Com Timbu revigorado,Ventura passa bastão

Presidente do Conselho Deliberativo se prepara para deixar cargo com o sentimento de ter contribuído para recolocar clube nos trilhos

Gustavo Ventura, presidente do Conselho Deliberativo do NáuticoGustavo Ventura, presidente do Conselho Deliberativo do Náutico - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Título do Campeonato Pernambucano em 2018, acesso à Série B em 2019 e título da Série C na mesma temporada. Em dois anos, o Náutico saiu de um cenário de rebaixamento da Segundona para a Terceira Divisão e dívidas acumuladas para conquistas importantes e retorno aos Aflitos com uma nova gestão. Ao fim deste ciclo, o clube realiza novas eleições - tanto do Executivo como do Conselho Deliberativo -, neste domingo, nos Aflitos. À frente da presidência do Conselho Deliberativo por quatro anos, Gustavo Ventura se prepara para deixar o cargo, mas com sentimento de ter ajudado a recolocar o clube no caminho certo. Em entrevista à Folha de Pernambuco, ele fez um balanço do quadriênio 2016/2019 e falou sobre as perspectivas para o novo conselho, que será definido no próximo fim de semana.

Na presidência do Conselho Deliberativo do Náutico desde 2016 e há seis anos na gestão administrativa do clube - contando também a executiva -, Ventura decidiu, com o encerramento do ciclo, não continuar como gestor no fim deste ano. “No dia daquele jogo contra o Paysandu, que sacramentou o acesso à Série B 2020, eu tomei a decisão de não ser candidato à reeleição para o Conselho, e decidi também apoiar Alexandre Carneiro para esta eleição. É um cara decente, que conheço há muito tempo”, explica.

Carneiro lidera a chapa da situação, com Raphael Gazzaneo e Newton Morais representando a oposição. Buscando dar continuidade ao que foi feito durante o último quadriênio, Ventura exalta a mentalidade que foi implantada no clube nos últimos dois anos. “Tiramos do Náutico um aspecto político e colocamos um aspecto administrativo, estabelecendo metas e trabalhando com o dinheiro que nós tínhamos”, afirmou.

Em agosto de 2017, Ventura assumiu a presidência executiva do clube, após a renúncia do ídolo alvirrubro Ivan Brondi. Com a difícil missão de estar à frente de um time já rebaixado para a Série C, ele conta que a transição e o diálogo com o presidente do Timbu, Edno Melo, foram fundamentais para o sucesso nos anos seguintes. Além do resultado dentro de campo, o retorno aos Aflitos, deixando a Arena de Pernambuco, também foi um dos pilares da gestão tanto do Deliberativo quanto do Executivo. “Conseguimos esse retorno aos Aflitos graças à sincronia entre nós, Edno e Diógenes (vice-presidente). E isso só aconteceu porque eles eram nossos conselheiros e trabalharam na comissão de reforma do estádio, não foi por acaso”, explica o gestor alvirrubro.

Agora, o advogado se prepara para continuar apenas como torcedor do Náutico, mas não descarta retorno às funções administrativas da agremiação no futuro. "A sensação agora é de que contribuí para o clube. O Náutico mudou de rumo", disse. "Eu não estou saindo nem cansado nem triste. O Náutico é indissociável da minha vida. Se eu estiver em meu escritório com tranquilidade para um retorno, farei", encerrou.

Eleições

Neste domingo, os alvirrubros irão às urnas para escolher os novos membros do Conselho Deliberativo para o quadriênio 2020/2023 e o novo presidente do clube para o biênio 2020/2021. Para esta segunda esfera, não será tão “novo” assim. Isso porque na eleição do Executivo o atual presidente, Edno Melo - candidato único - será reeleito por aclamação ao lado do vice-presidente Diógenes Braga. Edno é o único mandatário do Executivo alvirrubro desde Ricardo Valois, em 2007, a ser reeleito para o cargo.

Já para o Deliberativo, três chapas foram inscritas para as eleições, que formarão nova composição para o quadriênio 2020/2023: Alexandre Carneiro (representando a situação), Raphael Gazzaneo e Newton Morais. No caso deste último, a candidatura foi impugnada pelo Conselho após Morais mover uma ação contra o clube. 

Leia também:
Santa vence Náutico e fatura título da Copa Pernambuco
Edno Melo convida sócios para eleição do Conselho Deliberativo

Veja também

Santa Cruz tem cinco desfalques para o jogo contra o Paysandu neste sábado
Santa Cruz

Santa Cruz tem cinco desfalques para o jogo contra o Paysandu neste sábado

Itamar Schulle lamenta terceira eliminação nos pênaltis
Santa Cruz

Itamar Schulle lamenta terceira eliminação nos pênaltis