Toyota prevê aumento de preços com taxação de aço nos EUA

Trump adiantou que as tarifas do aço chegarão a 25%, enquanto a importação de alumínio será taxada em 10%

Loja da ToyotaLoja da Toyota - Foto: AFP

A japonesa Toyota lamentou nesta sexta-feira "o impacto negativo" da adoção de taxas sobre as importações de aço e alumínio nos Estados Unidos, o que provocará uma importante alta nos preços dos veículos. "Mais de 90% do aço e do alumínio que compramos (para as fábricas nos EUA) procede dos Estados Unidos", destacou a Toyota em comunicado enviado à AFP.

"A decisão do governo de impor altas taxas sobre o aço e o alumínio terá um impacto negativo para os fabricantes de automóveis, fornecedores e consumidores ao aumentar de maneira considerável os custos e, consequentemente, os preços de carros e caminhões vendidos nos Estados Unidos".

Leia também:
Alemanha quer reação firme da UE a tarifas americanas sobre o aço
Toyota apresenta carro desenvolvido para cadeirantes


A Toyota vendeu em 2017 mais de 2,4 milhões de veículos nos Estados Unidos, seu principal mercado. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quinta-feira que na próxima semana adotará tarifas de importação pesadas sobre o aço e o alumínio.

Durante uma reunião na Casa Branca com representantes da indústria siderúrgica americana, Trump adiantou que as tarifas do aço chegarão a 25%, enquanto a importação de alumínio será taxada em 10%.

Veja também

Ninguém acerta a Mega-Sena, e prêmio principal acumula em R$ 7 milhões
LOTERIA

Ninguém acerta a Mega-Sena, e prêmio acumula em R$ 7 milhões

Famílias aproveitam queda nos juros para comprar casa própria mais cara
CASA PRÓPRIA

Famílias aproveitam queda nos juros para comprar casa própria mais cara