Brasil é ouro no revezamento misto do triatlo no Pan

Quarteto brasileiro superou Canadá e México, segundo e terceiro colocados, respectivamente, em Lima

Luisa Baptista, Vittoria Lopes, Manoel Messias e Kaue Willy levaram o título, ao superar o Canadá e o México.Luisa Baptista, Vittoria Lopes, Manoel Messias e Kaue Willy levaram o título, ao superar o Canadá e o México. - Foto: Alexandre Loureiro/COB

O triatlo brasileiro conquistou mais um ouro para o Brasil no triatlo nos Jogos Pan-americanos Lima 2019. Luisa Baptista, Vittoria Lopes, Manoel Messias e Kaue Willy levaram o título, ao superar o Canadá e o México, prata e bronze respectivamente, ao completar a prova com 1h20m31s.

“Mais do que amigos, somos uma família. Temos treinado juntos muito bem. Isso fortalece muito nosso trabalho. Apesar do triatlo ser um esporte individual, esse grupo faz com que a gente seja mais forte. Temos um time muito unido, integrado. Temos características muito boas. É uma equipe muito completa”, destacou Luisa. 

Essa foi a quarta medalha do triatlo em Lima, melhor desempenho da história da modalidade em Pans. Luisa Baptista e Vittoria Lopes fizeram uma dobradinha de ouro e prata na competição feminina, as primeiras medalhas do Brasil na competição, enquanto Manoel Messias conquistou uma prata na prova masculina.

“Estou muito feliz de fazer parte desse momento do triatlo brasileiro. Sabia que no revezamento teríamos uma ótima oportunidade de ganhar mais uma medalha. Fico muito feliz de sair com essa medalha. Somos a nova geração do triatlo brasileiro, mas também não podemos esquecer das antigas. Sem eles a gente não estaria aqui”, reconheceu Kauê. 

Veja também

Novo plano nacional da primeira infância quer mais envolvimento de empresas e do Judiciário
governo

Novo plano nacional da primeira infância quer mais envolvimento de empresas e do Judiciário

Para estimular ida às urnas, revista Time substitui logotipo pela 1º vez
internacional

Para estimular ida às urnas, revista Time substitui logotipo pela 1º vez