia também:
Irritado com o governo, centrão ameaça apresentação de relatório da Previdência nesta quinta
Déficit na Previdência atinge R$ 80 bilhões em 5 meses, diz governo
Centrão se reúne com centrais sindicais para discutir mudanças na reforma da Previdência


Líderes do centrão, contudo, já avaliam que a votação será adiada para o segundo semestre. O centrão é um grupo de partidos independentes ao governo e que, juntos, representam a maioria da Câmara. Maia tentará, mais uma vez, um acordo com governadores do Nordeste para que estados e municípios sejam incluídos na reforma.
"Vale a pena esperar", disse Moreira.

Veja também

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões
Loteria

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões

Consumidor poderá tirar dúvidas sobre valor cobrado na conta de luz
Conta de luz

Consumidor poderá tirar dúvidas sobre valor cobrado na conta de luz