Brasileiros agitam mercado da bola

Com Neymar como protagonista de especulações, janela de transferências de verão na Europa ferve e afeta até Seleção Brasileira

Militão foi apresentado pelo Real MadridMilitão foi apresentado pelo Real Madrid - Foto: OSCAR DEL POZO / AFP

Os brasileiros estão no centro das atenções da janela de tranferências de verão do futebol europeu mais uma vez. Alguns rumores se confirmaram e outros seguem na casa das especulações. Como principal protagonista, o atacante Neymar diariamente estampa as capas do noticiário esportivo do Velho Continente diante da sua iminente saída do PSG. Já Éder Militão entra como destaque na lista das negociações concretizadas, tornando-se o nono jogador brasileiro mais caro da história: foi vendido ao Real Madrid pelo Porto por 50 milhões de euros.

Leia também:
Neymar pai diz que PSG sabia sobre ausência em reapresentação
Neymar não se apresenta, e PSG 'deplora' atitude do jogador
Neto encerra tabu de 87 anos de brasileiros no Barcelona


A transferência do brasileiro ocupa a 10ª posição entre as mais caras da atual janela de verão e se concretizou como a segunda maior protagonizada por um zagueiro do País. O ex-jogador do Porto foi apresentado ontem pelo Real Madrid. Outro jogador brasileiro envolvido em negociação foi o goleiro Neto. O atleta deixou o Valencia para fechar com o Barcelona, por 26 milhões de euros.

Até a Seleção Brasileira foi atingida pelos grandes da Europa. Edu Gaspar, então coordenador de seleções da CBF, e Sylvinho, auxiliar técnico de Tite, foram contratados para Arsenal e Lyon, respectivamente. O primeiro ocupará o cargo de diretor técnico da equipe inglesa e o ex-lateral assumiu o comando do time francês.

Quando se fala em rumor de transferência, o nome Neymar sempre estará em evidência. Dessa vez não é diferente. O atacante de 27 anos pertence ao Paris Saint Germain, mas não deve permanecer por lá. A apresentação dos jogadores da equipe estava marcada para a última segunda-feira, porém o brasileiro não compareceu com os demais jogadores. Diante desse cenário complicado, o Barcelona surgiu como principal destino para o ex-jogador do Santos. Mas o imbróglio é grande e a novela promete durar bastante.

Caso a negociação de Neymar se concretize, Philippe Coutinho pode se despedir do Barcelona. Inclusive, é bem provável que o meia seja envolvido nessa negociação para facilitar a chegada do ex-jogador do Santos.

Valorizado após o título e a artilharia da Copa América, Everton Cebolinha deve pintar na Europa em breve. Aos 23 anos, no auge da carreira e com uma projeção ainda maior, o atacante está sendo cotado no Bayern de Munique. Isso é o que garante o jornal TZ, da Alemanha. Romildo Bolzan Jr, presidente do Grêmio, já cravou que o jogador da Seleção Brasileira deverá protagonizar a maior negociação da história do clube.

Monitorado por Tite, Renan Lodi embarcou para a Espanha, onde defenderá o Atlético de Madrid. O lateral-esquerdo foi revelado pelo Athletico Paranaense e se tornou a maior transferência da história do clube: 20 milhões de euros.

Filipe Luís e Daniel Alves são dois experientes atletas que estão sem contratos e ainda não sabem para onde vão. Aos 36 anos, o lateral-direito, eleito melhor jogador da Copa América, ainda tem mercado na Europa e deve permanecer por lá. Ele, inclusive, vem sendo especulado no Manchester City, de Pep Guardiola. Os dois trabalharam juntos no Barcelona entre 2008 e 2012. Já o lateral-esquerdo, de 33 anos, não sabe se permanecerá no Velho Continente. O ex-Atlético de Madrid já recebeu proposta oficial do Flamengo, mas também está sendo especulado no Lyon e deve definir seu destino em breve.

Miranda, 34 anos, tem contrato até a próxima temporada com a Inter de Milão, mas não deve permanecer na equipe. O zagueiro foi especulado no Palmeiras no início do ano, porém as negociações não avançaram. Segundo a imprensa italiana, Napoli, Galatasaray, Monaco e Arsenal surgem como prováveis destinos para o experiente jogador brasileiro.

Veja também

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos
Náutico

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time
Liga dos Campeões

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time