Venda de vitamina C dispara nas farmácias após o coronavírus

O volume de remédios comprados subiu 36,3% e atingiu a maior marca para o período (62.064 unidades)

Complementação vitamínico precisa ser prescritoComplementação vitamínico precisa ser prescrito - Foto: Diulgação

A venda de vitaminas C em farmácias disparou 1.188,4% na terceira semana de março ante o mesmo período do mês passado, segundo a ePharma, que gerencia benefícios de medicamentos.

O volume de remédios comprados subiu 36,3% e atingiu a maior marca para o período (62.064 unidades).

Leia também:
Medicamentos: eficiência x segurança
Cientistas desenvolvem medicamento contra novo coronavírus
Novo coronavírus: Índia limita exportação de medicamentos


Na Bio Mundo, rede de produtos naturais, a venda de itens usados para fortalecer a imunidade subiu 85% nos 18 primeiros dias de março na comparação com o mesmo período de 2019. Tiveram alta o própolis (835%), o óleo de alho (690%), a vitamina D3 (172%) e outros.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

Veja também

Banco Central autoriza compras internacionais com cartão pré-pago
economia

Banco Central autoriza compras internacionais com cartão pré-pago

CNI apresenta propostas para retomada da economia
economia

CNI apresenta propostas para retomada da economia